790

Eu sou a favor da cama compartilhada, do parto natural, da amamentação exclusiva, de educar sem nenhuma palmada. Acho que isso é o melhor para os meus filhos. Não consegui amamentar o primeiro, espero conseguir do segundo, mas o resto tudo consegui até agora, com Tatá fazendo 6 anos. Espero continuar assim. Eu dou pouco remedio, trato com a antroposofia, enfim faço a linha mais natureba mesmo, com tudo que implica isso, inclusive criticas. Mas não acho que seja regra pra ninguém, cada uma sabe de si e faz o que acha melhor. Mas que maternar é um mar de escolhas, isso é. Como a vida aliás é assim. Existe muita controvérsia, e descobri que pediatras são como obstetras, que há linhas e correntes diferentes, mais ou menos intervencionistas e que é preciso escolher o que mais se afina com a gente.
Bom, só pra constar mesmo.

=====

Update: Agora lembrei. E ser assim, ter essas convicções de vez em quando ofende as pessoas gratuitamente. Não sei porque. Ou até sei, mas não seria elegante dizer. Tem um quê quase religioso, sei lá.

Ainda a minha pequena – o impacto do segundo filho
playlist

4 comments

  1. Chris disse:

    Nalu, eu também gostaria de verbalizar o motivo das escolhas alheias deixar tantas pessoas magoadas/ofendidas…

    Beijos enormes

  2. Daniela disse:

    Serve pra tudo né? Isso de as pessoas se ofenderem com as escolhas alheias. Elas acham que é pessoal, uma condenação ao estilo de vida delas, não entendo muito bem: desde religião a vegetarianismo.

    Enfim.

    O educar sem palmada eu acho bem difícil de fazer. Mas eu conheço seu filho que é uma criança extremamente educada, feliz e carinhosa. Então acho que funciona. Parabéns 🙂

    Beijo grande. Saudades

  3. amabile disse:

    definitivamente é o amor de mãe que deine tudo bj

  4. Dani disse:

    Beijos e saudades e muito respeito ‘as suas opiniões…próprias.

    Vontade de ver teu barrigão. Manda news no e-mail.

    Dani

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *