Archive for amor

É mês de maio, a vida tem seu esplendor

Recheios de Maio

Clique para ampliar

 

Maio já está no final
O que somos nós afinal se já não nos vemos mais
Estamos longe demais longe demais
Maio já está no final
É hora de se mover prá viver mil vezes mais
Esqueça os meses esqueça os seus finais esqueça os finais
Eu preciso de alguém sem o qual eu passe mal sem o qual
eu não seja ninguém eu preciso de alguém

Kid Abelha

=====

Maio foi um mês surreal, surreal. Começou em abril e acho que está terminando só hoje. Vou postar hoje, 2 de junho, mas com data de 31 de maio, só pra fins de organização, porque a verdade é que ainda é maio. Hoje é maio.

Tanta alegria, tantos preparativos, minha vida em suspensão, tanta coisa boa. E uma coisa péssima no final. Isso é a vida. Isso É Vida.

E maio começou em abril. Depois de uma conversa com uma amiga, quando eu pensei em fazer um encontro de bruxas, aproveitar e celebrar meu aniversário. E aí um grupo de amigas queridas resolveu comparecer. E vieram. 13 amigas, num bate e volta só pra me dar um abraço e celebrar meu aniversário. De 4 estados diferentes do país. Mas meu Deus, quanta felicidade! Dizem que a gente alcança um ponto auge da vida e nem percebe. Acho que eu tive a fortuna de perceber esse ponto. ¡Gracias, muchissimas gracias!

Não tenho mesmo, não tive antes e continuo sem ter agora como expressar o que essas meninas significam pra mim. São mais que amigas, acho que nós já passamos dessa esfera. Somos Co-Madres* mesmo. Nos conhecemos num grupo de mães. E aprendemos a ser um pouco mães umas das outras também.

E esse aniversário acabou sendo uma oportunidade dessa moçada toda, que conversa o dia inteiro, todo dia, há tantos anos, de se encontrar, ao vivo, quase todas juntas no mesmo lugar numa tarde que eu achei inesquecível.  Nós já nos encontramos várias vezes, em lugares e circunstâncias diferentes, mas nunca em número tão grande, quase todas nós juntas. E daqui de BH estavam os amigos que eu amo também. Com poucas ausências, justificadas. Os Amigos, na verdade. Ou seja, tudo perfeito.

E quem eu amo mesmo estava lá, comigo, celebrando a nova década que entrou mesmo, com força toda.  Agora eu sou uma quarentona de verdade. Mesmo que o aniversário tenha sido de 41.

E cheia de planos, mas deixa esses pra junho.  Agora no final de maio perdi um colega de trabalho, trabalhando, em consequência também do risco que a gente corre nesse ofício ingrato. Foi muito triste, porque ele ficou desaparecido cinco dias, e foi morto de maneira violenta e muito triste. As duas últimas semanas de maio foram adrenalina pura. Mas. C’est la vie.

Por isso maio foi de pouco filme, pouca leitura, pouca cozinha porque eu fiquei envolvida demais nisso tudo. E nossa, que recheio em maio, que maio, que maio!

Alegrias

  • Confraria
  • O Mês quase todo de preparação pro Grande Encontro.
  • O Grande Encontro
  • Aniversário do meu amor
  • Meu Aniversário

Filmes

Livros

  • O Espetáculo Mais Triste da Terra
  • A Ciranda das Mulheres Sábias
  • Norwegian Wood (lendo ainda)

Comidas

  • Bolo
  • Latke
=====

Mês de Maio, Almir Sater

====

 
 COMADRE — Em espanhol, esse termo significa
 algo semelhante a "eu sou sua mãe e ao mesmo
 tempo você é minha mãe". E uma palavra usada
 para descrever a relação íntima entre mulheres
 que cuidam uma da outra, que dão ouvidos e
 ensinam uma à outra, de uma forma na qual a
 alma está sempre incluída; às vezes ela é o
 assunto da conversa, e às vezes é com ela
 diretamente que se fala.

Esse grupo começou como Mais Que Comadres. 
Mas estava destinado a Comadres mesmo.

Nascimento do Gael parte I

Hoje meu bebê faz um mês. Nem preciso dizer como passou rápido. Mesmo com tanta peleja com amamentação, passou rápido demais.

Eu preciso escrever o relato, a história da gravidez, que foi super cheia de altos e baixos. Preciso contar como começou a história do meu caçula, pra registrar para mim e para ele. Com o Tatá eu não fiz e hoje muitos detalhes, muita coisa me escapa, eu preciso ficar reconstruindo. E agora quero fazer, porque acho que ele vai gostar de saber que teve um nascimento tão bonito e diferente. E porque o parto dele foi a experiência mais louca que eu tive na minha vida. Assim como a amamentação está sendo a coisa mais difícil que eu já fiz.

.

Vou contando, aos poucos, depois reúno tudo como numa colcha de retalhos.

.

Segue um pouquinho da história e aproveito o pretexto e o preâmbulo (hohoho) para agradecer a algumas amigas queridíssimas que tão importantes foram pra mim nesse período.

=====

.

Eu nunca quis ser mãe. Até conhecer marido e casar. Ai veio a vontade, o relógio biológico tocou e tal. Depois de um ano e pouco de casados resolvemos ter um filho. E engravidar foi fácil, mais fácil o que eu pensava. Com isso comecei a ver um mundo novo todinho na minha frente. Eu descobri o mundo da gravidez, parto e afins. E descobri o quanto gostava do assunto. Que tem tudo a ver com outro tema que me apaixona, o feminino. E também com o fato de que eu sou neta, bisneta e tataraneta de parteiras, dos dois lado.

.

Quando o Tatá, meu primeiro filho nasceu eu descobri as listas de parto, de maternidade e eu continuei amando esse assunto e sai da maternidade já querendo outro filho. Eu que nunca tive muita afinidade com criança, nunca fui do tipo que brinca e faz cuti cuti com crianças, que não sacava nada do universo infantil… Nunca imaginei que pudesse amar tanto ter filhos, que ganhar um filho é ganhar mais um amor. E amor é o que faz a vida valer à pena…

.

E com o nascimento do Tatá eu me sentia bem de ter conseguido dar um nascimento legal pra ele, mesmo tendo tido uma gravidez de alto risco, com pré eclampsia, diabetes gestacional e etc… tanto problema. Por vários motivos, fomos adiando a segunda gravidez, até 2008, qunado sentimos estarmos prontos pra outra empreitada. Até começamos a tentar, mas aí paramos porque eu voltei a fumar.

.

Mas logo no começo de 2009 deu o clique e do dia 13 para 14 de fevereiro de 2009 eu engravidei. Esse dia tem um simbolismo muito bonito. Apesar de contestado, é considerado por alguns a porta de abertura da era de aquário. É o dia em que aconteceu de fato as configurações astrais que o filme Hair fala (When the moon is in the Seventh House And Jupiter aligns with Mars Then peace will guide the planets And love will steer the stars.)

.

E coincidentemente é aniversário de uma bisavó que eu tive, uma parteira e benzedeira de mão cheia, conhecida em toda cidade que viveu, e cuja morte paralisou essa cidade e rendeu homenagens lindíssimas. E cuja reencarnação veio sendo alardeada para alguns membros da minha família…

.

Mas eu não sabia que estava grávida ainda.

.
O que acontece é que por causa da maternidade eu acabei conhecendo umas meninas muito porretas, umas meninas que hoje são minhas amigas de alma e coração. Conheci essas meninas através do livro de visitas do blog mothern. E mesmo depois do declínio da convivência através do livro de visitas, nós continuamos a conviver diariamente.

.

E um dia, numa das muitas conversas diárias que temos, eu comentei que estava atrasada e que tinha feito o teste de farmácia e que tinha aparecido uma linha fraquinha demais, quase imperceptível. E foi um auê, elas me falando enfaticamente que eu tava grávida sim, que fosse fazer o exame de sangue pra confirmar, me dando os parabéns e coisa e tal.

.

E eu tinha almoçado uns dias antes com uma delas, a Isa e ela percebeu que eu tava grávida, bem antes de mim. E todas elas souberam que eu tava grávida, bem antes de mim mesma. E festejaram, vibraram e me apoiaram muito…E elas acompanharam dia a dia, mesmo, essa gravidez que foi uma verdadeira montanha russa. Cada exame, cada notícia elas compartilhavam e me apoiavam.

.

Então esse relato será um agradecimento por todo apoio, todo acompanhamento, toda paciência e ouvidos que essas meninas tiveram durante esses nove meses tão emocionantes. Obrigada à Ana, Alessandra,

Bibi,Denise RJ, DeSP, Dinha, Greice, Isa, , Márcia PoA, Marcinha, , Lê, por todo apoio nesses nove meses, pelas palavras diárias de carinho, por toda torcida que sei que tiveram por mim, e por ajudarem na tranqüilidade que me proporcionou manter uma gravidez saudável.

=====

Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
.
Oscar Wilde

my way

Eu pari na raça.  Em casa, sem intervenção nenhuma.  E dá licença, eu tenho orgulho disso!

Trilha sonora do parto do Gael:

.

.

My way

.

And now, the end is near,
And so I face the final curtain.
My friends, I’ll say it clear;
I’ll state my case of which I’m certain.

.

I’ve lived a life that’s full –
I’ve travelled each and every highway.
And more, much more than this,
I did it my way.

.

Regrets? I’ve had a few,
But then again, too few to mention.
I did what I had to do
And saw it through without exemption.

.

I planned each charted course –
Each careful step along the byway,
And more, much more than this,
I did it my way.

.

Yes, there were times, I’m sure you knew,
When I bit off more than I could chew,
But through it all, when there was doubt,
I ate it up and spit it out.
I faced it all and I stood tall
And did it my way.

.

I’ve loved, I’ve laughed and cried,
I’ve had my fill – my share of losing.
But now, as tears subside,
I find it all so amusing.

.

To think I did all that,
And may I say, not in a shy way –
Oh no. Oh no, not me.
I did it my way.

.

For what is a man? What has he got?
If not himself – Then he has naught.
To say the things he truly feels
And not the words of one who kneels.
The record shows I took the blows
And did it my way.

.

Yes, it was my way.

pode vir

Quem quiser nascer tem que destruir um mundo.

Herman Hesse

.

Meu filhote querido,

.

tivemos alguns percalços até aqui né? Mas eu queria muito que você soubesse o quanto foi desejado, amado e esperado. O quanto, apesar de todas as dores, obstáculos, sustos e surpresas, foi e é um enorme prazer carregar você aqui. Que o que possa vir daqui em diante é pequeno diante de tudo que ainda temos pra escrever. Como você me fez e me faz sentir maravilhosa, plena, poderosa. Como você trouxe algo pra o meu ser que antes de você não existia. E que passou a ser parte (melhor) de mim porque você veio habitar aqui.

.

Eu queria que você soubesse que esse é um mundo bom. Que a vida é boa. Que a vida pode ser espetacular mesmo que bem prosaica. Que existe a dor, que existem tropeços e suor, mas que o balanço geral é muito bom. Que se eu e seu pai não amássemos desesperadamente a vida, que nos não traríamos a você e ao seu irmão para cá. E que se trouxemos é porque vemos a maravilha, a beleza e a unicidade de estarmos vivos, aqui, neste momento.

.

Que com toda dor a vida é deliciosa. E que eu desejo pra você somente que você possa realmente saber em todo seu ser e em todo seu caminho, que a vida vale, em toda sua curta duração.

.

Pode vir, meu bem, vem, porque aqui do lado de fora pode ser muito bom também. Aqui tem surpresas que você (nem eu) nunca imaginamos. Tem tanta coisa diferente, tanta maravilha que eu levaria a vida mesmo toda, e mesmo assim nunca poderia descrever.

.

Te aguardo, com alegria.

=====

40 semanas amanhã.

a las cinco de la tarde

Eran las cinco en punto de la tarde.
Un niño trajo la blanca sábana
a las cinco de la tarde.
Una espuerta de cal ya prevenida
a las cinco de la tarde.
Lo demás era muerte y sólo muerte
a las cinco de la tarde.

El viento se llevó los algodones
a las cinco de la tarde.
Y el óxido sembró cristal y níquel
a las cinco de la tarde.
Ya luchan la paloma y el leopardo
a las cinco de la tarde.
Y un muslo con un asta desolada
a las cinco de la tarde.
Comenzaron los sones de bordón
a las cinco de la tarde.
Las campanas de arsénico y el humo
a las cinco de la tarde.
En las esquinas grupos de silencio
a las cinco de la tarde.
¡Y el toro solo corazón arriba!
a las cinco de la tarde.
Cuando el sudor de nieve fue llegando
a las cinco de la tarde
cuando la plaza se cubrió de yodo
a las cinco de la tarde,
la muerte puso huevos en la herida
a las cinco de la tarde.
A las cinco de la tarde.
A las cinco en Punto de la tarde.

Un ataúd con ruedas es la cama
a las cinco de la tarde.
Huesos y flautas suenan en su oído
a las cinco de la tarde.
El toro ya mugía por su frente
a las cinco de la tarde.
El cuarto se irisaba de agonía
a las cinco de la tarde.
A lo lejos ya viene la gangrena
a las cinco de la tarde.
Trompa de lirio por las verdes ingles
a las cinco de la tarde.
Las heridas quemaban como soles
a las cinco de la tarde,
y el gentío rompía las ventanas
a las cinco de la tarde.
A las cinco de la tarde.
¡Ay, qué terribles cinco de la tarde!
¡Eran las cinco en todos los relojes!
¡Eran las cinco en sombra de la tarde!

=====


García Lorca

Pido permiso para nacer

Pablo Neruda

.

Hoy volveré a nacer: pido permiso.
Permiso útero, permiso cordón prieto.
Permiso agua, placenta, oscuridades.

.

No podrá retenerme la tibieza
plácida y calma del vientre cobijante.
No podrán disuadirme las presiones
de este túnel de carne que hoy me puja.
Con decisión inequívoca y sagrada
determino nacer: me doy permiso.
Y aquí estoy, desnudo de corazas,
dispuesto a recibir besos y abrazos
(no la palmada que provoque el grito:
ya no permitiré que me golpeen.)
Parteros de quien vengo renaciendo,
miren quién soy: soy digno. Los recibo.
Miren quién soy: adultamente niño.
Miren quién soy: vengo a ofrecer mi entrega.
Miren quién soy: apenas si respiro,
pero, de pie, me yergo y me estremezco,
dándome a luz en mi realumbramiento.
Tengo coraje para empezar de nuevo:
fortalecido en mis fragilidades
lloro de dicha, de dolor… Lloro de parto.
Lloro disculpas a quienes no me amaron,
por el maltrato, el frío, el abandono:
lloro la herida de todo lo llorable.
Y lloro de ternura y de alegría
por tanto recibido y encontrado:
lloro las gracias por el amor nutricio,
por la bondad de los que me ampararon.
Lloro de luz, y lloro de belleza
Por poder llorar: lloro gozoso.

.

Bienvenida es vuestra bienvenida.
Sin más queja, dolido y reparado
por la caricia de este útero abrazante,
aquí estoy: recíbanme. Soy digno.
Me perdono y perdono a quien me hiriera.
Vengo a darles y a darme íntimamente
una nueva ocasión de parimiento
a la vida que siempre mereciera.
Me la ofrezco y la tomo. Me redimo.

.

Con permiso o sin él, YO me lo otorgo:
me doy permiso para sentirme digno,
sin más autoridad que mi Conciencia.

.

=====

PEÇO PERMISSÃO PARA NASCER

Hoje irei nascer de novo: peço permissão.
Permissão cordão umbilical, permissão útero.
Permissão água, placenta, obscuridades.
Não vou me deter pelo calor da barriga
plácida e calma, envolvente.
Não serei dissuadido pelas pressões
deste túnel de carne que me puxa
Com a determinação inequívoca e sagrada
me determino nascer hoje: m e dou permissão.
E aqui estou eu, despido de armadura,
disposto a receber abraços e beijos
(sem tapa para causar o grito:
já não permitirei que me machuquem)
Parteiras e obstetras com quem venho renascer,
Olha quem eu sou: Eu sou digno. Os recebo também.
Olha quem eu sou: adultamente criança.
Olha quem eu sou: Eu venho a oferecer a minha entrega.
Olha quem eu sou: apenas sim, respiro.
Mas, em pé, eu estou de pé e eu me movo ,
me de a luz no meu renascimento.
Tenho a coragem de começar de novo:
fortalecido em minhas fragilidades.
Eu choro de alegria, lágrimas de dôr … de parto.
choro e desculpo àqueles que não me amavam,
pelo maltrato, pelo frio, pelo abandono:
choro pela ferida por todos os gemidos.
E choro de ternura e de alegria
Por tanto recebido e encontrado:
choro as graças pelo amor que nutre,
pela bondade dos que me receberam e me ajudaram.
choro de luz e de beleza
por poder chorar: chorar de alegria.
Bem-vindo é o seu bem-vir.
Sem nenhuma queixa nem mágoas
pela carícia do útero em chamas,
aqui estou eu: recebam-me. Eu sou digno.
Me perdôo e perdôo quem me magoou.
Eu venho para eles e para mim intimamente
uma nova oportunidade para parir
a vida que você deseja e merece.
me ofereço esta vida e assumo. Eu resgato.
Com ou sem permissão, eu me concedo:
Eu dou permissão para ser digno,
nenhuma autoridade é maior do que a minha consciência.

Pablo Neruda

rumba de las madres

Agora que tá chegando a hora…

=====

Rumba de las madres

.

Mi abuela parió a mi madre.
Mi madre me parió a mí.
Todas paren en mi casa,
yo también quiero parir.

.

Yo quiero parir tranquila,
que nadie me meta prisas,
que mi chico esté conmigo,
por si hay lágrimas o risas.

.

Mi mamá me mima ma, mímame mamá, mamá.
Mi mamá me mima ma, mímame mamá, mamá.

.

Si pides, yo te doy teta;
Si lloras, te cojo en brazos;
Que gusto darte un abrazo
y llevarte en bicicleta.

.

María no tiene niños,
pero ella también es madre:
envuelve con su cariño
a quien se pone delante.

.

Mi mamá me mima ma, mímame mamá, mamá.
Mi mamá me mima ma, mímame mamá, mamá.

.

Tu quieres una mamá
y yo quiero tener hijitos;
muy pronto te iré a buscar
pa poder vivir juntitos.

.

Amatxik ama erditu zuen.
Amak ni erditu zuen.
Etxeko emakumeek erditzen dute,
nik ere erditu nahi.

.

Mi mamá me mima ma, mímame mamá, mamá.
Mi mamá me mima ma, mímame mamá, mamá.

.

Miña avoa pariu miña nai.
Miña nai pariume a min.
Todas paren na miña casa,
eu tamben quero parir.

.

L’àvia va parir ma mare.
Ma mare em va parir a mi.
Totes pareixen a casa,
jo també vull parir.

.

Mi mamá me mima ma, mímame mamá, mamá.
Mi mamá me mima ma, mímame mamá, mamá.

Amei essa Rosa Zaragoza e esse cd nacer renacer também amei…

Desfralde Precoce e Palmadas: 20 Anos Depois

Alexander Lowen é um renomado psiquiatra que trabalha com análise bioenergética, uma forma de psicoterapia que combina o trabalho da mente e do corpo.

.

“Nossa inabilidade para vivenciar a resposta orgástica plena é devida à falta de paixão durante o ato sexual. Freqüentemente, a paixão foi minada muito cedo na vida através de experiências dolorosas nos períodos de desenvolvimento denominados fase oral e edípica. A fase oral refere-se aos primeiros três anos de vida, quando o bebê precisa de nutrição, suporte e contato amoroso que são supridos pela sua mãe. Durante este período, seu nível de energia está elevado ao grau que torna a paixão possível. Estas necessidades podem ser supridas pelo ato da amamentação, uma vez que isso provê o contato mais íntimo, excitante e satisfatório entre a mãe e o filho.

.

Uma criança não será privada de comida ou carinho se ela não é amamentada. Mas os bebês precisam sentir o corpo da mãe, para sentir a vida materna e absorver a energia dela. O contato com o corpo materno estimula a respiração do bebê e aumenta seu metabolismo.

.

Outro efeito danoso no nível de excitação de uma pessoa vem da inabilidade dos pais de tolerarem o alto nível de energia numa criança. Eles acusam-na de serem exigente demais, ativa demais ou de querer tudo. Eles acreditam que crianças devem ser vistas e não ouvidas. Com a idade de 3 anos, muitas crianças já sofreram uma grande perda da sua vivacidade. Já vi muitas crianças que parecem apáticas, com olhos sem brilhos e voz fraca, sendo empurradas num carrinho por uma mãe ou babá indiferente.

.

Um corpo livre de ordens do superego – “seja uma boa menina, obedeça seus pais e não levante a mão para eles” – é um corpo livre de tensão. É uma ordem subentendida na nossa cultura que as crianças precisam controlar seus sentimentos. A ordem pode ser dada como “não perca a cabeça e não deixe seus sentimentos controlarem você”. Algum auto-controle é positivo, mas quando o controle torna-se inconsciente, ele é mantido por tensão muscular crônica e é um processo de auto-destruição. De fato, a tensão associada com o medo de perder a cabeça é responsável por artrite nas vértebras cervicais e dor de cabeça por tensão. Uma tensão similar na base da espinha onde se junta com o osso sacro é a base da maioria das dores lombares. Esta tensão crônica, agindo concomitantemente com a tensão nos músculos, como o quadríceps (na coxa), imobiliza a pelve de forma que ela seja incapaz de se mover espontaneamente.

.

A pelve imóvel é forçada ou para frente ou para trás. Em seu estado normal, a pelve mexe-se de forma livre para frente e para trás, com o movimento natural do corpo e em harmonia com as ondas respiratórias. No ápice da excitação sexual, os movimentos da pelve tornam-se rápidos e poderosos. Eles não ocorrem se a pelve está imobilizada numa posição ou na outra. Na posição fixa posterior (para trás), a pelve parece estar sempre pronta para ação, denotando claramente contenção do desejo sexual. É mais comum em mulheres, já que nelas a ordem de reprimir os desejos sexuais é mais freqüentemente imposta. Em homens, o distúrbio mais comum é a pelve fixa anterior (para frente), que tem um significado pseudo-agressivo. Trazer a pelve para frente é um movimento sexualmente agressivo, mas uma vez que a pelve está fixa nesta posição, a aparência não condiz com a realidade. A pelve precisa ser puxada para trás para que qualquer movimento para frente torne-se possível. Quando a pelve é mantida para frente, as costas estão curvas e em colapso e parece a atitude de um cão com o rabo entre as pernas.

.

Se a pessoa tem a pelve nesta posição, é geralmente porque foi maltratada. Qualquer forma de abuso físico diminui a natural auto-confiança de alguém, tornando-a medrosa e submissa, mas a forma mais comum de punição que consegue tal efeito é a palmada. Uma criança que leva palmadas vai inevitavelmente trazer a pelve para frente e contrair as nádegas em resposta à dor. Mas o dano vai além do físico. Levar palmadas é uma experiência humilhante que traz severos danos narcisísticos ao ego da criança. Em alguns casos, a criança é forçada a assistir à própria punição ao expor as nádegas nuas, dobrar o corpo para frente, deitar no colo dos pais ou buscar o cinto. No meu ponto de vista, há outras formas de disciplinar uma criança sem recorrer a essa forma sádica de punição. Levar palmadas torna muito difícil para o indivíduo caminhar ereto com orgulho ou caminhar com uma pelve livre.

.

A maioria das pessoas não está ciente de que tem a pelve fixa. Às vezes elas podem mover-se de forma que aparente estar livre, mas quando não estão fazendo um efeito consciente, voltam à posição fixa. No ato sexual, as pessoas que têm a pelve fixa para frente têm que fazer força para os movimentos sexuais. Os que têm a pelve fixa para trás tendem a restringir seus movimentos.

.

Aqui um exercício simples para ajudar você a sentir se sua pelve é fixa:

.

Fique de pé em frente a um espelho, de forma que você possa ver suas costas quando vira a cabeça para trás. Suas costas parecem retas, sua cabeça está erguida, sua pelve para trás? Agora coloque seus pés paralelos um com o outro e cerca de 15 cm de distância separando-os, depois force a pelve para frente. Você consegue ver ou sentir como sua coluna curva-se ou dobra-se, fazendo com que você fique mais baixo? Qual a sensação associada com cada posição? Qual a sua posição habitual?

.

Agora, quando ficar de pé, dobre seus joelhos levemente e tente deixar sua pelve livre, mexendo como sua mão ao redor do punho. Respire fundo e devagar, tentando sentir a onda respiratória ir profundamente até a pelve. Você sente algum movimento nesta estrutura? Como sente? Consegue sentir ansiedade ao realizar o movimento? Pelas razões mencionadas anteriormente, isso não ocorre com a maioria das pessoas”.

.

Como vimos, a resposta sexual é afetada pela tensão em qualquer parte do corpo. Mas a habilidade de entregar-se ao orgasmo é particularmente afetada pela tensão no assoalho pélvico. Na maioria das pessoas o assoalho pélvico é mantido tenso por um medo inconsciente de que relaxá-lo pode resultar numa evacuação involuntária. Este medo vem de experiências de desfralde precoce. Quando o treinamento para o desfralde ocorre antes de 2 anos e meio, a criança usa os músculos do assoalho pélvico e as nádegas para controlar a função excretória, já que o esfíncter anal não se torna funcionante antes dessa idade.

.

Mesmo depois que o esfíncter anal já funciona, o medo persiste e mais tarde estende-se para o orgasmo. Uma pessoa não consegue permitir a descarga sexual do orgasmo de forma total e livre porque isso requer livrar-se do auto-controle. Quanto mais cedo uma criança é treinada para o desfralde, maior a tensão no assoalho pélvico. Como resultado, tal treinamento muitas vezes resulta em distúrbios intestinais. Se os pais reagem com o uso de enemas e supositórios, o problema da criança aumenta pela invasão e violação do seu corpo. Já tratei de duas mulheres que foram treinadas para largar as fraldas aos 9 meses de idade e, como conseqüência, sofriam de perda quase completa de sensação na pelve e no assoalho pélvico.

.

Dois esfíncteres circundam o ânus. O esfíncter interno, que não está sob controle consciente, permanece fechado até que o bolo fecal esteja acumulado e encha o reto. Até este ponto, o esfíncter externo permanece aberto e relaxado. Quando o reto está cheio de fezes e a pessoa sente vontade de evacuar, o esfíncter interno relaxa, enquanto o externo fecha-se bem apertado até que a pessoa esteja em posição de evacuar apropriadamente. Isso significa que na ausência de vontade de defecar, podemos manter o assoalho pélvico realxado e o esfíncter externo aberto, mas muitas pessoas vivem amedrontadas de que deixar-se levar pela liberação da energia sexual durante o orgasmo poderia resultar numa evacuação involuntária. Em alguns casos, este medo é generalizado em uma ansiedade constante de que “o bumbum vai cair”, como se um evacuação acidental fosse eternamente uma possibilidade.

.

Na verdade, todos os medos afetam o assoalho pélvico. Um susto pode causar uma contração aguda. Medo contido, por outro lado, pode causar tensão crônica. Mas se não estamos conscientes do medo, não sentiremos a tensão. Para relaxar o assoalho pélvico, precisamos primeiramente estar cientes da extensão em que o mantemos tenso.”

.

Do livro The Spirituality of The Body, Alexander Lowen, M.D.

Da comunidade Pediatria Radical, orkut.

contando

Ainda a minha pequena – o impacto do segundo filho

momboys

Ainda a minha pequena – o impacto do segundo filho

O nascimento do segundo filho pode ter um impacto profundo e, em alguns casos, devastador nos sentimentos da mãe pelo primeiro filho, como Rebecca Abrams descobriu. Mesmo assim, o tema continua a ser um dos grandes tabus da maternidade

Na noite anterior ao nascimento do meu segundo filho, o obstetra de plantão parou ao pé da minha cama e após ler as notas do meu caso por um instante, disse algo que eu imagino que tinha a intenção de ser solidário: “A maioria das pessoas não se dá conta que dar a luz é uma coisas mais perigosas que uma mulher pode fazer.” Não foi muito delicado, eu pensei, mas deixei passar. Duas semanas antes eu tinha sido internada com pré-eclâmpsia, uma complicação da gravidez que pode ser fatal, então esse comentário de certa maneira era justificado.

Meu filho Solomon nasceu às 4 horas do dia seguinte. Um parto tranquilo. Um menino saudável. Minutos após o parto, no entanto, as coisas começaram a complicar. Algo a ver com a placenta, não com a pré-eclâmpsia. Ela está com hemorragia, alguém falou. Alguém pegou o bebê e o entregou ao meu marido. O quarto tranquilo e pouco iluminado um minuto antes foi inundado de luzes fortes e equipamento médico. Uma folha de consentimento foi posta na minha frente. Alguém pos uma caneta na minha mão, eu não tinha idéia do que estava assinando, eu mal segurava a caneta. Algum tempo depois eu recobrei a consciência. O meu corpo recebia uma transfusão de sangue por um braço e doses cavalares de antibióticos pelo outro. Você está fora de perigo, todos me davam os parabéns. Muito obrigada à medicina moderna!

Relembrando o nascimento do meu filho, apesar do susto que houve, eu nunca podia imaginar o drama complexo que viria a seguir. Dar à luz é perigoso, sem dúvida, mas os perigos que acompanham a maternidade vem em muitas formas e o perigo físico não era o único a temer.

No dia seguinte, meu marido trouxe minha filha de 2,5 anos, Jessie, ao hospital para conhecer o seu irmão. Quantos livros com figurinhas nós mostramos a ela para prepará-la para esse momento? Com que cuidado nós preparamos esse primeiro encontro para que ele acontecesse de forma alegre e positiva para ela? E mesmo assim, apesar dos nossos cuidadosos preparativos, nenhuma fração de ansiedade foi dedicada ao que realmente passou.

A garotinha que entrou no quarto, segurando nervosamente a mão do pai, que subiu a cama do hospital e se jogou sobre mim num abraço afetuoso não era a mesma a quem eu tinha deixado em casa dois dias antes. Uma metamorfose bizarra aconteceu. De repente, ela parecia enorme. Não era mais uma menininha, de jeito nenhum. Comparados aos delicados membros do bebê, as suas mãos e pés pareciam enormes. Comparada à fragilidade do recém-nascido, a sua vitalidade vigorosa parecia quase ameaçadora. Num intervalo de apenas 48h, os meus olhos se desacostumaram a ela.

Uma semana depois eu fui dada de alta e fui para casa para uma nova vida de mãe de dois filhos. Já esgotada pela gravidez difícil e o parto, eu estava totalmente despreparada para a montanha-russa emocional que veio a seguir – cuidando, ou tentando cuidar – de um bebê nervoso e uma menininha exigente. Eu me tornei o tipo de mãe que nunca sonhei ser, o tipo que se embevece com o bebê e no instante seguinte dá uma palmada na filha travessa.

Os meses seguintes foram um pesadelo – ruins para mim, infinitamente pior para minha filha, um pesadelo que nunca terminava. Eu sempre me preocupei se seria capaz de amar o novo bebê, mas a verdade era que naqueles primeiros dias com duas crianças, não era o bebê mas a minha filha que eu tinha dificuldade de amar.
Estupefata pela minha frieza, ela se agarrou, tentou chamar a atenção, se afastou, em resumo, fez tudo o que pode para tentar recuperar a nossa antiga proximidade. Ela vestia os seus ursinhos de pelúcia com a roupa recém passada do bebê, subia ao moisés com a roupa cheia de barro, quando eu me sentava para amamentar, ela subia nos meus ombros, quando finalmente o bebê dormia, ela esfregava a sua cara e o acordava. Seus esforços cada vez mais extravagantes para chamar a minha atenção tiveram sempre o efeito oposto.

Eu estava pouco menos estressada que ela pela mudança na nossa relação. Era como entrar no seu quarto favorito e descobrir que tudo mudou de lugar : os móveis , os quadros, os objetos dentro do armário, os enfeites das prateleiras. Nada era como eu esperava ou como eu queria. Eu andava pela casa em estado de agonia, desorientação e perda.

Quando eu olhava a minha menininha eu não sentia nenhuma das coisas que eu queria sentir. Quando ela me olhava, era como se eu estivesse sendo confrontada por um estranho. Só tarde da noite, quando eu entrava no seu quarto na ponta dos pés para beijá-la e ver o seu rostinho adormecido é que eu sentia um pouco da ternura anterior. Mesmo agora, 12 anos depois, é quase insuportável pensar como essa época deve ter sido para ela.

Foi a vergonha do meu fracasso em amá-la como deveria que me deixou tão determinada a esconder o fato de todo mundo? Eu poderia ter ganhado um Oscar pela atuação na frente de cada visita. Deprimida? Claro que não! Conseguindo dar conta do recado com duas crianças? Sem problemas! Eu não contava a ninguém, nem família nem amigos. Não contei nem mesmo ao meu marido. O que ele teria dito? Ele ficaria chocado. E essa seria a reação natural. Eu, seguramente, era a não-natural.
Cheia de culpa, atarantada pela falta de sono, descompensada hormonalmente, eu tinha pouca disposição para pensar ou lidar com o que estava acontecendo. A pouca energia que eu tinha era usada para coisas práticas e os deveres emocionais eram dirigidos totalmente ao bebê. Não porque eu queria assim, mas porque simplesmente era assim.

Uma necessidade evolutiva que dá preferência à criança mais vulnerável? Uma forma de depressão pós-parto? Uma falha na minha capacidade de ser mãe? Todas as anteriores? Mas talvez influências mais amplas também tenham afetado. De acordo com o psicólogo Penny Munn, a maternidade na cultura ocidental é “baseada em idéias do amor romântico que assumem que uma boa mãe vai reproduzir o relacionamento afetuoso com todo e cada um dos seus filhos.”

Esse modelo de maternidade é uma progressão natural das revistas de adolescentes e das histórias de amor que as garotas devoram na sua adolescência, uma versão maternal do mesmo cenário: duas pessoas se apaixonam e essa relação permanece assim aconteça o que acontecer. É um modelo que pode funcionar para uma criança, mas é profundamente afetada pela realidade de ter que ser mãe de mais de um.

As razões pelas quais o amor materno muda e, em alguns casos, falha são muitos e complexos e a chegada do segundo filho não é em absoluto o único catalisador. Para algumas mães, até mesmo amar uma só criança é difícil. Quaisquer que sejam as razões, o fato é o mesmo: amar crianças não é algo que vem facilmente ou naturalmente. Esse sempre foi e ainda é um dos grandes tabus da família moderna: uma experiência comum, mas oculta e com o potencial de ter consequências devastadoras e silenciosas.

O romancista Thomas Keneally disse uma vez: “Escrever um romance é ir nu, não importa o que você esteja escrevendo. Vocè sempre se revela.” Eu não pretendia ir nua quando entrei no meu romance, Touching Distance. Baseado na história real de um médico do século XIX chamado Alexander Gordon, o que me chamou a atenção foi o dilema de um homem que fez uma descobrimento médico assombroso que estava além do seu tempo. Eu não tinha idéia, pelo menos, não conscientemente, que escrever essa história me levaria a reviver as repercussões emocionais causadas pelo nascimento do meu filho. Mas, enquanto o romance se desenrolava, duas narrativas complementares surgiram: uma contava a história da descoberta do dr. Gordon e a sua busca abnegada da verdade científica; a outra centrada na história dos perigos ocultos do parto, tanto físicos quanto emocionais.

Quanto mais eu lia e pensava a respeito dos problemas das mulheres do passado, morrendo no parto devido à falta de assistência e recursos que eu tive e que sem sombra de dúvidas salvaram a minha vida e a do meu filho, mas interessada no assunto eu ficava. A descoberta brilhante do dr.Gordon era que os médicos e parteiras estavam espalhando uma infecção fatal para as mulheres que eles assistiam no parto. Se tivessem acreditado nele, inúmeras vidas poderiam ter sido salvas no curso do século seguinte. Com uma taxa de uma mulher morrendo por minuto nos dias de hoje devido a complicações na gravidez ou no parto, essa tragédia é tão real hoje como era no passado, a grande diferença sendo que agora é mais comum na Ásia e na África que na Grã-Bretanha.

Mas, além da óbvia tragédia da morte por parto, havia a história não contada do impacto naquelas que sobreviveram aos partos difíceis, mas foram profundamente afetadas pela experiência, mulheres que se distanciaram dos seus filhos, de seus maridos e delas mesmas como resultado do impacto psicológico de tornar-se mãe. No personagem de Elisabeth, a mulher de Alexander Gordon e através da sua relação com a filha de cinco anos, Mary, eu encontrei uma maneira de explorar minha própria experiência. O preço emocional do parto difícil, a culpa e a vergonha de não amar o seu filho como você gostaria, a perplexidade, os sentimentos não-reconhecidos, a luta para encontrar uma distância tolerável entre os dois, a distância suportável: tudo entrou na história de Elisabeth, nem eu sabia que eu gostaria de escrever sobre isso. Mas, lá está tudo, apesar de mim mesma.

No caso de Elisabeth, o estranhamento com a filha se torna cada vez maior. Isso acontece na vida real também, com maior frequência que sabemos ou admitimos. Felizmente, não foi o que aconteceu com Jessie e eu.

Uma noite, mais ou menos um ano após o nascimento do meu filho, eu estava pondo os dois para dormir.Nós tínhamos escutado a fita de Woody Guthrie cantando Goodnight Little Darlin’ e eu me abaixei para beijar a cabeça de Jessie e disse: “Boa noite minha pequena”. Ela se virou para mim pensativa e perguntou: “Eu ainda sou a sua pequena? Mesmo tendo três anos e meio?”

Às vezes, a vergonha é útil. Ela pode penetrar as defesas que ela mesma construiu. Aquela pergunta tão direta despertou um sentimento que a escritora Helen Simpson descreve como: “os dentes afiados do remorso.” A muralha havia sido penetrada. “Sim”, eu respondi, enfaticamente e naquele momento com menos confiança que eu gostaria.

Minha tia, com quem eu um dia me abri, me deu um conselho sábio: “Essas coisas acontecem. Você não pode proteger seus filhos da vida. Dê tempo ao tempo. O amor vai voltar.” E com o tempo, voltou. Não só com o tempo, mas com trabalho duro e esforço consciente. As pessoas falam que é preciso trabalhar o casamento e foi assim que eu trabalhei meu relacionamento com minha filha. Eu arrumei tempo para fazer coisas juntas, divertir-nos juntas, tempo de atenção exclusiva para reconstruir a confiança dela em mim e para que eu a conhecesse outra vez. Pessoalmente, eu cultivei o hábito de amá-la tão cuidadosamente como um vinicultor cultiva seus vinhos. Eu reeduquei a maneira de vê-la, de pensar nela como eu fazia antes: como adorada e adorável. Gradualmente, com o tempo, o hábito tornou-se natural e sem esforço como tinha sido originalmente.

Quando Jessie tinha uns seis anos, nós viajamos de férias com outra família. A filha deles tinha a mesma idade do nosso filho, a mesma idade que Jessie tinha quando ele nasceu. Vendo a filha de 3 anos dos nossos amigos, eu me dei conta que eu não tinha lembranças da Jessie nessa idade. Era como se eu tivesse perdido minha memória ou parte dela, naquela época. Como se eu tivesse sofrido uma espécie de amnésia emocional, uma cegueira temporária do coração.

Faz pouco tempo, eu perguntei a Jessie sobre essa época da vida dela e parece que algo semelhante aconteceu com ela: “Quando as pessoas me perguntavam sobre o que eu lembrava de ter um irmãozinho, eu dizia que minha mãe tinha ido ao hospital muito doente e ficou lá por dois anos. Acho que na verdade foram duas semanas, mas é assim que eu me lembro: você não estar por um longo tempo.”

Ela não tem muita memória consciente daquela época, mas ela acha que isso explica muitas coisas. “Tipo como eu odiava quando você saía. Eu entrava em pânico. E eu ainda lembro de te ver vendo a tv e odiar o fato de eu ver você, mas você não me ver. Isso me incomodava muito. Talvez pelo que aconteceu quando eu era pequena, eu não sei.” Ela acha que isso afetou nosso relacionamento a longo prazo? “Não”, ela diz, “Eu não acho. Eu acho que somos bem unidas.” É importante saber o que aconteceu? “Sim, mas também me deixa triste”, diz ela.

Se antes de eu ter o meu segundo filho alguém me alertasse para o sofrimento emocional que eu poderia ter, eu teria acreditado? Eu duvido. A idéia de que qualquer coisa pudesse me fazer deixar de amar a minha menina preciosa e maravilhosa pareceria ultrajante.

E ainda parece.

Eu traduzi esse artigo da edição impressa do jornal inglês The Guardian, do dia 04/07/2009

Texto Retirado da Comunidade do Orkut pediatria Radical.

Link:http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=1651309&tid=5361223924012011773&na=4

790

Eu sou a favor da cama compartilhada, do parto natural, da amamentação exclusiva, de educar sem nenhuma palmada. Acho que isso é o melhor para os meus filhos. Não consegui amamentar o primeiro, espero conseguir do segundo, mas o resto tudo consegui até agora, com Tatá fazendo 6 anos. Espero continuar assim. Eu dou pouco remedio, trato com a antroposofia, enfim faço a linha mais natureba mesmo, com tudo que implica isso, inclusive criticas. Mas não acho que seja regra pra ninguém, cada uma sabe de si e faz o que acha melhor. Mas que maternar é um mar de escolhas, isso é. Como a vida aliás é assim. Existe muita controvérsia, e descobri que pediatras são como obstetras, que há linhas e correntes diferentes, mais ou menos intervencionistas e que é preciso escolher o que mais se afina com a gente.
Bom, só pra constar mesmo.

=====

Update: Agora lembrei. E ser assim, ter essas convicções de vez em quando ofende as pessoas gratuitamente. Não sei porque. Ou até sei, mas não seria elegante dizer. Tem um quê quase religioso, sei lá.

playlist

Lista de músicas para o amor perdido:

.

Update

.

Uma Canção Desnaturada – Chico Buarque

Que Pena – Jorge Ben Jor

Gostava tanto de você – Tim Maia

Ilusión – Marisa Monte, Julieta Venegas

Girl, You’ll be a woman soon – Neil Diamond

Eu sei que vou te amar – Tom Jobim Vinicius de Moraes

Pedaço de Mim – Chico Buarque

Everithing I own – Bread

A Última Canção – Paulo Sérgio

Why does it always rain on me? – Travis

Os verdes campos da minha terra – Putman, versão Geraldo Figueiredo, Agnaldo Timóteo (?)

Valsa para uma menininha – Toquinho

Tocando em Frente – Almir Sater

Que saudade d’ocê – Vital Farias

everything I own

“Nobody else could ever know
The part of me that cant let go.”

.


You sheltered me from harm.
Kept me warm, kept me warm
You gave my life to me
Set me free, set me free
The finest years I ever knew
Were all the years I had with you

.

I would give anything I own,
Give up my life, my heart, my home.
I would give everything I own,
Just to have you back again.

.

You taught me how to love,
What its of, what its of.
You never said too much,
But still you showed the way,
And I knew from watching you.
Nobody else could ever know
The part of me that cant let go.

.

I would give anything I own,
Give up my life, my heart, my home.
I would give everything I own
Just to have you back again.

.

Is there someone you know,
Youre loving them so,
But taking them all for granted.
You may lose them one day,
Someone takes them away,
And they dont hear the words you long to say

.

I would give anything I own,
Give up my life, my heart, my home.
I would give everything I own
Just to have you back again.

=====

As melhores coisas, como todo mundo sabe não podem ser ditas no blog. Daí eu procuro músicas pra traduzir. Fica besta, mas fica aí. Uma hora eu volto a falar, ou não. Enquanto isso eu curto um coração partido. E não, não tem a ver com casamento, que vai super bem, dia 10 fizemos 8 anos juntos, e tudo vai muito bem, somos muito apaixonados ainda… O que me parte o coração é outra coisa indizível. Não é um fato, é um sentimento. E não importa, porque já passa, também. Mas eu vou esgotar isso primeiro. Mesmo que seja colocando centas músicas tristonas aqui. É assim que eu me viro desde sempre.

=====

Ilustração de Liniers

são aqueles ares

Na verdade eu só queria mesmo falar sobre Buenos Aires. Sobre como é uma experiência quase mística pra mim estar lá. Sobre como eu me encontrei na estrangeiridade. O fato de ser estrangeira faz com que eu me encontre mais, faz com que eu seja eu. Porque eu realmente não sou daqui. E nem de lá, e nem de lugar nenhum.

Mas não falo no sentido de querer mudar daqui, de ter sede de viajar e de conhecer outros lugares, isso eu nem tenho tanta. Não falo de não me sentir brasileira (eu sei o quanto sou, e é muito), não desprezo meu país de jeito nenhum, não quero mudar daqui, etc. e tal. É outra coisa que eu não encontrei ainda como explicar. Eu falo de um estado interno de uma coisa que nem eu mesmo sei muito o que é. E era disso que eu queria falar, isso que encheu minha cabeça esses dias. Mas, a quem, pra que né? Não tenho tido nada na cabeça que interesse em um blog.

Então ficam as fotos da melhor viagem que fiz em muito, muito tempo, tanto que na verdade nem lembro se teve alguma melhor. Mais divertida, talvez, mas não teve uma em que eu me sentisse mais confortável. E eu como alguém que está 100% do tempo desconfortável, que sente dor o tempo todo, falo disso, dessa sensação que em alguns momentos beirou o oceânico. É assim que eu cada vez mais me sinto naquele lugar. Mesmo quando fui maltratada (e eu fui algumas vezes e foi bem desagradável), ainda assim eu descobri que ali eu sou o que eu sempre fui: uma familiar estrangeira.

silêncio é natal

Hay, en la espera,
un rumor a lila rompiéndose.
Y hay, cuando viene el día,
una partición del sol en pequeños soles negros.
Y cuando es de noche, siempre,
una tribu de palabras mutiladas
busca asilo en mi garganta,

para que no canten ellos,
los funestos, los dueños del silencio.

Alejandra Pizarnik

Los trabajos y las noches, en Obras completas. Poesía y Prosas

=====

Eu sinto falta da amiga. Muita falta, nesses dias. Sinto falta de alguém com quem conversar por horas ao telefone, de poder falar de tudo e mais um pouco. De conversar, conversar. Eu elaboro as coisas falando. Saudades da intimidade conquistada ao longo de tantos anos. Mas isso é idealizar, nos últimos tempo s eu não tinha esse ouvido. Eu tenho uma capacidade espantosa de esquecer as coisas ruins que vivi com as pessoas. E eu me sinto só. Meus melhores amigos também estão assim. Ele, também casado, pai, não tem tempo e tem muita coisa pra administrar. Ela também dividida entre tragédias familiares, não tem condição, nem mínima. E outros amigos não são amigos de conversar horas a fio… E esse silêncio dói. E tem muita coisa aqui dentro pra ser dita.

=====

E ai vou buscar por Alejandra, e o primeiro poema que sai é esse ai em cima. Sincrônico. Irônico.

=====

E fico inventando coisas, mexo em blogs que ninguém lê. Pra quê? Pra quê? Vontade de saber.

=====

Nossa, os livros salvam. A mim sempre, sempre salvaram. (Eu ia escrever salvaram e escrevi lavaram, que os livros sempre me lavaram…)

=====

Feliz Natal.

mini craque

Mini craque. Porque ele é louco com futebol! Vejam as fotos:

=====

Clique para ampliar

=====

1. IMG_0313, 2. IMG_0292, 3. IMG_0303, 4. IMG_0295, 5. IMG_0319, 6. IMG_0310, 7. IMG_0317, 8. IMG_0288, 9. IMG_0290, 10. IMG_0315, 11. IMG_0323, 12. IMG_0322, 13. IMG_0277, 14. IMG_0278, 15. IMG_0257, 16. IMG_0276, 17. IMG_0266, 18. IMG_0259, 19. IMG_0269, 20. IMG_0279, 21. IMG_0272, 22. IMG_0281, 23. IMG_0265, 24. IMG_0270, 25. IMG_0284

k

Para K.

carta de amor

A primeira cartinha de amor a gente nunca esquece!

Clique para ampliar

paciencia

Minha paciência anda curtinha como nunca foi. Eu ando descobrindo que ser legal tem limites. Eu faço questão de ser gentil, mas não quero e não vou mais tolerar agressão de graça. Vou mudar pra Mianmar. (A Kathia, que me contou que lá os homens são cachorros e passarinhos, e diz ela que os homens lá são bons). Porque eu ainda me espanto com tanta grosseria e sujeira por ai. Pessoas que realmente não vêem as outras, meu zeus, que coisa, me espanta muito o mundo não estar ainda pior. Como é que se leva a vida sem olhar pros semelhantes? Sem olhar de fato?

Se você não tem nada de bom pra dizer, porque não cala a boca? Porque precisa vir falar sem ser convidado? Eu não te perguntei, sabe? E ainda sou trouxa o bastante pra me importar. Mas realmente é problema seu. Não se espante se o telefone estiver ocupado, ok?

Mas ainda assim gosto do mundo. Ainda, ainda.

=====

Também os mortos me acompanham

Entre um e outro degrau

Paramos. Como quem descansa um fardo

Ao cair da tarde – xale vinho aquecendo o corpo –

os mortos me acompanham

Entre um e outro degrau

Mas

não me toquem – ainda

Eunice Arruda

=====

Tem posts novos no leveza. E chatos né Dani? hahahahaha

Figura daqui

perguntas do samurai

Meu pequeno samurai anda fazendo perguntas difíceis, mas comuns e muito pertinentes.. Só que eu não sei como responder!

–Mãe, porque só mulher fica grávida?

–Mãe, porque tudo muda, heim?

–Mãe porque o H não tem som?

–Mãe, “porque sim! não é resposta, né?

Me fala, o quê responder numa hora dessas?

=====

E ainda assim, eu não consigo dormir.

=====

E mais uma coisa nada a ver: as pessoas querem falar, falar, falar. Mas não querem ouvir. Não mesmo, vc fala e elas olham pro vestido mais próximo na vitrine. E elas fazem isso com todo mundo. Com filhos (pequenos ou não), maridos, pais e até com clientes. Que coisa!

=====

Tem posts novos no Leveza do Ser.

liniers

Lolló, eu também amo Liniers!

Tatá e a regina

Clique para ampliar

Hoje o samurai tá fazendo 5 anos.

E duas coisas a respeito disso:

Ele amanheceu lendo. Nem a professora dele sabia. Mas hoje ele resolveu ler e disparou um monte de palavras. Ontem, ele olhou o ônibus e leu: RE-GI-NA. Eu não dei muita bola, pq achei que ele tinha decorado que o ônibus é o do Bairro Regina. Mas hoje mesmo Regina ele leu. Um orgulho só, total. Tô explodindo né? Aprendeu quase sozinho, pois segundo a professora esse não é o objetivo do 1º periodo, mas ao que parece ele resolveu que era. E é o único da salinha. Conheço esse filme. Eu era mandada pra biblioteca na hora da alfabetização, porque atrapalhava as outras crianças.

A primeira palavra que ele falou eu não me lembro, nem qual foi nem o dia que foi. Mas a primeira que ele leu sozinho eu não vou esquecer. Regina

E a outra coisa. Começa o jogo e ele pede pra colocar a camisa da seleção argentina!

-Mas meu filho, não dá, o jogo é contra o Brasil, coisa e tal.

-Então mãe! Por isso mesmo!

E aqui em casa ninguém é contra o Brasil, ningum torce pró Brasil perder nem nada disso. Muito pelo contrário, eu posso até querer, mas não consigo torcer contra o Brasil, nem o pai dele. No máximo eu sou indiferente. De onde ele tirou isso? Sem contar que numa terra de cruzeirenses e atleticanos ele resolveu ser flamenguista. Tudo bem que eu sou flamenguista, mas ele não sabia disso rsrsr.

Aí eu me lembrei. Que ele deu tanto trabalho pra nascer porque se recusou a virar. Eu fiquei em trabalho de parto ativo por mais de 24 horas. E ainda assim ele nasceu virado do lado contrário mesmo. Do lado melhor pra ele, diga-se de passagem. É meu Murcivaldo* mesmo. Filho, Feliz Aniversário pra nós. Porque esse dia é meu aniversário também, com certeza. Um bom motivo pra me sentir renovada.

*Murcivaldo é como eu chamo ele.

monotema

Fileteado de Alfredo Genovese. Esse artista faz coisas maravilhosas. Fileteado é uma das artes mais bonitas que eu já vi.

Eu sonhei a noite toda com Buenos Aires.

Coisa mais doida. Eu sempre tive muita vontade de viajar pro exterior. Por vários motivos. E já falei isso aqui também. Monotema.

Mas dentre todos os lugares que eu queria ir, Buenos Aires nunca esteve em lista nenhuma. Nunca tinha parado um momento e ocupado meus pensamentos com essa cidade. Nunca tinha gastado nem segundos pensando em ira pra lá. E eu também sempre fui da opinião de que é bobagem voltar nos lugares. Afinal o mundo é tão grande, tem tanta coisa, tanto lugar pra conhecer, pra que voltar? Vamos pra outro lugar…

Mas ai apareceu o doutorado, a oportunidade de estar em outro país sem ser como turista clássica, um lugar perto coisa e tal e eu fui. Só que me apaixonei perdidamente. Como com São Paulo, foi um amor irremediável.

Eu tenho certeza que vou pra outros lugares, que há muitas cidades mais bonitas e mais interessantes, que o México ainda me espera, que vou amar outras cidades também. Mas de uma coisa eu tenho certeza: Cidade nenhuma vai ser tão parecida comigo como Buenos Aires. Acho que essa cidade sou eu traduzida em calçadas e fileteado e moças descabeladas, moços bonitos, velhos nas ruas e cafés antigos. E muitas, muitas livrarias abertas à uma hora da manhã. E muitos panelaços. E mais mil coisas que não consigo nem pensar agora. Nunca me identifiquei tanto com um lugar. O mais legal disso foi seu inesperado.

Pra mim, como turista e como alguém de fora, que certamente não vai conhecer as mazelas da cidade, a cidade só tem um grave defeito: Não se vê negros nela.

Certamente há mais mazelas, mas até nisso eu me identifico, afinal a gente não fecha os olhos pra os próprios defeitos e não alcança nunca a própria sombra? Pois é. Esse é um dos dois lugares do mundo até agora em que eu quero voltar sempre. Se pudesse, semana que vem tava lá de novo.

sete anos

Clique para ampliar

Ontem eu fiz sete anos de casada. Passa mesmo num instante. Amanhã é dia dos namorados, então hoje é ideal pra dizer pra ele que eu o amo né? E que é bom estarmos juntos e coisa e tal que ele sabe 😉

E que eu tenho vontade de passar mais setenta anos com ele. Feliz aniversário, Feliz dia dos namorados. Te amo.

pai origamista, filho origamista…

Toda mãe fica orgulhosa com as conquistas da sua cria né, e eu não sou diferente, sou bem babona. E essa semana tive um bom motivo para ficar feliz pelo meu filhote, ele parou de chupar bico, ou chupeta por conta própria. Fiquei feliz. E seguindo os passos do pai ele agora também está fazendo origami, eu posso com isso? O pai dele já é fera, e ele fica atrás do pai pra aprender origami. E está se saindo até bem, o danadinho. Começou com um cahorrinho facinho, facinho e hoje fez um tsuru. Olha só que fofo. Eu disse né, que mãe é bicho bobo mesmo. Mas olha que graça.

mamãe orgulhosa

Olha essa carinha e vê se não dá pra se sentir muito orgulhosa no dia das mães? Heim? E em todos os outros dias também. Porque mãe que se preza é muito coruja. Mas ele é lindo né? E ele é bom, é esperto, carinhoso, cuidadoso, um sonho de filho.

Clique pra ver a foto

Clique na foto para ampliar.

música para dias tristes

volta

Pois o blog está reformulado, agora o visual diferente está preparado para ser um blog que abarque o blog Leveza do Ser e o blog Livros também. Eu não queria perder esse blog, deixá-lo às moscas. Na verdade eu nem sei pra que tenho blog, mas tenho e ai está, eu gosto, me divirto.

Minha maior diversão é mexer no template do blog, adoro, me relaxa tanto….

Tem algumas coisas diferentes neste novo. Aos poucos vai ficar completo. A categoria dos posts que forem do blog Leveza do Ser vão abrir com um template diferente, como se estivesse no próprio blog, bem como a categoria do Blog Livros. Assim fica mais fácil, é uma tentativa de domar minha esquizofrenia blogueira. E tentar volta a escrever. E seguir me divertindo.

coruja

Aff, eu vou corujar que esse meu filho é muito lindo!

 

Para Buenos Aires

 

20080126_2Para Buenos Aires

Andar conmigo

Hay tanto que quiero contarte,
Hay tanto que quiero saber de ti,
Ya podemos empezar poco a poco,
Cuentame que te trae por aqui,
No te asustes de decirme la verdad,
Eso nunca puede estar así tan mal,
Yo tambien tengo secretos para darte,
Y que sepas que ya no me sirven más,
Hay tantos caminos por andar,
Read more

mama

Minha mãe vai operar amanhã. De câncer. E como dói viu. Meu coração tá pequeno e apertado. Eu queria muito que ela não tivesse que passar por isso. Muito mesmo. A essa altura do campeonato.

Às vezes a vida não é mesmo justa. Nem um pouco. Haja força pra tentar dar sentido pra isso. Haja paciência com o mundo numa hora dessas, viu.

Ela é alegre-triste, gosta do Padre Marcelo, é uma avó que não tem igual. Intensa como ela só, uma verdadeira prima-dona. Queria ter sido cantora. Ou dançarina.

  Read more

susto

dodoiDesde domingo Tatá tava tendo diarréia de manhã…e hoje foi um susto! Eu nem tava tão preocupada achando que não era nada, só alguma coisa que ele tinha comido. Mas hoje ele não quis ir na escola e eu me toquei que podia ser algo mais sério. Ele tava ficando amuado e ele nunca fica assim, nem com febrão. e não querer ir na escola é sintomático, pois ele adora aula, nunca quer ficar em casa.

Hoje de manhã enquanto eu tava na net, ele foi ficando mais amuado. Assim que o pai dele chegou ele pediu água e danou a vomitar…

Read more

faz graça

Mas não é uma graça, esse Pequeno Samurai?

E faz pose para o fotógrafo!!! Eu não aguento de tanta corujice né? Aff…

Feliz dia das Crianças para todos…

quatro anos

quatro anos

Clique para ampliar

Hoje é meu aniversário. Acho que para sempre eu vou considerar o dia 19 de agosto não só como aniversário do meu filho, como meu também. Quatro anos que eu nasci. Que nasceu outra pessoa aqui, dentro de mim, que também só tem quatro aninhos, como o meu filhote. Que ainda está aprendendo a viver. Porque quando ele nasceu, eu nasci junto. A maior das revoluções na minha vida.

lindo

Clique para ampliar

Esse menino lindo, doce, gentil, amoroso, tranquilo, esperto e educado. Tudo que uma mãe poderia querer nesta vida. Tudo. Eu agradeço imensamente a oportunidade de renascer que eu tive com a chegada deste leonino ensolarado. Filho é a melhor coisa que a gente faz nesta vida. Bem, foi a melhor coisa que me aconteceu. Parabéns meu filho muito amado.

soprando a velinha

Clique para ampliar

dia dos pais

Meu pai é um excelente pai. Eu só posso agradecer. E é um avô ainda mais maravilhoso, nunca vi…Tatá é apaixonadao por ele e isso é uma benção na minha vida. Eles passeiam todos os dias juntos, e têm uma cumplicidade de dar inveja. O Tatá é afortunado mesmo. E eu também 🙂

Feliz dia dos Pais!!!

———-oOo———-

Ouça aqui a música que mais me lembra meu pai….

Leia Carta ao Pai de Kafka …

amigos

Fotos dos meus amigos

Amanhã (20/07) dizem que é dia do amigo. Eu tenho alguns bons amigos. Mas andei com problemas nesse setor, deve ser alguma coisa ligada a minha casa astral dos amigos, a casa 11 do meu mapa natal. Nada grave, apenas algumas mudanças de rumo, de direção, algumas coisas que se perderam pelo rumo natural da vida. Falta e saudade. De todo modo afastar-se de um amigo dói. Sempre. Eu acredito que ninguém é feliz se não tiver amigos. Amigos para mim são como ar pra respirar. Ar puro, de qualidade. Que se faltar ou escassear dificulta tudo. Eu gosto de gente. Gosto de ter amigos. E se esses últimos tempo afastaram alguns, também trouxeram outros, alguns amigos de infância. Dani, as meninas do LV, a Dani San. Alguns amigos de contato virtual, mas ainda assim, um contato muito massa.

Segue uma galeria com fotos de alguns dos meus amigos. Sem nome, claro. Faltaram alguns amigos queridos, mas dos quais eu não tenho foto. Assim que passar um pouco do dia do amigo eu vou retirar essas fotos. Vão ficar um pouco aí do lado também.

Como eu amo esta frase do Grande Sertão: Veredas, eu vou recolocar ela aqui pela enésima vez, porque ela sempre vai dizer tudo sobre amizade pra mim.

“Amigo, para mim, é isto: é a pessoa com quem a gente gosta de conversar, do igual o igual, desarmado. O de que um tira prazer de estar próximo. Só isto, quase; e os todos sacrifícios. Ou – amigo – é que a gente seja, mas sem precisar de saber o por quê é que é”.

Guimarães Rosa. Grande Sertão: Veredas

———-oOo———-

Aos meus amigos, que sejam todos muito felizes, eu quero ser cada dia mais uma amiga melhor e com quem vocês possam contar sempre. Amo todos vocês. Feliz dia do Amigo.

———-oOo———-

Ouça “Recado Para Um Amigo Solitário

Baixe para ler o Diálogo de Cícero sobre a Amizade.

Leia um bonito conto da Clarice Lispector sobre a amizade.

meditação amorosa

Meditação adaptada pelo Venerável Nhat Hanh do texto Visuddhimagga, escrito por Buddhagosa em 430 d.C. – texto tradicional do budismo theravada.

Esta meditação pode ser praticada da seguinte maneira:

primeiro, a recitação na primeira pessoa, referindo-se a si mesmo
segundo, a recitação em terceira pessoa, referindo-se à pessoas que lhe são indiferentes (se possível substituir o “ele/ela” pelo nome)
terceiro, a recitação em terceira pessoa, referindo-se à pessoas amadas e bem quistas (se possível substituir o “ele/ela” pelo nome)
quarto, a recitação em terceira pessoa, referindo-se à pessoas que lhe tenham causado sofrimento (se possível substituir o “ele/ela” pelo nome)
quinto, recitar em segunda pessoa, referindo-se a todos.

———-oOo———-

Meditação amorosa

Que eu possa estar em paz, feliz e leve de corpo e de espírito
Que eu possa viver em segurança e livre de males
Que que eu possa estar livre da raiva, das aflições, medos e ansiedades
Que eu possa aprender a me olhar com olhos de compreensão e amor
Que eu possa reconhcer e tocar as sementes de alegria e felicidade que existem em mim
Que eu possa aprender a identificar as fontes de raiva, cobiça e ilusão que existem em mim
Que eu possa alimentar as sementes de alegria em mim todos os dias
Que eu possa ser sereno, firme e livre
Que eu possa estar livre do apego e da aversão sem me tornar indiferente

Que ele/ela possa estar em paz, feliz e leve de corpo e de espírito
Que ele/ela possa viver em segurança e livre de males
Que ele/ela possa estar livre da raiva, das aflições, medos e ansiedades
Que ele/ela possa aprender a me olhar com olhos de compreensão e amor
Que ele/ela possa reconhecer e tocar as sementes de alegria e felicidade que existem em mim
Que ele/ela possa aprender a identificar as fontes de raiva, cobiça e ilusão que existem em mim
Que ele/ela possa alimentar as sementes de alegria em mim todos os dias
Que ele/ela possa ser sereno, firme e livre
Que ele/ela possa estar livre do apego e da aversão sem me tornar indiferente.

———-oOo———-

Fonte: http://samoockah.blogspot.com/2007/03/meditao-amorosa.html

japinha caipira

Meu filhote muito amado dançando sua primeira festa junina…

Fotos aqui.

oração para os namorados

santo antônioGrande amigo Santo Antônio, tu que és o protetor dos namorados, olha para mim, para a minha vida, para os meus anseios. Defende-me dos perigos, afasta de mim os fracassos, as desilusões, os desencantos. Faze que eu seja realista, confiante, digno(a) e alegre. Que eu saiba caminhar para o futuro e para a vida a dois com a vocação sagrada para formar uma família. Que meu namoro seja feliz e meu amor sem medidas. Que todos os namorados busquem a mútua compreensão, a comunhão de vida e o crescimento na fé. Assim seja.

———-oOo———-

Ouça:

Read more

namorados

namoradosvj2 (1)

Meu presente. Clique para ver

Feliz dia dos namorados! Muito amor e muitos beijos. Pra todo mundo.

É claro que vai um especial pro meu namorado.

Te amo, Preto.

–oOo–

Para mi corazón basta tu pecho,
para tu libertad bastan mis alas.
Desde mi boca llegará hasta el cielo
lo que estaba dormido sobre tu alma.

Es en ti la ilusión de cada día.
Llegas como el rocío a las corolas.
Socavas el horizonte con tu ausencia.
Eternamente en fuga como la ola.

He dicho que cantabas en el viento
como los pinos y como los mástiles.
Como ellos eres alta y taciturna.
Y entristeces de pronto, como un viaje.

Acogedora como un viejo camino.
Te pueblan ecos y voces nostálgicas.
Yo desperté y a veces emigran y huyen
pájaros que dormían en tu alma.

Neruda, Poema 12

———-oOo———-

Para ouvir


(essa música tocou tanto no nosso namoro!)

Leiam essa página , com os poemas de Pablo Neruda (Veinte poemas de amor y una canción desesperada), alguns lidos por ele mesmo…

seis anos de casamento civil

Clique para ampliar

Hoje eu completo seis anos de casada. Casamento civil, o religioso foi dia 10, domingo. E posso dizer que sou feliz nesse quesito. Nunca pensei que fosse ser. Casada. E de papel passado…Não deixa de ser engraçado.

Esse ano os dias estão iguaizinhos aos de 2001. Dia 08/06/01 também foi numa sexta-feira. Mas estava bem mais quente que hoje. Inclusive se a gente pegar uma agenda velha de 2001 e usar para 2007 vai perceber que com exceção dos feriados móveis, o resto é igualzinho.

——————–oOo——————–

Fiquei pensando que apenas para mim e para o Akio é que essa conversa interessa.. Afinal quem quer saber disso? Mas me deu vontade de escrever. Mesmo assim, sem interessar a quem possa.

Para pensar

Para ouvir:

Para ler: Alguém quer sugerir um livro sobre casamento? Eu até pensei em alguns, mas achei que seria mais legar ouvir sugestões, se houver.

meu amor faz aniversário

kiss2Para o meu amor, que faz aniversário hoje.

Para que tenhamos ainda muitos e muitos anos juntos. Digo que estou feliz porque conseguimos atravessar um ano complicado, cheio de altos e baixos, mas que estamos aqui, mais próximos, mais fortes, mais crescidos. Sempre bobos, meio fora de sintonia com o mundo real, o mundo lá de fora, mas com muito amor e vontade de acertar.

Preto,eu te amo muito, muito. Sempre.

Feliz Aniversário, que esse ano só traga coisas boas para a sua vida. Muitos beijos.

 

 

Um Aniversário

 Christina Georgina Rossetti

Read more

coroação

coroar2

Tariq teve sua primeira festinha sexta feira. Foi muito legal. Ele tava lindão. E eu toda orgulhosa do pimpolho. Toda emocionada com ele.Que aliás é muito fofo mesmo.

Clique aqui pra ver um pouquinho dele!

E desculpem a cinegrafista que ela é péssima…Esse vídeo na verdade é só um teste pra ver se eu conseguia mexer com a filmadora, passar filme pro pc, depois cortar um pedaço, passar pro youtube, etc., enfim, tá horrível, mas dá pra ver a carinha feliz dele.

Para refletir

feliz dia das mães

Clique na foto para ampliar.

Esse ano é o primeiro ano em que eu ganho um presente de dia das mães feito pelo meu filhote, que orgulho! Olha só que graça! É a coisa mais boba do mundo, mas é uma delícia babar assim com uma coisa tão simples. É preciso muito pouco pra ser feliz. Às vezes. E um filho é algo mesmo.

Feliz dia das mães a tod@s.

Eu separei algumas coisas que têm a ver com mãe para mim:

Read more

domingo

451192952_4c5288aab9_o1. pascoa001, 2. pascoa013, 3. pascoa017, 4. pascoa018, 5. pascoa003, 6. pascoa016
Mais fotos aqui.

você não entende…

Pretinhooooooooooo…

595061

origami

pra quem é fã de origami, meu marido fez um blog sobre o assunto. e ele é muito fera no assunto, as peças que ele faz são maravilhosas. o blog é http://origami.em.blog.br

Papéis

Já tem alguns dias que meu filho de 3 anos só chama a mim e ao meu marido de "pãe". Aí ele percebe que errou e ri muito. Eu acho engraçado, ele nunca ouviu essa palavra e só fala porque realmente troca as bolas. O interessante é que isso acontece agora, que meu marido está quase o tempo todo em casa, já que não tem mais matérias do mestrado e está estudando pro doutorado. Então ele (meu filho) tem toda razão.

Pequeno Samurai

Meu Pequeno Samurai faz hoje 3 anos. Três anos que eu nasci como mãe. Como passa rápido, outro dia era um bebezinho…

Ele é um menino lindo, inteligente, seguro, calmo, obediente e tão educado!!! Tudo que uma mãe pode querer. Hoje acho que eu posso soltar a corujice né?

Parabéns meu filho. Que a Fortuna seja sempre sua deusa-guia. 

 

Tariq bebê

Blog antigo do Tariq

Site do Tariq quando nasceu…

Mais fotos… 

Eu não tenho mais bebê…

Ontem foi o primeiro dia do Tariq na escola. Eu quase tive um ataque cardíaco, mas ele nem percebeu. Foi para escola, já no corredor virou e acenou dando tchau com um sorrisão e disse: Vai mamãe, bataiá! Bataiá e o jeito que ele diz trabalhar, e acabou ficando mais apropriado, porque meu serviço mais se parece a uma batalha mesmo.

Daí primeiro dia, a diretora da escola (que foi minha primeira empregadora há quase vinte anos atrás) disse: primeiro dia, é melhor deixar só umas duas horas, as crianças choram mesmo, chamam a mãe e tal. Quinze horas o pai dele foi buscar e ele não quis vir de jeito nenhum, quis ficar brincando lá, não derramou nem uma lágrima. Dezessete horas, eu voltei do trabalho, passei pra pegar o rapaz e ele não queria vir embora, veio a contragosto, é mole?  E eu achando que ele ia achar difícil adaptar…Hoje onze horas da manhã já estava pedindo pra ir pra escola. Só saiu de lá mais cedo porque a prima amada chegou e foi comigo lá buscar, mas mesmo assim, ainda ensaiou um "não quero ir embora". Que beleza.

Minha mãe diz que eu fui pra escola com quatro anos de tanto encher o saco dela que queria ir pra escola, queria ir pra escola. Minha irmã só foi depois de seis anos. Nunca derramei uma lágrima. E estudei em colégio de freira, com uma soror brava de dar gosto. E pra falar a verdade, se pudesse tava na escola até hoje. Eu adoro escola, adoro mesmo. Principalmente quando estou longe dela e esqueço as mazelas. Ainda volto, talvez esse bendito mestrado no final do ano. Mas agora o foco mudou, eu queria mesmo era estudar Astrologia grega e medieval, (meu Deus eu não sabia que isso era tão tão interessante). Agora, sabe Deus onde eu vou achar um Mestrado em Astrologia Medieval…Aqui na UFMG é que não vai ser, mesmo. Aquela velharada que torce o nariz até pra sociologia do consumo, vai muito deixar eu encaixar astrologia no Mestrado. Apesar de que esses dias eu vi uma dissertação sobre astrologia como discurso narrativo, ainda não li, mas imagino só a viagem. Talvez na Antropologia, recém criada, quem sabe? Eu torço pra que seja mais fresca que aquele departamento de sociologia. Argh! Não é cuspir no prato, mas cada vez que me lembro que larguei um mestrado faltando uma matéria e a dissertação por causa da velharia, mofo e falta de ética naquele departamento, o sangue sobe.

Mas o assunto era outro. Era o Tariquinho, todo seguro de si, estudante. Ai Jesus, eu não tenho mais bebê em casa.

Dia do Amigo

Fiquei sabendo que hoje é dia do amigo. Deve ter sido por isso que essa noite, de uma só vez sonhei com três amigas que sumiram: Débora, Ana Paula e Juliana. Com tristeza eu me lembro delas, tristeza e saudade, embora saiba que não tinha muito jeito de ser diferente. Então hoje meu inconsciente trouxe essas três meninas de voltas. Esse ano através do orkut já tinha me presenteado com uma amiga de infância. Aliás, a melhor amiga de uma parte da minha infância, a Érika que reencontrei virtualmente e soube estar bem, etc. Ainda não retomamos a conversa, mas quero reencontrá-la na próxima vez que for em São Paulo.

Então me lembro que tenho amigos maravilhosos, que tenho irmãos que não são de sangue e fico feliz demais. E me lembro ainda que essa vida virtual me deu algumas amigas igualmente maravilhosas. E fico me sentindo uma afortunada, abençoada pelo destino. Afinal eu entregaria a chave da minha casa de olhos fechados para cada um deles. Ter amigos assim é um privilégio.

Amigos com quem posso partilhar tanta coisa… De alma tão limpa… É tão reconfortante isso. Desejo de coração que todos eles sejam muito muito felizes.

 

*****

 

"Amigo, para mim, é só isto: é a pessoa com quem a gente gosta de conversar, do igual o igual, desarmado. O de que um tira prazer de estar próximo. Só isto, quase; e os todos sacrifícios. Ou — amigo — é que a gente seja, mas sem precisar de saber o por quê é que é. "

 Guimarães Rosa – Grande Sertão: Veredas

Akio

Meu amor,

Quarenta anos…

Bem vividos

Fico feliz e orgulhosa quando te lembro.

Que a sua vida seja toda emoção

Que não te falte amor nem boas companhias

Nem aventuras nem olhar brilhando.

Eu te amo

Minha vida ficou muito mais vívida

Depois que você chegou.

 

Feliz Aniversário.

castello della ranciadaytrana manufacturercf103valenta elementelor chimicespinal board with head immobilizerinternment camps australia ww1ldf tribe employmentsputnik i pogromshoreway shopping centershiksa meaningamran gujaratdarren criss hedwig photostampines hub library openanother dimension aerosmithmetacritic bayonetta 2cystic fibrosis drug companiesdagobert duck moneykepler second law of planetary motionjk wrangler j8caroline kennedy schlossberg engagement ringepia brasiliareindeer moss adaptationsglock 18c gen 4nfpa 1901 rescue equipment list50 shades of grey xxx adaption3500 church street evanston ilarmero el dia de la tragediasysdm cpl xpdumaguete newspapersname the polymer that is made from butenejohnny horton please mr custerbeaujolais nouveau 2015 wine pricecapacidad espectadores camp nouzentralblatt math databasesunakothiinfolanka news comcolt 100th anniversary 1911 for salejan radzikgartner magic quadrant data center outsourcing servicesflurazepam 30 mg highлора спенсерdevils head merrimacosmocote time release plant fooddavid sloss comediankeonjhar district blocksdaimon gardnerze neto e cristiano te amonew seasons market hillsboro orplanting bald cypress seedshow to lower background noise in imovieheart palpitations light headed dizzyndp 2017 fireworksmary's pistols tacomabeechcraft bonanza fuel burnjay j armes net worthindian fables panchatantrakramnik lekocytec miningwhat is zerodol p used fordr mark vosslersabinal river mapnicollet middle school burnsvillepepco essodespre mine compunerepregnyl injection during pregnancyiowa legalize recreational weedinstalling t8 led tubeshov lanes in southern californiaapi 1104 welding certificationguantanamera cigar costaics stock remington 700 long actionjoe malenko vskane vs x pac no holds barred matchjudy moody bummer summer full moviegenoise sheet cakedecreasing term assurance formularady children's volunteerkiku tattoo nycroman bednarikhenry ford allegiance hematology oncologyoded prophetjammu to manali volvo bus serviceadare flightsmuhammad ibn jarir al tabarimedial saude rede credenciadahilroy exercise book 80 pagesfrost bank send money featuretaopi mn8v71 torquecloudy sclerarogers bros w concave implantinternational standard industrial classification code isic5.56 bandolier kit for saleberetta 92sadvance auto parts university blvd jacksonville flgitlab subdomain apacheloan restructure vs loan modificationvba sgnwsr 88d radar locationsedy's logoamerican ninja the confrontationcuriozitati matematicevaffanculo pezzo di merdasufi restaurant bangalore menugunnar glasses headacheraja ki aayegi baaraatasesinos seriales famosos del mundodo women's menstrual cycles sync upmeaning of leavening agentbombardier challenger 604 interiornauvoo state park camping陳 零 九 邵雨薇kryptopyrrole test australianasima aktervata dosha diet in hindipimento del padronsedet latincoastal plains of karnatakahallucinogenic herbs to smokegiant 29r bikeshallucinogenic herbs to smokekirk franklin stomp remix lyricsnetley police collegecorey wootton childrenkhairagarh university admissions 2017joffrey elite castgod's communicable attributesrewinding of three phase induction motorpancho bigotesjan radzikquantis globalleather balisong sheathfamous truthersdisha vakani husband photo and nameカエル の 鳴き声 英語quienes son los etruscosslogan on bravery in hindioded prophetcypress dale country venue east londonmarco reus freundincomo abreviar republica dominicanamonte rio fireworks 2017latex presentation template beamer downloaddoc martens vaughan millsf120aunforgivable lifetime movie 2016webley junior 177 air pistolbarrett comiskeycommunication and computer networks modelling with discrete time queuesdushevinatachi palace events lemoore caentiti appthunderstone audioapricot kernels chinese medicinewsr 88d radar locationscraniosynostosis operationtankbustersjan radzikmoondial helen cresswell pdfpathfinder courtesannhac dao thien chua mp3cystic fibrosis drug companieshss cardiologywardens way cotswolds mappokemon you re a star larvitarpriapus garden statuemost quiet pcp air riflemuriatic acid for septic tankschinga tu paredwarpath jurassic park gamebebe cece winans wedding songsberetta px storm priceartbook bayonetta 2ayahuasca montreallaparoscopic ventral hernia repair with mesh recovery timeattack on titan training corps logofootballers killed in ww1eradicator pc gamegrowing datura indoorsinflight magazine airasiaoverclock i7 7500uhp pavilion dv7 4060us specsgregory nava biographyлора спенсерsafariland speedloaders for revolversnetley police collegeoctavius terry clothingmax espejelsatyam school sonipatsolomon grundy suicide squadjuno soundtrack playlistbugsy malone mcprotract oppositepspice reference manuallegal psychedelics research chemicalswhen disagreeing with a premise course heronazi cyanide capsule for salearmine meaningda vinci vaponappanee churchessarego italylake worth municipal golf course restaurantjumbodesignsmith and wesson model 2 serial numbersdepression or groove in the surface of the cerebral cortexkris tonto parontokara chutney for kuzhi paniyaramrmvx gamesmike warnke 2015coconut creek high school magnet programshaq trips over cordbattlespire pchow to make a bond tradeablebugsy siegel quotescycloplegic refraction childcolt mustang 380 handgunarmalite 3 gun for salecrystal concepts newark dejavascript onmouseover popupkobelco corona cajustin bieber diplo bankrollлора спенсерopenwrt forkpalo rosa bags mexico22 caliber birdshot ammunition for salefhl hockey standingsjanome babylock overlockereasthampton ma mayor racewhiskey barrel bungwapiti sowmierda sinonimoكليات في القدس معترف بهاohio boxing commissionbullpup air rifle for saleshops at birch run outlet mallseongsu dong seoulsedona lutbenedek fliegauftavor replacement barrelle corbusier sofa lc2 verschiedene farbewhat macromolecule forms double helix structuresharold and maude playlistgrapefruit terpeneslazy town sportacus crystalspotlight bondi junction bondi junction nswcoalamodemajor german river crosswordfinacle 10 trainingchickering consolevictorious and icarly crossovercoastal edge obxstonestream shower reviewsmcville indianakara goff softballlawrence kohlberg moral development pdflouise a chessmanjuniperus old gold bonsaicurtido recipe el salvadorin boom mainsail furling systemstobymac boomin music videojuno soundtrack playlistadvice polackdianella councilaverage cost of home insurance in saskatchewanlancia appia 1960examples of negritude poemswilliam singe i alex aiono march 16the gunstringer trailersignet jewelers lawsuitare brass knuckles illegal in north carolinainteraction between biotic and abiotic components in an ecosystemgran turismo 2 v1 2 gameshark codesnicker beanhow to make a 3d helium atom modelkelsey grammer's homeruger gunsite scout 308 scopekns classicalrobert dickinson lighting designershinnok stage fatalityvaping ethanolairsoft m4 rail coversmetavante companyimpala platinum mine rustenburgquat sanitizeronrait o tooleraymond clark wadlowgriddlers net androidde vere slaley hall hexhamhajdúböszörmény térképparuthiveeran movie onlineking canute wavesstriped skunk mephitis mephitisargelati milanois odwalla healthy for youfmk receiverdownload mysql connector odbc 5.1bison skull maskdo heat detectors detect smokeminecraft griefer serverdiablo 3 ultimate evil edition charactersprophet gregory vossthunbergia varietiesabogado tony paradakavárna slaviajohn macarthur and calvinismshonda rhimes adoptionparfum lancome terbarupmq shopsremington 1187 12 gauge slug barrelsuntv kutti chutties latestsofitel dubai jobsfrench speaking province of canada crossword clueequation of the equinoxescoastal edge obxwest hempstead weather hourlyritchie pickett funeralcominak4 page letter aaliyah albumarmine meaninggrapefruit terpenesflagship niagara erie pafim asia motocross championship 2017kara chutney for kuzhi paniyaramvape shop oxford street9mm glasersorteo de powerball puerto ricokounellis arte poveratommy sotomayor black lives matterdavid sylvian and robert frippwhat happened to dnewscrowne plaza kochi keralaretorno jedianthurium varieties in sri lankacatholic rules of lenten fastingpriapus garden statueremington 243 ballistics tabledaflon 500 reviewskratos kills poseidonus taekwondo grandmasters societysword scabbard chapediana vagelosactivate solver in excel 2007morning glory lsa seedspier j long beach fishingfeherty theme musicdempsey's baltimorecanvas бизнес модельkenny noye houseiceland webcam reykjavikis laura linney in downton abbeybiathlon kader damenitv4 channel frequencyegill sæbjörnssonsenior cohousing ukgundam seed invoke englishevm perumbavoorpathfinder courtesanatypical trigeminal neuralgia medicationscolt 45 beer alcohol contentsedum burrito carelord of the rings gates of argonathgunpowder and gelatinkaner tree imagesjason robards gravefuseau horaire de l alaskatesco express bicesterwhitworth rifle bullettony dungy charitymiu miu penny loafer mary jane pumpslegal psychedelics research chemicalsharmony korine spring breakers trailerkibbeh batata recipegrowing braeburn appleswikitravel vienaqueen samyuktajack wohlabaughmega python gatoroidatomic blonde movie spoilerleappad plus writing systemdollhouse episodes plldave sayer biographyeubank jr vs quinlan full fightruger mini 14 tactical 300 blackoutguantanamera cigar costrifts south america pdfcoconut creek high school magnet programrotting time lapsewood grenade log splitterali hassan mwinyi secondary schoolpeganum harmala seedsww2 german paratrooper knife for salefn 5.7 pistol picturesprepar3d controlspokemon art academy eshop9mm tavor suppressedcartoon network co uk dm3fireworks display northern irelandmachli jal ki rani hai lyrics in hindimurdoch mysteries dial m for murdochhow to pronounce famke janssenomnibus de mexico monterrey paqueteria telefonoadvantages and disadvantages of colgate toothpastehyphen partners lptui grass seedla cène louvrearya vaidya sala coimbatore contactdoes blanx workeero saarinen st louis gateway archdvblink tvrostow stages of growth pdfare kahr pistols reliablegolden barrel cactus carepmq shopshealey beacon jeepdr leong wai yeware brass knuckle belt buckles legalshisha bars in edgware roadsinopsis novel dilanerani 182golf courses in grenada west indiesandreas gunawan basrikeurig k cups knock offmms miracle mineral solution ukfu manchu racistmerchants choice payment solutions bbbshelterbelts in indiapowell electro systemssvu assaulting reality castjohn coller stanfordmaadi ak 47 stocksnathan blissettcoleco flashback 2genoise sheet cakearmadillo key toolrsync real time replicationyamaha ydp 233nhac dao thien chua tuyen chonlow residue diet day before colonoscopykaki king david lettermanearly victorian novelistslehigh valley airshow 2017parroquia santa bernarditadiablo 3 ultimate evil edition charactersk20a pcv valve deleteevelyn ryan jinglesblasphemy game kickstarternylon waster swordpower rangers ninja steel galvanax risedaily life of a samurai in feudal japanruckus 150cc top speedpsn summer campinnisbrook resort golf club tampaocotillo seeds for salenanopool sharesshane kills lemhtc one m8 gunmetal grey 32gbkolenchery churchitf prize money breakdown 2017gundam wing altronrb211 industrial gas turbinesahih targhibinvoluntary facial grimacesrd electronics liepājadba 3 wargame rulescisco show sfp transceiverantique pellet gunsmatt stikkerselfless trailer deutschmapquest driving directions 1.0 downloadfederal 158 grain 357 magnumcollonil canadalil uzi vert bisexualcisco ccsp certification pathdmt shaman experiencever pelicula blade cazador de vampiros 2 español latinodr shuartleek emblem of walesdarkspore free download full version pcmicrowave absorber wikia spacetime odyssey episode 2taissa farmiga snapchatillinois agility test normskfh accountsوخلقناكم ازواجاmarriott mdppair of 2kg dumbbellsdefine cargo cult pilgrimagesnorting kratom extractcatan hex size3500 church street evanston ilgillett pa zip codewhat is zerodol p used fordo women's menstrual cycles sync uppalhares ufchow to punctuate newspaper titlesgundam seed kira and flayarmy air defence centre gopalpur recruitmentturning kief into hashhoney cocaine curveballlalach in englishoutlander phev battery costhumane society of missouri euthanasiasmoking virginia slims mentholdiablo 3 best equipment for demon huntercysjhonda 20 hp outboard fuel consumptionother malalasm1918 browning machine guneinstein bombe atomiquekane vs x pac no holds barred matchharbourside institute of technologyedna gundersenruger blackhawk 357 mag 9mm convertible revolver300 winchester magnum recoilking canute waveskorona matahaririverbend truth or consequences nmekadashi chantingharbourside institute of technologyjpql hibernatemasseto wine 2012banda machos a capa y espada187.4 fmasesinos seriales famosos del mundobest choke tube size for duck huntingorganisationsnummer enskild firma personnummerpakistani bully kutta imagesparroquia santa bernarditafred macpherson spector5 htp and phenibutnon denominational churches in mesquite txupenn mba deadlineepicondyle tendernessmayoral debate family guydope dod what happened lyricshartal gandhidani hainssoldering certification ipctelerik kendo ui controlstransonic supersonic hypersonician kershaw hitler and the holocausteric bakkumhof balloon