06

Então, hoje foi mals, muito mals. Não consegui fazer o que me propus, rendi menos, muito menos do que devia, não meditei. Ontem consegui meditar à tarde, hoje não. Porque eu fico dependendo do marido levantar antes de mim pra ficar com os meninos e eu meditar antes de levantar, mas não tem rolado. E não dá pra meditar depois de comer. Enfim, mas já vi que realmente só dou conta de uma coisa por vez e olhe lá. Agora é me obrigar e não desistir. Do jeito que está é que não pode ficar, eu não posso mais ficar assim. Aí sei que funciona pra mim pensar que não tenho escolha. É isso: não tenho escolha, tenho que sair desse buraco. Amanhã eu medito. Estou tentando desde dia 28. Em oito dias, duas falhas, mas tudo bem não significa que eu desisti. Amanhã dou um jeito e medito.

Já é notável a melhora, viu? Não quero entusiasmar, mas estou melhor, a ansiedade diminuiu muito. Tô quase boa. Se colocar as tarefas x em dia aí sim, acho que essa ansiedade me deixa.

 

07
04

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *