Archive for Uncategorized

18

beneficios de meditar

Voltei hoje com o desafio de meditar diariamente. Já tinha perdido muitos dias sem meditar, por não encontrar um horário adequado. Eu gosto de meditar na parte da manhã e aqui em casa pela manhã é sempre um caos. Fora que eu acordo muito tarde. Acordar cedo é algo que eu deveria e gostaria de fazer, mas não consigo, por uma série de motivos. Então vou fazer o relatório desse desafio, um pouco nos moldes dos desafios desse blog raptitude.

A inspiração é desse blog, inclusive quero escrever relatório sobre o processo, mas vou ser menos rígida e aceitar deslizes, pelo menos até dois.

Eu até completei o mês que me propus, em março mas não segui adiante. 

E meditar agora é minha única alternativa ao DDA, já que não vou tomar remédio mesmo. A diferença que faz na minha vida é gritante demais pra eu ignorar.

Eu ainda gostaria de encontrar um remédio que melhorasse a minha atenção e a concentração, porque eu vi a diferença que fez e foi grande.

~//~

Atenção e Meditação

http://oglobo.globo.com/saude/meditacao-frequente-faz-com-que-cerebro-fique-mais-atento-funcional-7339640

Tem muito, muito material sobre meditação e melhora da atenção, mas muito mesmo.

17

tiempo

Então, ficou difícil. Achei que ia tomar Rita, porque no relatório dos testes a neuro recomenda, mas o psi achou melhor não, e insiste que eu tenho que fazer terapia cognitivo comportamental e eu não acredito que isso vá me ajudar. Mas eu provavelmente vou fazer, porque quando comecei a tratar eu combinei comigo que faria o tratamento até o fim. E lembrei de uma das últimas falas da minha antiga terapeuta, que eu tinha uma depressão que precisava ser tratada. Então vou tratar até o fim.

Isso me deixou  com uma sensação ruim, sem saber direito o que fazer, acho que eu tinha planejado “a vida” (exagero heim?) em torno de tomar esse remédio, pois a neuro tinha dito que o  psi ia me receitar um psicoestimulante, que ela já tinha conversado com ele. Agora tô sem um roteiro pra seguir, sem falas pra ensaiar, vou precisar de uma nova direção. Eu errei em achar que estava certa essa prescrição. E os argumentos do psi foram bons, eu realmente poderia correr riscos com ela. Mesmo assim fiquei meio solta na vida.

Agora é procurar o que fazer com tanto caos.

Mas eu acho que comecei a tentar correr. Corri dois dias, ontem fiz um intervalo, hoje devo correr de novo. Correr é claro que é modo de dizer, o que eu faço mesmo ainda é só me preparar pra correr, corro no máximo um minuto seguido. Mas eu fui lá e isso é o importante. Espero ter aprendido que a constância e mais valiosa que a perfeição. Estou gostando, vou devagar, se não der eu só caminho, tudo bem.

Tenho meditado esses dias também, não quanto seria desejável ou certo, mas estou meditando, isso que importa.

Tinha coisas a serem ditas, mas estou sem vontade. Tenho anotado os gastos, isso fiz compromisso com marido pra gente tentar ver a situação real dos nossos gastos.

E preciso também voltar a escrever o diário. Mas calma, baby steps e tudo a seu tempo. Pelo menos me sinto mais animada. Quero que essa animação fique aqui.

15

quemprecisa

Não é?

Ser livre – livre de mim mesma,
esse mim que foi trucidado pelo
excesso secante de idéias.

(supostamente de Clarice Lispector, não consegui confirmar)

Essa semana foi um FIASCO. Fiasco mesmo, não consegui cumprir nem metade dos compromissos, acabou que me confundi demais com a agenda, com o tanto de coisas que tinha pra fazer, me frustrei muito com a dificuldade de cumprir os papéis do trabalho, recebi cobrança por esquecimento. O tamanho da agenda também não sei se está adequado, minha agenda específica de papéis do trabalho me fez falta. Aí essa frustração me desestabilizou. Numa pessoa sem o transtorno não seria assim, mas o portador  de dda tem muita dificuldade de lidar com a frustração. A dificuldade de eleger prioridades torna tudo que se refira à organização ainda mais difícil 

 Acabei tendo que passar por uma micro cirurgia para extrair o siso no sábado. E isso foi pura negligência, resultado de muita procrastinação. Esqueci de pedir atestado para o médico, porque estou com tanto trabalho atrasado e ainda sentindo dor, eu. precisava desse atestado. Não pra não ir trabalhar que isso está fora de cogitação, mas pra segurar a onda se for muito penoso.

Hoje vai completar 3 dias sem meditar. Três dias é um marco, depois de três faltas em qualquer hábito fica muito difícil retomar. Aqui também não escrevi, nem no diário, que eu queria fazer uma checagem diária, nem que fosse de uma linha.

Mas acontece que eu não posso simplesmente me dar ao luxo de não fazer por onde me organizar. Por isso simplesmente preciso continuar, a qualquer custo, de qualquer jeito.

11

focusonthegood

Consegui meditar ontem e hoje. Ontem consegui até mesmo fazer alguns minutos de mindfulness antes de dormir. E eu vejo que desde que comecei a meditar direto eu melhorei muito, muito. Não na distração do DDA, nem nos prejuízos que ele traz, mas no bem estar geral, no meu bem estar geral. Quase me sinto voltando a ser eu mesma. Estou bem mais calma. Tudo bem, é carnaval, eu estou longe das preocupações da senzala ( que é o  que mais me preocupa atualmente), mas acho que estou melhor.

Ontem li muito sobre meditação e melhoria de memória, de atenção, de foco.

E chego cada vez mais à conclusão de que importa mais a persistência.

Agora por incrível que pareça eu estou pensando em começar uma atividade física (que oxigena o cérebro e melhora a memória). Preciso de alguma ideia. Mas quero começar a fazer aqui dentro de casa, por hora e sem compromisso.

09

Consegui hoje de novo! Que bom  pra mim. Mas olha, é um custo, viu? São 12 dias e 3 dias que eu não consegui. Tenho que aumentar essa taxa de sucesso.

Ontem também tive consulta com psi conversamos sobre o dda e ele pediu exames pra ajudar no diagnóstico, vamos ver.

08

Consegui meditar! Meio no tranco, com filhote dormindo, me sentei para meditar com objetivo de meditar 10 minutos, mas acabei conseguindo completar 20. E meditando fica claro como é difícil pra mim ficar quieta e focada. Mas consegui. Não fiz mais nada que preste, que tinha me proposto. Tudo bem, mas consegui meditar. o/

07

E com história de DDA (eu sei que hoje se fala TDAH, mas prefiro DDA) eu fico viajando na minha própria história e vendo como sempre vivi e moldei minha vida e quase todas as minhas escolhas em volta do DDA, contornando, me contorcendo, me adaptando a essa condição. É muito louco isso, e mexe muito com minha cabeça ficar revendo anos de vida agora sob essa luz.

06

Então, hoje foi mals, muito mals. Não consegui fazer o que me propus, rendi menos, muito menos do que devia, não meditei. Ontem consegui meditar à tarde, hoje não. Porque eu fico dependendo do marido levantar antes de mim pra ficar com os meninos e eu meditar antes de levantar, mas não tem rolado. E não dá pra meditar depois de comer. Enfim, mas já vi que realmente só dou conta de uma coisa por vez e olhe lá. Agora é me obrigar e não desistir. Do jeito que está é que não pode ficar, eu não posso mais ficar assim. Aí sei que funciona pra mim pensar que não tenho escolha. É isso: não tenho escolha, tenho que sair desse buraco. Amanhã eu medito. Estou tentando desde dia 28. Em oito dias, duas falhas, mas tudo bem não significa que eu desisti. Amanhã dou um jeito e medito.

Já é notável a melhora, viu? Não quero entusiasmar, mas estou melhor, a ansiedade diminuiu muito. Tô quase boa. Se colocar as tarefas x em dia aí sim, acho que essa ansiedade me deixa.

 

04

Minha motivação caiu toda de novo. Não sei porque, não sei como fazer para manter a motivação em alta. Fiquei um dia sem meditar (tudo bem, isso é aceitável) e hoje meditei só 15 minutos, mal meditados, porque estava muita barulheira aqui.

Tudo bem esse fim de semana eu estou de plantão, justifica. Mas até o próximo plantão tenho 25 dias inteirinhos pra me organizar e fazer algo. Preciso de lista. Preciso fazer muita coisa. Mas acima de tudo preciso aprender a me manter motivada.

02

porquemeditar

Hábitos e Baby Steps

Para quem tem DDA é muito difícil ser persistente. É muito difícil lidar com muitas coisas por fazer e é complicado decidir sobre prioridades. Eu sou assim. Mas agora, mais que nunca eu sei que preciso de método e organização na minha vida. Porque eu sou caótica e bem desorganizada, e isso me faz mal, muito mal. Posso dizer que isso foi o que mais me atravancou a vida até agora. Eu sinto, agora que sei sobre DDA (ou TDAH) que é um fio que perpassou toda minha vida e muitas das minhas escolhas.

Para tentar me organizar, resolvi procurar dicas sobre organização, sobre melhoria de qualidade de vida com organização e acabei voltando num blog que eu lia há muito tempo, mas depois parei, por ser em inglês. O Zen Habits. E lendo muito nele e sobre ele, cheguei ao ebook Zen to Done, que é uma espécie de manual de organização pessoal. Eu li esse livro (de maneira meio descuidada,na verdade) e resolvi implementar um passo do livro na minha vida. Dois, na verdade. Um é ter um caderno de notas e anotar tudo ali. E o outro é implementar um hábito de cada vez por 30 dias. O hábito que eu resolvi implementar é meditar. Eu vou meditar durante 30 dias ao menos uma vez por dia. Se for possível, duas vezes. O livro traduzido para o português  pode ser encontrado aqui:http://xa.yimg.com/kq/groups/17371930/1578380509/name/ztd.pdf

01

nalua

Com 41 anos descubro que sou portadora de DDA. Minha nossa, que alívio!!! Como um diagnóstico pode explicar TODA minha vida, desde pequena. Agora preciso encontrar um médico que me dê um diagnóstico oficial. Mas tudo que eu leio, tudo tudo tudo me mostra como eu sou uma DDA desatenta típica. E eu só fico pensando em como minha vida seria diferente se eu tivesse sabido disso antes e tratado…

Assim, como ter DDA é viver no mundo da lua e eu tenho esse domínio, resolvi escrever por aqui, pq nada combina mais com DDA do que viver na lua. O médico que me tirou da barriga da minha já vaticinou isso no momento em que me viu: Olha aí a Nalua!

Eu sei agora que tendo isso preciso mais que nunca e mais q as pessoas normais de organização na minha vida, de roteiro, rotina e disciplina.

E DDA explica tanto, mas tanto! Porque eu fumo, porque não consigo emagrecer, porque sou subempregada, porque larguei pós graduação, mestrado e doutorado, pq minha casa é um caos, porque minha vida é um caos. Porque minha cabeça trabalha até aq exaustão, porque eu tenho insônia, porque eu não consigo emagrecer. Porque eu faço e penso mil coisas ao mesmo tempo. Enfim, alívio, alívio. Só quero ser tratada agora, pra ver como é ser normal.

Os posts de oração eu vou colocar em outro lugar.

Feliz 2012  

 

 

Lá o tempo espera, lá é primavera.

Daqui: http://icanread.tumblr.com/

ser feliz ou não:
questão de talento

Alice Ruiz

=====

Setembro foi um mês de apagar os incêndios de agosto. Foi meio sombrio também. Bem menos rico, chato. Mas passou e outubro chegou com mais resoluções e esperanças. Não decido o que ler, destes livros aí de baixo só li dois, e acabou, mas eu não decido ainda qual ler, comecei um monte e não tive concentração pra prosseguir. Quero retomar a recapitulação diária, quero, quero. Outubro vai ser diferente.

Filmes/Seriados

  • O Mentalista
  • Medium
  • Megamente
  • O Abraço Partido
  • Biutiful

Livros

  • Marcas de Nascença
  • Histórias de amor, Adolfo Bioy-Casares
  • Projeto Felicidade
  • É Isto Um Homem?

Acontecimentos

  • Buenos Aires
  • Confraria
  • Almoço Fê e Isa
  • Almoço Isa e Dê
  • Férias
  • Parque com Rada

Cozinha

🙁

Julho

Me dei conta que agosto passa do meio e eu não coloquei aqui ainda as coisas de julho. Isso mostra meu desânimo crescente, minha inércia…  Outra ora se conseguir falo mais desse dêsanimo. Colocar isso aqui é uma coisa banal e talvez meio exibida(eu mesma não acho, é tão banal que não tem porque), mas tem me ajudado muito, muito, é um lembrete para que eu não deixe os dias passarem em branco, como meu desânimo às vezes manda eu fazer.

 

 =====

 

Julho

Filmes

  • Caça às bruxas
  • Agentes do Destino
  • Harry Potter e o Enigma do Príncipe
  • Harry Potter e as Relíquias da Morte 1
  • Harry Potter e as Relíquias da morte 2

Séries

  • Game of thrones – primeira temporada
  • Cold Case sexta temporada
  • Medium sétima temporada

Livros

  • Um teto todo seu
  • Orgulho e Preconceito (lendo)
  • O Caderno Vermelho
  • O Segredo de Frida Kahlo
  • A Casa dos espíritos (lendo)

Eventos

  • Cinema com filhote
  • Sítio
  • Clube Pagu
  • Cinema e Restaurante japonês

Não cozinhei nada…

Eu sou como um cristal bonito

A esperança me chama, e eu salto a bordo como se fosse a primeira viagem.
Se não conheço os mapas,escolho o imprevisto:qualquer sinal é um bom presságio.

Seja como for, eu vou,pois quase sempre acredito:ando de olhos fechados feito criança brincando de cega.
Mais de uma vez saio ferida ou quase afogada, mas não desisto.

A dor eventual é o preço da vida:passagem, seguro e pedágio.

Lya Luft

=====

Ontem: primeiro dia do mês, primeiro dia do ciclo, primeiro dia do semestre (?). Tomei a primeira dose de homeopatia, começando um tratamento. Tive um plantão maluco, incomum, em que fui chamada pela manhã. E tive um sonho mais maluco ainda, nele eu era  esposa do Hector Babenco, que tinha 81 anos. Também no sonho subia um morro de velotrol. E alguém me chamava de A Poderosa do Anel. Se subir um morro de velotrol não é a metáfora perfeita pra essa dieta, não sei o que mais seria. O bom é que meu inconsciente não é sutil. rsrsrs

E junho se foi, um bom mês, rico, só faltou mais cozinha. Também o peso se mantém o mesmo. Hora de baixar os ponteiros, hora real. Acho que retomei a recapitulação diária também, e este diarinho. Falta a meditação (esse ano todo eu só meditei umas 4 vezes) falta o qi, faltam os exercícios do método gabriel, falta retornar de vez pra yoga, falta colocar o trabalho em dia. Ufa. Cansei.

Junho

  • 10 anos de casados
  • Cineminha e Rokkon.
  • Tarde na Karina
  • Inhotim e visita da Dê
    Inhotim
  • Feira da vida com Sylvia
  • Casamento indiano
  • Feriado com as meninas
  • Presentes de São Paulo
  • Confraria

Filmes

  • Totoro
  • Onde os fracos não tem vez
  • Quando me apaixono
  • Um segredo entre nós
  • Tudo por você
  • Meia-Noite em Paris
  • Sobrevivendo ao amor
  • Sinfonia em Paris
  • O Castelo Animado

Livros

  • Um amor exclusivo
  • O Quarto
  • O Segredo de Frida Kahlo (ainda lendo)
  • A Próxima Grande Sensação (não terminei, muito chato)

Cozinha

  • Ganache de morango
  • Ganache de pêssego

Sou assim, é feitio, que hei de fazer

patience

Cambia lo superficial
Cambia también lo profundo
Cambia el modo de pensar
Cambia todo en este mundo

Cambia el clima con los años
Cambia el pastor su rebaño
Y así como todo cambia
Que yo cambie no es extraño

Julio Numhauser

=====

Semana Nova começa hoje. Balanço da semana:

Começou bem, eu segui bem até sábado, mas sábado eu estava que só pensava em comida. Mas me controlei e acabei ultrapassando os pontos em somente 4. E ainda por cima tinha 22 pontos flex pra comer.