festival 2015debbie talmantexas gun permit costmerliah mermaid dollcockroach boric acid baitatf national firearms act handbookband leader greg perryhalliburton pre employment drug screen5.56 bandolier kit for saleranger 40 s&wchristianshavn gymnasiumdatc utwashingtonian top real estate agents 2016m96 mauser for salecappellini lampewb com redeem suicide squadvoila brasov romaniacreate a superstar wwe 2k14préambule de la constitution de 1946 pdfheadline colliesben and jerry's political donationssusan misner bikinicz 527 rifle stocksseawolves swimmingduchatelierotown onlinecall of duty world at war nazi zombies modsremington model 770 270 reviewscrusoe rum and gunpowderrosco 22 pistolnaruto shippuden ep 72 eng dubwww skyplayer comphra nakhon si ayutthaya historical parkjamie davenport tullpelliki mundu prema katha release datediamond mine cart minecraft videosmms miracle mineral solution ukdj khaled major key album free downloadbcf polyester carpet fiberthe veldt radio edit6mm vs 6.5 creedmoor ballisticsyema balls panlasang pinoycramer's rule practice problemsjohn coller stanford4most firearmstaurus pt92 accessoriesolivia pierson wagsturfgrass fungicideslast samurai bokkenbenzotriazole solubilitymossberg 500 ati accessoriesjan lönnbergtoe biter beetle biterenault modus weighttop narco corridos 2010stephen romanowthc vape liquid australiatoddler weight percentile chartchica htv 2013turning kief into hashmcgovern dole food for education programandy allman suspendedmuzzleloader primer holderchandrayaan 1 information in englishwinchester model 70 7mm valuericin bean plantthomas and friends railway adventures playsetneil gorsuch qualificationstoppoint promotional productssurvivors of the holocaust steven spielberg documentaryis sassafras poisonous3 gunas ayurvedawww pentecostalpublishinghouse comairsoft thompson 1928 chicago typewriterbazuco drogasecret weapons over normandy pc downloadconglomerate lusteremployee assistance programs eaps are designed tojib sailing basicsgiant 29r bikesjosefina cuesta bustilloclaudia schefersentence using filchpopeye spree lunchle dormeur du val datecadbury dairy milk bubbly priceserbuk penaikcentre de désintoxication drogue parisall bark and no bite idiom meaningyograj singh agedoes flu shot cause guillain barré syndromearrowhead plant syngonium podophyllumstellaria media identificationmike jones purple drankrachel briggs obecolt m4 1911 ops kit spring powered rifle and pistolangela ahrendts educationusg of thyroid glandblack metal neonazikf2 server updateremington 870 wingmaster slug barrelcrystal resonator vs crystal oscillatoralpha ribofuranosemotherboard dma controller faileddoug varone and dancers youtubebbq orange roughygunilla hutton 2014gsl softball rulesgolf courses in grenada west indiesmount swansea copper minebeaujolais nouveau 2015 wine pricegunheadskane vs x pac no holds barred matchhow tqm can help in achieving targets of environmental managementbrowning new a5 shotgun reviewjolly kartenspiel regelnemma marrone l amore non mi bastadebemus latinhagler and associates salaryakatsuki gundam rgvitamin d 10000 iu in microgramsröllekaanalgin drugamerican corporatocracyraccoon scent glandsplaywright looshulk hogan main event xbox 360 gameplaypreiewinchester 1300 defender magazine extensionargentine tango sheet musicaeroponic cannabis growhp pavilion dv7 4060us specshtml5 up and running by mark pilgrimluna sea rosier pvkinsale holdingsm1 messier objectsaskia kilcher biographyfloyd mayweather vs mcgregor ppv buysjack halloran obituarywww worldbank org prospects migrationandremittancescommon pleco water temperaturela mejor fm 98.9 el salvador onlineanastasia kwiatkowskicodevilla italyiowa legalize recreational weedviedma glacier trekkaner tree imagesапарат елізароваlehigh valley outpostdiablo 2 mercenary guidesahih targhibgeorgsmarienhütte holding gmbheugene armstrong beheadingshiksa meaningbuy akuamma seedshardest associate degreesdinos cecile co ltdare vapes safer than cigarettes1001 van nuys road new castle in 47362m4a1 with m203 grenade launcherthat's just plain poppycocksushi bazooka targetpoltern spielenorth shore lij rehabilitation networkcipro for staph aureusarchdiocese of cincinnati priestsgiet gunupur addresspittsburgh half marathon 2016 resultshow to sell cutco knivesferrari f430 scuderia spider m16download npp constitutionkártyavártsumkwe mapferc cip standardsfenugreek seeds in hindi meaningpaul carney neurosurgeonmichigan gold panning locationsdara gottfried agekakinada population 2017crédit agricole leasing & factoringfilipino flower sampaguitadishonored hiding bodiesmusafir travels aurangabadd23 expo pricesremington 1911 r1 limitedmeaning of meditativelyrodney mullins obituarydotan home remixntr health university neet 2017nhra fuel cell rulesrobert duncanson artistkawazu sakura 2017paul mccartney ac cent tchu ate the positivepfmea example pdfpnc send money internationallygunheadstales from the crypt season 3 episode 1dstv online activationnicotine as appetite suppressantimmigration process ellis island 1900sgriffon bruxellois puppies ukschool delays wilkes barre paagent imtiaz sports headkiss 108 boston castmohammad bagh club lucknowwhalers freightalvin james saldanha9.0 30729.6161dog bounty hunter bear macepokemon crystal playthroughparaiba tourmaline specimenseedlesnhra fuel cell rulesfriedrich koenig printing presshorse lords ck2charter arms 357 magnum revolvertony dungy charityghriba cookies10 meter air rifle target downloadgrace assembly of god church bakersfield cachannel 26.2 fresnonbc samsung smart tv activation codemilsurp mauserthomas and friends railway adventures playsetused firearms lethbridgegoby fish and pistol shrimppaul burks sentencingmcgovern dole food for education programshadi paridarhazrat talha bin zubaircolt 100th anniversary 1911 for salebeartooth go be the voice lyricsfnbl comlirr fare tablefederal polytechnic mubi adamawa statetarkington high school cleveland txsig sauer p250 45 for saleanthony t hincksdrum major baton mace2004 kia amanti starting problemsthanatos mythologieconvert moneyline to oddsblack metal neonazibic round stic pens white barrelprophet dawood story in urdul1706 monitorwhirlwind propeller problemse3d canadahcg tumor marker normal rangedry raspy throat coughbills gun shop hudsonkibbeh batata recipedell xps m1210 drivers for windows 7naruto online playable charactersoded prophetwini puhhwal newshonda civic 1.5 lsi turbo kittaupo earthquake 2017pll megaminxblack metal neonazinaruto rise of a ninja ps4god rocks sinking stoneconfederate flag meaning blood of christpedro capo guerra de idolosjoe mangione san antoniosahih targhibcraniosynostosis operationcvs rehoboth pharmacychiappa firearms priceschateau petrus pomerol 1995plano prestonwood footballelectronically commutated fanjohn macarthur and calvinismdaniella westbrook cocainesattu benefitscowardly custard e juicecinnamomum verum vs ceylonglock compact 9 millimeterrichard hartunian actorm4 carbine bayonet adaptergartner enterprise architecture framework evolution 2005gup o octonauts episodekara chutney for kuzhi paniyaramrakim musical massacreuniversiteit twente bibliotheekziggy stardust giraffela callas toujoursrtd boxing termunambaedwin smith papyrus pdfavril lavigne deryck whibley wedding photosmera pahla pahla pyar moviegenoise sheet cakereset sentry safe electronic combinationglendale az city clerkfernwood 2 night streamingwabasha police department2017 dixie nationals wrestlinganna kendrick snl french skit4most firearmsargentine tango sheet musicaguila sss sniper subsonichypopigmentation after steroid creamcramer's rule practice problemsjoe mangione san antonionorway's per capita incomewapato high school basketballdennis eckersley heightcruises leaving port canaveral december 2015opilio snow crab clusterssan pietroburgo bombapx4 storm subcompact magazine extenderwordpad cphenibut bodybuildinglet it rock kidz bop lyricsrunning man nichkhun taecyeonregistrere foretaklaird malamedgrapefruit pectin fibrestriped skunk mephitis mephitiskir cassis quel vin blancarmando galarraga bookdisneyland squishiesnxp ethernet physavill garden eventslaguna sunrise black sabbath videoattack on titan episode 18 english subrichard pouchervod ex dividend date 2017nelson mandela biografia cortadylann roof birthdaycrystal structure of mild steelcolorless carotenoidsgodaddy exchange 2010kel tec plr 16 riflearmide lullymosin nagant markingsbomba atomica little boyoot bongo bongotrappers rendezvous williamselectronically commutated fandeathspell omega lpchalice sponsorshipdr perry passarotheraflu heroinez smoker infomercialdetroit tigers 3rd baseman historypaisabazaar home loandianella councilgiacomo voorheesgurusthan sri saibabais odwalla healthy for youcanna generalissambar deer riflesadare flightsficus lyrata seedsromero's aftermath free downloadotwiaguilas del america new jerseysachin awarded bharat ratnaarma 2 blurryjayson regodoes flu shot cause guillain barré syndromethe beatles please mister postman lyricssalonika greece holocaustlinks rechts snollebollekesmeir kay philosophy 101santa maravillas de jesus biografiaþorrablót 2018magical starsign ds reviewtowkio ft chance the rapperredwolf custom gunswineries moravia czech republicauto glass livernois detroitconglomerate lusterredwolf custom gunsruger mini thirty rifle reviewcrittenden middle school in newport news valee kuan yew machiavellilewis lake campground yellowstone national park wy519 mcatthe oarsman menufr aloysius schwartzgrace assembly of god church bakersfield camakarov air pistol ukwilson's sandwich shopbombardier weaknessescod swift bcrfannie lou hamer speech videothe blodgett lighthousepost office garnerville nylilly ledbetter fair pay act signed into law 2009kapil chit fundslilyhammer reviews ny timessig sauer m400 ar 15 rifleruger sr22 slide for salecrowne plaza kochi kerala20mm ammunition identificationfreehill mining ltdviraha vedana meaning in englishlavina mall kievhow to test fault loop impedance with a multimeterbise multan intermediate result 2016red flame honey gouramicharles jenkins nude picmakarov air pistol ukhilroy exercise book 80 pagesias 19 curtailmentsugo di pomodoro all arrabbiataparoxysmal cough pertussisdaley ranch hike mapdelroy williams i stand blackdoor breaching ammozentralblatt math databaseqatsi trilogy trailerisotretinoina para que sirve澤 部 佑 年収nioh manualsmith and wesson revolver serial numbers datekata kata dalam film radit dan janisig 516 patrol riflejan magnussen nascarmian muhammad bakhsh bookswitches children patricia clappelmwood shopping center clearview pkwycoalton elementary school wvmamita mamita rica apretaditabobo music production 3rd year recordsbauma munich 2018pnpc 2017cmc journal impact factornew era park blasdellverbo to be en presente simple afirmativo negativo e interrogativobiryani side dish brinjal recipe in tamilkosi flood 2008gorillaz in the mist ice cubecrank length measurementreactive armor tilestemeku movie theater temecula californiagraveyard 意味peyote teepeealfredo olivas click here for more info june 24bk quad stackerhotel viktoria plzenlisc community developmentkris tonto parontophylum mollusca movementruger speed six sightsapollonia kotero 2015cottages for sale in crystal beach ontariovod ex dividend date 2017remington armory 1917 serial numberstanger outlet center pigeon forge tnsabel gonzales ageverbo to be en presente simple afirmativo negativo e interrogativofancy pants adventure sneak peek 2federal halfway house okccontiki vacations reviewsblackadder season 4 episode 1ricin bean plantdr woolley hand surgeonbarbra streisand barry gibb what kind of foolmedicare cataract surgery reimbursement 2013crystal resonator vs crystal oscillatormarco reus freundindell poweredge r210 ii specificationsberetta m9a1 40 calrogerio skylabtallahassee memorial home health carearma 3 controls tutorialhirofumi kawanoliposarcoma retroperitoneale444 lumsden ave torontorange of projectile formula derivationdiseases that mimic appendicitisplc sequencer logicaff automated flight followingassioma significatoatf license for fireworksdakgoot pvcjasraj meaningpx4 storm laser lightcrt tv repair courseparable of the farmer sowing seedsdepo testosterone dosage chartjim neidhart wcwdv lottery 2017 winners listde generatione et corruptionedrivenow berlin kartemichael randoneparkhills road burydoes frozen coke have caffeinehired girl schlitzseiji senpaipurple toadflax beesgundam seed invoke englisht5 gearbox strengthgavin degraw hallelujah lyricsvca igg leveldoctors and medical experiments of the holocaustnaruto shippuden capitulo 363steyr mannlicher ukare brass knuckles illegal in ohioshin megami tensei iv apocalypse dlcecstasy molecular formulapepco essodatc utolivia pierson wagsrafter slope calculatorviens viens marie laforetfemina tirothiruvalluvar history in tamil languagegladys knight and the pips greatest hits cdwhitworth rifle bulletairgun warehouse south africagundam zeta kamilletheoretical probability definition math is funkata kata dalam film radit dan janidrayton hall elementary charleston sckashmir house rajaji marg delhiare flyknit racers good for running100.5 the vibeis scotch clear glue pvadistal interphalangeal joint pain toeel primo mcminnvillehired girl schlitzxyzall générique