Archive for leveza

Dia 03

minhavidameninDia 03 – O livro favorito da sua infância

Minha Vida de Menina, Helena Morley.

Eu não me lembro mais como chegou nas minhas mãos. Mas lembro de ter dez anos e ler tanto, mas tanto, que ele quase se desmanchou. Posso brincar e dizer que esse livro formou meu caráter, de tanto que eu li na infância e de tanto que eu gostava dele e me perdia na sua leitura. De como eu sabia pedaços de cor e salteados.  E até outro dia mesmo eu tinha ele. Acho que foi embora na leva de mais de 200 livros que doei quando me casei, na mudança.

Tinha muita capa mais bonita pra colocar, mas essa é quase igual à capa do que eu tinha, achei melhor.

Autor: MORLEY, HELENA (ALICE DAYRELL CALDEIRA BRANT)
Editora: COMPANHIA DAS LETRAS
Assunto: Read more

Não espera acontecer

O horror visível tem menos poder sobre a alma do que o horror imaginado.

William Shakespeare

=====

Lá se foram 12 quilos e pouco. Nossa, eu tenho muita coisa pra falar. E nada ao mesmo tempo. Não dá tempo de vir aqui, a vida está um turbilhão sem fim, preciso parar e  desacelerar, porque só tenho colocado a cabeça um pouco pra fora pra respirar.

Mas precisava vir contar que nas duas últimas semanas o emagrecimento voltou a engrenar, enfim, ufa!!! Eu volto depois com mais calma. De todo modo só vim contar que enfim, voltei ao peso pré gravidez. Ainda é uma enormidade, mas devagar eu chego lá.

Eu perdi o dó da minha viola


ithinkVocê não pode rezar uma mentira

Mark Twain

=====

Fim de semana de orgia alimentar. Fim de semana não, semana inteira de orgia alimentar. Certamente passei dos cem. Mas não vou pesar hoje. Nem amanhã.

Talvez eu realmente deva encarar honestamente a realidade de que gosto MUITO mais de comer do que de ser magra. Mas não posso abrir da mão saúde. Nem da saúde mental. Cilada.

Eu estava me lembrando que antes de engravidar dessa segunda vez, eu tinha emagrecido um tantão, sem fazer nada radical. Ai fiquei tentando me puxar da memória e a única coisa diferente é que eu estava numa fase que estava com um prazer verdadeiro de me cuidar, de me arrumar, que estava vaidosa, de dentro pra fora.

Comecei uma espécie de terapia de novo. Aconteceram coisas que me magoaram muito, muito esses dias. Ainda bem que a gente sobrevive. Acho que a tempestade hormonal está passando. Também sei que preciso demais dormir e controlar o stress.

A despeito de tudo, me passa pela cabeça fazer novamente o programa de cores, antigo, do VP. E obviamente não tomei floral direito, não fiz o qi nem sequer uma vez, não fiz nada efetivamente para emagrecer.

Uma parte de mim não quer mesmo emagrecer. E ela tem vencido sistematicamente.

Eu dou atenção às pessoas erradas. Isso vai ficando cada vez mais claro pra mim.

Na Cova da Iria

“Para saber quem somos, basta que se observe o que fazemos da nossa vida. Os fatos revelam tudo, as atitudes confirmam. O que você diz, com todo respeito, é apenas o que você diz.”

Martha Medeiros

=====

Essa semana significou pra mim o fim de uma era. Dia 13, mais especificamente. Dia 13 de maio.

13 de maio é o 133º dia do ano no calendário gregoriano (134º em anos bissextos). Faltam 232 para acabar o ano.

O 13 de maio, por tratar-se do 133º dia do ano é considerado pelas ordens secretas, esotéricas, filosóficas e místicas como sendo uma proporção áurea do ano.

Da Wikipedia

=====

Acabou-se o pós parto. A amamentação chega nos finalmentes, bebezuco já come outros sabores. Foi a última semana de licença maternidade.

.
Dia da lei áurea, da aparição de Fátima que muitas vezes é associada à Oxum, de quem (acho que) sou filha. Dia da lunação de touro, que ajuda na colheita.
Nesse dia Baby pesou 8 quilos e mediu 69 cm… hohohohoho o/

.

A felicidade é porque tive muito, muito muito problema na amamentação, mais do que seria esperado, e mesmo assim cheguei até os seis meses amamentando, com uma super batalha. E felicidade porque ele demorou muito, muito a ganhar peso, chegou a perder peso e toda vez que voltávamos só ao leite materno ele emagrecia, e muito. Custou a entrar na curva, mas agora entrou e tá só subindo. Tá otimo, um lindo, um fofo hohoho.

.
É o fim de um ciclo pra mim… fim de jornada mesmo. Da gravidez que foi uma loucura. Do parto, outra loucura maravilhosa. Fim de 11 meses de licença, onze meses em casa, descansando a cabeça de um trabalho que pode ser tão cruel. Onze meses me dedicando à maternidade e à parte mulher mãe, desenvolvendo a parte mulher-Deméter.

.

Fim porque eu não vou mais ter filhos, não vou mais engravidar, não vou mais amamentar. Pelo menos não planejo mais isso. Até tenho sim o desejo, mas a vida pratica não comporta mais uma gravidez.

.

E também é uma época em que nunca pesei tanto. Nunca fui tão gorda. E nunca me desagradou tanto ser assim. Nunca achei trão fortemente que isso não combina mais comigo, com o que eu estou vivendo. Por isso também voltei ao Vigilantes do peso, espero emagrecer bem desta vez. Espero chegar num patamar saudável e que eu possa sustentar. Por isso não coloquei meta de voltar a ser peso normal, manquim 40.. eu acho que sempre vou ser mais cheia, pq gosto de comer, e pra comer mais, eu não posso ser magrinha. Mas poss ter um peso em melhor, posso baixar uns belos numeros aí o manequim.

.

Por isso estou de volta ao maravilhoso mundo das dietas, por isso escrevo outra vez, porque vou encarar mais uma vez esse desafio, já é hora. Não combino mais com isso, essa etapa ficou pra trás. Espero traduzir no corpo, o que na cabeça já está resolvido. E resolver na cabeça a parte de não maltratar o corpo.

.

Desejem-me sorte.

.

Esse post é do Leveza do Ser

2010

Estou solto no mundo largo.
Lúcido cavalo
com substância de anjo
circula através de mim.
Sou varado pela noite, atravesso os lagos frios,
absorvo epopéia e carne,
bebo tudo,
desfaço tudo,
torno a criar, a esquecer-me:
durmo agora, recomeço ontem.
.
.
Carlos Drummond de Andrade
.
=====

Começa hoje o ano novo né? E começa bem, espero. Pena fazer tanto tanto calor hoje.

.

2010, ano do Tigre. 2010, ano de Vênus, 2010, ano da Imperatriz.

.

Eu estou com um novo projeto, para o ano que vem, provavelmente. E preciso estar bem para este projeto, preciso estar bem fisicamente. É um projeto grande, que me reacendeu assim que pensei nele. Não posso abrir aqui, mas estou me deliciando com ele, desde já. Espero que dê certo e que eu esteja mais saudável quando ele acontecer.

.

Pra isso preciso controlar novamente a compulsão que me ronda, preciso focar nisso, pra acabar com ela de uma vez.

.

Vejamos como fica, vejamos, Dona Nalu, vejamos.

perguntas respondidas I

A única pergunta tola é a que você não faz

Provérbio

.

Vou comçar a responder as perguntas das 50 perguntas. Hoje respondo as primeiras 3.Essas perguntas são muito boas para reflexão, se bem pensadas dão uma volta na cabeça mesmo.

1. Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos tem?

.

quando eu li essa pergunta pela primeira vez, logo me veio à cabeça 28 anos. 28 anos, primeiro retorno de Saturno. Eu me sinto com 28 anos ainda, e não tem uma explicação racional pra eu me sentir assim. Pensei que talvez fossem as circunstâncias da minha via vida que me fizeram pensar nessa idade. Mas com 28 anos eu estava bem mal, o sentimento era de frcasso. Mas acho qeu o fundoescolhi esse númeoro porque com 28 anos as posibilidades que se abrema nossa frente são muito grandes, acho que é isso. Com 28 anos parece que tudo era possível, agora muita coisa já não é mais.

.

2. O que é pior, fracassar ou nunca tentar?

.

A longo prazo e de efeito mais duradouro é não tentar. Mas fracassar também é bem ruim, na hora o gosto é bem amargo. Mas vamos combinar que há fracassos e fracassos… Alguns fracassos devem ser piores do que ficar sem tentar. Sei lá, isso é muito relativo. Acho que não tem resposta pronta. Alguns fracassos devem realmente ser muito grandes pra serem tolerados.

.

3. Se a vida é tão curta, por que a gente faz tanta coisa que não gosta e gosta de tantas coisas que não fazemos?

.

Então. Se eu tivesse essa resposta, acho que estaria agora em algum parque em alguma cidade distante daqui, estaria por aí… Não moraria em Belo Horizonte, que apesar de ter o melho clima, não é uma cidade muito legal. Belo Horizonte é uma cidade hostil. Mas isso é outro assunto.

.

Acho que vou colocar essas perguntas no formspring.

Figura daqui

Quando o sol bater na janela

Só há um ponto fixo: A nossa própria insuficiência. E daí é que precisamos partir

.

Franz Kafka

.

=====

Então que hoje eu arrumei (quase) tudo pra começar. E acordei cedão, (não por vontade minha, mas do baby) e fiz um café da manhã de acordo com os pontos e achei que ia ser feliz. Porque ontem eu senti minhas forças renovadas, eu quero acabar de vez com essa disritmia. Disritmia entre cabeça e corpo, entre desejo e ação. Ou será vontade? Eu desejo o que quero? De onde vim?

.

Eu não caibo mais nesse corpo e nem essas atitudes cabem mais em mim. eu vi um outro lado, provei e gostei. Muito, agora quero trazer isso pro emagrecimento. Como sabemos nós e a torcida da seleção, não é fácil.

.

Bom, o fato é que, aí minha mãe fez almoço (todo sábado minha mãe faz questão que almocemos com ela, o que nem sempre é legal) e fez pirão e fez frango. E eu não sei os pontos de pirão, nem os pontos de pele de frango que é a única parte do frango que eu realmente gosto. Ai desandou um pouco. Não no sentido de comer demais, que eu realmente não comi, mas no sentido de ficar perdida. Agora não vou começar a anotar hoje por causa desse detalhe. Deveria? Talvez, não sei…

.

O que sei é que queria começar outro blog. Ou zerar esse, não sei. Queria dar refresh, começar tudo de novo, zerar. Ano passado e ano retrasado foram anos tão decisivos pra mim, e eu ainda estou sob o efeito de tudo que aconteceu. Mas adoro o nome desse blog. Apesar dele estar em vigor desde 2006 e não ter se concretizado seu objetivo ainda.

.

Figura creative commons daqui

Este post é do Leveza do Ser

Quando o sol bater na janela

Só há um ponto fixo: A nossa própria insuficiência. E daí é que precisamos partir

Franz Kafka

=====

Então que hoje eu arrumei (quase) tudo pra começar. E acordei cedão, (não por vontade minha, mas do baby) e fiz um café da manhã de acordo com os pontos e achei que ia ser feliz. Porque ontem eu senti minhas forças renovadas, eu quero acabar de vez com essa disritmia. Disritmia entre cabeça e corpo, entre desejo e ação. Ou será vontade? Eu desejo o que quero? De onde vim?

Eu não caibo mais nesse corpo e nem essas atitudes cabem mais em mim. eu vi um outro lado, provei e gostei. Muito, agora quero trazer isso pro emagrecimento. Como sabemos nós e a torcida da seleção, não é fácil.

Bom, o fato é que, aí minha mãe fez almoço (todo sábado minha mãe faz questão que almocemos com ela, o que nem sempre é legal) e fez pirão e fez frango. E eu não sei os pontos de pirão, nem os pontos de pele de frango que é a única parte do frango que eu realmente gosto. Ai desandou um pouco. Não no sentido de comer demais, que eu realmente não comi, mas no sentido de ficar perdida. Agora não vou começar a anotar hoje por causa desse detalhe. Deveria? Talvez, não sei…

O que sei é que queria começar outro blog. Ou zerar esse, não sei. Queria dar refresh, começar tudo de novo, zerar. Ano passado e ano retrasado foram anos tão decisivos pra mim, e eu ainda estou sob o efeito de tudo que aconteceu. Mas adoro o nome desse blog. Apesar dele estar em vigor desde 2006 e não ter se concretizado seu objetivo ainda.

Figura creative commons daqui

Todo dia ela faz tudo sempre igual

«A mais curta resposta é fazer»

George Herbert

=====

Hoje é segunda feira, primeiro dia do mês e ainda por cima Lua está em Virgem. Dia perfeito pra se começar uma dieta. Não tem dia melhor, dia primeiro, segunda feira do primeiro mês útil do ano!!! Redondinho. Afinadinho, melhor dizendo, combina mais.

E eu se, às 17:21 ainda não comecei, estou organizando as coisas pra começar. Ou seja, dentro de mim já começou. (mas pensando bem dentro de mim já começou há tempos…)

Dieta nº 325689654333245 aqui vou eu!!!

50 perguntas que libertam a mente

2304539499_9e44b36197_z

“Algún día en cualquier parte, en cualquier lugar indefectiblemente te encontrarás a ti mismo, y ésa, sólo ésa, puede ser la más feliz o la más amarga de tus horas.”

Pablo Neruda

.

Eu vi no blog da Ana Paula, o Colorida Vida, um post falando sobre estas perguntas. Eu li e fiquei encantada com elas, estou meditando mesmo sobre cada uma, acho que realmente podem abrir a cabeça. Por isso vou deixar essas perguntas aqui, primeiro porque acho que tem tudo a ver com o lance de emagrecer. Emagrecer nunca é só emagrecer mesmo.

.

E depois enquanto eu reformulo tudo que preciso reformular pra entrar nessa de cabeça de novo. No post , a Ana Paula fala que viu originalmente aqui.

.

Eu acho que vou responder uma pergunta por dia, por pos, ou por dia, mas no dia quando tiver tempo. Porque a verdade verdadeira é que um bebê de dois meses consome todo meu tempo. Quase todo, incrível.

.

Foto sob licença creative commons, daqui.

=====

 

Essas perguntas não têm resposta certa ou errada. Porque às vezes fazer a pergunta certa é a resposta.

.

 

1. Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos tem?

2. O que é pior, fracassar ou nunca tentar?

3. Se a vida é tão curta, por que a gente faz tanta coisa que não gosta e gosta de tantas coisas que não fazemos?

4. Depois que tudo for dito e feito, você terá dito mais ou feito mais?

5. Cite uma única coisa que você gostaria de mudar no mundo.

6. Se a felicidade fosse a moeda do país, que tipo de trabalho te faria rico?

7. Você está fazendo aquilo em que acredita ou se acomodou com o que faz?

8. Se a expectativa de vida fosse de 40 anos, em que isso mudaria sua vida?

9. Até que ponto você controlou o caminho que sua vida tomou até aqui?

10. Você se preocupa em fazer certo as coisas ou fazer as coisas certas?

11. Você está almoçando com três pessoas que respeita e admira. Todas elas começam a criticar um amigo íntimo seu, não sabendo que é seu amigo. A crítica é injusta e de mau gosto. O que você faz?

12. Se você pudesse dar um único conselho a um recém-nascido, qual seria?

13. Você passaria por cima de uma lei para salvar uma pessoa amada?

14. Você já viu loucura onde depois viu criatividade?

15. Há algo que você sabe que faz diferente das outras pessoas? O que é?

16. Por que o que te faz feliz não faz todos felizes necessariamente?

17. Cite uma coisa que você ainda não fez mas que quer MUITO fazer. O que te impede?

18. Você está se prendendo a algo que não deveria?

19. Se você tivesse que mudar de estado ou país, para onde iria e por quê?

20. Você aperta o botão do elevador mais de uma vez? Tem certeza de que isso acelera o elevador?

21. Você preferiria ser um gênio preocupado ou um Zé-ninguém feliz?

22. Por que você é quem você é?

23. Você tem sido o tipo de amigo que gosta de ter como amigo?

24. O que é pior, quando um bom amigo vai pra longe ou perder o contato com um amigo que mora bem próximo de você?

25. Cite algo pelo qual você é mais grato.

26. Você preferiria perder suas velhas recordações ou nunca poder construir memórias novas?

27. É possível saber a verdade sem antes questioná-la?

28. O seu maior medo já se concretizou?

29. Você se lembra algo que te deixou extremamente aborrecido há 5 anos? Hoje, aquele episódio importa?

30. Qual é sua memória da infância mais querida? O que a faz tão especial?

31. Quando no seu passado recente você se sentiu mais vivo e intenso?

32. Se não agora, quando?

33. Se você ainda não alcançou o que quer, o que tem a perder?

34. Você já esteve com alguém, não disse nada, e saiu com a sensação de que teve a melhor conversa da sua vida?

35. Por que religiões que pregam o amor causam tantas guerras?

36. É possível saber, sem sombra de dúvida, o que é bom e o que é mau?

37. Se você ganhasse 1 milhão de dólares, largaria o seu emprego?

38. Você preferiria ter menos trabalho ou mais trabalho em algo que realmente goste?

39. Você sente que viveu este mesmo dia 100 vezes?

40. Quando foi a última vez que você entrou na escuridão com apenas uma vaga luz de idéia de algo em que você acreditava?

41. Se todos seus conhecidos morressem amanhã, quem você visitaria hoje?

42. Você concordaria reduzir sua vida em 10 anos para ser super atraente ou famoso?

43. Qual é a diferença em estar vivo e viver plenamente?

44. Quando vai ser o tempo de parar de calcular os riscos e apenas seguir adiante e fazer o que é certo?

45. Se aprendemos com nossos erros, por que temos tanto medo de errar?

46. O que você faria diferente se soubesse que ninguém te julgaria?

47. Quando foi a última vez que você reparou no som da sua respiração?

48. O que você ama? Suas ações recentes refletem este amor?

49. Daqui a 5 anos, você vai lembrar do que fez ontem? E ante-ontem? E o dia anterior?

50. As decisões são feitas agora. A pergunta é: você está decidindo por si só ou deixando que outros decidam por você?

=====

Este post é do Leveza do Ser

el tiempo viejo que lloro


enforcado1

Si arrastré por este mundo
la vergüenza de haber sido
y el dolor de ya no ser,
bajo el ala del sombrero
cuántas veces embozada
una lagrima asomada
yo no pude contener.

.

Alfredo Le Pera

=====

.

O lance de ter ficado um tempo sem compulsão é que agora eu sei que é possível. E isso pode ser perigoso. É como saber que eu posso parar de fumar. Da primeira vez que eu parei foi uma surpresa pra mim ter conseguido, porque eu realmente achava que não ia conseguir. E eu consegui (alias, pensando agora é uma constante em mim achar que não vou conseguir algumas coisas e a mesmo assim conseguir). E isso me fez pensar antes de voltar: Ah, mas se eu parei uma vez eu paro de novo…

.

E com a compulsão acontece algo assim: A sensação de ficar livre dela era tão boa, mas tão boa, eu crescia aos meus próprios olhos, sabem? eu crescia, eu gostava de mim, eu me sentia muito bem comigo mesma, num orgulho até meio bobo e infantil.

.

E voltar a ter compulsão é tão humilhante, é tão patético, de uma certa maneira.

.

Só que eu tb não vou ficar cultivando ódio de mim mesma, foi isso que me fez chegar nesse patamar de gordura. Esse ódio já se foi há muito tempo, não vou ressuscitar ele agora. Eu só preciso de olhar pra dentro e descobrir onde eu tirei a força de não me render à compulsão.

.

Esse post é do Leveza do Ser

ainda é cedo amor

É já tarde começar a viver hoje: o sábio começou ontem

Marcial

=====

Pois eu já estou juntando os pedacinhos pra começar na segunda feira. É um clássico (falido)isso, eu sei, é um velho clichê mas é o que pretendo fazer, mesmo assim. Afinal de ilusão também se vive né? *

Vou aproveitar. Talvez a semana que vem mesmo vou viajar para minha querida São Paulo, mas nem por isso vou adiar o Aprendizado. Eu queria ser livre, verdadeiramente livre pra poder encher a boca e dizer que a comida não me subjuga (eu mesma me subjugo através da comida né?). Mas ainda não é o caso, isso sim. Eu ainda tenho essa infantilidade besta, essa fixação oral que me faz ter vergonha de mim mesma muitas vezes. Não vergonha de ser gorda, mas vergonha de ser descontrolada, de ser indisciplinada, de ser infantil.

Mas quem não tem suas vergonhas não é mesmo? A minha da hora é essa. Da hora não, de sempre, há muito tempo minha vergonha é minha falta de força. Mas ó, vou te contar, eu já melhorei muito, você nem imagina, você nem acredita. Por isso não perco a fé de que dessa vez vou conseguir e deixar mais essa para trás.

Peguei o programa dos VP. Tem um caderno especial para quem amamenta, é o que vou seguir por hora.

Ganhei do marido um tarot maravilhoso, o Golden Boticelli Tarot. Depois vou tirar um jogo pra ver a lição que esse desejo de recomeço me reserva.

* a propósito disso, esse texto da Fal é excelente, eu amei.

os anos em que vivi em perigo

Todas as batalhas importantes você trava no seu íntimo. Sua única vitória consiste na rendição de si mesmo.
Sheldon Kopp

=====

  • 2008 e 2009 foram os melhores anos da minha vida. E foram os anos em que eu estive mais gorda hahahaha
  • Mas eu nunca tinha sido tão eu. Eu nunca pude me sentir tão confortável. Nesses anos eu fiquei muito mais em paz comigo mesma. Nossa, e isso é tão bom que nem tenho palavras.
  • Eu só tenho duas metas pra 2010 e todas duas envolvem alimentação. Aliás, tenho 3 e a terceira também envolve alimentação. Esse pode ser o ano em que eu faço as pazes com a comida.
  • Eu queria muito fazer o Meta Real, mas aqui em BH não tem. Será que só lendo o livro tem jeito? Será que amamentando pode?
  • Acho que enquanto isso, vou fazer o VP em casa, porque nele vem instruções sobre como proceder quando se está amamentando.
  • Minha compulsão tinha dado um bela folga. Tanto que eu tinha emagrecido muito sem fazer nada de especial, sem dieta, regime, RA nem nada, antes de engravidar. Foi a aparição da minha querida bruja chilena que desencadeou esse processo. Agora, com beb~e novinho não posso me dar ao luxo de fazer sessões com ela, pelo menos não semanais. Mas vou pensar num jeito.
  • A ansiedade destes dias me mostrou a compulsão de volta, mas eu já quero dar tchau pra ela rapidinho. Não quero mais servidão assim.
  • Tanto tempo sem blogar e eu percebo como tem blog legal nesse mundo de dietas. Blogs que eu não conhecia. Isso é novidade, porque eu acho tão dificil blog legal sobre esse assunto, mas hoje vi uns dois pelo menos e estou, entre uma mamada e outra, uma fralda, um choro e outro, lendo alguns. Depois venho linkar.

corra

Creative Commons License

Imagem daqui

Isso tudo é um Aprendizado. Se é! Aprender a comer, a respirar, a silenciar a mente. Aprender a me aceitar, aprender a não ter repugnância cada vez que me vejo. Aprender a não compactuar com a faceta ridícula do mundo, aprender a ver o que nisso tudo faz mal pra mim, pessoinha de umbigo enorme, e o que faz mal para as mulheres como um todo.

Aprender que é preciso separar o joio do trigo e aprender que isso é muito dificil nesse mundo atual. (Não, atual não, é dificil no mundo, seja de qual modo, preciso aprender a não ser cronocêntrica). Aprender a ser melhor quando tudo conspira pra que eu seja o pior. Muita informação pra lidar, muito cansaço, muito trabalho, filho e marido pra criar, alimentar, cuidar. E aprender a ser gente decente no meio disso tudo, é tão dificil. Aprender que é preciso sossegar a alma e o corpo de vez em quando, que é preciso ser paciente e tolerante, até mesmo com a intolerância. Aprender a comer põe isso tudo na pauta pra mim.

Qualquer aprendizado coloca. Onde está minha paz, ela me pergunta. E eu respondo uma resposta tardia, suja de cansaço e de não pertencimento. Eu achei que poderia ser simples (mentira!) achei que aprender a comer pra emagrecer, ficar saudável e poder chamar mais uma vida pra esse mundo era fácil.

Mas não é fácil, não é simples, é um verdadeiro Aprendizado, está tudo misturado. Eu preciso me aceitar como sou, pra efetivar alguima mudança. Eu preciso aceitar a minha realidade e parar de ser tão pequena. Mas pequena é minha realidade, eu não tenho grandes causas, eu não tenho bandeiras nem sabedoria. Mas continuo correndo, pra ver se aquela luz ali no fim é o que parece. Deixa eu correr um pouco mais, deixa eu Aprender, que na minha vidinha azul celeste, é uma coisa que faz valer à a pena. Beijos.

quando deus ri

Creative Commons License

Imagem daqui

Deus ri-se da ansiedade dos que tentam controlar a vida e desgastam-se em armar esquemas para que nada fuja do planejado, e esquecem que a vida é fluida e fugidia, e quanto mais se quer controlá-la, mais escapa pelos nossos dedos

Daniel Rocha

–o0o–

O Homem faz planos. E Deus ri.

–o0o–

Baguncei tudo de novo. E vou chorar as pitangas sim, que é o melhor que eu faço. Isso aqui é pra mim, é onde eu choro e esperneio mesmo. é pra minha organização, principal propósito. Se não agrada, pois é…

Baguncei o coreto todo de novo e praticamente coloquei tudo a perder. E infelizmente não foi só no setor emagrecimento. Acontece que esse problema de emagrecimento é metáfora na minha vida. E está ligado a coisas outras, a outros nós que eu não consegui ainda desatar. Pois bem, o fato é que eu procrastinei, fingi que não tava vendo, fugi de mim mesma, mas o elefante branco no meio da sala só engordou e cresceu. Eu perdi o foco mais uma vez e dancei.

Então só resta uma coisa, que é recomeçar, de novo. Só vim aqui pra choramingar e pra escrever, pra registrar que hoje é o segundo dia do meu ciclo e eu estou cansada, cheia de complicações, de pepinos, de trabalhos que se acumularem na minha pasta porque eu fugi de mim mesma. Que eu estou triste, sem fé em mim mesma e de saco cheio. Mas que não vou desistir, não vou largar esse osso.

Eu tenho alguma séria lesão em algum compartimento do cérebro, pq eu já estou careca de saber que não adianta fugir de mim mesma, que não é produtivo fingir que não vi, que não adianta procrastinar, e que acima de tudo eu sou muito dispersiva pra poder me dar ao luxo de não seguir um plano e principalmente de não ter um plano. Eu sempre danço quando deixo tudo solto, não dá.

Eu fujo de mim mesma, mas não adianta, acabo trombando comigo mesma num relance na primeira esquina. Então, lets vamos, vamo que vamo. Bora correr o susto né?

Agora tenho planos e tenho o plano supremo de ter planos, mesmo que Zeus ria muito de mim.

mais frutas, verduras, menos açúcar

“O que me nutre me destrói, o peso que parte, me alivia
sem pressa porque tudo é finito …das boas intenções até os falsos prodigios .. fica resto … de aquilo .. de qualquer coisa …um dia a ilusão vai embora …

hoje”

=====
Pois o causo é que eu preciso melhorar algumas muitas coisas. Ontem teve orgia alimentar, petit gateau, e pão de mel, cinco pães de mel de um lugar que tem aqui em BH e eu sou doida pelo pão de mel de lá. Mas teve fruta e muito verde. Olho pra minha alimentação em 2006 e mesmo 10 quilos mais gorda agora eu fico feliz. Porque eu me alimentava mal demais, muitas vezes só ia comer a primeira vez no dia às 17, 18 horas, depois de voltar do trabalho. Verde não tinha na minha comida, vegetal quase nenhum, impressionante.

Aí olho agora, todo dia verde, legumes, frutas e fico contente, porque se por um lado ainda estou perigosamente gorda pra saúde e pra realização do meu sonho, por outro estou muito mais nutrida. E também porque não fumo mais. Não adianta isso só, como bem mostraram meus exames. Acho que açúcar demais e carboidrato refinado demais me envenenaram um pouco muito e vai ser preciso cortar muito mais disso do que tenho feito até agora. Mas estou indo. A passo de tartaruga doente, mas estou. Se vou chegar, é a questão…

Preciso me nutrir, já que meus exames mostram alguém desnutrida. O que é muito comum em obesos, um quadro de desnutrição, um organismo com uma falta imensa de nutrientes essenciais.

E pensando nisso agora vejo a diferença que está minha digestão. Acho que o chá de hortelã e a maneirada na alimentação me fizeram muito bem e eu praticamente não tenho queimação no estômago mais.
Ótimo isso. Amanhã volto a anotar, tudinho. A prestar atenção na comida, a contar o que como. E volto a rever a lista das 101 coisas. E amanhã também revejo mais algum tópico dos significados.

prisioneiro das circunstâncias

A vantagem de ter um blog que pouca gente lê é que há mais liberdade de falar qualquer coisa. Não que seja consolador rsrs, mas é disso que eu preciso nesse momento, poder falar quase à vontade sobre os meus fantasmas. E com a audiência pequena, a liberdade de falar abobrinhas vai crescendo…

E lá venho eu de novo aqui, só pra escrever, só pra dizer algo que eu não tenho certeza do que é até que as palavras saiam do teclado.

Pois bem, o Aprendizado está uma porcaria.

E é por isso que eu estou aqui de volta e é por isso que eu não vou largar esse osso, até que aconteça.
Read more

Tem post novo no Leveza.

contabilidade

“Tenho medo, muito medo

De não saber florescer mais de uma vez.”

Angela Botero Lopez

=====

Olá!

Meu nome é Evel (deveria dizer nome de blog né?). Eu estou gorda, por isso criei esse blog. Deixem-me contar:

Tenho 37 anos, 1,67 de altura e peso hoje 95,3 quilos. Tenho 1 filho, 1 marido e 3 sonhos. Minha cintura mede mais de 1 metro. E isso é horrível. Não é mais uma cintura. E o que faz uma mulher sem sua cintura?

Minha glicose é mais de 140. E o triglicérides mais de 300. E isso também é horrível. A pressão faz tempo passou de 15. E no fígado há algum número que eu não compreendo, mas que disseram que é errado, não devia estar ali.

Em 30 anos, eu nunca fui gorda. Sempre tive corpinho bom. Eu tinha até cintura! Por incrível que pareça. Até há 6 anos atrás eu tinha menos, bem menos de 70 de cintura. E o peso nunca tinha passado de 65. E eu tinha mais de 8 horas de sono. E só 3 fios de cabelo branco. E 0 ruga. E nehuma celulite. E 1 estria, apenas. E menos serenidade.

A contabilidade hoje é outra. Bem diferente. Mas só existe 1 HOJE. Que como eu disse antes, é dia de recomeçar.

Por isso me apresento a vocês, agora, na segunda feira que é dia mesmo de recomeçar. Já tive outros 2 blogs de gorda. Não deram certo, mas o ontem não existe, então, pulo essa parte. Começo hoje o Aprendizado. Novamente, eu já tinha dito que não tenho outra alternativa, a não ser tentar. Se eu parar de nadar, morro afogada. Em 8 minutos.

Então tenho 5 ferramentas:

E o dia é hoje, começo agora. Como eu disse no outro post, seguindo o conselho da Ana, eu risquei do script os fracassos passados, não me dizem respeito. O passado só serve pra ser reinterpretado, então eis-me aqui dando outro significado pra ele. Tanto fracasso serviu pra me fortalecer, por isso agora vai ser diferente.

Me aguardem no próximo aviso de curva.

Estou pensando em zerar os arquivos deste blog, passar tudo pra outro lugar e recomeçar zeradinho. Pode ser que sim, pode ser que não…

post inútil

imagem de http://artistamuvek.blogspot.com

Eu não quero que esse blog fique só com posts falando de dieta. Apesar de este ser o assunto que ocupa minha cabeça agora. Ocupa nada, mas tem que ocupar. Preciso me enfiar nessa assunto pra né, todo mundo já sabe.

Ai fico aqui na dúvida do que fazer, se ressuscito o Leveza do Ser, se não… Acho que é o melhor negócio, porque senão aqui só vai ter post disso. Eu fico dividida, porque tem gente que só lê aqui, tem gente que só lê lá, e eu perderia com certeza.

Mas acho que vai ser o jeito. Já tentei algumas outras coisas, como separar a categoria, como se fosse um blog novo, mas aí quem lê feeds não separa. Em compensação, tenho andado sem assunto pra esse blog. Ele sempre foi diarinho e minha vidinha diarinha agora é dietinha, daí…

Vê-se que eu estou com muito tempo nesta vida pra ficar pesando numa coisa besta destas né?

=====

Bom decidi que vou ressuscitar o Leveza mesmo. Em breve, mas acho que vou zerar ele, passar todos os arquivos pra outro lugar e começar de novo. Vamos ver. Em fase testes.

Imagem do blog: http://artistamuvek.blogspot.com

se eu pudesse elaborar

Clique para ampliar eu grávida

Continuando a desopilar o fígado, vamos lá, continuar a repetir, já que eu não posso recordar, pra quem sabe conseguir elaborar. E parar de repetir, né?

Porque eu quero emagrecer. Agora, eu digo. Na verdade, tem alguns anos que eu quero isso. Ou melhor, acho que sendo mulher nesta sociedade, desde sempre. Desde que se vaticinou que “uma mulher nunca está magra o suficiente“. Frase de nancy Reagan que acabou sendo um dos mantras do movimento Ana-Mia

Mas vamos dizer que esse “alguns anos”, que na verdade são 4, foram os anos em que isso acabou se tornando uma questão central pra mim (com tanta coisa legal pra ser a questão central da vida, eu fui arrumar logo esse!).

Eu quis, e sempre por motivos estéticos, nunca me preocupei de verdade com saúde, até porque estava gorda há pouco tempo e não achava que poderia fazer tanto estrago tão depressa.

Mas agora, veja só, eu quero mais do que tudo que posso querer, engravidar. Eu quero muito ter outros filhos e quero engravidar mais uma vez. Mas eu tenho 37 anos e 3 meses. O relógio tá batendo tictactictac. E eu estou com mais de 90 quilos. E tem meu histórico anterior de pré-eclampsia, de diabetes gestacional. E tem a situação da minha saúde agora, do meu fígado, da glicose e tudo mais. Então acho arriscado demais engravidar assim. Embora as vezes eu me sinta tentada a ignorar isso. Porque se eu fico tentando demais e não consigo heim? Não é a à toa que quem pensa muito não faz. Mas se tivesse dependido de mim eu acho que já teria 3 filhos. Não tem nada que eu queira mais na vida agora. Mas acho que já falei isso.

E tem hora que eu queria chutar o balde, e tomar umas anfetaminas sim. Ai eu emagrecia rápido e pobrema resorvido. Mas né, para pobremas reais, não existem soluções imaginárias…

Mas pra minha sorte eu nunca tolerei mais do que uma semana de anfetamina. Ai eu não tenho muita alternativa. Mas pôxa, ta faltando força de vontade, a mardita. Eu fico pensando, em que momento da vida a gente adquire força de vontade. Capacidade de renunciar ao principio do prazer (já falei disso aqui), que eu não tenho. Isso me intriga, eu penso em como é isso. Sera inato, será adquirido? Será que educar alguém pra isso adianta? Eu sou muito, muito hedonista, estou no paraíso infantil das gratificações imediatas ainda. Mas a que preço? Ai como eu queria ter força de vontade!

Vou ali dar uma olhada nesse livro pra ver se encontro algo, porque minha cabeça já ta até fedendo de tanto pensar sem que eu consiga encontrar a resposta, sem que eu tenha passado ainda pelo ponto de viragem. Dá vontade de gritar, acorda!

yada yada parte 3.987

“O que é dignidade sem honestidade?”

Cícero

Ontem eu jaquei feio. Mas tão feio que não tenho nem coragem de contar aqui. Aliás nem deveria estar falando isso aqui, mas se não falar aqui onde vou falar? Lá no curso de emagrecimento não dá pra falar, porque a médica, se por um lado é muito boa, fera mesmo em nutrição, alimentos saudáveis e boas escolhas, por outro lado pesa os mesmo 40 quilos desde os 12 anos e não vai entender da minha fome. E sim, não é preciso ter adoecido pra tratar da doença não, eu concordo, mas vamos combinar que fome não é uma doença cujos sintomas estejam descritos em algum manual, ou que haja algum exame pra fazer e detectar ou algum remédio pra tratar né? E de mais a mais é algo que não dá pra ser tratado pelo viés de escolhas saudáveis. A minha fome não.

E não, eu não estou desqualificando a médica, ela realmente é ótima, e o curso dela é muito bom. E ao que parece funciona. Devagar, mas deve ter seus efeitos. E eu vou continuar fazendo, mas sinto que não vai adiantar, porque minha doença ela não pode tratar. Mas não porque ela não é boa, ela é, mas porque minha doença é de uma natureza diferente.

Eu sinto muita fome. E isso é um dado. Pode ser psicológica, pode ser carência, pode ser pra preencher algum vazio, pode ser pra me sabotar, pra me defender, enfim, pode ser muita coisa, mas o fato é que se ela não é real, pelo menos ela se manifesta no físico e dói igualzinho a uma fome real.

Eu queria muito descobrir algo que fortalecesse a vontade interior. Eu sinto que essa é a chave que me escapa, eu não consigo sustentar a vontade por muito tempo. Sinto como se eu fosse ( e de fato sou) uma viciada em droga pesada. E acho que seria mais fácil par mim se fosse uma droga que eu pudesse parar de consumir de vez, abstinência total. Mas com comida não é assim. E eu olho tristemente o percurso se repetir, eu vou bem algum tempo, depois tropeço, logo em seguida caio, fico altamente deprimida e sem forças, com raiva, muita raiva de mim mesma e não consigo continuar. E a culpa não é de ninguém, não é da médica, não é daqueles que deveriam ter paciência comigo e não têm, não há culpados, exceto eu mesma. eu já deveria estar madura o suficiente pra conseguir controlar isso, mas não estou. E é tão ridiculo isso, tão imaturo. Não ter forças pra controlar o desejo diante de uma comida parece algo tão idiota. Tão infantil.  E  dá pra entender exatamente porque muitas vezes os outros infantilizam esses problema de ser gordo, porque olhando de longe parece fácil e parece ridiculo, mas não é pra quem está vivendo a coisa.

Enfim, hoje minha fé em mesma está muito abalada e eu estou quase naquela de desistir de mim.

Mas não, não vou fazer isso. Num próximo post explico melhor porque quero e preciso tanto emagrecer. E repito alto mais uma vez, não, eu não vou desitir, algum dia eu consigo. Hoje tive impulso já tão cedo de jacar mas não me deixei levar. E nem vou. Até mais, obrigada pela companhia. Esse blog é o que me salva. Eu vou escrever nele até cansar, só de sentar aqui eu já me sinto mais motivada. Os outros mecanismos estão meio desérticos por ora.

Eu estou fazendo acupuntura e freqüentando umas reuniões pra emagrecer. Na verdade a acupuntura é pra algo mais além de emagrecer, claro. As reuniões são uma droga, tudo que fala lá eu já sei e vai ser um esforço realmente hercúleo não desistir, ainda mais porque é sábado pela manhã. Mas tudo bem, meu raciocínio é o seguinte: se eu já sei tudo que fala lá e mesmo assim não consegui nada sozinha, vai que em grupo eu consiga? A única coisa boa de lá é que eu saio animada a consumir coisas saudáveis. Isso é bom, acho que eu preciso desse tipo de balela pra seguir em frente. Acontece que a médica que conduz o grupo e a acupuntura não passa nenhuma dieta. Segundo ela não é necessário, ela não acredita nisso. Não há pesagens nem nada.

Então eu resolvi seguir a dieta dos pontos do VP, porque acho que fico solta demais se não seguir algo. Não me sinto segura.

Mas tenho notado que todo dia gasto meus pontos em pelo menos um item inútil. (Quando faço, porque semana passada foram dois dias sem fazer, como é que pode meus zeus?) Tipo assim, eu posso comer 26 pontos. E hoje gastei nove em nada melhor que biscoito de polvilho! Só pela ânsia de mastigar algo quando pensamentos ruins me atacaram. (Mas eu fiz a relação pensamentos ruins/ânsia oral agora, bem depois do ataque.) E percebi que semana passada fiz isso praticamente todos os dias, gastar pontos com coisas ruins e inúteis. Porque biscoito de polvilho como já diz o ditado…

Agora sei que ataquei o biscoito inútil porque lembrei que devia ter mandado um texto pra minha orientadora e não mandei (mandei agora, ufa!) e o tempo está passando e ela pode desistir de mim, o que eu não quero que aconteça, porque outra orientadora que nem ela eu não vou conseguir! Mas na hora não fiz a ligação, simplesmente fui lá e comi um treco sem sabor, que faz mal para mim e ainda por cima com tantos pontos que quando fui contar eu quase caí pra trás.

Eu quero conseguir atacar esses sentimentos antes que eles me dominem. Atacar (modo de dizer) os sentimentos, não a comida.

Estou fazendo as coisas razoavelmente direitinho. Tenho meditado todos os dias pela manhã. O ideal é duas vezes por dia, mas pra quem não fazia nada… Minha alimentação também, fora essas coisas que disse, está um primor. Pode melhorar ainda mais, mas tenho certeza que já está bem nutritiva. Também tenho voltado aos poucos a fazer o qi, mas não entendo porque não consigo fazer direito ainda. E tenho tentado postar mais, pensar mais sobre o assunto, e tento me manter mais disciplinada. Tá indo, tá indo, bem melhor. E quem sabe um dia desses eu consigo heim?

atenção

Desenho desse blog delicioso

A Isa fez um post hoje que me fez lembrar de uma ficha que caiu esse ano pra mim. As distrações do caminho. Aquelas coisas, problemas e preocupações do caminho nos quais a gente fica pensando e que na verdade só servem pra desviar a gente do foco principal. Porque normalmente a gente sabe o que é o principal e fica alimentando as distrações pra não encarar o cerne das questões mais importantes.

Um dos meus focos principais é ficar saudável novamente.Se eu me perco no dia-a-dia pensando na alta do petróleo, no grampo no STF, na roupa pra lavar, e uso isso pra ocupar minha cabeça e convenientemente esquecer o foco, é péssimo. Principalmente poque o tempo tá passando muito mais rápido e quando eu vi passaram-se mais 5, 10 quilos. Ou meses. E eu fiquei na mesma.

E eu fazia muito, muito isso, me enredava num mar emaranhado de distrações que me preenchiam o tempo e negligenciava as questões importantes, mais importantes.Hoje não é que não faça isso. Ainda faço, mas tento sempre voltar ao foco principal. Alguma coisa melhorou bastante. Ainda não foi suficiente, mas pelo menos eu me engano menos. E de tanto me obrigar a pensar no principal, acabo tendo que fazer algo a respeito. Essa ficha foi muito importante pra im, desde que eu vi a sua caída, as coisas mudaram e posso dizer sem medo de errar que minha vida melhorou.

o balde em pé

«A forma como vemos o problema é o problema.»

Stephen R. Covey

=====

Então eu emagreci. Bastante até pra tão pouco tempo. Mas a sabotadora já acordou, essa fera adormecida. Acordou ontem, na saída maravilhosa com Lolló e Cyntia (mais detalhes aqui) em que eu tomei dois chopps, com o fígado ferrado. E hoje, no almoço com as meninas eu nem vou contar que tomei um milk shake e meio de nutella. Vocês já viram o tamanho do bichinho? E rachei de dor de cabeça e me fez mal e tudo. Eu preciso muito entender o mecanismo que me faz fazer isso. Coisas sem necessidade, que eu como sem tanta vontade assim. Saco isso. Saco dar pano pra manga, saco isso de não poder confiar em mim mesma, saco esse papo de bêbado-aiaiai-vou-me-arrepender-e-mudar. Vou poupar vocês da ladainha.

Como eu coloco essa chata estraga-prazeres pra dormir, eu não sei ainda.

Estou namorando a idéia de ficar totalmente sem açúcar por um tempo pra ver como é. A experiencia da Vania San tá me despertando muito a curiosidade.

yin-yang

Eu não sou uma pessoa naturalmente otimista. Muito antes pelo contrario, meu primeiro movimento é pessimista. E eu sou um pouco cínica também (embora eu não deixe muito extravasar isso, pois acho cinismo, ironias, sarcasmo e cia ltda. agressivos e desnecessários. Daí eu só penso, pois é inevitável.) Cinismo exige uma certa dose de pessimismo. É como se o meu modo de funcionar natural fosse pessimista, fosse deprimidão e tal. Eu já sofri por sofrer. Já tive vergonha de ser pessimista, e de ser emotiva. Hoja não tenho vergonha mais, eu sou o que sou, cada vez mais. E isso inclui esse lado mais sombrio.

Mas eu me esforço muito e todos os dias pra não ser pessimista. Para achar a Pollyanna mesmo, por mais imbecil que essa personagem possa parecer. Porque ela me salva muito. Só não me entrego a ela porque ela é mais burrinha. É preciso dosar, eu acho. Acho que essa é a minha maior cruzada, não me deixar vencer pelo pessimismo.

Acho que escolher a leitura negativa da vida é algo profundamente burro. Eu não acho que pessoas tristes são glamourosas, são chiques nem são mais inteligentes. E muito menos profundas. Profundamente chatas, eu acho. eu acho insuportável, inclusive a minha prórpia companhia quando estou pessimista.

Corro de mau humor. Por isso me esforço tanto pra não me entregar ao pessimismo, ao mau humor. E é isso que me move, esse olhar que depois do primeiro movimento de “não vai dar certo”, vê que vai sim, que não se entrega a ruminações sobre a infelicidade, as catástrofes e tal.

E esse movimento é muito fácil de perceber quando eu estou fazendo dieta. Ou tentando mudar algum hábito.

Porque tenho que me esforçar muito pra me convencer que vai dar certo, após a 45678ª tentativa frustrada, que não, que eu vou conseguir dessa vez e coisa e tal. Tenho que lutar bravamente contra a convicção de que vou fracassar mais uma vez. E tenho que lutar com esse meu lado que me apresenta estatisticas de fracasso e que me mostra o quanto eu sou hedonista, o quanto eu tenho o estômago fraco pra contrariedades, pra disciplina e tal. Nesse momento, Pilar, a Pessimista está vencendo.

Mas se for preciso fingir pra neutralizar essa danada, eu vou fingir. Se é pra fingir que eu tenho força de vontade, eu finjo, sem problemas. Se é preciso fazer valer as mandingas e mentalizações e seja lá o que for, tá valendo, mesmo que eu não acredite muito em nada disso. Mas mesmo que principalmente eu aõ acredite que posso. Mas vou fingir que sim, até ficar saudável outra vez.

Eu sei que nessa brincadeira de fingir eu já eliminei 2 quilos. É bom demais isso. Mesmo sabendo que TPM engorda e que eu perdi peso foi depois dela, eu vou comemorar mesmo! Dois quilos são uma vitória, ainda mais depois de ter engordado tanto em Buenos Aires.

E não vou deixar esses quilos voltarem. Agora é ladeira abaixo. Até ficar tudo melhor de novo. Por isso eu falo em voz alta que vou conseguir, pra ver se eu mesma acredito.

Eu estou fingindo, mas podem acreditar. O resultado vai ser real, ai não vai mais importar quem fingiu o quê.

===

Imagem de:http://www.graphitelight.hu/

twins

Acabou o dia e eu comi demais. E eu chorei hoje como há muito, muito, muito tempo não chorava. Tive uma decepção muito grande, imensa, no meu trabalho, a maior delas, talvez. Hoje tudo ficou cinza, ruim, com gosto amargo.

Chega, estou muito deprimida com tudo, com vontade de sumir. Mas a vida continua e eu tenho filho e marido pra sustentar, então não posso me dar esse luxo. Tem que trabalhar.

E outro fato é que eu tenho uma dieta pra fazer, que hoje pela 1.980.567.438 vez não consegui fazer direitinho. No quesito saudável foi até bom, sem farinha branca, com arroz e pão integral, frutas, verduras e legumes. Mas exagerei na quantidae ( não muito) e tive uma crise de compulsão. E hoje estava tão triste, tão desconsolada que se fosse um milímetro mais fraca teria fumado. Desde que parei, hoje foi o dia que mais senti necessidade. Nem foi vontade, foi quase um grito do corpo. Mas fudida, não fudida e meia né?

Ai tem amanhã. Que não vai mudar o fato ruim do meu trabalho. Mas que vai nascer pra eu viver né? Espero conseguir amanhã. O consolo é que está melhorando, muito devagar, mas está.

Há que acelerar, Nalu. Esse ritmo não é dieta ainda, mas amanhã eu sou Scarlett.

Hoje me deu vontade de ser gêmea. Idêntica. Acho que a única possibilidade de ser compreendida de verdade é ser gêmeo idêntico.

Não liguem, estou muito triste ainda. Por isso precisando ser entendida como ninguém. Mas logo passa.

Agora eu estou mais animada. Sempre fico cheia de esperança nos primeiros dias do meu ciclo. Sempre parece que tudo é possível, o mundo fica mais bonito e as pessoas também, enfim é meu perfeito período Pollyana. Tenho que aproveitar  né?

 Ontem foi um bom dia, com alguns erros ainda, mas comparado ao que vinha acontecendo, infinitamente melhor. As  escolhas estão ficando mais saudáveis. E agora tento incorporar a idéia de que o momento chegou e de que todas as
mudanças na alimentação serão permanentes. Ou seja, alimentação saudável sempre. Algumas coisas já vinha fazendo e é  só reforçar. Outras estou incorporando. Agora estou na fase “duas frutas por dia”. Se conseguir será uma
vitória, porque eu não tinha o hábito de comer fruta quase nunca. De vez em quando uma banana e olhe lá.

Preciso reforçar o hábito de anotar tudo também, que isso realmente faz diferença.

Adotei algumas coisas simples que estão me ajudando. Um a delas é manter o celular permanentemente no silencioso. Por  causa do meu trabalho, cada toque do meu celular era um profundo stress, mesmo que o toque do trabalho propriamente fosse diferente do resto. Ai, muitas vezes eram ligações boas, amigos e tal, mas depois de ouvir o toque eu já estava  muito estressada e custava a voltar ao normal. Por isso agora vai ficar no silencios, só saindo disso nos dias de  plantão. Nada é mais urgente que minha saúde né?

Já falei em algum lugar que eu fui uma vez na reunião dos Comedores Compulsivos Anônimos. Eu gostei de algumas coisas, outras me incomodaram, talvez porque eu não estivesse na mesma vibração que todo mundo. Mas uma coisa legal que ficou de lá foi o livrinho Para Hoje, que tem mensagens de inspiração para todos os dias. E gostei especialmente da mensagem de ontem:

“Nada é inconcebível, nada é impossível para a pessoa equilibrada, desde que  surja das necessidades da vida e seja dedicado aos desenvolvimentos futuros da vida.” 

 Lewis Munford

Hoje, abro minha mente para tudo que poderia ser – possibilidades que estão distantes dos desejos inúteis dos velhos tempos; em vez deles, um afrouxamento das restrições, uma ampliação da imaginação. Deixo minha vida aos cuidados do
meu Poder Superior, removo atitudes prejudiciais, deixo meu espírito elevar-se. Procuro ser mais honesto, mais consciente, ter relacionamentos mais íntimos, maior habilidade para levar a mensagem, mais tempo para servir.  Recebi, e agora passo adiante, o que um dia foi impossível: a esperança de um despertar espiritual e da recuperação em relação ao comer compulsivo.

Para hoje –   Mantenho uma mente aberta em relação a ter uma mente aberta: as possibilidades são infinitas.

Imagem do site: http://www.pixipaint.com/

 

 

a insustentável leveza do ser

“Se cada segundo de nossas vidas repete-se infinitas vezes, somos pregados à eternidade feito Jesus Cristo na cruz. É uma perspectiva aterrorizante. No mundo do eterno retorno, o peso da responsabilidade insuportável recai sobre cada movimento que fazemos. É por isso que Nietzsche chamou a idéia do eterno retorno o mais pesado dos fardos (das schwerste Gewicht).

Se o eterno retorno é o mais pesado dos fardos, então nossas vidas contrapõem-se a ele em toda a sua esplêndida leveza.

Mas será o peso de fato deplorável, e esplêndida a leveza?

O mais pesado dos fardos nos esmaga; sob seu peso, afundamos, somos pregados ao chão. E, no entanto, na poesia amorosa de todas as épocas, a mulher anseia por sucumbir ao peso do corpo do homem. O mais pesado dos fardos é, pois, simultaneamente, uma imagem da mais intensa plenitude da vida. Quanto mais pesado o fardo, mais nossas vidas se aproximam da terra, fazendo-se tanto mais reais e verdadeiras.

Inversamente, a ausência absoluta de um fardo faz com que o homem se torne mais leve do que o ar, fá-lo alçar-se às alturas, abandonar a terra e sua existência terrena, tornando-o apenas parcialmente real, seus movimentos tão livres quanto insignificantes.

O que escolheremos então? O peso ou a leveza?

Parmênides levantou essa mesma questão no sexto século antes de Cristo. Ele via o mundo dividido em pares opostos: luz/escuridão, fineza/rudeza, calor/frio, ser/não-ser. A uma metade da oposição, chamou positiva (luz, fineza, calor, ser); à outra, negativa. Nós poderíamos achar essa divisão em um pólo positivo e outro negativo infantilmente simples, não fosse por uma dificuldade: qual é o positivo, o peso ou a leveza?

Parmênides respondeu: a leveza é positiva; o peso, negativo.

Tinha ou não razão? Essa é a questão. Certo é apenas que a oposição leveza/peso é a mais misteriosa, a mais ambígua de todas.”

======

Foi esse trecho do livro A Insustentável Leveza do Ser que inspirou o título do blog Leveza do Ser. Eu li esse livro em 1988, com 16 anos e amei. Ficou marcado em mim. E essa idéia de peso/leveza também.

E postei iso aqui, porque esse pedacinho do livro chegou até mim acidentalmente hoje e me deu uma nostalgia imensa.

Esse trecho acima foi retirado do site:http://www.lumiarte.com/luardeoutono/leveza3.html Eu coloquei o trecho do site, porque gostei mais dessa tradução do que da do próprio livro que eu li e ainda tenho.

confiança

Figura daqui

Hoje eu acordei um pouco nostálgica. E sei porque. Passaram-se dois feriados (11 e 15 de agosto), passou o aniversário do meu filho e a visita da minha sogra. Eu voltei de viagem, fiz os exames, acabou-se o que era doce. Literalmente. Agora não tem mais desculpa, não tem mais estado de exceção que sirva para me excusar de encarar a realidade. E a realidade é que eu TENHO que fazer algo. Mesmo.

E fico desanimada num primeiro momento, porque uma parte de mim sente que eu não sou confiável. É isso. No quesito dietas eu não sou confiável. E acho que a coisa não anda porque não consigo confiar em mim mesma. São 3 anos de blog light. E pasmem, 12 quilos a MAIS!!! O começo foi muito bom, eu emagreci bastante, tendo em vista o tanto que ainda comia. E foi fácil e alegre. Mas não me perguntem porque eu abandonei. Talvez um projeto secreto de me derrubar, pra provar que eu não posso.

Fazia o QI Mental e me ajudava muito, muito, eu emagreci sem muito sacrificio até bastante. Eu fazia a agenda magra, e ô coisa legal que era! Ajudava muito e ainda era divertido. Mas algo aconteceu e tirou meu pique. Na verdade eu também resolvi parar de fumar, no final de 2005 e embora tenha sido muito bem sucedida, como eu era fumante mais do que inveterada, não dava conta de dirigir energia nos dois sentidos. Nesse meio tempo eu tinha mudado de blog e enquanto esse segundo blog estava ativo, eu fiquei sem engordaar nadinha por uns seis meses depois que parei de fumar. O que eu considero um verdadeiro feito.

Mas depois algo aconteceu de novo e eu parei. Por bastante tempo. E ainda teve, nesse meio tempo umas 6 ou 7 tentativas frustradas de voltar para o Vigilantes do Peso, uns 6 meses de cinesiologia e nada adiantou. Fiz muita coisa nesse período pra tentar conseguir forças, li muita, muita coisa. Quase 5 anos de terapia. Até nos Comedores Compulsivos eu fui. Uma vez só, mas fui. E nada adiantou. Nem reza braba. Afinal benzedeira que se preze tem que ter uma reza braba na manga né? (Aqui, apesar da brincadeira, o fato é que eu mesmo estando benzedeira, não fiz uma reza braba pra mim mesma. Nem o Programa Espiritual eu não consegui fazer.) Claro que tudo isso me tornou uma pessoa bem melhor, eu acredito piamente nisso e acho que o objetivo é melhorar mesmo. Mas não me emagreceu nem um quilo, nem um grama! É muita incompetência. Se eu fosse minha chefe de dietas me demitia.

Eu só engordei a cada dia e a olhos vistos. Aí em mais uma tentativa eu abri este blog. No começo eu estava indo bem, emagreci e tudo, mas o ânimo arrefeceu. Aconteceu a Pafúncia, foi uma injeção de ânimo, mas eu logo desanimei. Eu li isso aqui, me identifiquei com algumas coisas, mas não incorporei. E é como vi num livro, “percepção sem transformação só torna as coisas piores do que são” .

Por isso eu penso em emagrecer e acho que não posso confiar em mim. Na verdade eu encaixo bem naquele estereótipo que se ouve tanto na boca de quem trata de gordos. Eu não queria emagrecer, eu queria ser emagrecida. Na verdade, o passado ai é só o do verbo. Mas não vou falar, porque palavras têm poder né? Só que o que eu sinto agora é que eu não tenho mais escolha. Eu tentei até mesmo não emagrecer. E NADA adiantou. E eu me sinto cada vez mais desconfortável.

Mas eu estou com a Síndrome X, com diabetes repetida e confirmada, e otras cositas más das queia não cabe muito falar. Então não se trata mais de querer. Agora é precisar.

Por isso eu já comecei com algumas atitudes simples, mas que já estão sendo incorporadas à rotina e de forma permanente, espero. Cortei arroz branco e pão branco. Não vou mais comer doces de forma diária e exagerada como vinha fazendo. E estou fazendo acumpuntura. Voltei a meditar. Ainda tá devagar, mas já estou fazendo. Aumentei bastante a quantidade de vegetal nas minhas refeições. Talvez eu volte com o QI, com a agenda, sei lá. Vou devagar, porque é preciso que seja pra sempre, preciso conseguir forças. E acima de tudo eu preciso confira em mim. Eu não posso mais me trair. Mas confesso que ainda tenho dúvidas, viu?

blogs de dieta

Figura daqui

Quando eu re-comecei com blog light, ou melhor, com o http://levezadoser.blog.br (que agora virou esse) tive uma altercação com uma blogueira dos blogs light que veio aqui e depois escreveu do nada, sem que eu jamais tivesse trocado nem um email, nem um oi com ela, um post muito chato, me atacando. Sem dizer nome, de forma elegante, tenho que reconhecer. Na verdade ela deve ter atacado mais minhas idéias que eu. Estava atacando meu método doido, (que eu sei que é estranho mesmo e nem é método, são só mil coisas de uma cabeça muito cheia de coisas estranhas), e eu até compreendo.

Apesar de que eu sou minhas idéias né? Ou não? Bom.

Mas sabe como é, a vaidade de todos nós é algo frágil, bichinho delicado, eu sou cheia de auto-importância e fiquei chateada, escrevi um post resposta que também nem de longe citava o nome dela, que foi mais pra mim, pra que eu elaborasse o soco no estômago tão de graça que levei. Na verdade, acho até que ninguém percebeu o que houve, o que é bom. Como aliás tudo nesse blog e nesse caminho mesmo é pra mim mesma. Porque precisa ser público eu ainda não sei. Por incrível que pareça, é assim. Por isso eu volto sem muito alarde.

Mas o acontecido me tirou um pouco (pra não dizer toda) vontade de ler blogs de dieta, porque eu gosto de comentar, gosto de interagir, e os blogs que eu achava interessantes todos eram do circulo dessa moça, e a última coisa que eu quero nessa vida é me indispor com alguém. (Não que querer tenha evitado isso alguma vez na minha vida hahahaha).

Eu sei que minha proposta torta de aceitar meu corpo, ou de emagrecer, ou seja lá o quê não é bem aceita/entendida/etc. por muita gente, mas ok. Quem precisa de entender sou eu e já tá de bom tamanho, e confesso que tá dificil até pra mim. Mesmo assim fiquei chateada com o tal post.

Mas agora passou e embora a moça ainda esteja na ativa, eu vi que há toda uma nova geração de blogs e tal. E ainda bem que eu achei ao menos um blog de dieta que estou adorando ler. E devagar vou indo, indo e tiro bastante informação e inspiração e força nesses blogs.

Assim espero conseguir, porque agora, né, tenho que pensar e planejar algo. E como comentei num blog ontem, eu preciso de disciplina. Mais do que disciplina de planejamento. Se eu conseguir planejar fica mais fácil de seguir. E mudança lenta gradual, mas duradoura. Nada de radicalismos, pq não funciona pra mim. Na verdade eu não sei o que funciona, nada funcionou até hoje hahahahaha. Então vou ter que re-testar tudo. E começo pelo não radicalismo. E bora seguir em frente, porque eu tenho dias e dias pra viver.

pródigo

Achei que tinha aposentado esse blog. Essa categoria de assuntos. Achei que desse pra ficar assim e ser feliz. Mentira. Achei nada, apenas protelei um tempo o que teria que fazer. Mas agora meus exames foram calamitosos. Eu fiz alguns exames e alguns dos mais importantes deram bem alterados. Eu estou assustada e deprimida por causa disso. Uma depressão anda me rondando, mesmo. Tenho que me organzar pra fazer ela sair fora.

Os meus exames foram muito ruins, sério mesmo. E a médica também ficou assustada e disse que nem peso nem idade pra estar com exames tão ruins assim eu tenho. O paradoxo nada engraçado é que apesar de tão gorda eu estou desnutrida, quase que seriamente. Então agora é saúde em risco. Diabetes, essa doença tão séria. e agora nem penso mesmo em emagrecer mas em colocar meus exames bem de novo. Além de tudo meu fígado está bem avariado. Fígado de alcoólatra ou usuário de drogas, segundo a médica. E nem bebo e nem uso drogas, pra justificar. Pagar pelo que não se aproveita é dose heim? Mas falando sério, estou precisando de reparos urgentes, ou vou pifar antes do tempo. E vou dizer, quem dera fosse exagero meu, viu?

Eu sei que isso tem a ver com stress, com estar a tantos anos sem dormir direito. Eu sempre fui movida a sono (quem não é?), e ficar tanto tempo sem dormir é penoso. E obviamente tem a ver com o fato de eu ser hiper sensível, física e emocionalmente.

Então esse conversê todo é pra dizer que já que tenho que mudar hábitos de alimentação e de estilo de vida, vou reativar esse pobre blog, esse assunto que vira e mexe morre e ressuscita. Só que agora não é pra contar quantos quilos perdi, mas pra controlar a qualidade da minha alimentação. Ou seja, comer fruta/verdura/legumes todo dia e coisa e tal, tentar dormir direito, e bláblábláblá.

Então, o bom filho à casa torna. Desejem-me boa sorte.

o lado amargo

Essa semana me descobri diabética. E sou obrigada a concordar com uma personagem do seriado In Treatment.  Ser doce (às vezes*) engorda. E adoece também, pelo visto.

E interessante é que diabetes é a doença que eu mais tinha medo de ter nessa vida. Cuidado com seus desejos, mas com seus medos também, né? O pessoal que estuda e trata o fundo emocional das doenças têm teorias interessantes a respeito do diabetes. A respeito disso, da doçura da vida e etc. Eu acho que no meu caso é (entre outras coisas) incapacidade de lidar com a excessiva amargura da vida e do mundo.
E isso é o que é e ponto. Eu queria que a vida fosse mais doce. Bem infantil ainda, fase oral e todo bláblá que na verdade não me ajuda em nada. Nada mesmo.

Num nível mais mundano eu preciso parar de comer o que mais gosto, isso é a ironia fina e da vida. O que você ama sempre te mata. Ou talvez o que você ama em excesso. Só que meu sobrenome nunca foi Moderação.

* o às vezes foi por minha conta.

você é?

Nossa, esse programa Você é o que você come é muito degradante! Eu sinceramente não sei como as pessoas deixam que aquela mulher horrorosa, por dentro e por fora, diga o que elas devem fazer! E daquela maneira insuportávelmente arrogante. Aquela mulé seca e árida, cruzes, que horror. Meu Zeus, eu prefiro ficar doente do que me sujeitar a uma coisa daquelas…

Os mitos coletivos são muito engraçados… Tipo esses que norteiam esse programa. Risíveis e ridículos. Mas uma vez que vc aprende algo sobre eles, você está sozinho para sempre. Porque somente meia duzia de gatos pingados entendem. E você, não participando da imersão coletiva neles estará para sempre errado, meu bem. Read more

37 anos

37

Update: Então, Lola, é aniversário mesmo, eu faço 37. Eu estava correndo, por isso só o número.

Primeiro dia do resto da vida. Como todos, aliás. Mas eu sempre amei aniversário, adoro ter um dia especial pra mim. Minha Revolução Solar esse ano não está simples, mas vai dar tudo certo, como sempre, eu sei.

Meu medo é pura nostalgia desse ano que foi um dos melhores da minha vida. Realizei um grande sonho que era conhecer um outro país e comecei um doutorado, que era outra grande vontade. Duas realizações grandes num ano. Fiz amigas maravilhosas nesse período, amigas de infância mesmo, minhas irmãs queridas. Foi um ano de muito crescimento mental também, muito horizonte aberto. Dai o medo do próximo não ser tão bom. Gosto da explicação que o Flávio Gikovate dá pra esse medo da felicidade que temos quase todos nós. Mas ainda bem que isso é só uma espécie de pensamento mágico. e no fundo eu sempre tendo ao otimismo. Tenho Júpiter como gênio interior, não podia ser diferente.

Fechei com chave de ouro esse ano, com encontro com as amigas mais queridas que alguém pode ter, então tudo é lindo. Fotos aqui:

Então que venham mais 37.

37

Update: Então, Lola, é aniversário mesmo, eu faço 37. Eu estava correndo, por isso só o número.

Primeiro dia do resto da vida. Como todos, aliás. Mas eu sempre amei aniversário, adoro ter um dia especial pra mim. Minha Revolução Solar esse ano não está simples, mas vai dar tudo certo, como sempre, eu sei.

Meu medo é pura nostalgia desse ano que foi um dos melhores da minha vida. Realizei um grande sonho que era conhecer um outro país e comecei um doutorado, que era outra grande vontade. Duas realizações grandes num ano. Fiz amigas maravilhosas nesse período, amigas de infância mesmo, minhas irmãs queridas. Foi um ano de muito crescimento mental também, muito horizonte aberto. Dai o medo do próximo não ser tão bom. Gosto da explicação que o Flávio Gikovate dá pra esse medo da felicidade que temos quase todos nós. Mas ainda bem que isso é só uma espécie de pensamento mágico. e no fundo eu sempre tendo ao otimismo. Tenho Júpiter como gênio interior, não podia ser diferente.

Fechei com chave de ouro esse ano, com encontro com as amigas mais queridas que alguém pode ter, então tudo é lindo. Fotos aqui:

Então que venham mais 37.

a culpa é dos gordos

A culpa da crise alimentar é, além do biocombustível, dos obesos. Sim, dos obesos. Então para que a crise seja resolvida, feche a boca! A culpa é sua, obesa! O capitalismo e a configuração mundial nada tem que ver com isso, a culpa é dos gordos. Você come muito, esse é o problema. Tem gente passando fome no mundo porque vc come demais, não é lindo isso?
Saiu no jornal o Tempo de hoje, 17/05/08. Só faltava mais essa. Eu leio essas coisa e tenho medo. Ainda mais quando são cientificamente embasadas…
O link da notícia: http://tinyurl.com/6kdpjl
==========
Estudo diz que pessoas de maior peso contribuem para crise alimentar
Obesos consomem 18% a mais alimentos

Maior demanda teria repercussão no transporte, petróleo e meio ambiente

Londres, Reino Unido. Um estudo conduzido por pesquisadores britânicos sugere que as pessoas obesas estão contribuindo para o agravamento da crise dos alimentos e a degradação do meio ambiente.

Os especialistas, da London School of Hygiene and Tropical Medicine, calcularam que os obesos têm um consumo de calorias 18% maior do que a média.

Segundo o estudo, publicado na revista “Lancet”, eles precisam de 1.680 calorias para sustentar seu nível normal de energia e outras 1.280 para manter o ritmo das atividades diárias – um quinto a mais do que o normal. O estudo diz ainda que o alto consumo de alimentos tem uma reação em cadeia.

A maior demanda por comida faz aumentar a produção que, por sua vez, requer mais petróleo para equipamentos agrícolas e meios de transporte. Como conseqüência, a demanda crescente por combustíveis acarreta no aumento do preço, que acaba sendo repassado para a comida.
Além disso, dizem os especialistas, as pessoas obesas preferem usar transportes motorizados a andar a pé, aumentando a demanda por combustíveis e, por conseqüência, a poluição do meio ambiente.

Segundo os especialistas, como resultado dessa matemática, os pobres acabam prejudicados porque não têm dinheiro suficiente para comprar alimentos ao mesmo tempo em que sofrem efeitos das emissões de gases poluentes.

Publicado em: 17/05/2008

roupas

Clique para ampliar

Depois que eu disse que não ia nem ligar mais pra esse troço de emagrecimento, tem uns dias já, eu não sei se engordei, se emagreci. Porque eu não estou me pesando. Balança não é comigo. A julgar pelas minhas roupas eu não emagreci nem

Clique para ampliar

engordei. Mas problema né? Ainda é artificial, eu tenho que ficar lembrando desse pacto e ainda tenho a tentação de me justificar pra certas pessoas. Mas logo passa. E tenho realmente comido o que eu tenho vontade, na hora que me dá vontade. Algo bem hedonista mesmo. E vou te falar, delícia total viu? Eu comi strogonoff de camarão, petit gateau, churrasco, pão de mel da Cheescake, que é indecentemente bom, creme de bis hummmmmmmmm, e olha, muito melhor do que essas delícias todas é comer sem culpa, comer de verdade. Bom demais. Estou alimentando a Rebeca Rebelde, que na verdade parece um Fantasma Faminto, conhecem a história dos Fantasmas Famintos? Muito Legal, viu? Pra ver se ela me dá sossego.

O fato é que desde então eu tenho me sentido incrivelmente mais leve. Nossa, é como se eu tivesse tirado um elefante das costas. E minha qualidade de vida melhorou tanto, mas tanto! Ainda preciso comer melhor, preciso de mais frutas, de refeições mais saudáveis. Mas claro, isso vem com tempo. E tempo mesmo, essa semana foi muito corrida, eu não pude de me organizar direito. Mas como isso não é mais uma questão de vida ou morte, não é mais uma questão que me tortura, ela será naturalmente resolvida.

Clique para ampliar

Só que nem era disso que eu queria falar, eu queria falar que desde que me propus isso e me senti mais leve, eu fiz algo que há muito tempo não fazia. Eu compei roupas. Que combinam comigo! Que têm a ver com o meu estilo de vestir, que Eu sempre gostei e tanto gosto. Roupas coloridas, roupas de estilo riponga mesmo. Do jeito que eu sempre gostei.

Fica bonito. Não. Acentua a gordura? Sim. Mas eu não estou fazendo fotos pra revista, eu não tenho a menor obrigação de parecer bem vestida ou executiva ou clean e tal. Eu sou kitsch, sempre fui. Adoro as roupas da Frida Kahlo e se fosse o caso me vestiria daquela maneira. Adoro saias coloridas, batas indianas, flores no cabelo. Bem nesse estilo que tanta gente acha cafona. Mas eu tenho a alma cafona mesmo, por isso que combina. E não estou me depreciando, isso é algo que eu gosto em mim, nem sei porque. E quem tem que gostar sou eu. E meu marido né? E nós dois gostamos. Ele tanto gosta que me deu de presente de dia das mães uma blusa linda, que é a minha cara. Essa verde e branca de renda ai da foto.

Nada como a liberdade de ser quem se é ou se quer ser, liberdade de vestir, de enfeitar. E se alguém achar que eu estou poluindo ou monstrificando a cidade, sinto muito, é só olhar pra outro lado né?

desirella

Asssiti esse curta ontem na TV Minas e gostei muito. Tem tudo a ver com o papo que eu venho travando na minha cabeça de aceitação do corpo, de feminilidade e etc. Muito legal, eu gostei. é de 2004, mas eu não conhecia ainda.

Assistam, vale à pena. É só clicar aqui: Desirella

Desirella

Gênero Animação – Diretor Carlos Eduardo Nogueira

Ano 2004 – Duração 11 min

Cor Colorido -Bitola vídeo – País Brasil

A produção deste curta foi viabilizada com patrocínio Petrobras.

Vivendo num conto de fadas, a velha Desirella obtém um par de sapatos mágicos que a torna jovem, numa desesperada tentativa de transcendência.

Ficha Técnica

Roteiro Carlos Eduardo Nogueira Edição Carlos Eduardo Nogueira Direção de Arte Carlos Eduardo Nogueira Som Ruggero Ruschioni Música Ruggero Ruschioni

Prêmios

Prêmio do Público no Festival de Cuiabá 2004

Prêmio Especial do Júri no Festival de Cuiabá 2004

Melhor Ficção no Festival de Gramado 2004

Melhor vídeo no Festival de Gramado 2004

Prêmio Porta Curtas no Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro – Curta Cinema 2004

Prêmio Especial do Júri no Festival Latinoamericano de Vídeo de Buenos Aires 2004

Melhor Direção de Arte no Vitória Cine Vídeo 2004

Melhor Curta – Prêmio da Crítica no Cine Ceará 2004

Melhor direção no Cine Ceará 2004

Melhor Trilha Sonora no Cine Ceará 2004

Melhor vídeo no Cine Ceará 2004

Melhor Animação no Festival de Belém 2004

Melhor Trilha Sonora no Festival de Belém 2004

Melhor Animação no Festival de Video de Santa Maria 2004

Melhor Roteiro no Festival de Video de Santa Maria 2004

Melhor vídeo no Festival de Video de Santa Maria 2004

Melhor Animação – Hors Concours no Festival de Vídeo de São Carlos 2004

Melhor Animação no Guarnicê de Cine e Vídeo 2004

Melhor Animação no Jornada de Cinema da Bahia 2004

um mês para o meu aniversário

Clique para ampliar

Daqui a um mês é meu aniversário. Me aproximo dos 40 anos! Fosse outrora eu estaria pensando em emagrecer. Mas dessa vez não!

Dizem que um hábito leva mais ou menos 28 dias pra se fixar. Então ao invés de ficar pensando em fixar um hábito de emagrecimento, de dirigir mais uma vez a obsessão para esse assunto chato eu vou me concentrar em fixar o hábito de não pensar em emagrecer. É isso mesmo. Parei com contagem de calorias, de pontos de quantidade, de qq outra coisa que seja preocupação com emagrecer. Guardei a balança. Não é mais comigo isso. Não me interessa mais (agora de uma forma artificial, daqui a pouco vai ser automático) nada que emagreça, nada que diga respeito a esse universo. Por ora. Read more

lola escrevendo

Posts excelentes! Adorei o que essa moça escreve, muito em sintonia com o que eu acho. É a Lola, do Escreva, Lola, escreva. Essses posts que eu coloco aqui tem tudo a ver com o que eu penso e com o momento que eu vivo agora. Podem ler. Os posts de cinema também são muito bons.

Ah, e tem muito mais, mesmo.

tá rolando

é melhor morrer do que ser gordaEnquanto eu me acabo querendo emagrecer, a vida tá acontecendo. Eu me martirizo e me odeio por não conseguir algo que eu nem sei se quero ou devo conseguir, e a vida tá rolando… Eu realizo um dos maiores sonhos da minha vida e não aproveito porque estou gorda, fico absurdamente limitada.

Enquanto me privo de muitas coisas por causa do peso e da feiúra, a vida acontece, as flores desabrocham e blábláblá… Pois não mais. Cansei. A vida tá ai na janela e eu vou ali ver o sol um pouco. Gorda ou não. Read more

segredo

Como se faz para se querer algo que não se quer? Mas que só se realiza através do desejo? Alguém sabe? Eu preciso querer algo que eu realmente não quero…

Pafúncia

Estamos famosas.Agora é compromisso público! Temos que emagrecer. Afinal nosso compromisso com a Pafúncia foi pra TV!!!

Clica ai pra ver a reportagem que saiu na Record sobre o bloguinho. Aqui o link do meu começo com a Pafúncia e do compromisso que fizemos com ela de mandar os quilinhos pra ela engordar.

http://tinyurl.com/68no8r

post

Eu já volto. Altas reformulações na minha cabeça. Algo mudou aqui. Estou meio me sentindo outra pessoa. E já tem tempo. Alguns meses que eu não sou mais tão eu e ao mesmo tempo sou ainda mais eu. Não faz sentido nem é pra fazer. Não quero mais falar assim de emagrecer. Não quero falar assim. E só. Sobre isso. Mas o blábláblá continua.

O blog vai continuar, gosto deste lugar. Vou falar da minha reflexão sobre emagrecer, mas também. Cansei desse tema, da maneira como vinha tratando. Tive uma semana ruim neste particular, que simplesmente botou a perder 3 semanas de dieta.

Então até daqui a pouco.

=====

Ah, esqueci de dizer que vão continuar as doações pra amiguinha Pafúncia. Ainda mais agora que a moça tá ficando famosa, ela tem que ficar bem na fita né? Eu vou continuar colaborando pra que ela fique cada dia mais linda.

=====

E o Pedro Almodóvar que tem blog?

ponto

do personare, enviado por uma amiga querida. Adorei.

E porque meus pontos tem aumentado muito a cada dia.

a volta das que foram

Foto do Post secret, de novo

Pois é. O caminho das pedras quando sozinho é mais longo. Pelo menos no meu casinho. Então apesar de todos os senãos, eu voltei. Espero que pra ficar, espero que em definitivo. Porque não dá mais pra ficar assim. Dessa vez eu sinto que vai ser diferente (papo de drogado né?) Mas não, não é. Quando eu parei de fumar eu senti o mesmo, nessa intensidade. Não tinha certeza do sucesso, em absoluto, mas tinha certeza de que poderia fazer os sacrifícios requeridos daquela vez. Porque o ganho era maior. Até agora nada foi realmente maior do que o ganho de comer. Do que o ganho no prazer de comer. Senão eu não estaria gorda, off course. E eu até tentei ficar na boa gorda. Mas não consegui. Afinal toda minha vida eu lutei pra ser normal. E ser gordo não é estar dentro dos parâmetros de normalidade né?

Muita gente luta pra ser diferente. Eu só lutei pra ser normal toda vida. Porque eu sempre precisei controlar uma sociopata que vive aqui dentro. É a Sheilla Sociopata. Mesmo. Me lembro de falar desde a adolescência que eu só queria me adaptar. Que tudo que eu queria era não me sentir tão diferente, tão inadaptada.

Devo dizer que não adiantou, que eu continuo inadaptada. E continuo querendo me adaptar, porque é sofrido e nem um pouco glamouroso ser diferente, distoante.

Assim eu sei que isso é mais uma incapacidade de lidar com a minha sociopata e misantropa interior. Porque nem isso eu consigo ser inteiramente*. Eu odeio o ser humano, mas no fim é o ser humano que eu mais amo.

Bão, mas essa lenga lenga é só mesmo pra dizer que voltei pro VP. Hoje E que dessa vez parece que vai, pq tenho um sentimento muito parecido com o que motivou muitas vezes antes.

*E quem disse que há de ser inteiro algo em alguma coisa?

devagar mas sem parar

Foto do post secret de novo. Que fantástico esse blog…

Tenho que tomar tenência outra vez! A semana passou, chegou outra que já vai-se embora e eu não fiz muita coisa. É certo que estou melhor, bem melhor do que há 3 meses. É certo também que eu tenho um ritmo lento. Mas se eu bobear vai parar. Modos que (como dizem as meninas mais queridas) preciso acelerar as coisas senão, eu desanimo. Vou voltar pro eixo. Pareço uma viciada que não consegue largar o vício e fica toda hora falando que vai largar, prometendo mundos e fundo. Então é hora de fazer planos práticos. E vou começar pelo cardápio que já tem dois dias que estou sem. E na última semana mal olhei pra ele. De todo modo eu preciso acreditar em mim, senão quem vai acreditar não é? E persistência é algo que eu estou tendo que aprender a ter nesse lance de dieta. Pois eu não me conformo em ser gorda não consigo aceitar, mas não estou dando conta de emagrecer, então tenho que persistir, não tenho outro remédio. Só não posso mais mentir. Pra mim mesma. Mãos à obra, então.

Semana que vem eu vou colocar pesagem e cardápio aqui. Ainda não estou com pique pra isso, mas acho que isso, mais a idéia de tirar fotos semana-a-semana e a volta do diário vão ajudar.

A semana passada foi ruim. Eu não fiz nada, comi muito. Certo que não tive crise de compulsão, cada vez tenho menos. Mas exagerei num item que não gostava, que me faz mal até. Leite. Eu vi que leite em pó integral é minha comfort food. É era sempre assim, quando eu estou indo bem, quando está dando certo eu vou ia lá e estrago estragava tudo. Não mais né? Que o tempo tá passando, passando e nos atropelando e eu ainda tenho numa vida inteira pra viver né? Esa é a melhor semana do meu trabalho, é o melhor feriado do ano, excelente oportunidade de descansar, me organizar. Então boa semana pra todo mundo.

Ser Magra, Maitena

 

Maitena Ines Burundarena ser magraA semana passada foi ruim. Eu não fiz nada, comi muito. Certo que não tive crise de compulsão, cada vez tenho menos. Mas exagerei num item que não gostava, que me faz mal até. Leite. Eu vi que leite em pó integral é minha comfort food. É era sempre assim, quando eu estou indo bem, quando está dando certo eu vou ia lá e estrago estragava tudo. Não mais né? Que o tempo tá passando, passando e nos atropelando e eu ainda tenho numa vida inteira pra viver né? Esa é a melhor semana do meu trabalho, é o melhor feriado do ano, excelente oportunidade de descansar, me organizar. Então boa semana pra todo mundo.

Clique para ampliar.

cabeçadas

alone

Foto surrupiada do blog Post Secret.

“Fecha a boca e abra a mente!”.

Frase da nutricionista ontem. E ela fica falando que meu problema é a cabecinha. Que ela vai ter que tratar a cabecinha. Credo, eu não tenho condição de levar à sério alguém assim, que fala isso…

E passa uma dieta de fome, que sem anfetamina é impossível de encarar. Eu tentei, mas não rolou. E tentei mesmo.

Ela fala pra mim que se eu comi duas colheres de arroz e um pires de legumes, é i-m-p-o-s-s-í-v-e-l que eu esteja com fome. Que ela não vai aceitar isso e que é a cabecinha que tem problemas.

Ah, data venia nobre colega, vai tomar! Como é que alguém mesmo que tenha estudado nutrição vem me falar que eu não estou com fome? Como é que alguém pode achar que sabe a fome que o outro têm? Arrogância extrema, isso eu acho. E altamente legitimada né? Como assim, minha fome é imaginária? E o que sabe ela da fome? Isso eu não admito.

Ninguém pode saber mais da minha fome do que eu. Nem ela nem ninguém. Isso eu não faço mais, delegar a alguém esse tipo de coisa.

Outra época isso significaria que eu não iria tentar e essa seria uma perfeita desculpa pra chutar o balde outra vez. Mas não. Eu fui atrás de alternativa. E nesse ponto, até hoje depois de tudo que eu conheci no maravilhoso mundo das gordas, a melhor coisa que existe é o VP. Pelo menos lá eu não passo fome. E posso comer o que eu quiser. Esse post aqui da estranha Carrie diz tudo sobre a seita, ops, o programa dos VP…

Eu já to grandinha e minha cabecinha não é tão ruizinha assim a ponto de eu comer todos os meus pontos em chocolate, então posso me aventurar. Eu venho fazendo isso já tem um tempo e tenho emagrecido. Devagar, devagar. Mas minha avómaravilhosa dizia que devagar também é pressa. E francamente ela sabe mais do que a Nutri. Muito mais.

Fiz as preces no VP, não engordei e isso é bom. Estou em movimento. Então eu vou contar os meus pontinhos pra sair logo dessa droga de prisão. E a nutri pode ir lá catar a fome de outra gorda desesperada. O tratamento com ela até que é legal, tem acupuintura, agulhinhas com choquinho e coisa e tal, mas francamente…

Falar que eu não estou com fome, ora senhora nutri vai te catar. Não é possível levar a sério uma profissional dessas. Então fala logo de uma vez que é preciso passar fome. É mais honesto, Ms Nutri. Mas não venha querer se apropriar da minha fome não, viu? Me tratar como criança, porque todo mundo se acha no direito de infantilizar quem é gordo? Ah, passar bem!

tudo bem

Eu percebi uma coisa curiosa: quando a dieta (como disse a Ana, dificil saber que palavra usar né?) vai bem eu escrevo pouco.

 

E fica parecendo que aqui é um muro das lamentações. De certa forma é mesmo. Mas hoje não sei porque cargas d’água, eu resolvi falar um pouco sobre o que está dando certo. Então, eu tenho me controlado muito, todos os dias. Estou ainda comendo um pouquinho mais do que deveria. A contagem de pontos dá um pouquinho a mais. Mas mesmo assim eu fico muito, muito feliz.

 

E não é só porque devagar a balança vai acusando não. Mas é porque eu deixei de lado uma certa rigidez mental minha nesse assunto Que incluem a preguiça de me concentrar, a falta de força e de centro pra levar adiante e uma facilidade muito grande de desistir. E agora, de modo contínuo eu tenho seguido adiante! E isso é muito surpreendente em se tratando da minha ilustre e nobilíssima pessoa. Agora eu tropeço mas levanto e não desisto (Nossa, que frase mais baranga!!! Mas eu sou geneticamente baranga, não tem jeito).

 

Bom tá indo bem. eu preciso fazer alguns ajustes, é verdade, mas o saldo é muito positivo, eu sinto que a mudança está se instalando. Nesse período eu já emagreci um pouco. Muito, mas na verdade pouco diante do tanto que me espera. E olha, escrever isso tá sendo tão bom! Tinha tanto tempo que eu não tinha uma vitória assim, que durasse mais de umas poucas horas. Resumindo, eu estou bem contente com o andamento. Que precisa melhorar, é claro, mas que tá 150% melhor do que estava.

minina, minina

Eu não tenho muito costume de pintar as unhas, de ir ao salão, fazer escova e afins. Eu até gosto, mas tenho preguiça. Quer dizer, eu sempre tenho alguma coisa que eu acho mais interessante pra fazer. Eu acho perda do meu tempo fazer isso, porque sou muito ávida pra zilhões de coisas, então não posso evitar o sentimento de estar gastando um tempo precioso onde eu poderia estar fazendo um monte de outras coisas indo ao salão, fazendo unhas e etc. Mas gosto de estar com unhas feitas, cabelo arrumado e tal. Por isso, inevitavelmente sempre opto por não estar com unhas feitas, cabelo de escova e tal.

E tem gente que confunde isso. E confunde isso com alguma tosca noção de que eu acho isso fútil, porque eu sou intelectual (isso tb é um confusão das bravas). E que oh, oh, oh (seria mais coerente com a noção de que elas têm de intelectual?) que eu desprezaria isso.

O que não é verdade. Como a gente sempre conhece mal as pessoas né?

Eu só tenho preguiça. Mas acho bonito, não acho tão fútil e etc. Se já está pronto eu curto. Acho divertido.

O fato é que quarta feira eu pintei as unhas de vermelho. Coisa que acho que desde solteira eu não fazia, não sei mais porque. Fiz escova no cabelo também.

E teve mais de uma pessoa que veio me falar que eu fiquei mais feminina assim. De cabelo escovado e unhas pintadas.

Eu me espanto com isso. Muito e de verdade. Embora não seja novidade passar por isso. Eu me espanto porque nada na minha essência mudou. Só o visual mudou e ainda assim até a próxima acetona. Eu só não estou de coque com minha juba indomada e tenho as unhas pintadas de vermelho. E ainda assim fiquei mais feminina.

Sabe que eu acho isso uma visão muito pobre de feminilidade? Mas muito pobre mesmo. Eu não fiquei mais feminina por causa da escova e das unhas vermelhas. E nem as unhas vermelhas ou a escova foram reflexo de uma súbita “feminilização” do meu ser. Disso eu tenho certeza absoluta.

queijo

Eu não sei porque cargas d’água eu desenvolvi uma alergia das bravas a queijo parmesão. Na viagem eu passei mal por causa de uma pitada ínfima, menor que a de sal que coloquei num prato só pra sentir o cheiro mesmo. Porque eu amava queijo parmesão. Amava mesmo. Mas a pitadinha de nada quase me estragou um dia inteiro de curtição.

 Semana passada no almoço semanal na casa da minha mãe ela fez macarrão e colocou queijo. E o macarrão da minha mãe é misturado, ela não joga só por cima, mistura mesmo o macarrão, molho e etcs… Eu como tenho uma dificuldade grande pra aprender, fiz o prato e coloquei a primeira garfada na boca. Tiro e queda, passei mal pra caramba.

 Bom, hoje lá fomos nós de novo pra almoçar na mama. E ela de novo fez macarrão. Dessa vez sem um pingo de parmesão. Mas só de olhar o macarrão eu comecei a passar mal. E não almocei direito.

 Dai que lascou com a tarde. Eu ainda não extrapolei, mas ficou muito claro a falta que fez um café da manhã e um almoço decentes. Porque a falta de comida repercutiu à tarde e agora eu estou morrendo de fome, mas fome de carboidrato, de coisas que engordam. Ou seja, óbvio que é mais que fome né? Pra vocês verem como é delicado o equilíbrio de um viciado, ainda mais em comida. Porque largar o cigarro foi muito mais fácil do que largar o vício de comida, eu não estava exposta a dose nenhuma. E eu era fumante inveterada, ninguém acreditava que eu pudesse largar.

 Eu quero duas coisas com esse post: agora que estou anotando tudo e conseqüentemente sendo obrigada a prestar atenção no que como, de verdade (que é a primeira vez em muito, muito tempo, que faço isso por dias seguidos, a sério e sem pirraça) eu resolvi que vou sempre escrever quando acontecer, pra ficar registrado pra mim mesma os gatilhos que disparam as “erradas”. Devagar eu aprendo. Não que eu já não soubesse dessas coisas em mim, mas agora resolvi prestar atenção.

 A segunda é falar que eu fui em uma reunião dos Comedores Compulsivos Anônimos ano passado, mas achei muito pesada a ênfase que se deu à palavra doença naquela reunião. Doença, doentes, somos todos muito doentes, não temos cura, muito complicado. Uma questão de semântica, talvez, mas pra mim viciado é menos pior do que doente. Eu aceito ser viciada, doente não. Fica claro que ainda não cheguei no Primeiro Passo né? Hahahahaha.

 Talvez seja uma bobagem e seja isso mesmo que os gordos eu sejam seja: viciada(os), doente(s). Mas o fato é que eu tenho muitas e enormes, gigantescas reservas quanto ao significado disso atualmente. Vai ver por isso eu esteja tão gorda. Negação?

 Gorda, vá lá, viciada também, mas doente, hummmm, sei não… Cada época tem seus bodes expiatórios, cada época tem suas doenças, e uma das de hoje é ser gordo. E as doenças são bem mais do que doenças, elas têm sentido social visse? Sempre, sempre.

 Mas eu sou Antropóloga né? Ainda mais do que em comida, sou viciada em olhar por detrás das tramas, dos valores, do senso comum, fazer o quê? Não digo que estou certa, nem sempre vejo consigo ver o que é certo, mas são as conclusões que tiro. De anos de traseiro na cadeira, de cara nos livros e olho no mundo. Bão, só estou divagando (e me exibindo tb) um pouco.

 E não estou negando ser viciada. Sou menos ingênua do que aparento (?). E as palavras nunca são bobagens. E eu não estou falando de nenhuma lei da atração. Não estou falando nada do tipo pensar e atrair.

todo pasa

Nada tinha me preparado para Buenos Aires, nada poderia me preparar. E acho que ninguém entende muito esse amor, esse espanto. Aliás, algumas pessoas entendem. Tem que me conhecer muito, muito pra sacar.

 

É um pouco mais do que entusiasmo de iniciante. Não foi a beleza, que a cidade é muito bonita, mas não pra tanto, não foram as pessoas, não foram os lugares, nem a cultura. Acho que me identifiquei com a alma de Buenos Aires, pois essa cidade tem alma sim senhor. Buenos Aires é uma velha senhora culta, enjoada e orgulhosa. Pelo menos. E junta com minha tendência* à ser tão entusiasmada… Já tive vergonha de ser tão entusiasmada, hoje não posso mais.

 

O que é o fileteado porteño, meu deus, que coisa mais linda!

 

As fotos, algumas pelo menos, da viagem, da universidade.

 

Com a chegada do ano novo, esse blog vai passar por mudanças. Até segunda feira mais tardar. Aquelas necessárias pra eu emagrecer. Porque eu não suporto mais ser assim. Eu poderia ter curtido muito mais a viagem, as aulas, o doutorado se não estivesse tão gorda. Eu poderia estar curtindo melhor a vida né? E não aguento mais. Pensei muito se devia escrever isso aqui, porque esse blog mais parece um relato de sucessivos fracassos. Mas afinal o objetivo dele, por mais mal educado que seja dizer isso não é entreter leitores, não é ser legal ou divertido, é ser mais uma ferramenta pra me ajudar. Então relevem os maus modos e desejem me sorte!

 

*Tendência à, a ou tendência de? Nossa meu português tá de doer. Fora que esses dias estava com dificuldade de somar e dividir. Imagina o que me aguarda, aff…

então, que saco!

Olha só. Eu engordei. É mole? Juro que pensei em trapacear. Colocar uma foto antiga da pesagem no controle do peso. Sábado passando em branco, dia de pesagem. O último já passou, sem resultado. Eu fingi que nem era comigo. Mas assustei e já é sábado de novo.

Penso assim: mas que merda, de que adianta tanto blábláblá se no final das contas eu não só não emagreci como ainda engordei? Read more

post da fal

Eu resolvi postar hoje aqui uma das coisas mais legais sobre ser/estar gorda. Foi a genial Fal que escreveu. Eu chorei no dia que li isso pela primeira vez. Só estava esperando ela autorizar pra postar. E hoje ela autorizou. Eu tava doida pra colocar aqui pra todo mundo ler também.

Gordos e magros. E principalmente pras pessoas cheias de boas intenções e doidas pra emagrecer os entes queridos, os vizinhos, os amigos, etc.

***

Leiam: Read more

segredos da gordinha feliz

segredosgordinha.jpgTinha escrito um post meio-amargo (mas claro que não estava bom que nem o chocolate). Reclamão. Mas na verdade, eu estou com preguiça até de reclamar. Eu tenho feito um esforço há algum tempo pra parar de reclamar. Reclamação só na terapia, que reclamar é muito chato (embora eu seja uma pessoa super paciente com reclamações alheias). Mas eu tô num período eu não me aguento. Deve ser por causa da semana de Saturno que eu estou vivendo. Mas dia 22 vem Júpiter, meu padrinho, e as coisas hão de melhorar.

Então, que ninguém merece post-reclamão, eu vou colocar um livro aqui que consumiu minhas horinhas de folga ontem. Li numa sentada. É um livro muito bem humorado, que põe o dedo na ferida de uma forma muito legal. Daqueles livros que em vários pedaços eu pensei: Nossa, mas eu poderia ter escrito isso! Escrito por uma gordinha, claro. Garota Gorda, como ela prefere ser chamada. Recomendo muito. Toca em assuntos que tem pontos em comum com dois outros livros muito interessantes, mas é menos profundo, digamos assim. Tem paralelos com o Mito da Beleza e com Gordura é uma questão feminista. Aliás todos dois disponíveis no blog Feminista. Read more

tiranias

porquecomemos.jpgEssa semana eu li esse livro. Porque comemos tanto. De Brian Wasnick. É bem mais interessante do que eu esperava, foge do muito óbvio no assunto comer. Eu até posso (e vou) falar um pouco mais sobre ele em outra ocasião, mas agora preciso dizer sobre algo que acontecia comigo e que este livro nomeou. E ao nomear, clarificou muito a coisa. Porque a gente sabe que as coisas sem nome ás vezes são invisíveis, mas às vezes têm um poder muito grande. Um poder mais fluido, mais insidioso.

Pois bem, ao ler este livro, bem lá nos finalmentes ele fala de um fato que chama de “a tirania do momento”. Que seria o seguinte, nas palavras do autor: Read more

sábado

asanasyogameditation.jpgAcho que sábado é um bom dia para as atualizações. Sábado eu tenho tempo e cabeça mais tranqüila pra me dedicar a escrever e pensar e posso manter um horário de pesos&medidas mais regular. Esse sábado é um fiasco total, pois eu não fiz nada, eu engordei até, embora a balança acuse o contrário. Mas minha balança pl*enna é meio ruim, ela acusa quilos a menos, está estragada, na verdade, desde que eu comprei, acho.

Mas o fato é que hoje, sábado, 11:34, as duas balanças em que eu me pesei acusam quilos a menos, o que é inacreditável, devido à tensão das duas semanas que passaram, com a doença e operação da minha mãe e com uma TPM brava. (Eu tenho TPM só por um dia, mas essa foi atípica, durou uns 5 dias porque estava atrasada.)

Read more

mocinha

148602g.gifHoje tive duas idéias, dois insights: Primeiro, a partir deste comentário da Greice. Que me fez pensar em que comer sentimentos, engolir sentimentos não é apenas isso, engolir o que não foi possível colocar pra fora, pode também ser o contrário, ou seja, a gente pode comer justamente o que não conseguiu segurar, as coisas que entraram em ebulição.

Enfim, pra mim, com alma de gorda, tudo é motivo pra comer.

Eu não quero ter alma de gorda, não quero precisar exorcizar minha alma gorda. Nem alma magra, minha alma tem que ser somente minha alma. Do meu tamanho de preferência.

Mas hoje a gente vive num mundo em que tem que simplesmente exorcizar o que se é. Nada parece suficientemente bom, algo sempre precisa ser freneticamente mudado na vida, na personalidade. Cultura do espetáculo, essa nossa. Bem espetaculosa… E eu que tô tão longe da mocinha. Read more

a volta dos que não foram

Meus livros de emagrecimento. Clique para ampliar.

Acho que esse blog já nasceu moribundo. Porque eu não quero emagrecer. Eu não quero perder quilos. Porque perder 15 quilos, engordar e depois perder mais 17, 20, 25 quilos é fácil. Quer dizer, nem tanto, mas a gente consegue. E sabe que consegue.

 O difícil é conseguir perder a compulsão (que desanda pra outro lugar), o difícil é descobrir porque estou tão gorda, porque fiz isso com Migo Mesma, como diz uma moça por aí… Difícil é perceber os sentimentos que eu como. Difícil é entender porque eu me empaturrei de chocolate ao invés de berrar. E mandar pra pqp. E não dei uns gritos. Porque claro que se engorda porque se come muito. É óbvio que tem que fechar a boca, tem que fazer exercícios. E se quiser uma vida mais saudável eu também já sei a cartilha. Essa parte eu já passei, então tenho que ir pra próxima. Read more

páris

Nossa, como é fácil julgar…Acho que é a coisa mais fácil de fazer nessa vida de meu deus.

Ah, vc tá gorda? Fecha a boca, faça ginástica uai! Preguiçoso. Imprestável. Caminhe, não coma chocolate…Não consegue dormir? Deita e feche os olhos… Ah sua mulher não presta? Divorcia… Sua filha é malcriada? Põe limite! Ah, seu filho é tímido? Você que é rígida demais, tudo tem regra, nada pode… Ah, ele é muito agitado? Você não tá fazendo a coisa certa.. Ele é estressado? Claro, você é super agitada…queria que seu filho fosse calmo? Read more

comu fas?

Para emagrecer é preciso uma boa dose de força de vontade, de firmeza, um certo desenvolvimento do principio de realidade (não sei se é assim que se fala). Acho que ninguém duvida disto.

Porque eu até acredito na tese do Dr. Gikovate, que é parecida com a de uma autora chamada Carol Munter de que as dietas (qualquer modalidade, inclusive a famosa Reeducação Alimentar) na verdade engordam e que as tentativas que se faz pra emagrecer na verdade em 98% dos casos fazem efeito contrário e que esse mesmo número (98%) de todas, isso mesmo de todas as pessoas que emagrecem, seja pelo método que for (inclusive na cirurgia de estômago esse número é de 80%) voltam a engordar. Read more

as outras

Pois é. A cara de pau aqui deu asas à compulsão, esqueceu de tudo que podia fazer (faça o que eu digo mas não faça o que eu faço) massagem no chacra, chá verde, mentalização e o resto todo e jacou até. A festa da jaca.

Juntou uma quinta feira de plantão infernal, (que renderia uns dez posts sobre a mediocridade e insensatez humana, mas que novidade né?), com uma TPM que está bem diferente da habitual* mais a falta eterna de planejamento, mais o estado da mãe, mais um evento altamente estressante no final de semana e deu em um festival de jacas…

Lembrei dos tempos de outrora em que uma blogueira light (da velha guarda hihihi) parafraseou a Cuca numa musiquinha assim: “cuidado com a jaca que a jaca te pega, te pega daqui te pega de lá…Read more

crianças insatisfeitas

Eu li esta notícia na Revista V*eja de 03/10/07 (aquela que tem uma reportagem absolutamente imbecil sobre o Che Guevara):

Um estudo da Universidade Federal de Minas Gerais mostra que 62% das crianças e adolescentes estão insatisfeitos com seu corpo. De acordo com a pediatra Ana Elisa Fernandes, autora do trabalho, essa proporção tende a crescer ainda mais porque os jovens se sentem pressionados pelos meios de comunicação, amigos e pais a se enquadrar nos padrões estéticos atuais.

Clique para ampliar

Procurando mais sobre a pesquisa, eu achei a dissertação de mestrado que deu origem à notícia e achei na Biblioteca da UfMG, está disponível para ser lida. Aqui você pode ver um resumo da dissertação citada. E também pode ser baixada e lida aqui.

Eu acho muito triste que isto esteja acontecendo, uma geração inteira de crianças infelizes com a aparência. E justo numa sociedade que valoriza tão desesperadamente a aparência.

significados

Significados Comuns do Excesso de Peso

Acho que é de grande ajuda ler esse texto aqui. Eu já tinha falado dele num post do velho blog, mas resolvi reeditar porque acho que pra começar é uma boa saber as alavancas emocionais que nos engordam. E achei que essa autora (apesar de cristã) vai no ponto. Eu disse apesar porque acho honestamente que não dá pra misturar as duas coisas a contento. Jesus e emagrecimento. Mas surpreendentemente ela faz uma boa mistura. E achei que ela pega no ponto. Que é o ponto de que o espírito engorda. E além de engordar a gente, engorda primeiro que o corpo.

Na época me rendeu insights, mas não foi pra frente porque eu não estava pronta para emagrecer. Agora vou providenciar a releitura. Mas já consigo identificar o que mais me engorda. E olha, não foi um caminho nada fácil identificar isso não, podem acreditar. Eu já sabia há muito tempo que comia sentimentos, mas não sabia os gatilhos, não sabia os componentes emocionais do lance. Esse livro, mais especificamente o capítulo linkado me ajudou muito. O resto é meio viajante, mas é legal também. Enjoy :). Read more

os dedos e o controle das emoções

Os Dedos Correspondem a Emoções, Elementos e Órgãos

A. O polegar corresponde ao elemento terra, e está associado ao estômago. A emoção correspondente é a preocupação.
B. O dedo indicador corresponde ao elemento metal, e está associado aos pulmões e ao intestino grosso. Está ligado às emoções da tristeza, do pesar e da depressão.
C. O dedo médio corresponde ao elemento fogo, e está associado ao coração, ao intestino delgado e aos aparelhos circulatório e respiratório. Está ligado às emoções da impaciência e da precipitação.
D. O dedo anular corresponde ao elemento madeira e está associado ao fígado, à vesícula biliar e ao sistema nervoso; corresponde à emoção da raiva.
E. O dedo mínimo corresponde ao elemento água; está associado aos rins e corresponde à emoção do medo.

Basta respirar e segurar o dedo corresponde à emoção que se quer controlar. A tendência é ela melhorar. Eu uso muito, mas algo no meu inconsciente não me deixa guardar quais dedos correspondem à quais emoções 🙂

Clique para ampliar

massagem no chacra da coroa

Para aplacar a compulsão, uma dica que eu li e que comigo tem funcionado é massagear o chacra da coroa, é o ponto que fica bem no alto da cabeça, na linha média entre as pontas das orelhas. É o sétimo chacra. Deve ser massageado em fricção lenta, que se aprofunda sem causar muita dor. Ele é indicado nos comportamentos maníacos.

Tem funcionado bem comigo. Depois eu vou colocar os mantras da Louise Hay para obesidade. Tem um outro mantra também que dizem que ajuda, depois vou colocar. E o mais importante: Vou começar a recitar né, senão não adianta nada.

hoje

Hoje eu comi pouco, mas não controlei, não fiz contagem. não deu tempo de comprar nem planejar. Na verdade, deu tempo de planejar, pelo menos, mas eu tenho uma tremenda dificuldade de elaborar cardápios. E improvisando é muito mais complicado. Eu estou me aproximando da TPM, que graças a zeus só dura um (mas infernal) dia. E deveria pela lógica estar devorando doces.

Mas hoje como eu percebi isto antes, fiz a técnica de massagear o chacra da coroa e não é que deu certo? (seja placebo ou não). Aliás, eu tenho um monte destas dicas assim, extra dieta que ajudam. Vou colocar aqui pelo menos esta do chacra amanhã. E também vou recuperar os mantras que ajudam a emagrecer. Não custa né?

pesagem 001

Primeira pesagem.

Hoje eu vou contar pontos direitinho. Ainda preciso montar um cardápio, essa é a parte mais difícil pra mim. Mas tenho que fazer, porque sem planejamento, minha dieta sempre vai por água abaixo. Também vou tentar passar a mentalização de duas para três vezes ao dia. E voltar pra ioga. e também comprar comidinha de acordo. E viva, que eu estou animada.

preciso parar com isso parte um

Então ele chega mau humorado* e eu como 5 pãezinhos do C*arr*efour. Credo, preciso parar com isso urgente. Preciso desvincular meu comer da raiva, dos sentimentos contraditórios. A culpa é só minha que me deixo afetar desta maneira. Ah nem, como diz meu filhote. Eu preciso pegar o ônibus né? Que tenho que ir ali ganhar a minha vida.

*Ou passando mal, ou de qq outro jeito que me desperte sentimentos contraditórios.

soltas 001

Sem dormir TUDO fica mais difícil. Eu fico mais intolerante, controlo bem menos a compulsão, o mau humor me
afeta muito mais.

***

E pintam as dúvidas fora de hora: o quão flácida eu vou ficar? Meu peito vai cair? Modéstia à parte eu tenho ótimos seios, bem demais pra minha idade.

Eu vou ficar bem? Vou desejar o quê se estiver magra?

***

A blogosfera light hummm…

***

Queria achar coisas interessantes, gente interessante…Nessa fase, que fale desse assunto. Porque gente interessante tem muita. Falta da Ana San. Da JJ Dani. E da Gaby, apesar dos pesares.

desvencilhar

Eu fico aqui pensando em como vou fazer para desvincular meu mal estar do comer. Por exemplo, toda vez que meu marido fica com raiva ( e não são poucas vezes, ele tem um temperamento raivoso) eu sofro de compulsão e desatino a comer. Agora mesmo foram seis (isso mesmo, seis!) mini pães de mel. É bem pequeno, mas tem o tamanho de um bombom alpino. e deve ter a mesma quantidade de calorias. Como vou engravidar de novo assim? Essa auto-sabotagem tá muito grande. É isso aqui vai ter vários momentos muro de lamentações sim…Porque meu nível de auto-sabotagem é muito grande. Eu preciso combater isso, preciso muito.

pense bem

antes de dar a primeira mordida

O seu compromisso de abster-se de comer compulsivamente é a coisa mais importante em sua vida, sem exceção! Você pode pensar que outras coisas estão em primeiro lugar, mas se você não se abstiver de comer compulsivamente e não for moderado durante as refeições, você poderá destruir suas oportunidades de se compreender e de vir a ter saúde, felicidade e paz de espírito. Se você está convencido de que tudo na sua vida depende de manter sua abstinência, é quase certo que você atingirá essas metas. Se você confrontar-se com o desejo de comer compulsivamente, considere os seguintes itens antes de dar aquela primeira mordida:

1. Cultive contínua aceitação de que sua escolha é entre infelizes farras alimentares e passar sem apenas uma pequena mordida compulsiva. Read more

o ônibus

Noite passada tive um sonho que acho que teve tudo a ver com um processo que eu preciso colocar em movimento. (A gente pode colocar um processo em movimento? Ou a palavra processo já pressupõe movimento?)

Eu sonhei que estava em Cataguases.

Cataguases é a terra da minha avó materna, minha segunda mãe, uma das pessoas mais amadas da minha vida. É a terra onde eu passei a minha infância, onde tudo de bom podia acontecer, era uma terra de promessas douradas. As promessas da infância. O tempo foi passando, (na vida real, não no sonho) e eu fui me desinteressando da cidade porque ela é uma cidade quente demais e eu sempre detestei calor. Mesmo quando eu era magrinha, tamanho 36*. E também por causa de uma tia que eu tenho. Uma louca maldosa. E porque eu cresci e a vida foi ficando menos dourada.

Mas o fato é que anteontem (na real) durante o dia foi o dia mais quente em 20 anos. Estava um calor insuportável. E coincidiu de anteontem também se confirmar a notícia mais triste que eu já tive em toda minha vida. [Minha mãe está com câncer, mas este é um assunto pra outra hora. Depois eu falo, dói muito.]

Então, voltando ao sonho, eu estava em Cataguases, mas tinha que pegar um ônibus urgente pra vir pra casa, pois eu precisava trabalhar. E o ônibus passava na hora X, mas eu já estava angustiadamente atrasada, parecia que eu não ia conseguir pegar. E o sonho todo se desenrolou nos preparativos sôfregos pra eu pegar esse ônibus. Incluiu tomar um banho na frente de estranhos, carregar uma banheira inflável desmontada, me preocupar e fazer planos para o que eu faria se não conseguisse pegar o tal ônibus.

Acontece que correndo muito, fico sabendo que o tal ônibus também se atrasou e que eu teria tempo se corresse mais ainda, pra pegar o tal. Começo eu a correr mais ainda. E quando chego na rodoviária, tinha que subir uma rampa, e no final dela tinha uma catraca e só podiam entrar no tal poucas pessoas por vez. E tinha uma fila imensa na minha frente, eu já tava vendo o tal ônibus prateado, e ansiosa pra conseguir entrar. Quando finalmente chega minha vez, quando eu estou na porta de entrar, já na catraca eu acordo.

Eu não entendo de interpretação de sonhos, mas acho que um psicanalista veria alguns elementos aqui…Só sei que acordei e o primeiro pensamento que tive foi relativo a emagrecer. E que finalmente depois de tanto tempo eu estou pronta, mesmo tendo acordado antes de subir no ônibus e que esse caminho é sofrido e longo mesmo.

O interessante é que eu tinha feito uma sessão de qi mental antes de dormir, pois tinha resolvido fazer ele de novo, já que foi a coisa mais eficiente que eu encontrei para emagrecer. Não dei continuidade porque basicamente eu estava me boicotando. Já que algo tão sem esforço emagrece eu simplesmente não fazia.

Enfim conto o sonho pra fugir um pouco da dor da notícia e para sinaliza pra mim mesma que já é hora de subir no ônibus em Marrocos. E de não gritar por socorro.

*Essa do tamanho 36 é porque segundo a tese de um cara que trabalha comigo lá na Justiça, só os gordos sentem muito calor. E eu fui magrinha mais de 30 anos, e ainda assim sentia MUITO calor.

soltas

A dieta é a do quebra cabeças. Preciso contar as peças. Não tenho idéias de cardápio, odeio pensar em comida! Mas amo comer. Agora todo dia o que comer, o que fazer, almoço, lanche, jantar é tão chato!!! Ai céus de onde tirar forças? eu não posso deixar que ele me paralise. Ele não, minhas reações a ele.

Cara eu preciso de idéias, de receitas, eu preciso reavivar o bom comer.

primeiro

O Livro

Passos do Livro:

1) Escolha de onde ir:

o Emagrecer 20 quilos.

o Embarcar na viagem de emagrecimento

2) Razões da Viagem. Objetivos(?) que podem entrar em conflito com a escolha desta viagem:

o Fome

o Compulsão

o Indisciplina

o Falta de planejamento do cardápio

o Falta de fidelidade a um plano alimentar

o Falta de compromisso com o emagrecimento mental

o Ansiedade

preciso

gordacabideEu preciso emagrecer. Porque já não aguento mais ter vergonha de mim mesma, porque não aguento olhar no espelho e me odiar. Dias a fio, horas e horas todos os dias. Preciso achar espaço para minha alma se ocupar com outras coisas mais edificantes. Muito tempo perdido, não aguento mais. Eu sou uma pessoa de sorte, eu tenho tempo livre na vida, mesmo sendo trabalhadora e mãe. Preciso aproveitar esse tempo com algo mais gratificante. Algo melhor do que desperdiçar e lotar meus dias com ódio por mim mesma.

avante

Dsc00225a

Pois é. Nunca esteve tão ruim. Mas eu não vou me deixar abater. Eu vou recomeçar e vou emagrecer. Estou já emagrecendo. Vivas ao novo começo. Agora é hora. Não vou desistir. Baby steps, um dia de cada vez, sem medo do vazio. Avante.

Pesagem I


Cintura:105,5
IMC 33,35
Obesidade grau 1
Objetivo Inicial: perder 10% do peso, 9,3 kg.
Significa chegar em 83kg. Eu consigo heim?

adeus dietas

elvgren01.jpg

Segundo a astrologia hoje estou vivendo uma revolução lunar. também segundo a astrologia a revolução lunar é um bom momento para se começar uma dieta. Eu até ia, sabe, mas resolvi dar adeus geral às dietas. Fazer dieta engorda. E eu quero é emagrecer. Acho que vou até criar um blog chamado “adeus dietas”. Pra ficar no lugar do finado leveza de ser. Não sei ainda. Talvez faça.

===

Eu sempre fui magra. No dia em que comecei a me preocupar engordei horrores. E a cada dieta engordava um pouco mais. a última foi há pouco e eu engordei. Então tudo que eu li sobre o fracasso das dietas me convenceu. Adeus dietas. Adeus para todo o sempre. Pouca gente iria entender isso, mas fazer o quê né?

Meu Querido (e Magro) Diário…

Eu me dei conta que minha agenda magra me faz muito bem e que eu havia abandonado a 005pobrezinha por muito tempo. Porque eu me saboto assim, vai entender… Deve ser realmente coisa de que tem muito medo de ser feliz. Preciso ler de novo o texto do Freud “Os Arruinados pelo Êxito”, para tentar descobrir o medo que tenho de ser bonita e atraente. A Luciana fez um post sobre isso e foi esse post que me fez pensar no que estou escrevendo agora.E por mais que eu tente não consigo descobrir o que me faz ser assim, me sabotar tanto e tanto. Talvez eu esteja subestimando o esforço de parar de fumar e realmente ainda não tenha reunido forças suficientes para o emagrecimento, para o aprendizado. Mas não adianta, porque o meu peso me incomoda e muito. Agora que o cigarro saiu de cena, (ele me incomodava mais que a gordura), eu queria muito emagrecer. 86, 4, parece até que a balança estragou e agarrou neste número, que já está ficando cabalístico para mim.
Read more

por que o mundo odeia as gordas

De todas as formas de discriminação, a que ronda as mulheres gordas talvez seja a mais perversa. Atitudes racistas ou homofóbicas são publicamente condenáveis. Por outro lado, parece que não há nada de errado em fazer piadas de mau gosto sobre a aparência dessas pessoas. Diferente do negro e do gay, o gordo raramente é poupado de comentários sobre o fato de ter emagrecido ou não -como se isso fosse o equivalente a ter mudado a cor dos cabelos. O preconceito aparece em diversas situações, como mostra a pesquisa realizada com 9.405 leitoras de Marie Claire. No caso da mulher, a gorda é ‘simpática’ ou, no máximo, ‘tem um rosto bonito’. Se quiser andar na moda, tem que fazer roupa sob medida porque o GG não costuma freqüentar as araras dos bons estilistas. Se for disputar uma vaga de trabalho, precisa torcer para que nenhuma magra queira o mesmo posto. E, se resolver malhar na academia, vai ter que superar a incômoda sensação de que é o centro das atenções. Porque o mundo não perdoa quem está fora das medidas.

“Ser gordo não é opção. É destino.” Quem afirma é o endocrinologista Alfredo Halpern, um dos maiores especialistas brasileiros no assunto obesidade. Aqui, ele explica por que às vezes é tão difícil emagrecer.

Marie Claire – Quem é gordo sempre come demais? Alfredo Halpern – Não. Muitas vezes, a pessoa gasta poucas calorias, ou acumula gordura com mais facilidade. Há, ainda, organismos que têm dificuldade de utilizar gordura como fonte de energia. E tudo isso pode ter causas biológicas.

Não. Muitas vezes, a pessoa gasta poucas calorias, ou acumula gordura com mais facilidade. Há, ainda, organismos que têm dificuldade de utilizar gordura como fonte de energia. E tudo isso pode ter causas biológicas.

MC – O que regula o apetite?

AH – O fato de alguém comer mais ou menos depende de, no mínimo, 50 substâncias que circulam no sangue, no cérebro, no tubo digestivo…

O fato de alguém comer mais ou menos depende de, no mínimo, 50 substâncias que circulam no sangue, no cérebro, no tubo digestivo…

MC – Há causas genéticas?

AH – São muitas variantes e todas reguladas por diferentes genes. Um desbalanço em determinado gene pode criar uma necessidade de comer açúcar que só algumas pessoas sentem, assim como um desequilíbrio genético de outra espécie faz com que alguém tenha uma fome voraz. E não é sem-vergonhice, é fome de verdade.

São muitas variantes e todas reguladas por diferentes genes. Um desbalanço em determinado gene pode criar uma necessidade de comer açúcar que só algumas pessoas sentem, assim como um desequilíbrio genético de outra espécie faz com que alguém tenha uma fome voraz. E não é sem-vergonhice, é fome de verdade.

MC – Nesses casos, é impossível emagrecer?

AH – Há quem não consiga, mesmo levando uma vida espartana… Poucos têm algum sucesso à custa de muito esforço ou de intervenções cirúrgicas. É preciso lutar contra forças químicas, metabólicas, hormonais e neurológicas, comandadas pela genética e facilitadas pelo meio em que vivemos. Até a capacidade para atividades físicas tem a ver com genética. Hoje já se sabe que o bebê de uma mulher gorda se movimenta menos do que o filho de uma magra. E assim será, por toda a vida.

Há quem não consiga, mesmo levando uma vida espartana… Poucos têm algum sucesso à custa de muito esforço ou de intervenções cirúrgicas. É preciso lutar contra forças químicas, metabólicas, hormonais e neurológicas, comandadas pela genética e facilitadas pelo meio em que vivemos. Até a capacidade para atividades físicas tem a ver com genética. Hoje já se sabe que o bebê de uma mulher gorda se movimenta menos do que o filho de uma magra. E assim será, por toda a vida.

****************

As formas arredondadas e volumosas surgiram naturalmente quando a baiana Eliana Kertesz começou a trabalhar com argila, há 12 anos. Hoje, a artista plástica é conhecida como a ‘Botero’ brasileira, com suas esculturas de mulheres gordas e sensuais, feitas com bronze, terracota, alumínio e resina. ‘Odeio a ditadura da beleza magra, e protesto através dessas formas fartas. As esculturas são o meu jeito de dizer que o gordo também é belo’, diz. Para Eliana, uma mulher que se diz nem gorda nem magra, o problema só existe quando a própria pessoa sofre com a gordura. ‘Mas não tem cabimento a gente se incomodar só porque está incomodando os outros. O que estamos vivendo hoje em dia é um patrulhamento.

****************

NÃO É PREGUIÇA

“A herança da tendência à obesidade não é diferente daquela que explica por que existem pessoas altas e outras de baixa estatura. Num mundo sedentário, com alimentos deliciosos ao alcance da mão, considerar a obesidade um problema de caráter é pura ignorância. Perder peso é empenhar-se numa batalha contra a biologia da espécie humana. Só os obstinados são capazes de vencê-la.” Drauzio Varella (‘Folha de S.Paulo’, em 2004)

****************

A MENTIRA DO CINEMA

Bochechuda e visivelmente mais cheinha. Foi assim que a atriz Renée Zellweger incorporou a famosa Bridget Jones, personagem que traduzia as angústias da mulher moderna -sempre às voltas com o primeiro dia da dieta, o último cigarro e a falta de namorado. Gordinha nesse filme, Renée reapareceu magérrima em ‘Chicago’ para interpretar a problemática Roxie. Como ela, muitos atores engordam e emagrecem a cada filme. E, para o público, fica a falsa impressão de que é fácil controlar a balança. “Mas isso só é possível quando a pessoa não tem tendência para engordar”, diz o endocrinologista Márcio Mancini. Quem não se encaixa nesse time é duplamente prejudicado: além da frustração pessoal, esse efeito ioiô das telas reforça o mito do ‘só é gordo quem quer’ na vida real.

****************

SUCESSO FORA DOS PADRÕES DA TV

“Nas novelas, tem gente que enfeita a história, e tem gente que conta a história. Acho que estou no segundo time”, diz a atriz Vera Holtz, que saiu no bloco da baiana Margareth Menezes vestida de “XL Bundchen”, no último carnaval. “A avenida é o lugar onde dá para brincar com isso. “E esse também é um jeito de defender as gordinhas”, diz. Na televisão desde 1988, Vera nunca se sentiu prejudicada por causa do manequim 46. “A rua é mais cruel. As pessoas dizem que pareço muito mais magra na televisão. E olha que a telinha engorda!”, diz. No papel de Ornela, na novela ‘Belíssima’, a atriz faz sucesso. “Acho que ela é popular porque está mais perto da realidade da mulher brasileira.”

****************

SENTADA, COM UM BALDE DE PIPOCA

Além da herança genética, ser gordo tem a ver com o modo de vida. ‘Os hábitos modernos promovem a obesidade. As pessoas passam a maior parte do tempo sentadas, a automação resolve quase tudo e, o que é pior, hoje os alimentos são mais calóricos e as porções aumentaram. O antigo saquinho de pipoca virou um balde’, diz Anete Hannud Abdo, endocrinologista do PRATO -Programa de Atendimento ao Obeso do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, em São Paulo. As mulheres que se tratam lá acreditam que a gordura é a causa de fracassos na vida amorosa, de frustrações profissionais e de todas as infelicidades. ‘Parte do nosso trabalho é tentar inverter essa lógica, mostrando que a solução desses problemas é que pode ajudar a emagrecer.

****************

COMO AS GORDAS SE MOBILIZAM NOS EUA

As integrantes do Fat Action Troupe AllStar Spirit Squad são mais que simples líderes de torcida: além de animar os jogos, elas agitam os estádios com sua luta pelo direito de não ser magra (www.fatasspdx.com). As Padded Lilies formam um grupo diferente de nadadoras: são mulheres gordas, especializadas em nado sincronizado, que defendem a idéia da boa forma em qualquer “tamanho” (www.paddedlilies.com). Formado por artistas gordos, o grupo The Original Fat-Bottom Revue excursiona pelo país mostrando o lado sexy da obesidade (www.bigburlesque.com)

****************

MODA X TAMANHO GG

Na temporada de desfiles de 2005, o estilista John Galliano escolheu apenas tipos fora do padrão para mostrar sua coleção – gordinhas, anãs, esqueléticas, gente mais velha e mais nova, mostrando que o mundo abriga muitas variedades além das modelos altas e magérrimas. Isso não significa, porém, que os dias da ditadura estética estejam contados. “O que se vende é a imagem da modelo esbelta ou da gostosona da novela. O mercado muitas vezes é cruel, assim como é da natureza humana a exclusão de determinado grupo”, diz a estilista mineira Graça Ottoni. Para ela, fazer roupas para mulheres gordas é difícil, assim como para qualquer um que fuja do padrão. “Trabalhamos em série. Uma pessoa muito alta ou muito baixa também deveria ter uma roupa feita sob medida”, afirma a estilista, que confecciona até o número 46. O estilista Lino Villaventura já criou até vestido de noiva para uma cliente com mais de 100 quilos. “Mas é complicado confeccionar em grande escala por causa das proporções. Tem quem seja mais cheinha nos quadris; para outras, o problema está no busto. A modelagem não pode ser padronizada”, diz Lino. Há, ainda, outro motivo: segundo ele, as próprias mulheres não gostam de ver roupas enormes na loja. “Mesmo quem é gordinha quer vestir roupa de magra. O preconceito não é declarado, mas existe, como no caso dos negros, dos nordestinos e tantos outros grupos.”

****************

PRESSÃO PÓS GRAVIDEZ

A atriz Nívea Stelmann controlou a dieta durante a gestação. O medo de ser taxada de gorda ronda as mulheres também durante a gravidez, um período em que as curvas generosas poderiam ser encaradas com mais condescendência. Segundo o ginecologista Renato Kalil, de São Paulo, mulher não perde mais do que 5 quilos assim que o bebê nasce – o restante vai exigir dieta e exercícios. Dependendo da urgência, tem quem recorra à lipoaspiração – foi isso o que a atriz Giovanna Antonelli decidiu fazer, oito meses depois do nascimento de Pietro, para complementar a perda dos 20 quilos que ganhou durante a gravidez. Para as grávidas famosas, aliás, a pressão para entrar logo no jeans é ainda maior. A atriz Nívea Stelmann, de 31 anos, nunca havia se preocupado com o peso, até engordar 6 quilos nos primeiros três meses da gravidez. Foi quando decidiu prestar mais atenção na dieta. “Eu me irritava porque os figurinos da novela ficavam apertados. Além disso, tinha de lidar com a falta de delicadeza das pessoas que não pensavam duas vezes para dizer que eu tinha engordado muito ou para mencionar o meu ‘bochechão’. Chorei muitas vezes.” Nívea engordou 14 quilos no total. Logo depois que Miguel nasceu, a atriz voltou à malhação e fez drenagem linfática. “Com tudo isso e a amamentação, perdi peso rapidamente. E passei a ouvir: ‘Que incrível, como você está magra!’. Poucos me perguntaram se eu estava me saindo bem como mãe. A admiração vinha por outro lado. Fazer o quê? O mundo funciona assim.”

Giovanna Antonelli fez lipoaspiração depois do parto (Valéria Martins)

****************

MILITÂNCIA VIRTUAL

No endereço www.magnuscorpus.com.br, a discriminação é o principal tema. O site é o representante brasi- leiro do ISAA – International Size Acceptance Association, instituição norte-americana que orienta e defende as pessoas contra o preconceito.

****************

MAIS GORDINHAS

Em 1975, a obesidade atingia apenas 3% dos homens e 8% das mulheres no Brasil. No último levantamento feito pelo IBGE, em 2003, esses números pularam para 9% e 13%, respectivamente. Hoje, 39 milhões de brasileiros estão acima do peso e, destes, 10,5 milhões são obesos.

****************

VOCÊ TEM PRECONCEITO CONTRA AS MULHERES GORDAS?

  • 66% admitiram já ter feito um comentário maldoso ao ver uma mulher gorda usando biquíni
  • 58% já se sentiram secretamente felizes porque a ‘ex’ do namorado engordou muito
  • 52% acham que é pior engordar 15 quilos do que reduzir o salário em 30%
  • 37% ficam incomodadas vendo uma mulher gorda comer hambúrguer com batatas fritas
  • 36% não iriam a um médico de regime que fosse gordo
  • 21% acreditam que as gordas são preguiçosas
  • 21% imaginam que, se um bonitão está com uma mulher gorda, é porque existem outros interesses
  • 18% dizem que uma pessoa muito gorda deveria pagar por dois assentos nos aviões
  • Apesar disso, 77% gostariam de ver uma gorda como protagonista da novela das 8. 9.405 leitoras responderam ao questionário online preparado por Marie Claire

****************

ESTÁ PROVADO: OS GORDOS GANHAM MENOS

Cada ponto a mais no índice equivale a R$ 92 a menos no salário, em cargos de gerência. “Talvez isso aconteça porque a pessoa gorda é associada à idéia de lentidão no trabalho, isto é, menor produtividade”, explica Case. Além de ganhar menos, os gordos geralmente perdem na hora da seleção. Segundo uma pesquisa feita pelo grupo Catho, em 2005, 65% dos diretores de empresa admitiram ter alguma objeção em contratar pessoas gordas. “Não levantamos os motivos. Mas, na minha opinião, quem tem o desleixo de engordar também vai ser desleixado no trabalho. Isso pode justificar a rejeição”, diz Thomas Case, fundador do Grupo Catho.

****************

NA REDE

Única no gênero, a revista virtual www.criaturagg.com.br conta com 3.200 leitores cadastrados. Dirigido por Kátia Ricomini, o site informa, por exemplo, como é possível requisitar um cinto de segurança mais longo no carro ou como obter a carteirinha que dispensa a passagem pela catraca nos ônibus. “Ninguém precisa passar por essa humilhação”, diz.

FOTOS: REPRODUÇÃO/ARNALDO MAGNANI (GETTY IMAGES)/KEVIN WINTER (GETTY IMAGES)/MARK MAINZ (GETTY IMAGES)/ DIVULGAÇÃO/MÔNICA IMBUZEIRO (AGÊNCIA O GLOBO)/OTHER/FRANÇOIS GUILLOT (AFP)/KATIA RICOMINI/CAMOMILAH, DIVULGAÇÃO/MARCELO CORREIA (DIVULGAÇÃO)/GABRIEL REIS AGRADECIMENTO: FNAC (ILUSTRAÇÃO BOTERO)

Matéria da Revista Marie Claire do mês de abril de 2006.

    Caindo e levantando

    Caindo e caindo e tentando levantar
    Reproduzindo o post do meu blog dos cem dias, porque é assim que eu estou me sentindo…

    Cansada e precisando urgente corresponder (nem que seja só um pouquinho) às minhas próprias expectativas…Pelo menos não estou engordando, mas queria emagrecer uns dois quilos pra renovar o pique. Acho que o metabolismo está se ajustando agora ao fim do cigarro e por isso eu não emagreço. Não tenho comido chocolate, estou na quaresma de chocolate, então deveria estar emagrecendo nem que fosse pouco, mas estacionei, por isso parei de postar cardápio.

    Estava anotando mesmo sem postar, anotei até a metade do dia 8, (com os sentimentos e tudo, no molde daquela tabela, com TODAS AS JACAS) e parei quando vi os ponteiros não saírem do lugar, desanimei. Vejam a foto.
    Fiquei mal comigo mesma, ia desistir, como sempre passa pela minha cabeça. Não estava fazendo nem o qi mental, logo eu a maior propagandista do negócio e um troço que leva seis minutos em 24 horas!!! Afinal, eu tenho blog desde 31/10/05 e não emagreci um único quilo. (Emagreci sim neste tempo, mas estou de novo com o peso do começo…) Olha só..

    (Coloquei a bruxinha que a Ana San me deu pra dar sorte) Mas aí vieram um monte de coisas na minha cabeça, e alguns pensamentos importantes, como desistir é desistir de mim. E outra, quem para de fumar e não engorda, heim? Eu não engordei e devia estar dando graças a Deus só por isso. E é claro que estou grata, de uma outra vez eu parei e em um mês eu engordei cinco quilos. É isso mesmo, cinco quilos, um saco de arroz, em bem menos tempo. E adivinhem???? Foi por isso que eu voltei a fumar!!! É triste mas é verdade.

    E agora, nem um quilo, nenhum mesmo, e sem fazer dieta ou reeducação (no sentido estrito do termo). Mas entre o cigarro e o peso, eu prefiro engordar. Claro que vou tentar não ficar totalmente descontrolada, mas fumar de novo nem passa pela minha cabeça. E o mais engraçado é que eu achei que nunca conseguiria ficar sem cigarro, que eu seria daquelas pessoas que iriam morrer fumando e por causa de fumar…
    Então de qualquer modo estou no lucro. Dizem que para se consolidar um hábito novo são necessários uns dois meses. Então eu caindo e levantando vou recomeçar. Sem grandes expectativas, só mesmo com a vontade grande de não engordar. E daqui a pouco quem sabe emagrecer. Pois eu já vi que o que eu queria pro meu aniversário não vai dar, então se eu emagrecer um quilo só, vou estar feliz.

    Então isso significa que vou voltar a anotar o que como, sentimentos e tudo. E vou olhar e escrever mais no meu diário de magra, deixei ele abandonado, e ele estava me ajudando tanto…Assim eu só perco se for no último round. É isso.

    Encontro

    Só passando para dizer que essas meninas são maravilhosas e que foi uma experiência incrível ter conhecido as três. No sábado nós rimos tanto, mas tanto que eu até emagreci! :o) Não lembrava mais do tempo em tinha rido daquela forma…Tá vendo como ser feliz queima calorias? Nós nos encontramos três vezes e todas três foram maravilhosas.

    A Ana me trouxe dois presentes que foram tão acertados… Parecia até que ela já me conhecia. Vejam que doce…

    Agora algumas fotos dos encontros…Estou esperando as meninas me mandarem mais :o))

     


    ****
    Depois vou atualizar tudo, peso, cardápio lá no outro blog, etc., mas agora ainda estou meio na correria e com crise de preguicite. Sem contar que a foi a semana da jacaria total… Não fosse o bom senso da Marina, que nos levou a um lugar com comidas light maravilhosas, teria sido bem pior.

    Mas é pra frente que se anda. E eu tenho fé que mais cedo ou mais tarde eu consigo mudar.

    Então aí vai uma frase do lindo livro que a Ana me trouxe, que muita gente deve conhecer mas que não é demais lembrar:

    Se você continuar fazendo o que sempre fez, continuará obtendo o que sempre conseguiu. Para conseguir algo diferente, faça algo diferente.”

    Joseph O’Connor
    *****************
    Resolvi começar a postar com meu nome verdadeiro. Um comentário da J.J. Dani me alertou para alguma coisa que eu não tinha pensado. Evel (Leve), parece muito com evil…E eu não acho que essa palavra tenha uma energia muito legal rsrs! Então prefiro meu nome verdadeiro, que eu adoro. E já que mostrei o rosto, porque não o nome, não é?

    Ainda o Qi…

    Ainda o Qi

    Meninas, façam o Qi, porque FUNCIONA!!!

    Turma

    Turma
    Nossa, como eu li post e comentário bom por aí hoje!!! A Gaby, a Beth, a Ana San… Adorei as reflexões, e vejo cada vez mais como essa teia que vai se definindo aos poucos de pessoas com objetivos parecidos faz bem pra gente, como é motivador. E um agradecimento da Marina me fez pensar isso, como é bom ter apoio. Principalmente eu que estou na vida de blogueira há pouco tempo, tentando me disciplinar, me fazer diferente..

    Pensando alto

    Pensando alto
    Será que existe algum medo (meio subjacente) de ficar magra?
    E se existe, porque ele está aí? É engraçado a gente se sabotar tanto, engraçado a gente cometer os mesmos erros todos os dias sabendo que está errando… O ser humano é curioso mesmo. Qual será o medo real embutido por trás de não conseguir emagrecer? E será que é medo realmente? Eu vejo gente que é teoricamente fraco diante da comida (como eu) e são umas fortalezas para coisas muito mais complicadas para a maioria dos mortais (ditos) normais. Então certamente não é uma questão de fraqueza de caráter, embora sejamos toda hora bombardeados com essa mensagem. O que será então? Bem estou só pensando alto…

    Em Forma de Dentro para Fora


    Do livro “Em forma de dentro para fora”, de Victoria Moran
    516dNOZFTYL01. ACEITE-SE COMO VOCÊ É HOJE
    Se você não se aceitar como a pessoa que é,
    não viverá plenamente e, se não viver plenamente, terá de
    encontrar essa plenitude de alguma outra forma.
    ACEITAR QUEM VOCÊ É, DE CORPO E ALMA, não garante que você vá emagrecer. Contudo, isso a coloca na posição ideal para emagrecer — não apenas mais uma vez, mas de uma vez por todas. Se você não se aceitar como a pessoa que é, não viverá plenamente e, se não viver plenamente, terá de encontrar essa plenitude de alguma outra forma.
    Pode ser difícil aceitar a si mesma se você for uma pessoa obesa (ou se pensar que é), porque a cultura de massa veiculada pela imprensa e pela televisão sugere que ser gordo é abominável. Isso induz ao ódio por si mesmo, a mais comida e a menos exercício (“Não posso ser vista em roupas de ginástica. Vou fazer ginástica depois que eu emagrecer os primeiros quatro quilos”).
    Read more
    how are selective herbicides absorbed into a broadleaf weedlectins in green beanssccy pistol reviewjs bach cantata bwv 140sig sauer p229 elite priceelectro pneumatic paintball markerancaster hydrorayleigh boxing clubcome my way protojearthur wilson gwuraja ki aayegi baaraatinuvik weather historybenelli m2 14 inch barreljugo noni contraindicacionestuatsgenoise sheet cakephenethyl alcohol safetysasaco inc storepeta sheep shearing adgunpla londonkaren armstrong muhammad a prophet for our timeabruptio placentae medical managementhkey_classes_root remoteraccoon scent glandsworking rorschach maskeduardo diaz silvetiocado board of directorseliean61016 zip codescott stossel biographymimpi dreams gameplayvw 2276 reliabilityfurin cleavage site predictionpics of timothy mcveighcamden on gauley wv zip codenanotechnology antonymimam khaleel mohammedabou riad season 2 episode 26map of ancient pergamummossberg 22 plinkster high capacity magazinedaytrana manufacturerhow much protein is in a ostrich eggalexandria town talk classifieds petsmossberg 22 plinkster high capacity magazinepaisabazaar home loanpac 1 restriction enzymedr woolley hand surgeonsukhoi su 30mkkaner tree imagesrewalk robotics ipobrookpark fireworksm58 gunsonia lacenconvert moneyline to oddsdarkspore free download full version pcdioscorea japonica seedslynching niggersemma marrone l amore non mi bastapyramids of energy numbers and biomasssabel gonzales agepetit saint vincent island resortsaps pd scoresigma aldrich fortune 500bilateral sinonasal disease女子大 生 刺傷 事件was king tut murdered by aylectins in green beansgriffon bruxellois puppies uktsumkwe maplecrae waste my life lyricsus cellular 4g lte routeranthony t hinckschief wahoo is not racistgeorge hart csulbteracon montrealsig p226 scorpion for salestunned meat halal or harampaisabazaar home loanольга шувалова жена игоря шуваловаkosi flood 2008lee picariellokratos kills poseidonsemiology of graphics pdfpathfinder courtesanazael carreradomestic peace corps americorpsias 19 curtailmentgeorgsmarienhütte holding gmbhruger vaquero 357 bluedbarbra streisand barry gibb what kind of foolnez perce courthousethe threepenny opera the ballad of mack the knifeewing's sarcoma research foundationallergic reaction to leech biteworking in a coal mine lee dorsey lyricsportal vorwerk ukcoker quarterback alabamam1 messier objectwegmans ocean twpcuriozitati matematicemount diablo community collegesusan misner bikinivineyard vines campus ambassadorsb dissanayake homede lage landen financial services inc paschoharie central school district ny243 wssm ammo for saledax cobra chassisktm x bow crossbowheart pfo echocardiogramarma 2 operation arrowhead demoseedless concord grape vinesp&g classic gymnasticsgreat escape theater in fenton missourifnh usa five seven 5.7 x28mmcamilla's cakeslubbock lineup july 2017does smoking weed everyday affect youopo squash in chinesethunbergia varietieshow many megalodons were there in the worldweapon mounted laser designatorbombardier q400 nextgen aircraftst michaels macclesfielddream theater wiltern ticketshydroxyproline estimationwww pmaa orgmde presents world peacesig p210 targetmount diablo community collegesteyr mannlicher ukdefine cargo cult pilgrimagesnorting kratom extractecstasy molecular formulacmc journal impact factorpall mall cigarettes menthol buttonglendale az city clerkmarlo from rhoasirius black get away from my godsonedburtonodeon cinema southendsnorting kratom extractbrocken inagloryremington 870 wingmaster wood stockw3schools html paddingpengertian targetingpatrone meaningwozzeck act 3sofia the first the mystic isles episodecoccinellid beetleturning kief into hashfallece carlos villagranunder the harrow idiomflurazepam 30 mg highzappacosta agecourier mail obituary noticespalo rosa bags mexico2004 kia amanti starting problemsofficial ffa scrapbookpentatonix 11th performanceworking in a coal mine lee dorsey lyricspoltern spielepics of bugsy from bedtime storiesbixbite berylittl meaningmn twins radio streamkris tonto parontoaics stock remington 700 long actionclub 555 tanger moroccounambastudent media ncsubormioli glass jarshardball keanu reeves full movieplanting bald cypress seedsremington model 770 270 reviewsmicrosoft image mastering api v2 xptae tris acetate edtaikea catalogus 2017 onlinemotorky 50ccmkatin 1954ocotillo seeds for salehk mp5 semi auto 9mm for salerifts south america pdfqualcomm stadium fireworkscurrent weather in mashhad iranstoeger luger 22 partscanons of dort pdfdell u2412m monitor specificationsdefine trochaic pentametermuhammad ali and howard cosell relationshipлора спенсерfamilia roggioft berthold indian reservationruger mini thirty rifle review101xp rubishop airport flint michigan airlinescod swift bcrдекриминализация наркотиковwww rcsd k12 in usinsudjohn filson toronto starmelinoe daughter of hadesamphetamine dextroamphetamine extended releaseplanes el chupacabra toymilsurp mausercode breaking machine at bletchley parkempanada factory los angelesclean machine wellsboro pacorrosion of conformity mine are the eyes of godhow tqm can help in achieving targets of environmental managementnura rise of the yokai clan rikuo and kanaiui timing frozen spermrotary viscous dampernailbomb tour datescontinuous carbonless formsblack djarum clove cigarettesgandhiji first satyagraha in indiamasseto wine 2012gamma hydroxybutyrate powderpygmy marmoset pet lawsgunnison sage grousekehormatan dibalik kerudungotl headphone amplifierstockholm kulturnatt 2017kronenbourg original ukcentre de désintoxication drogue parisjacob bunton emmythe ramones rockaway beach livepenny dreadful theme ringtonefolded dipole yagi antenna calculatorserbuk penaikdtw to scotlanddell optiplex 170l hard drive10 gauge flare gunkaki king david lettermanmarlo from rhoarabies immunoglobulin indiastonestream shower reviewsfarne lighthousejapan earthquake 1923 richter scalewhat is a navel gazerinvitation to hell wes cravenrigla onlinegandhiji first satyagraha in indiabromoil paperboss bison ranchmad dash delivery lewistonberetta cx4 carbine 40swgundam seed kira and flaynailbomb tour datesaviação civil guia do estudantelatex presentation template beamer downloadrogers ftthpacey con funny or diegrace presbyterian church christchurchpersonnel action form shrmolig definitionmason lykessig p226 scorpion for salesig p226 legion holsterusb cec adapter xbmcbomarc missile basejoe mangione san antoniovibration exciter wikipediabest school districts in chicagolandwaffen ss choirhow much protein is in a ostrich eggallergic reaction to leech biteomaha steaks free shipping coupon code 2015brussel sprouts dictionarytarot reading london covent gardenthermowell rtd sensorbombur memekratos kills poseidonharborside golf course illinoiscrt tv repair coursejustin bieber diplo bankroll33 hysan avenue causeway bay hong konghealey beacon jeepthe seduction of joe tynan trailerdell latitude e4300 drivers windows 8kata kata dalam film radit dan janinon nicotine hookah flavorscadbury dairy milk bubbly priceconvert audio 44.1 khz to 48khzmakalah reaktor nuklirwww seaturtleinc orgkamal kanta batrais a neurofibroma encapsulatedk2 psychosiszigaretten zusatzstoffeisschemenetley police collegepriapus garden statueejection murmur definitionpiezoelectric igniter how it worksfidelity investments westheimerschizophrenia blackoutsedelman vascular conferencemuhammad ali and howard cosell relationshipwww bountiful blessings ministries comgreg barskyticn coating for cutting aluminumhow to make a bond tradeablejanam sakhi bhai bala ji in hindindp 2017 fireworksdating standard crossword cluepma batch namescubango riverque es hemolisisوخلقناكم ازواجاbig pun noresuzuki samurai motor mountsanathema deep tabgastroenterologo especialista en colonperiampullary growthmartika i feel the earth move official videowas bedeutet sure im koranshotgun bandoleersensor induktiflord of the rings gates of argonathdeniz hasgülerivanpah roadg5rv installation pictureshow to make a 3d helium atom modelhow to make a bond tradeabletaurus pt92 accessoriespenedes spain wineriesreturn to nuke em high volume 1 onlineprophet gregory vossconhecendo o braço do violãowhat is marilyn manson's religionlongmire visitor centerkatharsis shirtparable of the farmer sowing seedswww stelmosjeff ingram amnesiawhere is don rickles buriedkobelco corona caþorrablót 2018t5 gearbox strengthdell 7537 i7 specificationecig nicotine poisoning5 bromouracil mutationufc 121 undertakerconcordia legal clinicxkcd password dictionary attacktds telecom modempipeline leak yellowstone riverson of a bitch 意味mountain dew price 2 literheavenly days yui aragakiwhat was harriet tubman's full namecorey wootton childrenlile quarrysuny oneonta planetariummda censorshipseptember sarno morgan stanleypato en nahuatlpll megaminxbest scope for a remington 700 7mm magboxing lowell auditoriumrandalls on expositiondr n ganesh bhopalmossberg 464 lever actionhosa national leadership conference 2017رقص رانی موکرجیportsmouth train station to gunwharf quaystesco express bicesterimbecile test answers spot the differencevibration exciter wikipediaadrenalize me lyricscooperativa cafe timorare vapes safer than cigarettesheavenly gates cemeteryledisi concert in greensboro ncsugo di pomodoro all arrabbiatadork diaries deutsch der filmgalt renovationsaau basketball teams albany nymakalah reaktor nuklirdaewon song skate morepatterson starter alternatoramera eidhotel mont royal chantilly franceeverett woodson biographyalberta canada vital recordsleyland cypress usesindian rubber ball lacrossemaritime manning agency in ceburadome missileeda scrabblewilmington ma 01887 usakorean drama with chaebol backgroundmsc in hotel management nchmctmcville indianaold clough lane worsleydmx 512 controller tutorialhow to kill hantavirusbilateral sinonasal diseaserajiv kumar ias 1981ferroestenebss qualificationis a 96.6 temperature badpaolo nutini let me down easy mp3bergesen norwayzefiro italyyamaha fgx 730 reviewwilliam singe i alex aiono march 16howa 223 heavy barrelkratos kills poseidonnon nicotine hookah flavorsvickers viscount interiorvickers viscount interiorocotillo seeds for salepercentage of blood volume occupied by erythrocytestime blindness barkleylab diagnosis of hiv slidesharehss cardiologyintel core i7 3960x socketdolby encoder pluginking canute wavescolt 100th anniversary 1911 for saleargelati milanorowing pictogrampurna purushottam narayancimorelli heightkorean drama with chaebol backgroundclamav milter sendmailkosi flood 2008food poisoning incubation chartias 19 curtailmentreaganite republicanis vaping legal for minorsaguilas del america new jerseyitnaiyograj singh ageoasi contributionreturn to nuke em high volume 1 onlineаркадий северный караванdo waqt ki roti shayariwilkes barre scranton penguins scoreadlertagprepar3d controlsacer pew71 reviewrcss torontoreactive armor tilesarsenal season ticket waiting list updatechatter creek ciderdiego boneta in mean girls 2dev craft completeamplified creatine side effectsgreg macalusokel tec plr 16 riflesleeping draught potion recipedylann roof birthdaytabla de numeros aleatoriosdebitkarte schweiz1 4 bromophenyl ethan 1 onetarffrase de caini maricaroline kennedy schlossberg engagement ringfarne lighthousemossberg 500 breakdowntowkio ft chance the rapperrussian mosin nagant 91 30 pu sniper scopeاحمد وفيق وزوجتهdownload song hookah bar from khiladi 786mc lyte it's all yoursgeorge hart csulbfancy goldfish fin rotdouble bit throwing axecolt delta elite 10mm magazinesarmide lullymierda sinonimotwiig comliver decompensation life expectancyhaviland limoges china white with gold trim101 in 1 explosive megamixvukovar broj stanovnikaricky's liquormtvindia com splitsvilla 9everwise pricingclairvoyant durhamfirst ever triple backflip bmxhow to punctuate newspaper titlesdr ross morrison independence mosnake river white sturgeon caviarstill fly big tymers instrumentalpersian beef koobideh recipetelogen effluvium pictures femalekirschwasser cherryduluth haunted ship 2016griddlers net androidfarhiya abdihonda civic taglinepapa criolla substitutepenjamillo michoacan 2016donna was a few blocks away when bombs explodedbehcet's ulcers2 cheap cars christchurchpce valuationsdani hainsflorida panthers trocheckkingsfold methodist churchtroy aikman draft 1989zigbee api tutorialted talks daniel kishdempsey's baltimoreopus vivace reviewak 47 milled receiver folding stockprior service marine recruiter near mekirsch lorraine recipeprussian prepositionpenny dreadful theme ringtonefettehel angel gris dolinabeartooth go be the voice lyricsepia brasiliacanons of dort pdfuniikki pituuscorey wootton childrenabruptio placentae medical managementgmp qsr environmentjan magnussen nascargolden barrel cactus carebahia honda key largosmith and wesson 327 trr8 357 magnumis sassafras poisonousdriftwood moody blues youtubelånekassen stipendsusan misner bikinicarlos takam boxerszałwia palenievimana textscolorimeter pdf downloadgun licence nsw categoriesaicha khaled lyrics translationseventh day adventist bible commentary volume 5dogfish head documentarybromoil papergoby fish and pistol shrimpблудливая калифорния 7 сезонsa330jfederal halfway house okclateral incisor loosesedona lutice age sub zero heroes trailerboil and bite mouthguard materialsuryavanshi history in hindihrc hardness to brinellremington 870 wingmaster slug barrelttd diary 2018farne lighthouseclayton county bidsicon hotel prague booking comlake jellico nswlatisse styeed sheeran houston presalenikolay martynovumass amherst marketing major requirementskingsfold methodist churchsteve hollinghurstdr mark vosslergsxr1100mdragon's breath vodkaconvert btu to kj kgdefine isotonic solution in biologyrwanda juvenal habyarimanadr fogtjeckel brothers albummaino million bucks official videoquetzalcoatl significanceanson mount cullen bohannonfixing magsafe power adapterfancy goldfish fin rotsig sauer m400 ar 15 rifleredundant conjunctival tissuepadrasto gayjosephine pryde traindevils head merrimacjre 1.7 free download for windows 10 64 bitambareesh agedevy meaningmicrowave absorber wikidr sundaram cardiologistleather balisong sheathtolnaftate clotrimazolewhat is piccolinipunisher otf knifejt stealth paintballpaisley piperscigna advantage formularydiablo 3 best equipment for demon huntersarego italyvigilante airsoft revolverwhirlwind propeller problemsda vinci madonna and child with a pomegranatefrankie edgar ufc 211glock 23c gen 4vhf aerial splitterdoctor who van gogh painting tardis explodingsketch club london mayfaircan you play terraria cross platformjoann hagen boxer2 cheap cars christchurchdo women's menstrual cycles sync upflitwick to luton trainmarilyn monroe cal neva lodgeafrikaans liedjies vir ma2013 ap chemistry frqcapacidad espectadores camp noudoes termidor workhertz uae leasecuando crian los canariosdrexel university rush buildingsaldie ēdienicurrent weather in mashhad iranmarie curie lebenslauf5 htp and phenibutecigs safe 2015nba players with torn meniscuschemo drug rituxancaravaggio beheading of st johnryerson public school hamiltonstrzelecki desertlatisse styem99 sniperjoule calculator airsoftmeerkat enclosure design4most firearmsdixie land oil co llcair conditioning in cars benzenelilyhammer reviews ny timesphenibut bodybuildingmarlon brando resort tahitisummoners war element guidetesco express bicesterretail space for lease tysons cornerminqinporphyria biochemistrynatchez trace nashville to tupelodried cyanescens mushroomsconvict chalicetembleque de coco puerto ricousb cec adapter xbmcsat gps locate downloadtupac shakur strictly 4 my niggazuscis applicant vs petitionereverbank insurance departmentcaramel sundae burger kingwalther ppq front sight30 30 winchester ballistics chartbandoleer ammunition pouch1961 chain bridge road mclean va 22102arizona medical marijuana proposition 203firefish hammerhead for salegus garcia middle school san antonio texasadvanced armament 300 blackout rifleweapon mounted laser designatortvs jupiter zx review93.7 beat houstonkara goff softballgunheadsgreta magnusson grossman lampmde presents world peacedruids caves derbyshiregod's communicable attributesattijariwafa bank englishsaguaro blossom scottsdalenovae artesegon krenz 1989robert dickinson lighting designernunchaku chain kitgunzonegunpowder scale walmartacid scarification of seedsgun shop richland wanamaskar yoga colombiabise multan intermediate result 2016argentine tango sheet musicjeff botterillkashmir house rajaji marg delhitony dungy charitygunpla londonsalonpas singaporegandhara school of art pdfelvis costello down among the wine and spiritspygmy marmoset pet lawsnaruto shippuden capitulo 450autoaceptacion en psicologia1950 general motors futurliner parade of progress tour buskernel poppers st augustine websitedifferentiator op amp gain equationdistal interphalangeal joint pain toegunga din poemhighest utqg rated tireдекриминализация наркотиковchelsea kane lovestruckloretta lynn mentorlupinus albus seed oilmcfarlane beatles yellow submarinejonestown guyana south americaavidemux gratisphylum arthropoda respiratory systemdoes smoking weed everyday affect youbighorn backcountry maploratadina ambroxolgluconolactone phmacy's chapel hill mall colorado springslotte hollandsjeckel brothers albumdiseases that mimic appendicitisritchie pickett funeralnomenclatura dos hidrocarbonetosjre 1.7 free download for windows 10 64 bitbellway homes liberty nottinghamis it illegal to vape indoorshenri matisse apollon 1953courtney love uncooldonatella versace giovanebanda xerovapen clear pentun dr mahathir contribution to malaysiakurt cobain oh well whatever nevermindlirr fare tableaaker brand identity model exampledr hejnamarin outdoor antique marketnahm jim dressingkometic snowmobilemuku narutoadvance auto parts university blvd jacksonville flprincep ghat timingrua mediterraneo 451crystal symphony current itinerarymoluscum bumpsextremosagauhar khan and kushal tandon newsdefine penknifemichigan dhs office locatorpacey con funny or diejeckel brothers albumadenoid glands swollenlorex live video baby monitorscleral contact lenses brandsatta chakki in englisheneatipo 6jorge gelpi pagantony dungy charitypregnyl injection during pregnancysandal drama episode 11all bark and no bite idiom meaningpalais prinz carl heidelbergmaputi meaningwww pmaa orgshinnok stage fatalitylifehacker ipad jailbreakoutdoor movies woodinville wadisneyland squishiesjpql hibernateiso 14644 2 cleanroom standardssandhar groupcolorimeter pdf downloadvca igg levelrip rook exhaustnystatefair ticketsstoeger luger 22 partsmola chillindavinci resolve stillsstratoliner tire sizexubuntu 16.04 reviewplutarch heavensbee catching firedubinsky vs crosbyfurin cleavage site predictionsomatropin drug classdavid p fitzgerald gainesville flwinchester 1300 defender magazine extensionwww rcsd k12 in uskiwisaver holidayamerican ninja the confrontationaflcmc eglinhostigamiento en inglesrrc cr mumbaierdem moralioglu clothesditch the label habbosalvia leucantha whitekenwood home appliances pakistanreyhan baharatsabzarmitch rossell cdyaki mandu near mepokemon you re a star larvitarsounder with strobe lightdhaka to australia flight durationdisgusting semlakernel poppers st augustine websitehired girl schlitzthe rocketeer vhsstand up waverunner for saleberetta 92fs slide lockweather hanoi hoàn kiếm hanoi vietnamim lost without you bebe and cece winans lyricsdr christopher digiovanni mass generalseema chackodaggerfall screenshotseva haulepuyallup river watershedis a neurofibroma encapsulatedseawolves swimmingfederal halfway house okcclinch county school calendarppti coma trip to holland by emily perl kingsleyaflcmc eglinc2 taser gunapostol együttesengelberg tourist attractionskana nishino sukicondor viking ironside swordhp compaq mini cq10 specificationspokemon x luigi tcg boxdodge 318 4 barrel intakeyacht gyro stabilizeranna kendrick snl french skitkeurig k cups knock offbeaujolais nouveau 2015 wine priceportalitofichier pdb238 orchard boulevard orchard residencescách làm mứt gừng sợijan magnussen nascardv lottery 2017 winners listbaltazar enrique porras cardozostiegl salzburger beera lens is transparent material with _____hired girl schlitzzefiro italyidexx veterinary softwareare the gnostic gospels truelewis lake campground yellowstone national park wyused sig p938 extreme for salemagic quadrant for business intelligence and analytics platforms 2017 pdflateral incisor looseilluminati intro secret worlddugout 2 staten islandticn coating for cutting aluminumdutdutan tattooperlman chamber music workshopregina spektor macy's paradepennsylvania lottery commercial 2012replacement bolt for remington 788shisha efectospatterson starter alternatormagic quadrant for business intelligence and analytics platforms 2017 pdfdev craft completerobby trammellhow to unblock adblock on google chromearmide lullydiamond mine cart minecraft videossugo di pomodoro all arrabbiatawater soluble fertilizers for fertigationkansas gun shows wichita101 in 1 explosive megamixfreegeoip alternativejan radziktitus el viajerolubbock lineup july 2017c# sql parameterized querypittsburgh half marathon 2016 resultscaramel sundae burger kingchurch street godalmingdulux weatherguard paint reviewsmorari bapu katha audio女子大 生 刺傷 事件are airsoft guns safe for 10 year oldshenri matisse apollon 1953where to watch mbmbamspongebob the hash slinging slasher episodegmc topkick weightrafter slope calculatorbuck knives outlet storevijay chauhan parleв сто сорок солнцсерия симпсонов с трампомaib cards gpugigabyte geforce gtx 750ti 4gb windforce 2x oc edition reviewhouse foods java currysmith and wesson m&p 15 ftnico mak computing winzipcommon pleco water temperaturekaki bukit inspection centre operating hoursfarhiya abdilacul herastraufunction of basal ganglia pptcollie buddz mary jane lyricsopus vivace reviewplc sequencer logicinstalling t8 led tubescia abstract expressionismwacom scribek2 calcium paradoxp&g classic gymnasticsalief taylor high school football scoreslil bibby lil herb kill shitpaul zerdin partner39507 zip codepneumonectomy for adenocarcinomalawrence kohlberg moral development pdffestival almaxcartoon network firebreather movie part 1download mysql connector odbc 5.1sainsburys chairmancigna advantage formularykhronos group openclused firearms lethbridgegastroenterologo especialista en colonerdem moralioglu clothesmojza of hazrat muhammad pbuhroyal entrance fanfare trumpetджазовые этюды для фортепианоatomic blonde movie spoilerjk wrangler j8sangeet natak akademi award 2015snorting kratom extractdownload skype offline installer msiruger 22 45 mkiii targetdhesi rajatom schilling mein kampfdavid göttlermarlo from rhoaapple blossom 12 winchester varosco 22 pistolgunn britt ashfieldpotassium nitrate in toothpaste side effectsliterary devices in ode to a nightingaleadwords mcc login pagewas bedeutet sure im koranbunnings hendersoncolt delta elite 10mm magazines96x phone numberghile mearsole impact alicia sacramonedoctors and medical experiments of the holocaustlittlewoods spot the ball competitionhill top grand falls nb538 radio zendercheil malaysialynching niggersdr pessaheastside high school paterson nj joe clarkschool delays wilkes barre padr mark vosslerdzhokhar tsarnaev death rowmierda sinonimohydrochloric acid fumes inhalationsig sauer p250 22 pricejm smucker co orrville ohusg watroby co wykrywanike store at sawgrass mills mallsuntv kutti chutties latestgold digger lyrics bohemiadriftwood cursive lyricsfox sports 1 cox okcesse menthol super slimjoplin police department warrantsraja ki aayegi baraat movieold sugarlands trail smoky mountainstui grass seedthe brady bunch kellys kidsmontgomery ward 12 gauge double barrel shotguni can t hardly stand it the crampssig sauer tribalsobranie mintsdebitkarte schweizmatchless nighthawk 15current weather in mashhad irantbilisi prostitution pricemaneka gandhi petainglorious bastards latinosurvive food bank riverside capuyallup river watershedcoconut creek high school magnet programvod ex dividend date 2017eric mcmanus gainesville flremington sps 308 reviewextended magazines for benelli shotgunsmossberg 500 ati accessoriesyankee stadium birthday messageskosher meal malaysia airlinesrowing pictogramicis 2015 proceedingsdisposable hookah pen with nicotinecloudy scleracentre de désintoxication drogue parisseedless bongsbroomhandle mauser holsterjailbreak ios 7.0 4 redsn0wgeorgsmarienhütte holding gmbhdavis monthan aircraft storagehouma la elevationmoskva znamenitostipink grips for sig sauer p238ciorba de vacuta cu smantananeil gorsuch views on marijuanamr warmth the don rickles project streamingalan lee grandmaster throwing star 1980are oxygen tanks explosiveerie canal cycling mapdr archna parmarpurple fringed loosestrifetyson jost fatherandy siri for android apkwilliam singe i alex aiono march 16la mejor fm 98.9 el salvador onlineditch the label habbodelaware county spca no killgmc topkick weightwebroot antivirus for mac reviewsstandard catalog of smith and wesson 4th editionseymour isd administrationbrowning hi power pachmayr gripsnhl defenseman scoring leaders all timegrowing braeburn applesmaharashtrian kala masala recipebalco dopingrowdy roddy piper promohertz uae leasetommy sotomayor black lives matterfmca com storeeugene armstrong beheadingsebastian wolff test driveakarshan kumarumarex ppk magazinepaul mccartney ac cent tchu ate the positivekokology test about workspanish olive tree arbequinaconhecendo o braço do violãovca igg levelcoem microsoftbessie rossignoltobymac boomin music videoharold and maude playlistdmjm aviation partnersseema chackoröllekaharold and maude playlistconvert btu to kj kgportalitokamelot somewhere in timenombres indigenas venezolanosrandy crawford this old heart of minesparling definitiongraves disease shinsking canute waveskratos kills poseidonmgk the gunnerconvert 10z to gramsinfomart buildingopenwrt forkdr woolley hand surgeonconjunctivitis bloody tearsarvind rajaramanplayhouse disney go baby baby's big helperdillon companies inc king sooperssig sauer p229 elite pricelee kuan yew machiavelliair serv corporation louisville kysons of perdition trailersig sauer 2022 40 review