Domingo também estava muito irritada, cansada mentalmente, estressada. Aí contei pontos direitinho, mas de tarde, depois de ter comido apenas 9 pontos eu fiz torta de sardinha. Tudo bem que o recheio foi mais light, eu diminuí os ovos e o óleo da massa por conta. Mas comi 4 pedaços. Contei 5 pontos para cada. E foi só o que eu comi. Depois comi o último alfajor aqui de casa, e acabei comendo 7 pontos flex. Tá ótimo pra quem ainda tinha 18 pontos da semana. Mas pesar me deprimiu. A balança não andou. Eu não sei se foi a hora do dia, ou o quê , (minha balança é meio doida mesmo, oscila muito em 2, 3 quilos). Mesmo sabendo disso eu deprimi. E aí preciso ficar fazendo um super trabalho pra não desanimar. Claro que sei que levei 10 anos pra engordar isso tudo. E q não vou emagrecer em um piscar de olhos, mas de toda forma é frustrante essa demora.

Resolvi que ao invés de frustrante precisa ser motivadora essa demora. Eu pelo menos tenho conseguido ir pra frente, apesar de ser impaciente. E ah, eu sou extremamente impaciente. Já fui bem mais, a meditação me deu mais prumo. De toda forma, preciso reverter isso, preciso transformar isso em poder pessoal. E fazer pra mim mesma todo aquele discursinho bobo de motivação e auto ajuda e tal.

Bom, o importante é que não chutei o balde, eu não desisti, eu não comi  o mundo. Cansa, mas é assim mesmo, vamos em frente, uma hora o resultado chega.

E já passou tanto janeiro

Só me interessam os passos
que tive de dar na vida
para chegar
a mim mesmo.

Herman Hesse

=====

Hoje está especialmente difícil levar o Aprendizado… Até alfajor eu comi hoje. Um só, mas comi. Não sei o que aconteceu, até agora vinha sendo tranquilo, mas hoje me deu vontade de comer o mundo. E nada especial aconteceu.

Mas é assim mesmo, um dia depois do outro. Até que estou conseguindo segurar a onda, mas pensei muito mais em comer hoje do que e qualquer dos outros dias aí pra trás…
Eu não posso esquecer de ser paciente, de ver grãozinho a grãozinho. Eu preciso interromper de vez o ciclo um passo pra frente, dez para trás.
Ainda tenho 22 pontos pra gastar dos flex hoje e amanhã, e mesmo com alfajor e o dangô, ainda nem passei da cota hoje e posso até jantar legal. Mas nem é isso. É essa fixação chata em comida, esse assunto que não me sai da cabeça. E num dia como hoje fica mais complicado comer coisas saudáveis.
Também ontem resolvi e voltei a frequentar as reuniões do VP mesmo.

Ah, informação útil: um alfajor Havanna (ai q saudades!!) de chocolate tem 4 pontos.

Só peço a você um favor se puder

Não há calamidade maior do que desejos exagerados.

Lao Tse

====

Tem duas semanas que eu estou fazendo o programa do VP. Em casa ainda, porque não aguento mais ir lá e não continuar, e amargar a vergonha de largar pela metade mais uma dieta nessa vida. Mas desde 2006, que foi quando eu comecei nessa odisséia de blog pra emagrecer que eu não conseguia sustentar uma dieta por tanto tempo como agora. Todo dia eu conto ponto, até mesmo nos dias (e teve) que eu comi mais de 50 pontos, algo assim.

E uma coisa interessante foi que aqui tem nas terças-feiras uma missa muito bonita  a missa da benção. E no final dela tem um ritual que eu acho lindíssimo de benção de objetos. Um ritual longo, bem feito, lindo, em que você pode apresentar o objeto que quiser pra ser abençoado. Daí eu levei meu caderninho de anotar pontos, entre outras coisas. E desde então, caramba, que responsa!!! Eu estou seguindo firme porque  eu mesma tenho que sacramentar a sacralidade do lance, sabem? O caderninho é esse aí, eu coloquei  carta xamanica do meu animal na capa dele e por dentro coloquei a aranha, a carta guia desse processo.

E hoje tô muito feliz, consegui descobrir e acertar uma receita de infância para parte dos meus pontos q tá me dando uma segurada animal. Tem 3 dias q tá tudo bem mais adequado, por causa desse lance. É o dangô, uma gororoba de farinha e água que eu como quando chego trabalho (hora mais do que crítica nessa vida, a hora onde tudo dança, onde a porca torce o rabo) com um tico de geléia e café. Nossa, é comida de infância, comida pra alma também. Nutricionalmente é uma bela porcaria, e de paladar também, só eu gosto, mas gosto muito, muito muito e ainda me segura a fome por horas e horas a fio. Se tá me ajudando a comer melhor, porque não né? E é isso aí que vocês estão vendo nas fotos.

levitar sobre o peso de viver


A esperança me chama,
e eu salto a bordo
como se fosse a primeira viagem.
Se não conheço os mapas,
escolho o imprevisto:
qualquer sinal é um bom presságio.
.
Seja como for, eu vou,
pois quase sempre acredito:
ando de olhos fechados
feito criança brincando de cega.
Mais de uma vez saio ferida
ou quase afogada,
mas não desisto.
.
A dor eventual é o preço da vida:
passagem, seguro e pedágio.

Lya Luft

=====
Dessa vez o título desse blog fez sentido demais. Porque se tem alguma cosia que eu preciso esse ano é leveza, mais leveza, bem mais leveza. Esse ano que passou foi ótimo, foi grande, eu cresci muito, muita coisa boa aconteceu, foi muito produtivo, em tudo, ou quase tudo.

Mas eu pesei a mão em algumas coisas, inclusive em relacionamentos. Esse ano preciso pegar mais leve com tudo, comigo mesma, com filhos, familia, amigos, marido. E preciso pegar mais pesado em outras coisas, de natureza prática. Eu preciso dar nome à leveza dentro de mim, preciso dar cor a ela também, pq esse ano senti que fui pesada em coisas que agora posso ser mais leve.

Mas foi o melhor ano no meu trabalho, o ano que eu menos me angustiei por causa dele, no que foi possível. Espero que 2011 seja bem leve para o meu trabalho também.

Que venha então muita leveza, que o ano seja leve, livre, e feliz. Como a saia de uma cigana dançarina.

No vácuo de um quarto no espaço sem fim

O céu não ajuda a quem não quer se mexer.

Sófocles

=====


Eu fico fingindo que não é comigo. Como se fingir fosse me fazer emagrecer. Ou ao menos parar de engordar. Mas óbvio. Não faz. Olá Pensamento Mágico, como vai você?

Porque as tensões, as dores, o convívio pesado, tudo isso continua. Os montes de problemas rocambolescos na minha família continuam.

E eu como. Como também para aliviar. Porque sou feita de um material muito poroso, muito frágil, não consigo não me afetar, ainda. Já foi pior, mas está longe do ideal. Olá, auto engano, como vai você?

Outro dia eu fiz brigadeiro de colher e estava comendo, da panela, depois de um dia difícil, cheio de mau humor (alheio, porque se tem coisa que eu rarissimamente sou é mal humorada, e quando sou dura 10 minutos), cheio de chatices. E comendo eu pensei, mas caramba, num cenário assim árido, como aprender a prescindir desse prazer tão incrível (porque para mim é um prazer imenso o gosto e a textura de um brigadeiro de colher na boca), como aprender, como conseguir resistir a isso? Esse é o meu desafio. Isso é o que eu preciso aprender.

Assim que eu emagrecer uns quilos aí pra minha m primeira meta, eu vou me presentear com uma boneca cigana parecida com essa aí da foto. Acho que estou precisando da cigana interior pra me movimentar. É só pensar nisso e me da vontade de sair por aí, de me enfeitar, de ser cigana mesmo. Saviya, cadê você?

Eu tenho muito mais a dizer, mas não interessa a ninguém e muito é impublicável. Então tenho feito um esforço de escrever em blog secreto, pra ir monitorando os dias, as sensações, pra descobrir padrões e tal. Epara me aliviar também.

E também pra ver se eu encontro algo mais.  Algo mais por aí, que está faltando.

Hoje já sei que sou tudo que preciso ser

oneday


Sê paciente; espera
que a palavra amadureça
e se desprenda como um fruto
ao passar o vento que a mereça.
.
Eugénio de Andrade
=====

Mais um sábado (que passou) e eu sem assunto. O peso na mesma.

Quer dizer, sem assunto pra postar, porque eu tenho tido pensamentos em profusão também sobre engordar/emagrecer. Tenho lido muito sobre o assunto, tenho escutado muitos áudios de reprogramação mental. Porque além de eu acreditar muito no poder da mente, no poder e na efetividade da visualização, eu preciso convencer meu cerebrinho teimoso que é mais legal ser magro do que comer… Ele realmente não acha isso!  Eu preciso que ele saiba que eu não vou passar fome, que tem comida demais no mundo e coisa e tal. Daí resolvi ir fundo nisso. Porque, vou repetir: (exercicio de repetição pra mim mesma, falando em voz alta pra ver se eu acredito) o que mais me emagreceu nessa vida até hoje foi o Qi mental e o programa das cores dos VP. Então peguei o monte de cds que eu tinha, de livros sobre o assunto, além de 4 novos livros que pintaram na minha mão recentemente e resolvi ler.

Digo que desta vez não está só na promessa, eu tenho escutado uma meditação/visualização/exercício mental todos os dias. Até agora acho q o CD do método Gabriel é o mais efetivo. Infelizmente a editora que publicou o livro em português fez um trabalho porco e vagabundo e não disponibilizou o CD que só é encontrado em inglês e espanhol pela editora americana.

Atualmente o obstáculo tem sido falta de tempo. Estou trabalhando muito, esta semana estiveram os 3 rapazes da casa doentes, foi um sufoco. E marido e baby ainda estão. Além do que eu fiquei viajando muito a trabalho. Viajando por aqui perto, diga-se, quem dera fosse em lugar longe e interessante. Aí não está evoluindo com a rapidez que eu gostaria, mas não estou fazendo isso de muleta não. Achei que adiantou. Não tenho tomando a caralluma direito, mas observei uma diminuição grande da vontade de comer doce. E a compulsão também reduziu bem… Não coloco isso na conta da caralluma porque de vez em quando tenho essas fases, é cíclico demais, é preciso olhar mais de perto pra saber.

Aí. Tive que parar o post porque tivemos q ir pro pronto socorro com o baby. Então vou publicar assim mesmo, que se eu for ficar de firula não publico nunca mais.

Eu perdi o dó da minha viola


ithinkVocê não pode rezar uma mentira

Mark Twain

=====

Fim de semana de orgia alimentar. Fim de semana não, semana inteira de orgia alimentar. Certamente passei dos cem. Mas não vou pesar hoje. Nem amanhã.

Talvez eu realmente deva encarar honestamente a realidade de que gosto MUITO mais de comer do que de ser magra. Mas não posso abrir da mão saúde. Nem da saúde mental. Cilada.

Eu estava me lembrando que antes de engravidar dessa segunda vez, eu tinha emagrecido um tantão, sem fazer nada radical. Ai fiquei tentando me puxar da memória e a única coisa diferente é que eu estava numa fase que estava com um prazer verdadeiro de me cuidar, de me arrumar, que estava vaidosa, de dentro pra fora.

Comecei uma espécie de terapia de novo. Aconteceram coisas que me magoaram muito, muito esses dias. Ainda bem que a gente sobrevive. Acho que a tempestade hormonal está passando. Também sei que preciso demais dormir e controlar o stress.

A despeito de tudo, me passa pela cabeça fazer novamente o programa de cores, antigo, do VP. E obviamente não tomei floral direito, não fiz o qi nem sequer uma vez, não fiz nada efetivamente para emagrecer.

Uma parte de mim não quer mesmo emagrecer. E ela tem vencido sistematicamente.

Eu dou atenção às pessoas erradas. Isso vai ficando cada vez mais claro pra mim.

quero ver você crescer como cresce a esperança*

Esse post foi escrito no dia 25 de julho, mas eu tive vergonha de publicar. Publiquei em outro lugar, mas é bobagem isso. Aqui é o diário de peso, mesmo. Eis.
Esperança é um risco que devemos correr
George Bernanos

Como é que se começa um blog pra emagrecer? Esse já é o quinto que tenho. Quinto blog. Desde 2005 eu tenho blog pra emagrecer. E só engordei. De lá pra cá foram 15 quilos, Nunca vi na balança o número que vi hoje. Eu estou assustada e assustadora. Asustadoramente gorda. Desanimada, vencida pela compulsão e pelo sentimento de fracasso e de vergonha. Ai faço blog escondido pq não posso encarar o fracasso de novo. Preciso emagrecer 10 quilos antes de conseguir voltar ao meu blog antigo. Estou pesando cem quilos, redondos, ordinarios. Começo hoje, de novo, mais uma vez esse caminho.

Como se começa um blog de dieta? Preciso de um plano. Algumas coisas preciso fazer, além claro de comer menos calorias: Read more

a gente estancou de repente

“Mas nem sempre é necessário tornar-se forte.

Temos que respirar nossas fraquezas.”(Clarice Lispector )

Emagrecer tem sido uma saga. E me dei conta que tem quase uma década que eu estou engordando sem parar. Com muito pouco sucesso em emagrecer. O engrodar, o começo coincidiu com o retorno de saturno, coincidiu com mestrado, meu casamento, coincidiu com minha posse nesse cargo que ocupo. Mas agora nada disso importa mais, já foi.

Emagrecer tem sido, uma saga, uma novela, uma viagem, um longo caminho, um aprendizado longo e de pouco proveito pra mim. É verdade. 10 anos e continuo me alimentando mal. Claro que já melhorou muito, muito, eu faço refeições bastante decentes atualmente, mas ainda falta muito. Ainda não tive a força necessária pra encarar de vez. Emagrecer é uma jornada, minha Pequena Jornada.

Eu vivo caindo da carroça, cara, eu não sei como ainda insisto em vir aqui. Acho que praticamente não ter quem me leia que me faz ter coragem de ser tão loser assim nesse particular.

Não consegui ainda. Mas nossa, agora eu to de saco cheio, bem cheio, sabe? Saco cheio de ficar lutando com isso. Por isso eu não vou largar esse osso até que meus ossos dêem o ar dagraça. Eu já tive tanta força pra tanta coisa tão dificil quanto… Parar de fumar por exemplo, exigiu muita força. Mas acho que emagrecer é bem mais dificil do que parar de fumar. Porquê o cigarro, chega uma hora que a gente tira ele do horizonte, a comida não.

Então, estou (de novo) bem no comecinho da minha Pequena Jornada. Eu sei dos erros, sei o que me falta e preciso engatrilhar (achei ótimo esse erro aí, enga-trilhar. ) a partida disso logo, que empaque chato..

Bom, dito isso, mãos à obra. Porque essa semana vai ser caprichada.

Eu vou fazer de novo o qi mental porque foi com ele que eu mais emagreci. E obviamente vou continuar nos vigilantes do peso.

Um dia pra aplacar minha agonia

“Mesmo estando no caminho certo, se você ficar sentado será atropelado”.

Will Rogers

Passou a primeira semana. Entre tropeços e desandos eu emagreci. Mas agora na segunda semana está mais dificil. Tenho 5 dias pra conseguir pelo menos 500 grs. A minha maior dificuldade é à noite. À noite eu consigo me controlar bem menos. Aliás, pra ser honesta minhas duas últimas noites foram de um descontrole sem fim, certamente eu engordei e bem por causa delas. Não sei se bate o cansaço, não sei se o metabolismo muda um pouco e aí meu parco controle não é tão suficiente, não sei, sei que fica uma droga. Sei que identifiquei esse detalhe e preciso reverter isso. Tenho algumas idéias, que funcionaram outrora, talvez funcionem agora.

O fato é que esse primeiros dias de volta ao trabalho não foram legais, obviamente, e eu estou cansada. E cansada eu sou uma desgraça, funciono muito mal cansada. Mas isso tb é uma questão de ajuste. Vou ajustar, mas olhem bem, escute, dessa vez eu não vou desisitir, por mais que eu tenho tropeçado essas dus ultimas noites, meu ânimo não esmoreceu, eu não tenho a intenção de parar, minha vontade tá em alta.

Então continuemos. Tem um monte de ajustes que eu preciso fazer ainda na alimentação, um monte mesmo. Frutas é o maior deles, eu preciso comer frutas, esse é um hábio que eu preciso mesmo adquirir. Vamos ver como vai ficar hoje.

Figura do post secret.

2010

Estou solto no mundo largo.
Lúcido cavalo
com substância de anjo
circula através de mim.
Sou varado pela noite, atravesso os lagos frios,
absorvo epopéia e carne,
bebo tudo,
desfaço tudo,
torno a criar, a esquecer-me:
durmo agora, recomeço ontem.
.
Carlos Drummond de Andrade

=====

Começa hoje o ano novo né? E começa bem, espero. Pena fazer tanto tanto calor hoje.

2010, ano do Tigre. 2010, ano de Vênus, 2010, ano da Imperatriz.

Eu estou com um novo projeto, para o ano que vem, provavelmente. E preciso estar bem para este projeto, preciso estar
bem fisicamente. É um projeto grande, que me reacendeu assim que pensei nele. Não posso abrir aqui, mas estou me
deliciando com ele, desde já. Espero que dê certo e que eu esteja mais saudável quando ele acontecer.

Pra isso preciso controlar novamente a compulsão que me ronda, preciso focar nisso, pra acabar com ela de uma vez.

Vejamos como fica, vejamos, Dona Nalu, vejamos.

A jura secreta que não fiz

Chega sempre a hora em que não basta apenas protestar: após a filosofia, a ação é indispensável

Victor Hugo

=====

Ontem eu comi uma pizza inteira. Daquelas da Sadia. Inteira. E uns 387 chocolates Prestígio. E mais uns 2 sonhos de valsa. Além de dois pães no café da manhã, e ainda o almoço. E isso porque eu digo que quero emagrecer, imagina se não quisesse? É dificil querer o que se deseja? Ou é o contrário?

Tudo bem que amamentar dá uma fome do cão, mas eu bem podia comer melhor né? A compulsão anda rondando aqui novamente, haja saco. Preciso da minha bruxa urgente, mas como fazer amamentando de 2 em 2 horas, quase? Aliás é isso que tem me deixado assim, sem norte, a amamentação, que não entrou no eixo ainda, o filhote que ainda não acertou o peso. Ou seja, sempre alimentação.

Tô realmente a fim de voltar.

Fui pra SP, uma viagem bem ruim não fosse a presença de amigas queridas, e ai não pensei em dieta. Voltei, to querendo entrar pro eixo, falta impulso, pq quando não se dorme… Blábláblá né, pq falta mesmo é atitude, né possíverrrr que eu voltei a ser frouxa!

Então mantenho essa chaminha aqui tremulando pra ver se faço um fogo fátuo dela. Ou um fogo de santelmo, conhecem? Ou quem sabe pego algumas neuras que me engordam e cozinho nele? Melhor ainda, vou cozinhar a preguiça. Cozinhar, não, vou queimar mesmo e fazer com que ela vire cinza. e as neuras que eu conseguir também

Putz, tudo remete à cozinha mesmo.

Até daqui a pouco.

2010

Que 2010 seja O ano. Para tod@s nós.

a criança nova que habita

A Criança Nova que habita onde vivo
Dá-me uma mão a mim
E a outra a tudo o que existe
E assim vamos os três pelo caminho que houver,
Saltando e cantando e rindo
E gozando o nosso segredo comum
Que é o de saber por toda a parte
Que não há mistério no mundo
E que tudo vale a pena.

A Criança Eterna acompanha-me sempre.
A direção de meu olhar é o seu dedo apontando.
O meu ouvido atento alegremente a todos os sons
São as cócegas que ele me faz, brincando, nas orelhas.

Fernando Pessoa

=====

Eu estou grávida de 8 semanas. E não estou enjoando, nem sei o que é isso, ainda. Mas, o fato é que eu venho ouvindo muito que emagreci, que estou bem e tal. Hoje fui à dois eventos com dois grupos de amigos diferentes e ouvi 4 vezes que eu “afinei”, que estou super bem, que estou bonita…

Engraçado que eu amo estar grávida, amo demais, me acho, me sinto e coisa e tal, mas uma coisa que eu sei é que não sou uma grávida do tipo bonita, eu fico mais feia que o normal. Isso não é pra ganhar confetes, é uma constatação mesmo, porque apesar de me achar na outra gravidez, eu sei que não estava bonita. E nem nessa, mas realmente eu emagreci e nem tem nada a ver com a gravidez em si (será mesmo?) porque não estou enjoando. Ah, e nem por isso, por me achar mais feia eu curto menos.

Acho que alguma coisa se curou (ou caminha para a cura), antes da gravidez, e está refletindo agora. De todo modo é ótimo ouvir isso, seja como for. Tem também o fato de que eu estou mais vaidosa do que nunca, e isso é muito engraçado, eu nunca fui assim durante tanto tempo seguido. Eu tenho surtos de me arrumar, emperequetar, como diz minha mãe, mas passa rápido. Agora não, tem tempo já. E tô adorando. Muito engraçado.

Vejo que essa cura teve muito a ver com a personal witch, não sei no que ela mexeu, com seus shiatsus, reikis, agulhas, florais e sotaque chileno. Sei que já fiz muitos tratamentos alternativos, já fiz tudo isso outras vezes, mas nunca tive o resultado de agora.(Isa, nunca vou te agradecer o suficiente.)

E pra falar a verdade eu pratiquei muito o Brahma Mudra, acho que ajudou muito também. É um mudra fácil demais de fazer e eu fazia sempre que me lembrava, por alguns minutos, 2, 3.

O fato é que tem muitos anos que eu não me sinto tão bem. Espero que este estado dure a gravidez toda, no parto e que depois eu possa reencontrar a pessoa que ficou perdida em algum canto que era eu.

Eu sei que esse post ficou bem vaidosão e meio sem noção, mas ah, nem ligo, acho bom, isso aqui é pra isso mesmo.

uma parte de mim não sou eu

“Depois que um corpo comporta outro corpo, nenhum coração suporta o pouco.”

Alice Ruiz

=====

Então que este blog andou bem às moscas. Eu não sabia o que dizer, adiei a vinda. É porque ele vai entrar em recesso, por um longo tempo…Porque eu estou grávida e agora não é hora de pensar em dieta. Nem em emagrecimento.

Coisa boa estar grávida assim, com uma reeducação alimentar engrenada. Isso só vai me fazer bem e ao baby que vem por aí…

Mas a verdade é que não é hora de me ocupar com estes assuntos, minha cabeça e meu coração estão cheios de outras coisas. O bom de aprender a se alimentar direito é poder levar isto consigo pra vida toda. Eu na verdade neste primeiro período até emagreci, não de enjoar que ainda não enjoei, mas de estar o tempo todo com uma sensação de plenitude.

E agora, é cuidar da alimentação, de mim, enfim, eu estou mergulhada nesta gravidez, e muito, muito feliz.

A jornada é longa, então o blog entra em recesso por um tempo, ou até que eu tenha algo de relevante a dizer sobre o assunto de que aqui eu trato, ou um dia desses aí.

Gravidez me “empodera”, e eu espero retirar forças pra acabar de vez com os resquícios que me faziam me maltratar. Eu sei que não é milagre, que a luta continua, companheir@as, mas posso almejar melhorar com este evento na minha vida. Que sim, é um senhor evento. Pra mim não tem nada de banal. E eu sei que daqui a pouco com esse filho, vai nascer uma nova pessoa, a história interior da gravidez pra mim sempre traz a oportunidade de uma reinvenção. É isso. Até a volta.

=====

Ainda coloco aqui um selinho fofo que ganhei de uma hermana querida de blog lá da Argentina. Mariana, desculpe a demora.

Figura: Ancestral Path tarot

Instante

semente.jpgUma semente engravidava a tarde.
Era o dia nascendo, em vez da noite.
Perdia amor seu hálito covarde,
e a vida, corcel rubro, dava coice,

mas tão delicioso, que a ferida
no peito transtornado, aceso em festa,
acordava, gravura enlouquecida,
sobre o tempo sem caule, uma promessa.

A manhã sempre-sempre, e dociastuto
seus caçadores a correr, e as presas
num feliz entregar-se, entre soluços.

E que mais, vida eterna me planejas?
O que se desatou num só momento
não cabe no infinito, e é fuga e vento.

=====

Carlos Drummond de Andrade, A Vida Passada a Limpo, 1959

Clique para ampliar. Figura daqui: http://niilismo.net/galeria/index_10.php

tenha a santa paciência

Si cada día cae
dentro de cada noche,
hay un pozo
donde la claridad está encerrada.
Hay que sentarse a la orilla
del pozo de la sombra
y pescar luz caída
con paciencia.

Pablo Neruda, El mar y las campanas (Obras completas, III, p. 931)

=====

Tudo está conectado né? Pois é, e as características da gente também, por supuesto…E daí que eu sou (como todo mundo) um pacote de características. Que me fazem fazer as escolhas que eu faço, que por sua vez fazem de mim quase tudo que eu sou, bláblábla.

E o que isso tem a ver com emagrecer? Acho que é óbvio, mas também é daquelas coisas óbvias que eu preciso falar em voz alta pra que eu mesma acredite e pra ver se tomo uma atitude.

Porque o fato de eu ser uma pessoa extremamente impaciente (mas realmente muito, muito impaciente) me atrapalha demais na dieta. Eu sou praticamente um poço de impaciência. E não tenho paciência com dieta (ou regime, ou reedeucação alimentar, ou Aprendizado, whatever…) E vê lá se dieta sem paciência funciona. Claro que não.

Mas peraí! Voltemos ao exercicio que a personal witch me passou: eu sou impaciente, mas posso mudar né? Ou posso ser impaciente numas coisas e noutras não…

Faz parte do pacote não ser acabada, graças a Zeus. Graças a Zeus eu NÃO posso encher a boca pra falar: Eu sou assim, Eu sou assado. Toda hora eu mudo. (Tenho medo de gente com certezas demais, gente que é demais, chega a me dar arrepios na espinha).

Y oigo una voz que dice con razón
“Vos siempre cambiando, ya no cambiás más”
y yo estoy cada vez más igual
Ya no se que hacer conmigo.

Cuarteto de NosYa No Sé Que Hacer Conmigo

(clica ai pra ouvir que essa música é ótima. E me lembra de mudar mas não tanto assim)

http://www.divshare.com/flash/playlist?myId=6722723-3b6

Bom, não importa. O fato é que eu preciso entender que pra se fazer dieta há que se ter paciência. Na verdade eu preciso entender que pra se viver há que se ter paciência…

É bem isso que eu estou tentando (e tenho até conseguido) ter, paciência com a dieta, paciência pra viver um dia depois do outro sem que estes se transformem numa massa sem fim de descontroles. E paciência comigo mesma e com as pessoas.

Aqui tem um maravilhoso texto budista, do venerável mestre Thich Nhat Hanh. Lindo texto.

Figura de Marta Oliveira: http://www.artbr.com.br/todosossantos/martaoliveira/index.html

patinha bonita

“Aceitar-me plenamente? É uma violentação de minha vida.
Cada mudança, cada projeto novo causa espanto: meu coração está espantado.
É por isso que toda minha palavra tem um coração onde circula sangue”

Clarice Lispector, Um sopro de vida, Nova Fronteira, 1978

=====

Essa semana minha personal witch* me deu um dever de casa pra fazer. Eu teria que evitar me julgar. Policiar meus pensamentos e pegá-los no pulo e não deixá-los ir pra frente se fossem negativos.

Rá! Logo eu, judiciosa por natureza? Carrasca e tudo mais? (E o post de hoje do outro blog foi dedicado a mim também.) Aliás, alguém aí consegue isso? Como se faz isso?

Seria o mesmo que conseguir a proeza de parar o diálogo interno**! Missão ninja. Mas eu tento, estou tentando. Segundo ela nós nos tratamos da mesma forma que os adultos nos tratavam quando tinhamos até 5, 6 anos. Aff… Minha história de tratamentos até essa época definitivamente não foi das melhores. E não tenho auto piedade por causa disso. Mas é fato. Só que é um exercício que acaba ajudando no emagrecimento. Apesar de que às vezes eu duvido muito da eficácia deste tipo de coisa. Mas. Vamos lá fazer, né? Minha criança interior agradece. (Mas o que raios é criança interior, heim?)

É preciso reforçar o clichê da auto-estima, ué. É? Mais fazer do que questionar, que minha garganta dói de tanto questionar. Minha Rebeldia sempre foi verbal.

E eu não me vi afinar, minhas roupas não estão mais largas, eu continuo imensa nas fotos. Mas me sinto melhor, me sinto menos feia e seinto força. De onde vem essa força, eu não sei, mas voua aproveitar enquanto ela está aqui. E amanhã vou anotar de novo. Hoje sei que não extrapolei, mas não anotei. Trabalhei debaixo do sol das duas horas da tarde, literalmente e fiquei esgotada, por causa do calor. Eu tenho uma alergia séria ao calor. ODEIO.

Como diz a Menina: das dez coisas que eu mais odeio neste mundo, as 9 primeiras são o calor. E como eu trabalho na rua, amarguei muito sol hoje.

Não jaquei não.

Vou emagrecer devagarzinho, mas vou. Porque eu não consigo comer 1000 calorias, 1200 por dia, eu preciso de mais. Mas,

“Se sorte está contra você, para quê*** pressa? Se a sorte está com você, para quê pressa?”

Provérbio afegão

*é a moça que me faz massagem e acupuntura, uma bruxa de verdade, com vassoura e tudo.

**esse exercicio é muito legal, e por instantes para mesmo o diálogo mental.

***Para quê? Tem acento?

Imagem Whimiscal Taro, inspirada no The Ugly Duckling

perfeitinha

Nada existe
sem o defeito
que lhe dá graça.
Só amo a graça
do imperfeito.

O perfeito
quando existe
tem o defeito
de ser triste.

(Lácrima Cristi)

=====

A semana passada foi toda muito boa. Eu vi um número na balança que há tempos não via. Acho que ano passado não vi esse número nem uma vez. Teve uma jacada sexta (e sábado e domingo pq teve churrasco hohoho). Mas programada. (A primeira só, porque este post deveria ter sido escrito sábado). Eu estava de plantão e foi um plantão super pesado. Fisicamente cansativo. E além do mais eu estou no auge da tpm.

Tem sido menos dificil do que eu achava. Eu realmente tenho sentido menos fome e tenho tirado um pouco o foco da comida, de todas as maneiras. Também resolvemos fazer uma espécie de hora da fruta aqui em casa, porque meu filhote não tem comido fruta nenhuma e precisamos melhorar esse hábito nele em nós. E isso ajuda também.

Então me dá uma felicidade boba ver que eu estou avançando, mesmo tão devagar. E que eu estou preparada para seguir.

Porque eu sei que ainda vou escorregar. É impossível ser perfeito. Como diz Salvador Dali, “Não se preocupe com a perfeição. Você nunca a alcançará.” Então preciso apenas saber que durante muito tempo eu vou passar privação. E que para nunca mais vou poder comer como agora, porque isto não é jeito de comer, simplesmente. Preciso me educar, preciso Aprender, isto é um Aprendizado mesmo, para ser introjetado.

Bem, o que eu tenho a dizer é que estou indo, enfim, sinto uma vibe dos primeiros tempos, em que eu emagreci mesmo, em que consegui. E a fé em mim mesma está forte, agora, mesmo eu sabendo como eu sou imperfeita, complicada e tal. É só isso, por hora, eu vou me comportar essa semana que começa.

não sejas o de hoje

Não sejas o de hoje.
Não suspires por ontens…
não queiras ser o de amanhã.
Faze-te sem limites no tempo.
Vê a tua vida em todas as origens.
Em todas as existências.
Em todas as mortes.
E sabes que serás assim para sempre.
Não queiras marcar a tua passagem.
Ela prossegue:
É a passagem que se continua.
É a tua eternidade.
És tu.”

“Cânticos”, Cecília Meireles, Editora Moderna.

=====

A folga, os dias de descanso, o estado de exceção, a folia, a pasmaceira estão acabando. Por um lado estou doida mesmo pra rotina se instaurar, pra que tudo comece e entre nos eixos, emfim.

Estou animada, apesar de não ter continuado na vibe tão boa que eu trouxe das viagens. Mas paciência, há que se saber lidar com isso também. Afinal, tudo nessa vida é conflito. E é preciso saber conviver com isso. E o mais complicado, saber não comer isso.

Amanhã o dia começa. Até lá. E aproveitando que é o primeiro dia do Ano Novo Tibetano, é o Losar 2136. é um excelente dia para se desejar o bem a todos os seres. Sempre há uma razão pra se recomeçar não é?

Quando eu penso em recomeço, sempre lembro dessa música:

http://blip.fm/_/swf/BlipEmbedPlayer.swf

Imagem: Paulina Tarot

devagar ainda

Quem se crê próprio erra,
sou vários e não sou eu.
Se as cisões são estilhaços
de saber do universo,
seja eu os meus pedaços,
impreciso e diverso.
.
Fernando Pessoa

=====

Eu preciso retomar o hábito de escrever aqui. Mas relevo também, estou de férias. Sexta feira que vem eu volto ao trabalho. E aí pode ser que eu sinta mais necessidade de vir aqui…

O fato é que eu estou bem. Vi que algumas pessoas perguntaram isso, se eu estou bem, eu estou ótima, emagreci e não engordei o que emagreci de novo (nem vou). É que simplesmente eu desencanei um pouco e momentaneamente dessa sanha de emagrecer. Resolvi curtir um pouco sem e isso saiu do meu horizonte, por si só. Talvez até por isso eu tenha emagrecido, sei lá…

Mas claro que eu sei que ainda estou perdendo essa luta. E que preciso vir aqui, ainda. Porisso estou aqui agora, tentando me concentrar mais nisso. Acho que só vou entrar no ritmo mesmo depois do carnaval, que por aqui vai ser tranquilo, vou ficar em casa, já viajei bem nesse final/inicio de ano. Vamosver como as coisas vão ficando…

P.S. A Amábile perguntou e aproveito pra responder: Os mudras aí do post debaixo são para serem feitos de um a cinco minutos.

E muita leveza pra todas nós.

vortei

Quem eu devo combater,  já que sou meu próprio inimigo?
Quem salvará quem,  já que sou meu próprio salvador?
Sou a própria testemunha das minhas ações e inações.
Serei livre quando domar a mim mesmo.

Dharmaraksita (séc. X)

Voltei. Agora acho que mesmo, mesmo, embora esteja pintando outra viagem no fim de semana, mas vamos ver. Fiquei de sexta até ontem em são Paulo, com amigas queridíssimas, num fim de semana maravilhoso, delicioso, pra mim e pro filhote.

Agora é hora de começar a colocar a rotina no lugar e entrar em 2009 que está vem-não-vem pra mim desde o começo de dezembro. E depois do carnaval eu volto a trabalhar e quero voltar com a vida engatada já.

Eu emagreci um pouco, mas tendo em vista que nem pensei em RA, em dieta regime nem nada, teve dia que eu vivi de sobremesa, estou dando graças aos céus. Eu estou num peso que não alcançava a um ano. Vou esperar pra ver a rotina como vai ficar, como minha cabeça vai lidar com isso tudo. Mas tenho fé, ora se tenho. Senão…

Então que a velha máxima se confirmou, é preciso mesmo ter outros prazeres pra desencanar da comida, da compulsão. E também é preciso ir devagar, ir com serenidade. Eu na verdade não sei se isso de fato veio pra ficar em mim, não sei o quanto eu ainda vou ter de compulsão. Mas a realidade é que crise compulsiva eu não tenho desde o fim de dezembro. Talvez seja pra ficar, sei lá, acho que vou aproveitar pra testar alguma dieta, algum programa de controle alimentar, ainda não decidi qual. Quem sabe o velho VP mesmo. Por enquanto é só isso.

Figura daqui: http://rottentuna.blogspot.com/

outros prazeres

http://picasaweb.google.com/s/c/bin/slideshow.swf

Clique para ver as fotos da viagem

=====

O indivíduo nunca se afirma melhor do que quando esquece a si mesmo.

André Gide

=====

Eu voltei, agora pra ficar… (Nossa, agora em fevereiro é que vou dar uma parada por aqui. Ainda estou decidindo sobre mais uma viagem a Sampa no final de semana…)

A viagem esteve melhor do que ótima. Uma das melhores viagens que eu fiz na vida. Melhor que as outras duas, maravilhosa. Ainda estou feliz.

Eu emagreci, pois nem me lembrava de comida. Há muitos anos eu não sabia o que era ter um relacionamento normal com a comida como foi nessa viagem. A comida saiu de cena, sem esforço, sem pensar, sem nada. E eu comi tanta coisa boa, tanta iguaria! Ou seja comi bem, como há muito tempo. Claro que na volta a coisa já não foi bem assim, digamos que a comida tenta recuperar seu lugar no meu coração rsrsr. Mas foi um aprendizado e tanto, do qual só depois eu me toquei. Pra mim realmente são necessários outros prazeres pra que eu possa lidar com a comida como gente normal.

Ainda estou só tirando a poeira, depois eu volto com mais posts.

arranjo14.jpg

Ah, e não podia deixar de dizer: Odoya, Salve Yemanjá, rosas brancas pra ofertar!!!

construir o simples: emagrecer

Quanto mais fraca a minha convicção ao meu respeito, maior a minha dependência da opinião dos outros.

Flávio Gikovate

=====

Esse vídeo é muito legal. Eu gosto muito do Flávio Gikovate falando. É bem grande, mas vale à pena. Vale muito à pena mesmo, e não só pra quem quer emagrecer. Esse vídeo é um episódio do Café Filosófico que foi exibifo pela Tv Cultura e fez parte da série “Cultura do Excesso”.

Ele fala da obesidade de forma bem realista, e fala da obesidade na sociedade, como esse fenômeno está ligado de forma inseparável, do social. Ouçam, porque é muito legal. A imagem está ruim, mas vale à pena ouvir o que ele fala.

A palestra está disponível para assistir e fazer download também no site do próprio Flávio Gikovate. Em áudio, só se preferirem. Link para a palestra no site.

http://video.google.com/googleplayer.swf?docid=4929313620384840026&hl=pt-BR&fs=true

…esta humanidade que não tem como gastar calorias com a sua vida cotidiana é obrigada a perder uma boa parte do tempo com academias, em esteiras correndo no mesmo lugar. O que não deixa de ser um pouco patético não é? Primeiro vamos de carro para todo lugar, depos vamos para a academia… Estamos mal não é? Se formos olhar direito e pensar com seriedade, estamos vivendo num mundo que enlouqueceu…

Flávio Gikovate

de volta

As oportunidades para procurar forças mais profundas em nós mesmos vêm quando a vida parece mais desafiadora.

Joseph Campbell

jornadaherVoltei. Ainda meio devagar, ainda meio entorpecida e sem muito pra escrever, por enquanto. Eu ando altamente monotemática e o assunto que me enche os olhos nesse momento é a Jornada do Herói. E por causa dela, descubro a Viagem do Herói no Tarô. Coisa linda, estou amando. E de quebra vêm mitos, Jung, símbolos mil. Estou fervendo internamente. Não consigo articular tudo que queria, o assunto está gestando ainda na minha cabeça de poucos recursos, e me faz às vezes perder o sono. É assim sempre que acho que estou vendo de novo um sentido pra tudo, ou pra algumas coisas, ou somente Sentido. E em momentos que tenho a ilusão delirante que posso dar sentido a algo, já que sentido nada tem.

=====

O bom é que não engordei na casa da sogra. Também, a comida dela além de deliciosa é muito, muito saudável. Quisera eu poder fazer coisas tão saudáveis e com tanta frequência.

ainda

vacaciones2

Ainda estou em férias, em sp, sem uma conexão decente e em espírito de pausa. Volto dia 7, dia 8 as coisas devem ficar temporariamente normais, porque já viajo de novo no ia 17 e depois só retorno à rotina depois do carnaval. Não estou de férias na praia, ao sol, curtindo, infelizmente, mas está legal também, pausa forçada. E pude encontrar amigas queridíssimas, amadas e tudo. Então tá bom. Depois, em casa, volto com noticias, visitas a blogs e tudo, pq agora com essa conexão indecente, não dá.

até 2009

“E não há melhor resposta que o espetáculo da vida:

vê-la desfiar seu fio, que também se chama vida,

ver a fábrica que ela mesma, teimosamente, se fabrica,

vê-la brotar como há pouco em nova vida explodida;

mesmo quando é assim pequena a explosão, como a ocorrida;

mesmo quando é uma explosão como a de há pouco, franzina;

mesmo quando é a explosão de uma vida severina.”

João Cabral de Melo Neto

=====

Acho que estou realmente de férias! Meu corpo quer descanso, minha cabeça está longe, longe e eu quero distância da balança. Então acho que vou encerrar as atividades por aqui algum tempo, até ano que vem, mesmo que seja pra clarear as idéias.Pra recomeçar.

Se eu sentir necessidade, eu volto antes, com qualquer post ai. Mas hoje não sinto vontade de falar sobre nada relacionado ao emagrecimento. Estou curtindo outras paradas. E é férias, é fim de ano, é época de balanço mesmo. Vou me recolher pra fazer o meu balanço. Agora no finzinho descubro novos prazeres bem antigos, tenho que me render à velhos fracassos. Mas não faltam planos, não falta esperança de que tudo seja bom. Então um pequeno hiato, boas festas pra todos, eu volto daqui a pouco.

Feliz 2009 para todos, que tenham ótimas festas. Muito, muito obrigada pela companhia. Muito obrigada pelos comentários, porque foram eles que me ajudaram, que me fizeram seguir com o blog. Espero vocês em 2009. Acho que até lá vou zerar esse blog, transferir tudo pra outro lugar e recomeçar do zero. Nada melhor que a possibilidade de fazer tudo diferente né?

labirinto

… É preciso escolher seu caminho entre os muitos caminhos.

(Sri Aurobindo, Savitri, VI:1)

=====

Minha alimentação está(va) saindo perigosamente do controle. Estes dias estava indo depressinha, depressinha rumo à uma depressão ferrada. Sexta feira eu estava péssima, péssima, muito mal estava tudo muito ruim. Mas ajudada por uma amiga super querida, apareceu uma bruxa no meu caminho. Uma bruxa super do bem. E lá fui eu fazer shiatsu com ela. A sessão durou 3 horas! Porque conversamos tudo que podíamos, falamos sobre muita, muita coisa, trocamos esoterices sem fim, de bruxa pra bruxa e ela me fez uma massagem maravilhosa, colocou algumas agulhas de acupuntura em mim e eu sai de lá bem mais contente.

=====

Na verdade estes dias todos eu tenho pensado muito no meu chamado, na minha jornada, na minha missão na vida. E ter assistido na mesma semana dois filmes emblemáticos neste sentido(vou falar deles depois) me fizeram pensar muito nisso, esse assunto voltou com força total, inclusive em sonhos mirabolantes e cheios de indicações.

Além disso conversei muito isso com a bruxa, que tem uma história de vida fascinante. Vou falar bastante disso que tenho pensado ainda, inclusive ia falar aqui neste post mesmo, mas merece mais reflexão, quero elaborar mais. Sobre essa jornada, sobre tudo que isso envolve. E claro, como o emagrecimento tem a ver com isso.

E também vim aqui escrever para cumprir a meta de vir sempre, pra não perder o foco de vez, que já tá fugindo, já estou desviada bons quilômetros do caminho! E amanhã já vou retomar o controle, tentar domar a compulsão que está ferrenha estes dias, no meu encalço. Encalço nada, já me pegou, mas eu vou fugir dela. Ou chamar ela pra tomar um chá. Chá verde, obviamente.

o lado sombrio do prazer

Estou lendo um livro muito interessante, apesar do título muito besta. É A Fórmula da Felicidade. Gostei particularmente deste trecho abaixo.

Tem tudo a ver com a questão do emgrecimento, principalmente se o excesso de peso é devido à compulsão alimentar, como no meu caso.

Sobre o livro, veja aqui. Se quiser ler mais sobre o capítulo do qual eu extraí este trecho, leia aqui, O Lado Sombrio do Prazer.

(Apesar do título, o livro é legal. Eu adoro livros que falam sobre o cérebro, especialmente sobre a felicidade e o cérebro. Tem muita coisa sendo publicada esses dias sobre o tema, que certamente não deixam de ter um quê de auto-ajuda. Mesmo assim, eu gosto deste tipo de livro.)

A ânsia descontrolada pelo prazer

Uma das conclusões mais irritantes dos estudos fisiológicos sobre o sentimento de gratificação é que as dependências químicas, não importa de que natureza, usam os mesmos mecanismos que no dia-a-dia são responsáveis pelo aprendizado e pela fruição normal do prazer, sendo, portanto, necessários a sobrevivência. Precisamente por isso, o estudo das dependências também mostra revelações importantes quanto à atividade psíquica de pessoas saudáveis. A dependência é um acidente na busca de todos nós por felicidade.

A evolução não programou nada para evitar que nos prejudicássemos dessa maneira, pois não podia prever essa circunstância que só ocorreria em um futuro distante. Há uma centena de milhões de anos, quando a maior parte dos nossos padrões de comportamento atuais foi estabelecida nos genes, não se podia imaginar que os humanos um belo dia consumiriam bebidas alcoólicas, construiriam cassinos e sintetizariam cocaína. Há apenas dez gerações, na época em que a fome era um flagelo freqüente em muitos países, não se tinha idéia de que a agricultura altamente mecanizada viria a ampliar a oferta de alimentos de tal forma que a obesidade se tornaria um grave problema de saúde pública.

A dependência, portanto, pode ser compreendida como um desejo que escapou do controle. Podemos relacionar até mesmo os sete pecados capitais a um excesso da nossa aspiração natural pela felicidade. Orgulho é amor-próprio em altas doses, avareza é parcimônia excessiva e inveja é um exagero da nossa tendência natural de buscar nas outras pessoas um ponto de comparação. A gula surge sempre que o organismo não responde à ingestão de alimentos com a sensação de saciedade. A luxúria nos domina quando não encontramos no sexo uma satisfação plena, o que nos faz querer sempre mais. A ira e a agressividade descontrolada, não submetida à razão. A preguiça é o estado em que ficamos quando, depois de um relaxamento saudável, não conseguimos recuperar o ritmo e a motivação naturais. As drogas funcionam exatamente como as fatídicas alavancas nos salões de jogos e nas gaiolas dos ratos, aumentando a quantidade de dopamina no cérebro. Sob efeito do álcool, o nível dessa substância praticamente dobra; e com nicotina e cocaína, até mesmo triplica, como constatou o toxicólogo italiano Gaetano Di Chiara. Como a dopamina desperta e intensifica a atenção, depois de fumarmos um cigarro nos sentimos agradavelmente estimulados para o trabalho. Duas taças de vinho nos enchem de otimismo.

Todas as dependências químicas, portanto, estão baseadas no mesmo mecanismo, e as drogas apenas se diferenciam pela maneira como o ativam. A nicotina libera dopamina de forma mais direta, com a ativação dos neurônios correspondentes. O álcool, a heroína e a morfina aumentam o nível desse neurotransmissor por via indireta, pois inibem os neurônios que normalmente contrapõem ao circuito de expectativa. A cocaína, por sua vez, evita a reabsorção normal da dopamina pelas membranas celulares, conseguindo assim que essa substância circule por mais tempo no cérebro. Quem consome o “pó branco” vivencia um estado parecido com aquele em que se encontrava Leonard, o paciente de Oliver Sacks, sob o efeito do medicamento L-Dopa, que o fazia sentir-se todo-poderoso.

Em última análise, o que importa é saber o caminho pelo qual um nível mais alto de dopamina será obtido. É necessário que essa situação aconteça, pois ela estabelece no cérebro uma associação quase indissolúvel entre a droga e a ânsia de consumi-la. Ao reconhecer um cigarro, o cérebro de um fumante aciona imediatamente o comando “acender”. O estímulo “garrafa”, por sua vez, desencadeia o desejo de beber. Basta a visão de uma seringa para que o aviso do desejo surja no cérebro de um dependente de heroína, como mostraram análises com o tomógrafo de emissão de pósitrons. É dessa maneira que a nicotina, o álcool e a cocaína penetram nas estruturas cerebrais responsáveis pelas sensações de prazer: como os guerreiros gregos escondidos no cavalo de Tróia. Em outras palavras, o cérebro de quem tem uma dependência é como uma cidade conquistada.

Clique aqui para ler mais.

números infames

“Um jovem monge perguntou ao Mestre:
– O que eu faço para me emancipar?
O Mestre respondeu:
– E quem o pôs no cativeiro?”

Ensinamentos Advaita

=====

301105-82_9.jpgComo eu estou de férias e bem ociosa, (pelo menos por hoje eu fiquei), resolvi fazer um balanço dos meus anos de blog. Dos meus novembros de blog, pelo menos. E encontrei uma excelente razão pra fechar este blog. Encontrei um imenso fracasso traduzido em números e os números nao mentem, né?

201106-91_6.jpgEncontrei um desejo grande de mudar. Mentira. Eu não encontrei esse desejo, eu encontrei o desejo de emagrecer. Muito desejo e pouca força interna. Muita falação e pouca ação. Muita racionalização e uma irracional espera de um milagre. Muito pseudo saber e pouca noção do perigo. Muita infantilidade escondida nos velhos números. Eles avançam, implacáveis e eu envelheço a cada minuto.

E penso em fechar, porque aqui só me distraio e não sei se quero emagrecer. Aliás emagrecer eu quero, mas ainda não quis pagar o preço.Que adiantou 4 anos de terapia se meu principal objetivo eu não consegui? Se o ano fecha meio amargo e gordo? Se tenho vontade de gritar xingamentos pra mim mesma? Do mais puro ódio? 101107_908p.jpg

Mas eu não vou fazer isso, eu vou continuar, porque eu quero vir aqui refletir, eu quero vir aqui resolver essa pendenga, do jeito que for, eu quero resolver. E vejam bem, esse é o último post reclamão. Os outros podem até não ter resultados, mas não vão ser reclamões mais, pelo menos por um longo tempo. 101208-95_7.jpgPreciso resolver o que fazer de mim mesma, ainda não sei. Enquanto isso fico arrumando espaço pra 2009 entrar mais leve. Porque eu realmente preciso de espaço na vida, mas não é no meu corpo. Ele tá muito espaçoso já e isso me lembra do significado número 26 do texto.

Que eu preciso ler. De novo.

=====

Clique nas fotos para ampliar o terror.

que venha 2009

“Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo – quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar à desorientação.”

Clarice Lispector – A Paixão segundo GH.
Deixei aí embaixo que é pra vcs darem uma olhada.

É um dos meus livros preferidos, mesmo que eu não tenha lido.

=====

2009 chega hoje pra mim. Estou de férias! Depois de um ano pesado, cinzento e meio amargo. Nada aconteceu de catástrófico, ninguém morreu, eu realizei um dos maiores sonhos da minha vida, mas mesmo assim o gosto dele é de chumbo e a cor é cinza. Eu perdi um pouco a fé na vida e nas pessoas. Aprendi uma lição dura de que amor só não basta pra gente ter perto quem a gente ama. Aprendi o quanto nossas limitações são decisivas pra afastar ou manter perto as pessoas.

Eu perdi uma grande amiga de maneira meio estúpida, mas inevitável. Nossas limitações acabaram ficando incompatíveis e não deu mais pra conviver. E isso me custou bastante em termos emocionais, porque eu achava que essa amizade era pra sempre, mas sempre acaba mesmo né? E o mais triste é que nada de concreto aconteceu, ninguém sacaneou ninguem, não houve briga nem discussão, ninguém fez efetivamente nada. Mas o desgaste foi muito grande e de repente acabou. Dói ainda muito, mas é a vida.

E agora no final do ano outro fim de relacionamento que eu botei um ponto final pq tava me prejudicando já. E é bola pra frente, mas é alguém de quem eu também vou sentir uma certa falta, convivi com ela muito de perto por alguns anos.

Então foi a sensação do ano, em retrospectiva: a de faltas e de perdas meio amargas, perdas daquelas que a gente sofre muito por incompetência. E sensação forte de incompetência, foi um ano meio morto na área de conquistas, eu não fiz quase nada, me sinto meio fracassada.

Mas já passou, eu já estou em 2009, ou quase e o ano novo quero que seja diferente, como sempre queremos né? É bom se iludir que vai ser diferente, melhor.

Na verdade esse é um post que deveria ser não-escrito, mas tem o compromisso de vir aqui né? Que eu estou honrando.

=====

Figura daqui, licença creative commons

O livro agora está disponível aqui, clique para baixar ou ler.

sem metas

Mas será tão forte, assim, o nosso algoz? Pode alguém subtrair nossa esperança? Só se não soubermos nem quem somos nós, nem de onde brotam sonhos de criança.

Augusto Cacá

Meu ano está acabando. Era pra ter acabado ontem, mas não teve jeito, sobraram algumas pendências que eu resolvo terça feira, porque aqui segunda, dia 8 é friado. Foi um ano longo, pesado, cansativo. Na verdade eu estou exausta, cansada, me sinto pesada. Foi um ano de perdas significativas, de problemas no meu trabalho que acabaram culminando com 20 dias a menos de férias. E nesse finalzinho algumas relações terminadas, relações que estavam já moribundas mesmo, grande alívio. Que não deixou de representar uma perda verdadeira pra mim. Mas a vida segue e se eu deixei isso pra trás foi justamente pra melhorar minha vida.

Bem eu não emagreci e fecho o ano com saldo negativo nesta esfera. Infelizmente e eu sinto muito por isso.

Mas retomar o blog e voltar a escrever nele mais frequentemente foi muito, muito bom pra mim, eu me conheci mais, eu refleti muito e saio com o saldo de autoconhecimento positivo. Eu fico com vontade de vir aqui, de escrever, de me cuidar. Esse blog é a forma que eu encontrei de começar verdadeiramente a cuidar de mim. É o meu espaço pra organizar as ideias e a partir dai começar a agir. Por isso vou escrever muito aqui ainda. O assunto é fútil de certo modo, e eu não me orgulho de estar obcecada com esse assunto, mas não é nada tão mal pra que eu me envergonhe. Então sigo escrevendo e me preocupando com isso sim. Só não vou mais estabelecer metas, prazos, números, prêmios, vencimentos, nem contagem nenhuma.

É a alma que eu preciso curar, é a ferida que está nela que é preciso cicatrizar, e isso nenhuma meta, nenhuma contagem vai ajudar.

Eu vou aproveitar as férias merecidas pra cuidar do meu dia a dia, pra tomar o meu chazinho, pra meditar, pra me alimentar de forma saudável, pra alimentar também meu espírito, meu intelecto e minha alegria.

Imagem daqui

passarim quis pousar não deu…


“Conseguiremos a ave mais rapidamente se chocarmos o ovo em vez de despedaçá-lo.”

Abrahan Lincoln

=====

Eu, como toda pessoa na face da terra, ou quase toda, sou cheia de auto-enganos. Cheia de coisas que faço sem saber porquê, conto muitas mentiras pra mim mesma, todo o arsenal de auto engano, claro. E uma das mentiras que percebi claramente que adoro me contar é a mentira das datas: Em tal data vou ter emagrecido tanto. Até tal data vou perder tantos quilos. Em 30 dias vou fazer x,y,z pra me ajudar a emagrecer. Um monte de mentiras assim quase piedosas. Vocês até podem perceber que tem dois contadores de data aqui na página principal do meu blog. Contando os dias para sabe-se-lá-quê!

E ai, não sei se porque no fundo eu sou uma pessoa bastante orgulhosa e esnobe, eu preciso de choques de realidade e banhos de humildade de vez em quando pra aprender algumas coisinhas básicas a respeito da vida. E algumas vezes preciso esfregar o focinho no chão pra ver se entra algo nessa minha cabeça de pedra.

Pois hoje aconteceu assim: estava folheando o famoso e famigerado livrinho dos Comedores Compulsivos Anônimos, o Para Hoje, depois de um dia péssimo, em que fiz tudo de errado na face dessa terrinha de meu zeus, (e não estou falando só do ponto de vista alimenticio não) e logo na mensagem do dia 02 de dezembro tá escrito:

“É impossível apressar determinadas coisas. Se estiver abstinente, perderei peso. Precipitar-me, tentar acelerar os acontecimentos, é apenas uma aparência de atividade que não realiza nada. Quando quero que um defeito seja removido antes do tempo, quando quero mais crescimento, quando quero que as coisas conteçam de acordo com a minha vontade, devo lembrar que a vida acontece no tempo de Deus, não no meu.

Paciência é uma parte da humildade, de misturar “eu quero” com a boa vontade de esperar.

Para hoje: Lembro que estabelecer prazos pode me levar ao fracasso, assim como fizeram as metas de perfeição. Eu não faço mais isso.”

Foto daqui, licença creative commons. Clique para ampliar.

=====

Aproveite para ouvir uma das músicas mais bonitas do mundo. que tem tudo, tudo t-u-d-o a ver com esse post.

[audio:TomJobimPassarim.mp3]

calendário

calendario.jpg

Combinando com a vibe de hoje.

Clique para ampliar.

Do blog Frases Ilustradas

advento

quatrovelas.jpgEsperança é um risco que se deve correr

George Bernanos

=====

Mês novo. Semana nova.. Advento, primeiros dias…

Adoro coisas novas, adoro começos, eu sou viciada em começos e recomeços. E como já expliquei que não sou uma pessoa naturalmente otimista, embora tente incansavelmente manter a bola lá em cima. Mas tantos anos, tanta vida vivida e por viver, eu ainda estou no começo de muita coisa. E no fim de outras é certo. Mas vamos nos ater aos recomeços. Dezembro, segunda feira, hora de recomeçar.

É cedo e eu comecei bem já. Estou muito agitada porque provavelmente não vou conseguir tirar férias e minha bateria já acabou faz tempo, meu desgaste emocional beira ao colapso. Mas nada que eu possa fazer, e nesse caso, o quem não tem remédio, remediado está.

Apesar de ser triste olhar um ano inteirinho que passou e ver que nada de muito significativo mudou e que mudou foi pra pior, preciso encarar o grande tempo que vem ai pela frente. Uma coisa é certa, eu envelheci este ano mais que em todos os anos anteriores. E eu estou mais sozinha do que nunca estive. E nada aconteceu de objetivo pra isso, a não ser o desgaste do meu trabalho. Mas é dado e eu preciso ir pra frente. E mais uma vez eu vou recomeçar e entrar nos eixos. Não estou tão animada porque é duro lidar com tanto fracasso e se ver reduzido a uma massa reclamona e fracassada, a uma bêbada infeliz e desacreditada. Mas é segunda feira, é dezembro, e eu vou tentar com todas as forças superar o pessimismo que ameaça se instalar e fazer as coisas direito. E tentar ter orgulho de mim mesma. E tentar lidar bem com a solidão que resta nestes momentos.

Alegria, alegria ou a esperança e o urubu…

Sabe que se pode forçar a alegria? De acordo com a psicologia positiva, um ramo da psicologia que eu acho super interessante, é possível criar novos caminhos no cérebro e ensiná-lo a gostar da felicidade. E é isso que eu preciso, redescobrir nestes dias tensos o caminho de ser esperançosa de novo. E dezembro é um bom mês pra isso. Eu parei de fumar num 16 de dezembro. E um Primeiro de dezembro é também um bom dia pra reaprender a ser (menos) (in)feliz.

Ontem foi o primeiro domingo do advento também. Mais um símbolo, mais um dia simbólico. Aproveito pra usar a energia desses primeiros dias do advento pra me inspirar e me fazer seguir. Embora eu não seja estritamente cristã, fui criada como uma e ainda sou apaixonada pelos rituais e por (quase) toda mística. As velas ai em cima são as quatro velas do advento. Se quiser saber mais sobre isso, clique aqui.

força estranha

“Todo mundo é ignorante, só que em assuntos diferentes.”
Will Rogers

=====


Essa tela em branco a me tentar. E eu olho e não sei. Como de resto não sei de muitas coisas. Não sei como emagrecer, está é a verdade. Não sei quem seria, quem serei magra. A idéia me assusta. Tive dois sonhos em que eu estava nua em público. Tudo bem, o primeiro até teve um contexto em que veio à tona um lado indesejável de mim, em acontecimentos que me mostraram que eu fui uma pessoa pouco legal. E ai tudo bem estar nua em público. O segundo caso, o segundo sonho num contexto de revelação de segredos. Segredinhos, bobagenzinhas, mas de todo modo em grupo a gente sempre tem exposta alguma parte da gente que não podemos controlar. E também um contexto de ressureição de mortos nem tão mortos assim. Tudo bem.

Mas esses sonhos foram metáforas. Altamente metafóricos. Acho que agora vai clareando o fato de que voltar a ser magra me assusta. Muito. Acho que quase me desnuda e isso é que meu inconsciente tem berrado pra mim. O próximo passo é descobrir como superar esse pavor de emagrecer, porque eu já tinha falado desse medo num dos primeiros posts sobre emagrecer que fiz na vida, lá no velho bloguinho….
E o ínco jeito que eu conheço é assim, tentando me conhecer, pelo menos é o único jeito que dá certo em outras searas da minha vida.
Por isso essa força estranha de vir aqui e escrever, escrever, mesmo quando o não sei é abissal.

=====
Clique aí pra ouvir Força Estranha

http://www.divshare.com/flash/playlist?myId=5950274-cf0

some fúria

Fúria nas trevas o vento
Num grande som de alongar,
Não há no meu pensamento
Senão não poder parar.

Parece que a alma tem
Treva onde sopre a crescer
Uma loucura que vem
De querer compreender.

Raiva nas trevas o vento
Sem se poder libertar.
Estou preso ao meu pensamento
Como o vento preso ao ar.

Fernando Pessoa, in “Cancioneiro”

Esse poema traduz tudo que estou sendo no momento.

=====

O que fazer quando um dia são muitos dias num só? São muitos meses, são muitas vidas num só dia? O que fazer quando o dia é cheio de som e fúria e sem abrigo, sem porto seguro, sem velas ao longe? O que fazer quando o dia é tão cheio de meses e anos que não se tem um pingo de fome, mas se tem um fixação oral incontrolável? Quando na verdade só o útero ou o seio materno adiantariam pra amenizar tanto sentimento junto?

Nada é suficientemente saudável num dia assim.

o poder do agora

coisas.jpgNo meu dia tem que ter: (ou eu gostaria que tivesse)

1. duas xícaras de chá verde
2. um copo de suco de hortelã
3. 3 porções de frutas, verduras e legumes (no mínimo)
4. Uma sessão de histórias com Tatá
5. uma carta de tarô
6. uma carta de baralho cigano
7. uma hora de estudo(no mínimo)
8. uma hora de leitura(no mínimo)
9. 3 sessões de qi mental
10. Pelo menos uma sessão de meditação
11. uma sessão de cuidados com a pele
12. uma sessão de balanço do dia
13. uma sessão de anotação do dia

======

Mas não estou dando conta de tudo. Na verdade de quase nada. Vou ver se compro de novo este livro: O poder do Agora ( que eu tinha e dei) pra ver se consigo engatar na saga de prestar atenção. Eu sempre estou perdendo o fio da meada a partira da tarde, a partir da hora que saio pra trabalhar. Como meu trabalho não tem rotina nem horário, nem local fixo, eu muitas vezes me embanano e faço besteiras.

Coloco o livro ai pra quem quiser dar uma olhada, baixar, espiar, etc.

=====

o Poder Do Agora – Eckhart Tolle

http://documents.scribd.com/ScribdViewer.swf?document_id=7709776&access_key=key-vmpk71faq5nrynw6u2i&page=1&version=1&viewMode=

Tenha o seu em Scribd ou procure por outros livros e tags: Saúde Mental livros poder etc…

a louca

O Louco
Imagem do Tarô da Criança interior

O Louco


Perguntais-me como me tornei louco. Aconteceu assim:Um dia, muito tempo antes de muitos deuses terem nascido, despertei de um sono profundo e notei que todas as minhas máscaras tinham sido roubadas – as sete máscaras que eu havia confeccionado e usado em sete vidas – e corri sem máscara pelas ruas cheias de gente gritando: “Ladrões, ladrões, malditos ladrões!”

Homens e mulheres riram de mim e alguns correram para casa, com medo de mim. E quando cheguei à praça do mercado, um garoto trepado no telhado de uma casa gritou: “É um louco!” Olhei para cima, para vê-lo. O sol beijou pela primeira vez minha face nua.

Pela primeira vez, o sol beijava minha face nua, e minha alma inflamou-se de amor pelo sol, e não desejei mais minhas máscaras. E, como num transe, gritei: “Benditos, benditos os ladrões que roubaram minhas máscaras!”

Assim me tornei louco.

E encontrei tanto liberdade como segurança em minha loucura: a liberdade da solidão e a segurança de não ser compreendido, pois aquele que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.

Gibran Khalil Gibran – O Louco – Editora Acigi – 1999
=====

Aí, eu não tenho nada pra dizer agora. Mas preciso vir aqui, já viu né? Um pouco de falta de atenção e olha, lá se vão… Acho que preciso de contratar uma empresa de vigilância, pra me lembrar de não esquecer que eu preciso me lembrar incessantemente. Porque minha louca menininha interior se esquece que a vida é séria e vive correndo atrás de borboletas açucaradas e coloridas. Sabe, essa menininha acha que a vida é curta, que não pode ser prisioneira de restrições e dias cinzas…

E eu, como boa mãe preciso orientar essa enininha, antes que ela apodreça sem amadurecer. Mas pelo visto não estou sendo boa mãe, porque a menina me escapa e se machuca constantemente. Ai eu penso se não seria melhor contaratar uma empresa para vigiar a menininha elbrar a ela que a vida pode seim er uma chatice sem fim em alguns periíodos, as que a longo prazo compena. Mas como explicar isso pra uma menina de 2 anos de idade?

distracção

distracção

do Lat. distractione

s. f., acto de separar uma parte de um todo; falta de atenção; abstracção;
inadvertência;
irreflexão;
alheamento;
divertimento;
passatempo;
recreação.

Coisa mais louca: para um dia meu ser bom em termos alimentares, eu preciso prestar atenção. O tempo todo. Preciso pensar em comida o tempo todo, sem cessar, de forma obsessiva.

Se eu me distraio um pouquinho, baubau, lá se foi um dia. Isso é serio, eu já percebi como é grave isso em mim. Eu tenho que praticar a atenção plena. E como isso é cansativo… e chato e perigoso. Porque eu preciso pensar e o tempo todo em não comer. E todo mundo sabe que poder tem o “não” para o inconsciente.

Eu espero que isso se automatize algum dia e eu possa voltar a comer normalmente, da maneira que as pessoas normais comem.

Meu problema é com os abismos e as borboletas. Eu não consigo ultrapassar meus abismos porque estou sempre atrás das borboletas…

Leitura do dia: Gula

meme

“Quiero veneno para morir o
sueños para vivir.”

Gunnar Ekelöf
=====
Vou responder à brincadeira que a Ge passou para mim. Obrigada pela lembrança, Ge! Não vou repassar pra ninguém em especial, quem quiser responder, pode fazer, se quiser fazer nos comentários, também vale.
=====
1. O QUE MAIS GOSTO EM MIM? Da minha voracidade pela vida.

2. O QUE MENOS GOSTO? Da minha voracidade pela vida.

3. O QUE MAIS GOSTO DE FAZER? Ler, aprender, conversar, namorar, agarrar meu filhote.

4. O QUE MAIS GOSTO DE COMER? Doces em geral, doces macios e cheios de chocolate, muito chocolate.

5. O QUE DETESTO COMER? Eu não como nada que eu deteste.

6. COMO ME SINTO HOJE EM RELAÇÃO A MEU CORPO? Aprisionada, estrangeira, alienada, infeliz

7. COMO EU QUERO ME SENTIR EM RELAÇÃO A MEU CORPO? Eu quero me sentir bem, cuidada, normal.

8. COMO EU ENCONTRO FORÇAS PARA SEGUIR EM FRENTE? Na verdade, na verdade, ainda não encontrei, eu estou estagnada, ora andando pra trás. Mas não perco o urubu de vista.

9. O QUE VOU FAZER QUANDO ATINGIR O MEU PESO? Nossa, nem sei, nem consigo elaborar isso direito. Mas acho que vou dar uma festa, mesmo que seja uma festa interna. Vou ser muito feliz, eu acho.

Tem mais sobre mim aqui.

um post muito grande

Uma vez que somos destinados a viver as nossas vidas na prisão das nossas mentes, o nosso dever é mobiliá-las bem
Peter ustinov

=====

Hoje eu resolvi começar mais um programa de emagrecimento. Bilionésima vez. Ops, mas eu dise que não ia mais contar. Só que são oito horas e dezesseis minutos e eu já esgotei a minha cota de alimentação. E estou mega, super, ultra estressada. Por conta de coisas graves acontecendo no trabalho. E olha, o meu trabalho é o grande responsável por eu ter engordado tanto esses anos. O meu trabalho não, claro, mas a forma como eu lido com ele. Tem dez anos que eu estou nesse trabalho, que é maravilhoso por um lado o trabalho dos sonhos em termos de horas trabalhadas/recompensa. Mas do ponto de vista emocional pode às vezes ser massacrante. E eu não aprendi ainda a lidar com isso.

O processo é o seguinte: acontece alguma coisa ruim. Minha primeira reação é o stress, puro e simples, até porque algumas vezes eu realmente tenho a integridade física ameaçada. (A integridade emocional ameaçada é a rotina do meu trabalho, mas as vezes acontece de o físico estar em perigo também.)Então, sem que eu possa fazer nada, o gatilho do stress é disparado, e eu sinto que uma reação em cadeia toma conta do meu corpo, que chega a doer. Ai eu me lembro de anos e anos tentando controlar o stress, racionalmente, emocionalmente, com técnicas de relaxamento, com sermões auto-aplicados e etc. e tal e um tempo depois eu consigo não prolongar o stress. Mas aí já ferrou um pouco pelo menos. Claro que seria pior se eu não conseguisse nem mesmo controlar depois. Mas um dano no organismo faz. E é muito mais dificil controlar a fome, a gula ou o que seja nesse nivel. (Não, eu não estou me desculpando, eu sou adulta e não preciso disso, eu apenas estou narrando o que acontece comigo.)

E hoje, eu fiquei muito, mas muito estressada com algo no trabalho. Num ponto muito crônico, dificil mesmo de controlar. Até pq não foi só esse acontecimento. Ele foi o coroamento de um processo que eu vivi nesse semestre. Um processo ruim. E ai eu chegei em casa e não tinha nada pra comer, nada saudável. Daí fiz uma refeição que se encaixava na cota diária, mas que era calórica e nada saudável, por puro cansaço e esgotamento.

Ai descansei, mas o stress do dia, o ruminar e a expectativa de um plantão ininterrupto de 24 horas amanhã me fizeram implorar por uma compensação oral, por mastigar, ruminar alguma coisa. Eu queria um cigarro na verdade. Mas como tem alguns anos que eu parei de fumar, não podia e eu não ia dar essa pala, claro. Ai tinha biscoito polvilho. Que eu comi um tanto (eu não canso de dizer que essa comida é patética). Um tanto controlado, se comparado a outras vezes, mas que fez um estrago na minha cota.

E vejo como preciso aprender a lidar com isso, como estou engatinhando ainda nesse processo todo. Mesmo depois de tanto tempo nessa, mesmo depois de 3 anos de blog, mesmo depois de tudo, eu ainda sou uma retardada alimentar. Ou emocional, sei lá. Ainda bem, já dizia o poeta, que a esperança é um urubu pintado de verde.

P. S. Enquanto eu escrevia este post, meu pc queimou. Explodiu, escafedeu-se. Com direito a um cheiro insuportável de queimado que se alstrou pela casa e está grudado aqui. Ainda bem que eu estava escrevendo este post no google docs, que salvou automaticamente. Mas perdi o histórioco de uma vida inteira de nerd, aiaiaiai. Ainda bem que vão se os dedos e ficam os anéis.

fio de cabelo

Não tema a perfeição.

Você jamais a alcançará.

Salvador Dali

=====

Dai que a corrente tem a força de seu elo mais fraco né? Pois eu descubro a imensa fraqueza da minha correntinha. É assim: a gente entra nessa onda de emagrecer e vai levando, emagrece aqui e ali, mas a gente sabe que algumas pontas estão soltas, as fraquezas. E nossa, as minhas são tantas, que eu nem dou conta de enumerar. Ai a dedução é que minha corrente é fraquinha que nem um fio de cabelo estragado. Cheia de elos partidos. Quase dá um bolero piegas.

Mas atenção é tudo. Ou deveria ser. Com atenção eu quero corrigir esses erros. Hoje tomei uma decisão de gente grande, espero que ela dê resultados. Na verdade espero nada, ela vai dar resultados, porque eu envelheci um dia de repente e não fica mais bem brincar de criancinha birrenta né?

Peso de hoje, 96,1. Tá brabo sair desse patamar,mas é aquela história, ou vamos ou venhamos. Eu vou ali fazer um cardápio pra amanhã e já volto. Que minha vida não tá moleza não, meus senhores, não tá moleza. Crescer não é fácil, ainda mais quando você tem outras vidas pra cuidar né messs? Beijos e até amanhã com novas músicas escolhidas especialmente pra você.

http://www.divshare.com/flash/playlist?myId=5767601-876

juízo

Vou recomeçar pela centé… Não, nem vou contar, não posso. Mas não posso também ficar sem vir aqui. Eu preciso de um grupo de apoio, eu preciso estar em contato com esses assuntos, alimentação saudável reeducação e etc, porque senão eu vivo como se amanhã não houvesse.
E vou gradativamente esquecendo as coisas e deixando uma rotina me engolir e eu esqueço das escolhas saudáveis e me afogo em açúcar.
Preciso voltar a escrever, a me lembrar. Eu não posso me distrair. Não agora. E comer é pra sempre, como eu li neste blog aqui, que me lembrou que eu preciso pensar em mim. Em cuidar de mim, porque senão…
Então comecemos bem a semana, querida. Tenta por um pouco de juízo nessa cabecinha oca, ok?

hoje

Então somos feitos para morrer presos na borda do poço para onde a verdade se retirou?

Rousseau

=====

Coisas a fazer antes de morrer de tão gorda. Ou diet or die. Ou ainda: Tentando ser feliz e ressuscitar.

  1. Comer quatro nozes de noite
  2. Comer duas frutas
  3. Tomar quatro xícaras de chá
  4. Evitar a todo custo doces.
  5. Mastigar devagar, beeem devagaaaar…
Anotação mental: Dessa vez eu consigo

Segunda anotação mental: Isso se encaixa no treino de força de vontade que eu preciso fazer

Terceira anotação mental: Eu preciso conseguir, eu preciso provar pra mim mesma que sou confiável e não vou mais me trair.

Quarta anotação mental: Eu sou uma porca gorda

Quinta anotação mental: lembrar de não me dizer essas coisas.

Fiz uma página com a nova numerologia.

Arquivei os posts anteriores. Começo hoje amanhã tuuuuuudo de novo. Sem mais lenga lenga. A amiga querida deu a idéia. E eu vou entrar no projeto rumo aos quarenta em boa forma. Mental e física.

não posso nem imaginar

Alguns dias atrás eu estava no meio de um pensamento, quando uma idéia me surgiu, a idéia de eu me imaginar, mas imaginar mesmo, magra. E eu que fazem exatos 3 anos estou lutando muito pra emagrecer e – ironia das ironias – engordei e não foi pouco, percebi que na verdade nunca tinha me imaginado realmente magra.

Realmente mesmo. Que essa idéia na verdade me assusta e muito. Não sei porque, não vem ao caso, eu não consigo mais fazer esforço para descobrir o porque. Mas foi uma constatação que me assustou bastante. Porque depois de três anos devorando livros e auto conhecimento, dissecando os caminhos do meu cérebro no que diz respeito a engordar, eu achava que não houvesse ainda um recanto tão óbvio escondido. Mas tem. Eu quase entrei em pânico quando comecei a me forçar a imaginar como seria a vida comigo magra. Não foi no sentido de visualização, no sentido do qi, de formar uma imagem mental não, nada disso.

Foi mais no sentido de imaginar quem eu seria magra de novo. Isso me assustou muito, de uma maneira que eu não achava possível. O fato é que eu fugi da imagem de magra. Foi quase como se eu estivesse cometendo um sacrilégio, um pecado, um crime ao imaginar a minha vida comigo magra. E isso foi surpreendente. E eu fiquei curiosa pra saber quem eu seria magra de novo? Eu realmente e conscientemente tenho medo de algumas coisas nessa brincadeira, tenho medo de que aconteçam algumas coisas se eu ficar magra, mas eu sempre que pensava nisso achava que os prós eram maiores. Mas meu inconsciente, subconsciente ou seja lá como se chama essa parte de mim, me avisou que não, que algo em mim ainda acha que os prós são menores. Que ainda foge apavorado com a simples idéia de me ver magra.

rê bordosa

Viver cometendo erros não é só mais digno, é mais útil do que viver sem fazer nada.

George Bernard Shaw
=====
Mais de uma semana sem vir aqui. Tudo parou e eu comi como se amanhã não houvesse. Crises homéricas de compulsão, crises de ressaca moral, de tudo e mais um pouco. Sem deprimir, sejamos claras. E eu olhava pra mim mesma e mal podia acreditar no que fazia. Sem frutas, sem verduras, sem arroz integral. Sem meditação, sem o qi. E com quase zero do meu suco sagrado de hortelã. E sem água. Um deserto total, uma vontade de me acabar inteira. Foi tanto açúcar que eu fiquei horrível, envenenada e intoxicada de açúcar. Minha pele está péssima, eu me senti cansada, cansada, doente, sem forças.
Tudo bem que foi semana de TPM, mas foi uma orgia alimentar. Foi um descuidar sem fim.
E havia a possibilidade de eu estar grávida, o que me enchia de alegria e medo. Foi bom esse susto pra colocar ordem na cabeça. Foi uma semana em que eu pensei muito, muito. Existiram muitos posts não escritos, muitos caminhos que eu esqueci no meio de um bombom ou de um prestígio.
E claro que a balança marcou um número horrível, inacreditável, ao mesmo tempo que a cabeça e o coração brigaram e muito. Ao tempo que eu me olho mais uma vez e vejo como não posso confiar em mim, como sou a bêbada que promete mais e mais uma vez parar de beber e nem ao menos termina a frase e já enche o copo de cachaça.
Mas uma semana nova começa e só pra não fugir do clichê (porque querer emagrecer é um imenso, enorme, inacreditável clichê), hoje é o primeiro dia.Amanhã, ou mais tarde volto com novidades e com uma descoberta, um insight, digamos, que me ocorreu esta semana.

Um homem vai ao médico e pergunta: “será que viverei até os cem anos? O médico lhe responde: “Você fuma”? “Não”, foi a resposta. “Bebe? Come bem? Se arrisca de vez em quando? Faz amor sempre, todo dia? Viaja? Se cansa”? “Não”, era a resposta. Ao que o médico encerra o diálogo: “então, para que você quer viver até os cem anos”?

se fizesse parar de chover

http://www.divshare.com/flash/playlist?myId=5667913-ea1

abismo e borboletas


Clique para ampliar – Domínio Público

 

“E se você olhar longamente para um abismo, o abismo também olha para dentro de você.”

Friedrich Nietzsche. Além do Bem e do Mal,
Ed. Companhia das letras, pág 79, aforismo 146.


=====
Mais de uma semana sem vir aqui. E uma péssima semana em termos alimentares. Tive muitas crises de compulsão bravas. Muito chocolate, muita comida sem noção. E algumas conclusões também.

A primeira delas é que eu realmente preciso de alguma ajuda, sozinha tá muito dificil. Quando eu estou perto de algum grupo ou algum programa fica mais fácil me motivar, eu encontro mais ânimo pra tentar, pra fazer cardápio, fazer pratos leves, comer frutas e tal. Vou tentar desenvolver esse assunto em outros posts.

 

Se eu estou por minha conta, eu sou a menina das borboletas.

A segunda conclusão é que a minha história é a seguinte: eu tenho um enorme abismo, escuro e cheio de perigos que preciso encarar. Eu preciso me atirar nesse abismo, atravessá-lo para conseguir superar algumas coisas na minha vida, coisas essenciais e cruciais. E o caminho até o abismo é longo, longo e cheio de obstáculos e perigos. Uma verdadeira floresta dos contos de fada. Uma verdadeira jornada do herói.

E eu me armo, me encho de suprimentos, e faço um trabalho árduo pra chegar até lá. Caminho, me perco, sofro, mas chego à beira do abismo. E o abismo é fascinante, é maravilhosamente tenebroso. Assustador. Eu caminho até sua beirada e me abaixo para encará-lo. Naquilo que seria talvez o momento mais importante da minha vida. Encarar o abismo, travar um diálogo com ele, atravessá-lo. E ai, bem na hora H, em que eu estou quase nauseada de olhar a profundidade desse abismo, passa uma linda borboleta colorida na minha frente e eu me distraio com a beleza de suas cores, de seu vôo e saio correndo atrás dela, enlevada.

Clique para ampliar – Imagem daqui, creative commons

E quando percebo, estou de volta ao começo do caminho, distraída e atraída por uma borboleta colorida. Assim tem sido minha história, perdendo o foco toda hora com borboletas. Hipnotizada pela flauta de Hamelin. E o esforço que eu tenho que fazer: Deixar de lado as borboletas, por mais atraentes que sejam e me concentrar, me fixar no foco. É isso.

 
Aqui encontra-se disponível para download o livro Além do bem e do Mal, de domínio público. Em espanhol.

elefante branco

piada69Domingão de calor insuportável. E eu retomando as rédeas da brincadeira. O peso de hoje é 95,2. Os ponteiros da balança grudaram nesse número. Mas eu não tenho feito nada pra melhorar a situação, essa é a verdade. Ainda não entrei mesmo num programa de modo contínuo e sério e fico com a sensação de que não dei o meu melhor. Falta algo que eu tento conseguir. Mas o fato é que recomeço agora e mais uma vez, essa é minha história.

Read more

corra parte 2

Nossas compulsões e os sentimentos aprisionados que as alimentam estão localizados onde também se escondem os tesouros de nosso verdadeiro “eu”. Para descobrir o que existe sob a superficie das compulsões, precisamos aprender a voltar para nossa experiência, não para a direção oposta. […]

Coloque de lado a resistencia por um minuto e imagine que há um enorme leão feroz atrás de você. É isso que acontece com os sentimentos aprisionados dentro de nós, dos quais tentamos escapar por meio das compulsões. Quando os leões, que são esses sentimentos vêm à tona, colocamos nossos tênis de corrida e corremos à toda. Comemos mais chocolate, encontramos mais coisas pra fazer, navegamos na internet ou sacamos o cartão de crédito. Às vezes conseguimos escapar do leão. Um dia, se tiver sorte, não conseguirá mais correr. Ao cair terá a certeza de que será devorado. Quando o leão derrapar até parar a seu lado, para sua grande surpresa, não morderá sequer um fio do seu cabelo. Em vez disso o leão se transformará em um gatinho, e , quando ele abrir a boca, você verá repousando em sua língua o presente que ele vem tentando lhe entregar a anos! O leão é sua compulsão e todos os sentimentos dos quais você corre. E, como o leão, esses sentimentos guardam grandes tesouros. Mas é preciso parar de correr para recebê-los.

=====

Esse é outro trecho que gostei deste livro. Que coloco aqui pra lembrar, estou dizendo isso em voz alta pra mim mesma.

Creative Commons License

Imagem daqui

casa na areia

Imagem daqui, creative commons

ERRO

Edifiquei minha casa sobre a areia Todo dia recomeço

Eunice Arruda

=====

O estrago desses dias sem estar atenta foi grande. Juntou a falta de planejamento, que me fez não comprar boas coisas saudáveis, a síndrome do jaque, uma dispersão sem tamanho, que quase me preocupa.

O que eu poderia dizer hoje? Que construí minha casa sobre a areia? Que não sei porque o erro é mais forte do que eu? Que perco tempo vida e alegria nessa brincadeira chata de querer emagrecer. Que eu não sei realmente porque sempre erro? Nem porque insisto em não me aceitar como sou?

Estou comigo mesmo a cada minuto do dia. Não tenho nenhum descanso das minhas fraquezas, nenhuma ausência de mim mesmo. É dificil ter que ouvir aquela voz interior implacável, sempre mostrando meus erros e falhas. (Do livro dos Comedores Compulsivos Anônimos – Para Hoje, pág. 285, 11 de outubro)

E de que adiantaria ausência de mim se teria que retornar as mesmas falhas? O fato: Não emagreci. Não engordei também, o que seria até aceitável, com tanto descuido. Tanto descuido. Descuidada demais, estou eu. Preciso estar atenta, preciso ver agora. Retomo a respiração para encontrar o caminho. Respire fundo, Inspira, expira. Mas descubro que só dói quando eu respiro. É isso, sem cabeça nem pés de barro. Seguindo. Só pra não perder o costume. Eu venho aqui porque quero alguma coisa. Preciso comer frutas. Frutas. Verduras. Grãos integrais. Reduzir açúcar, massa. Caminhar. É isso. Tão simples, tão complicado! Amanhã é segunda, dia bom, quando eu estou em dia com meu trabalho. Estar em dia no trabalho me traz leveza. Amanhã vou seguir firme, firme. Minha primeira meta é emagrecer 7 quilos. Nada mais, se eu conseguir já vai ser um grande feito, grande mesmo. Amanhã vou tomar chá, vou comer frutas, tomar água, fazer o qi, meditar, trabalhar bem e evitar açúcar. Enfim, amanhã vou me cuidar.


Creative Commons License

Imagem daqui

Sabe o cortisol, aquele hormônio que marca território quando vivemos uma situação de stress? Então, uma de suas tarefas é estocar gordura no corpo. E as pesquisas já comprovaram há algum tempo que o cortisol age muito mais intensamente em pessoas que dormem pouco. Para se manter acordado durante a noite, nosso organismo passa por uma série de alterações. A explicação é simples: o corpo interpreta a vigília como se fosse uma ameaça – é o mesmo mecanismo desencadeado no homem primitivo quando tinha que enfrentar um perigo.

=====
O calor tá terrível por aqui. Coisa horrível mesmo, insuportável. Pra alguém alérgica ao calor como eu tudo fica mais dificil. Porque eu não consigo dormir direito. E sono é tudo de que eu preciso nesse momento. Eu não sei como é com todo mundo, mas eu quando não durmo direito, especialmente um tempo maior, fico fraca, fico sem forças pra resistir às compulsões… É um ciclo vicioso terrível.

Eu preciso dormir bem, pra ter forças e conseguir resistir. Eu tenho meditado pouco. A meditação que eu estava fazendo não estava muito legal, eu cismei que ela estava trazendo alguns efeitos colaterais e dei um tempo dela. Mas ainda não acertei com a nova meditação. E meditação é a minha maior terapia, ela segura minha onda. Quando eu faço direitinho ela me salva muito.Eu sempre emagreço quando medito regularmente.

Só isso, só mesmo pra vir aqui, pra me forçar. Sem grandes dramas hoje, que o dia tá quente demais e derreteu minha vontade de escrever e me fez esquecer que tinha algo a ser escrito.

quando deus ri

Creative Commons License

Imagem daqui

Deus ri-se da ansiedade dos que tentam controlar a vida e desgastam-se em armar esquemas para que nada fuja do planejado, e esquecem que a vida é fluida e fugidia, e quanto mais se quer controlá-la, mais escapa pelos nossos dedos

Daniel Rocha

–o0o–

O Homem faz planos. E Deus ri.

–o0o–

Baguncei tudo de novo. E vou chorar as pitangas sim, que é o melhor que eu faço. Isso aqui é pra mim, é onde eu choro e esperneio mesmo. é pra minha organização, principal propósito. Se não agrada, pois é…

Baguncei o coreto todo de novo e praticamente coloquei tudo a perder. E infelizmente não foi só no setor emagrecimento. Acontece que esse problema de emagrecimento é metáfora na minha vida. E está ligado a coisas outras, a outros nós que eu não consegui ainda desatar. Pois bem, o fato é que eu procrastinei, fingi que não tava vendo, fugi de mim mesma, mas o elefante branco no meio da sala só engordou e cresceu. Eu perdi o foco mais uma vez e dancei.

Então só resta uma coisa, que é recomeçar, de novo. Só vim aqui pra choramingar e pra escrever, pra registrar que hoje é o segundo dia do meu ciclo e eu estou cansada, cheia de complicações, de pepinos, de trabalhos que se acumularem na minha pasta porque eu fugi de mim mesma. Que eu estou triste, sem fé em mim mesma e de saco cheio. Mas que não vou desistir, não vou largar esse osso.

Eu tenho alguma séria lesão em algum compartimento do cérebro, pq eu já estou careca de saber que não adianta fugir de mim mesma, que não é produtivo fingir que não vi, que não adianta procrastinar, e que acima de tudo eu sou muito dispersiva pra poder me dar ao luxo de não seguir um plano e principalmente de não ter um plano. Eu sempre danço quando deixo tudo solto, não dá.

Eu fujo de mim mesma, mas não adianta, acabo trombando comigo mesma num relance na primeira esquina. Então, lets vamos, vamo que vamo. Bora correr o susto né?

Agora tenho planos e tenho o plano supremo de ter planos, mesmo que Zeus ria muito de mim.

pausa

Creative Commons License
Imagem daqui

Pois é, eu sumi. Até escrevi posts que não publiquei. Pensei em fechar ,mudar de blog, voltar anônima, com pseudônimo ou algo assim. Mas eu consegui postar com pseudônimo durante muito pouco tempo, me conheço. E mudar de casa não some com o problema, eu já tô calejada de saber disso.

E sei que fiquei assim por causa de um comentário inocente de alguém. Mas…Falta pouco menos de 100 dias pra eu ir de novo pra Xangri-lá. E quero estar mais leve, por favor! Pra poder curtir Xangri-lá como nunca pude.

Tenho cem dias pela frente. Vou tomar providências. Fazer o qi 3 vezes é uma delas, isso não pode acontecer eu ficar sem fazer, pois é a minha principal ajuda.

Eu tenho perdido o foco com muita freqüência, apesar da minha persistência… Pensei em reativar o blog dos cem dias, mas mal dou conta dos que já tenho, então não.

De toda maneira preciso dar um jeito de reativar o pique.

Interessante foi perceber que no meu ciclo, quando eu entro na fase de tpm, apesar de mais irritada e muito emotiva, eu fico muito mais animada, com muito energia pra fazer coisas boas pra mim mesma. Então preciso dar um jeito de reverter isso a meu favor. Nessa época eu fico sempre menos dispersiva. Vou começar já a me dar esses cem dias de presente, me cuidar, fazer a coisa certa. Mas principalmente me perdoar quando eu faço as coisas não tão certo assim…Ainda bem que…

Sei lá, ainda bem que tô viva e posso me dar ao imenso luxo de fazer dieta.

blog nós mulheres

Aquela felicidade plena, aquela sensação maravilhosa de saborear um doce que se ama sem pensar em mais nada, sem sentir nada além daquele sabor, foi riscada do cotidiano das mulheres. No dicionário feminino, o verbete “prazer” vem sempre acompanhado da palavra “culpa” -pelo menos quando se fala de alimentação. Antigamente, nós, mulheres, não podíamos ter apetite sexual. Hoje não podemos ter apetite – ponto final. É por isso que eu sempre brinco que nos tiraram de Bangu 1 e passaram para Bangu 2. O endereço da cadeia mudou, mas continuamos prisioneiras. Antes era a moral que nos aprisionava. Hoje é a estética.

Leila Ferreira

=====

Nós todas pudemos comprovar de bem perto o quanto ela é magra. Sim, magrinha, magrinha, nós até comentamos. Parece até que vai se esvair de tão levinha…

Mas até ela já sentiu o peso inevitável da magreza, como se vê pelo trecho acima. O artigo todo está na edição deste mês da Marie Claire. Pode ser lido aqui, acho que basta ter um cadastro.

=====

Nada a ver com o tema do post, mas queria dizer que tá no blog dela também uma frase que eu adorei:

hohohoho.
Essa frase me lembrou do que diz o meu melhor amigo: Nalu, todo mundo é motivo de piada, TODO MUNDO. Incluindo eu, você, o Einstein e a Giselle Bundchen.

medo da privação

Figura daqui

Prosseguir mentindo

é o jeito que encontrei

de viver aproximado da realidade


Dificulta-me repartir.

Ocultava o alimento no quintal.

O que não comia, escondia para o para o próprio proveito.

Nossa fome não acompanha
A idade dos dentes.

Fabrício Carpinejar – As Solas do Sol, pág 70

( o grifo é meu)

=====

Eu percebo que minha compulsão está ligada a um medo terrível de perda. Acho que é a mesma voracidade que está na origem da minha coleção de livros, com a notável exceção de que os livros só engordam a mente. Eu percebi que essa processo de acúmulo é medo de perda, é apego puro.
É como se eu não tivesse aprendido que não é preciso comer tudo, que eu não vou passar fome, que a comida atualmente é farta. É como se alguma programação genética dos meus ancestrais das cavernas que chegou até mim não tivesse sido desligada e eu temesse a todo instante a falta. A privação.
Certamente a psicanálise deve ter outra explicação pra isso, talvez alguma angústia da separação, sei lá. Enfim, o que interessa é que eu entendi isso, o tamanho da minha angústia o que me leva a acumular, o tamanho do meu apego. Talvez algum exercício de desapego seja bom, ajude a emagrecer. Vou pensar mais nisso, com mais amor. O médico do qi tinha me ensinado uma programação para lidar om isso, vou ver se lembro ou se acho os papéis.
=====

Enquanto isso, hoje é sábado. Dia de recomeçar. Já acionei o meu maravilhoso suco de hortelã. Que bem me faz esse suco! Já comi minha salada de frutas com uma colherinha de mel. Vou caprichar, como se diz. Cada vez mais eu gosto da minha perseverança. Vou conseguir. Alguns dias de delírio não vão me derrubar.

logorréia

Creative Commons License

Figura daqui,
licenciada sob uma
Licença Creative Commons.

“ Sou eu próprio uma questão colocada ao mundo e devo fornecer minha resposta; caso contrário, estarei reduzido à resposta que o mundo me der.”

Jung
=====

E de novo eu não tenho muto a dizer, mas eu venho até aqui. Eu preciso persistir. E preciso chover palavras, porque não há muito mais a fazer. Escrever emagrece. E já que ninguém me lê, vão-se palavras.

Eu tenho que retomar a comida saudável. Escorreguei, mas não levantei totalmente. Preciso seguir, há uma vida a ser vivida e inventada. E há vida além da gordura também, não dá pra esperar. Eu sinto falta do meu suco de hortelã, preciso fazer de novo.
Estranhamente, apesar de tanto escorrego eu estou feliz. Talvez a chave tenha caído perto de mim, talvez haja um pequeno sorriso à espreita na tarde fresca e cheia de cigarras.

Enfim, enfim e no começo, há a vida esperando ali fora. E há aquele projeto de mim mesma, malditos existencialistas!

E boa filha protestante, eu preciso fazer de mim mercadoria, já diziam os fetiches do tempo. Mas não mercadoria-corpo, não pense
bobagens. Mercadoria pra ser exposta nos bazares da classe média e boba. Que é o que sou. Nem pra ser grande e boba, aff. É só mesmo uma logorréia longa e tediosa, não ligue.

Deixa eu voltar pras minhas anotações adolescentes, que quase não há mais tempo. Ou hoje já é muito tarde, nos vemos amanhã.

esteira e tênis

Hoje é hoje.
Chegou esta manhã preparado por muita escuridão:
não sabemos se é claro ainda este mundo recém inaugurado;
ele vai clarear escurecer
até que seja dourado e queimado
como os grãos duros de milho…

Pablo Neruda

=====

Aí eu sinto de novo o entusiasmo dos primeiros tempos de blog de
emagrecimento
. Porque eu perdi um quilo mais ou menos e 4 centímetros de cintura! Tudo bem que pra quem tem tantos centímetros na cintura é pouco, mas com a semana que eu tive é uma imensa vitória. E me lembro de como o qi funcionava, de como estar envolvida com esse assunto, embora seja cansativo,
funciona.

A numerologia tá mudando pra melhor, fico tão empolgada com isso. Números de sorte, que continuem assim.

E semana passada eu ganhei uma esteira. Velha e acabadinha, mas funcionando ainda. É que meu pai é o cara mais disciplinado que eu conheço (queria ter herdado isso dele, ou aprendido com ele) e caminha todos os dias, faça chuva ou sol, sábado, domingos e feriados. Além de jogar todos os dias de semana. Isso com setenta anos, 3 pontes de safena e um câncer. E ninguém ganha dele no boliche. Então, ele tinha uma esteira que usou por uns 7 anos até a bichinha ficar velhinha e acaada e ele comprar outra. Ai ele deu a velhinha pra minha irmã que fez ela de cabide e tal. Ela disse que eu podia buscar se quisesse.
Como eu queria mesmo fazer alguma atividade física além da ioga e acho que caminhar é bom, eu quis a esteira. Até porque não ia gastar tanto $ com algo que eu nem sei se usaria. A última vez que eu usei uma esteira foi em trabalho de parto, porque caminhar ajuda a acelerar o trabalho de parto.

Ai trouxe a esteira aqui pra casa e andei. Pouquinho, pouquinho ainda, duas vezes, pra não cansar, pra ver qual é. E ressuscitei meu par de tênis branquinho. Velhinho, feinho, mas muito útil. Acho que pode até ser que eu chegue em algum lugar né?

labirintos

Na amnésia dos últimos dias, percorro meu itinerário vagando pelos labirintos da mente.
Nos espaços vazios dos territórios ulteriores mergulho, me perco.
E quanto mais me perco mais me encontro livre.
Na vertigem da infinidade de novos mundos conhecidos a amnésia me liberta dos preconceitos passados.
A memória é paralisia.
Lanço minha âncora ao vento, sem ponto de partida ou chegada.
Clandestino, passageiro, minha história é o presente.

Cafuncio (quem quer que seja esse)

=====

Nesse momento eu não estou bem, mas cansei de reclamar. Apesar de que eu não considero exatamente reclamações o que faço por aqui. Aqui é minha parada diária de pensamentos. Magros, de preferência, mas nem sempre. É onde eu exorcizo meus demônios, onde eu os convido a tomar chá de artemísia*. Por isso é natural que o tom seja pessimista. Aqui é pesado justamente pro dia ser leve. Porque eu já disse que não gosto de postura pessimista e do esforço que faço pra não sucumbir num mar de fel. E é assim que acontece.

Mas também, quando percebo que tá reclamão demais, vejo que é hora de mudar um pouco o tom, pra voltar a motivação. Ontem mesmo acabou dando resultado. Eu vir aqui reclamar. Eu fiquei dentro dos pontos, mil vivas pra mim. E tenho que dizer que o qi, mesmo eu não fazendo as 3 x ao dia, tem feito um bonito resultado na minha barriga. Ela dimnuiu a olhos vistos. E eu não recuperei o quilo perdido, mesmo com a semana passada tão ruim, mesmo com Danete no café da manhã (eu lembro disso e começo a rir, isso lá é comida de gente?)

Mas ainda tenho um longo caminho pela frente e muito demônio pra exorcizar. Porque não é simplesmente emagrecer, eu já vi que se trata de algo bem mais enraizado que isso, é algo maior que todos os meus quilos a mais. Emagrecer não é tão dificil, quando o lance é emagrecer. Mas para mim quase nada é só.

Por isso pra algumas pessoas é tão simples. Vou perder X quilos até o natal e elas perdem mesmo. Sem muita neura. Mas, eu não sou assim. Eu sou o que sou, complicada. Dia desses a Vânia disse que meu blog era um labirinto. Eu achei muita graça, porque é isso mesmo. Na verdade eu sempre estou cercada de labirintos mentais e físicos. E vou contar, muitas vezes eu me perco nos labirintos que eu mesma crio e fico lá, largada e perdida por muito tempo. Mas, é assim que eu opero, se fosse simples eu não seria Nalu, o pacote de ser quem eu sou inclui muitos labirintos.

Eu sempre opero em modo labirinto. Eu tive um amigo que falava: mas você sempre escolhe o mais dificil né, Nalu? Então, escolho mesmo, não é por graça, eu não posso evitar. Mas desse labirinto, criado e construido e acrescido por mim durante os anos, eu vou sair, podem apostar. E bem mais leve.

=====

Há dois labirintos do espírito humano: um respeita à composição do contínuo, o outro à natureza da liberdade; e ambos têm origem no mesmo infinito
Leibniz

A firmeza de propósito é um dos mais necessários elementos do carácter e um dos melhores instrumentos do sucesso.
Sem ele, o génio desperdiça os seus esforços num labirinto de inconsistências
Philip Chesterfield

Que parte de mim, que eu desconheço, é que me guia?

“Por que faço eu sempre o que não queria?

Que destino contínuo se passa em mim na treva?

Que parte de mim, que eu desconheço, é que me guia?

O meu destino tem um sentido e tem um jeito,

A minha vida segue uma rota e uma escala

Mas o consciente de mim é o esboço imperfeito

Daquilo que faço e sou: não me iguala

Não me compreendo nem no que, compreendendo, faço.

Não atinjo o fim ao que faço pensando num fim.”

Fernando Pessoa,

Cancioneiro. Obra Poética, Editora Nova Aguilar, p.129

=====

Sábado, 11:30. Eu estou aqui, pensando na morte da bezerra. Porque ainda nem chegou o almoço e eu já gastei 8 pontos. Vou mostrar o que comi. Clique ai na figura ao lado para ampliar. Terrível. Nem ia anotar. Minha agenda está em branco desde o dia 17 de setembro. E danette de café da manhã? Quem pode com isso? Mas resolvi mesmo assim anotar. Não ia, mas resolvi. E me pesar também, como pode ser visto na numerologia.

Eu tinha perdido um quilo. Mas já recuperei quase todo. E tava olhando meu post do começo de ciclo do mês passado e tava cheio de esperança. Mas aí passa o mês e eu não faço nada. E cada vez fico mais fraca e sem moral. E esse novo ciclo tá mais fraco e mais amargo.Não posso desistir, por isso estou aqui.

Só que não tenho escolha. E tenho que limpar toda essa sujeira que só faz piorar. Tava indo super bem e desde o dia 17 tá horrível, e eu nem sei porque. Provavelmente por causa da dificuldade em ser bem sucedida. Bom, mas o porquê não interessa mais.

O fato: Não tenho conseguido, mas hoje é dia de recomeço. Eu tenho me enfraquecido, e confesso que na verdade estou meio rodeada de coisas, pessoas e situações que me enfraquecem. E vou eliminando aos poucos isso tudo, junto com os quilos.

Então vou seguir em frente.

As coisas boas: Tenho meditado. Ontem resolvi fazer a lista das 101 coisas, estou precisando de ordem até mesmo nos meus desejos e intenções. Tenho persistido por mais tempo do que nunca. Normalmente teria desistido já, mas agora tenho me obrigado a escrever, ao menos. Porque aio fica mais fácil não perder o foco. Acho que agora só me resta rezar.

meditar

Imagem Creative Commons daqui.

Imagem Creative Commons daqui.

Hoje eu não tenho nada pra dizer. Os últimos dias foram ruins. E eu estou lutando pra me convencer a voltar pro eixo. Mas já cansei de dizer que não tenho alternativa, então vamos indo. O que tá sobrando dessa maratona é que eu tenho meditado todos os dias. e isso vai serenado o coração aos poucos. Ontem aconteceu algo que poderia ter me deixado bem pior não fosse a meditação. E isso é bom.

Em 2000 eu fiz o curso de Meditação Transcendental, que é uma meditação com mantras. Eu paguei o curso pra receber o mantra que supostamente é pessoal e coisa e tal. Depois descobri que o mantra não é assim tãããããão pessoal. E que a meditação também não é tããããão original assim.

E que tem uma meditação igualzinha, mas igualzinha, só que da tradição cristã. É é a oração centrante, ensinada de graça. Ou a Meditação Cristã.

A única coisa que muda é o mantra, a palavra na qual vc medita. Que por supuesto, na meditação cristã é cristão e na MT é hindu.

Claro que os adeptos praticantes de carteirinha vão dizer que há alguma diferença, mas não há. Inclusive o monge que trouxe de volta a meditação cristão foi treinado com um swami hindu. Enfim, a meditação é a mesma. E se um dia forem tentados a fazer o curso de MT, façam primeiro, e de graça a meditação cristão ou a oração centrante (tem uma ligeira diferença entre essas duas, mas é muito pequena.) E
depois se quiserem gastar seu rico dinheirinho, façam o curso de MT, só pra descobrir que é a mesma coisa. Já ouvi dizer que um curso de MT na Europa, de cinco dias custa 2000 euros.

Aqui em BH mesmo existem lugares onde a Meditação pode ser aprendida de graça. E é tão, mas tão simples de fazer que pode até enganar. Mas é eficaz. E ela tem me ajudado muito. Estou surpresa comigo mesma de estar sendo tão assídua há já algum tempo.

É isso, meditem. Meditar ajuda a emagrecer.

novo endereço

Estamos operando em novo endereço e aguardamos sua visita em breve!

ana e o tse

De como a Ana e o TSE vão me ajudar a emagrecer.

Ontem, num papo com as minhas amadas motherns, falávamos de auto-estima, de nossa satisfação ou não com o corpo. E certamente sobre como todas as mulheres da face da terra estão a cinco quilos da felicidade.

Eu pra variar, coloquei que não conseguia emagrecer, que não tinha força de vontade e coisa e tal. Coloquei que não me acostumo com tanta gordura que me deformou em tão pouco tempo coisa e tal.

E fiquei pensando na minha imensa e linda coleção de fracassos coloridos e de toda a numeração, variando de 67 a 96. E fiquei triste, de novo, pensando, nossa, eu sou um fracasso, não vou conseguir, e toda aquela ladainha enfadonha que já descrevi no post anterior.

Aí, no meio da conversa, a Ana falou duas coisas que me tocaram. Uma delas foi a seguinte:

“Nalu,

Se eu pudesse nos dar um conselho (hohoho) seria o de esquecer totalmente que a gente tá nesse barco há algum tempo. Seria o de começar a comer como se hoje fosse o primeiro dia das nossas vidas. Nascemos hoje, adultas, comendo já, mas hoje estamos começando um novo caminho. Seria o de esquecer todas as jacas anteriores, todas as vezes que não deu certo. Porque assim a gente não ia começar se desacreditando, né?? E se a gente já começa se desacreditando, já está perdendo a batalha…”

E né, é isso mesmo, adianta ficar pensando nos fracassos? Eu tenho muitos e a cada dia pelo que vejo, aparece mais um, ontem mesmo eu não consegui completar o dia direitinho. e não vou usart a desculpa de que estava de plantão. Com um pouco de planejamento eu poderia ter driblado o fato. Quer dizer, eu escorrego por nada e tenho motivos de sobra, mas de sobra mesmo pra me achar fracassada, pra ter certeza que não vou conseguir.

Mas esse raciocínio tem um problemão. Eu não posso fracassar, isto não está no script, é uma possibilidade com a qual eu não posso contar. Ou seja, risca ela aí, porque não vai dar. Eu só posso mesmo acreditar e seguir em frente. Move on!

Então, eu tenho que levantar e seguir, não me resta outra opção. Daí decidi tentar seguir o conselho da Ana e tentar nascer de novo, hoje.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=glVwjLp2o9Y&hl=en&fs=1]

A outra coisa que ela falou foi sobre essa propaganda do TSE, mostrando como quatro anos é muito tempo quando as coisas estão dando erradas. Eu estou nessa por mais de quatro anos e sei muito bem do que se trata. Por isso decidi mais uma vez.

Vejam o vídeo ai que é isso mesmo, a mulher do video sou euzinha.

Não, mais uma vez não, pela primeira vez que vai dar tudo certo. Resolvi ativar novamente a página de numerologia. Eu estava com muita, muita vergonha de mostrar esse peso horroroso, alarmante, detestável, mas é melhor encarar. Ai vai ter uma página de pesagem semanal. E não vou desistir agora. Dessa vez, a despeito das jacadas tem algo diferente, até as jacadas estão sendo devidamente anotadas, coisa que eu nunca fiz, sempre desistia ali pela segunda jaca. Eu tenho persistido por mais tempo que nunca.

Pois é, eu me aguardo novamente, que desta vez eu vivo pra contar.

calos cerebrais

Embora nossa mente busque desesperadamente a previsibilidade, acabamos por aprender que o mistério
é mais poderoso que qualquer certeza que lutemos para impor
.”

Deepak Chopra

=====

Ai eu já tava com todo um discurso pronto de “eu não tenho jeito mesmo, eu não consigo, eu sou terrível, eu me odeio, eu não presto, sou uma gorda inútil” e tudo o mais. Isso pra não dizer o que eu realmente pensava, e ainda penso às vezes, que é mais pesado que isso aí. Já tava preparando a cama quente pra chorar.

Mas surpreendentemente me deu preguiça de fazer isso. Preguiça de sentar e chorar, de me lamentar. E principalmente, preguiça de desistir! E eu fiquei estupefata com isso sabem? Era um comportamento tão naturalizado em mim que não caberia margens de dúvida que ele iria acontecer. Ontem eu deslizei meio feio, mas sem sair dos pontos previstos. E foi feio, porque comi doce, o que seria muito mal pra mim, mas acabei levantando e simplesmente decidi não ferrar o resto do dia. E continuei, até anotando. E até meditando, vejam só quanto progresso…

E hoje já estava esperando um começo desanimado, meio assim sem fé em mim mesma. Mas me surpreendi e não estou com disposição de me achar uma fracassada, uma inútil. Isto é tão surpreendente no meu mundo, mas tão surpreendente que eu estou até com medo. Um medinho assim da felicidade, sabem, quando a história é boa demais? Ai aparece o seguinte pensamento: “mas que bobagem, ficar animada por causa de algumas horas de liberdade dos pensamentos destruidores?”

Mas isso é muita, muita coisa. Além de ser novidade, e das boas. Então é isso, preguiça de desistir. Bem dizia um conhecido meu que a maior força dessa vida é a inércia. Eu tanto tentei afastar esses pensamentos destrutivos que até já tinham criado calos no meu cérebro, que acabei conseguindo. E acabei estacionando nesse lugar mais confortável de persistir. Espero que isso dure. Porque eu tenho tanto trabalho a fazer nessa área que vou precisar mesmo de toda positividade que houver. Toc toc toc na madeira.

A figura aí é um página recente da agenda. Achei que era boa pra hoje.

katmandu

“A vida de amanhã está muito distante”

Martial

=====

Às vezes parece que nada adianta. Às vezes parece que vou me perder ou já me perdi no meio do caminho. E me pergunto o que faço aqui desperdiçando horas, dias, minutos de silêncio e sossego da mente e do corpo. às vezes penso estar em meio a uma fantasia coletiva, as vezes penso estar dentro da Matrix, mas tendo cada vez mais vislumbres da real realidade. Mas sei que preciso fingir e fugir de algo pra estar aqui.

Sei que algo em mim é muito violentado quando eu tento ser alguém que não sou. Mas que preciso ser porque o que sou não pode funcionar direito neste mundo. E a culpa não é do mundo, não há que se falar em culpa, apenas as coisas são assim, estão assim, pouco importa, pois é a minha pele que sente.

E tudo é fake, muito fake e as minhas emoções acabam se tornando tais, fazer o quê?

=====

De volta pra Matrix: Eu fiquei assim meio desolada porque depois de tanto esforço eu me peso ontem e a balança acusa que eu ganhei peso? Como assim? Oi?

Duro de engolir, depois de tanta privação. Vontade de catar tudo e ir embora sozinha pra Katmandu, quem sabe não seria uma excelente idéia? Mas a verdade é que preciso encontrar Katmandu dentro de mim né? A Katmandu da Matrix.

Depois da decepção inicial eu parei e pensei que é assim mesmo, isso acontece às vezes neste processo. Hoje de manhã ousei me pesar de novo e estava menos, mas ainda assim, mais.

O que seria um motor pra eu desistir antes, foi transformado apenas em um grande suspiro, de: “pois é, mais uma semana sem ganho de leveza, mas tudo bem, a porta ainda está aberta”. Sigo tentando, pois não. Espero ter cada vez menos vislumbres de realidade dentro desta matrix. Se é pra estar aqui que seja direito. (Como se fosse possível, há!) Sentindo o gosto falso das coisas não sentidas. E escrevendo frases feitas.

E voilá, acabo chegando na saída. Beijos em tod@s.

nos meus tempos de criança

Eu fui uma criança pobre. E como muitas meninas da minha época, eu era apaixonada por artigos de papelaria, que em fins dos anos setenta, começo dos oitenta era caro e bastante escasso. Ainda mais que eu morava numa cidade do interior. Mas era tudo inacessível e eu não tive quase nada dessas coisas.

Eu cresci, estou envelhecendo e a paixão não me deixou. E eu ainda amo qualquer coisa de papelaria, borracha com cheiro, canetas coloridas, adesivos super fofos, tudo. E tenho mais uma esquisitice que é ter mania de agenda. Eu tenho muitas agendas, já fiz agenda de uma página por dia toda manualmente (e ficou linda!). Daí que pra agenda magra foi um pulo. Agora que eu posso, me divirto com canetas, papéis, adesivos, tudo muito fofinho e bonitinho e quase.

Acho que é por isso que eu tenho blog. Quer coisa mais papelaria do que um blog de menina, como são os meus? Por isso adoro ficar mudando a cara (embora isso também já tenha enchido um pouco e eu esteja querendo sossegar nestes mesmo), enchendo de frufrus e tal, bem realizando os desejos daquela menina dos anos 70/80.

E eu resolvi ressuscitar a antiga agenda magra que ainda tem muitas páginas em branco, porque não ajeitei com outra. Eu sei que é algo infantil, mas quem disse que eu tenho obrigação de crescer?

E outro dia ganhei da Ana (Ana, eu nunca te agradeci né? Muito obrigada!) uma cestinha fofa, com jeito de criança. Aliás, não fui eu quem ganhou, foi o Tatá, mas ele gentilmente me cedeu. E resolvi colocar na cesta todo o meu material da agenda magra. E cara, como uma coisa tão boba pode servir de tanta terapia! Eu adoro a cestinha e adoro ficar ali recortando, colando, preenchendo com carimbos e canetas coloridas a danada da agenda. E coloco sempre pensamentos inspiradores, pra ver se algo entra nessa minha cabeça dura. Eu relaxo e me divirto. Então, essa aí é a cesta. Com um monte de coisas dentro, tudo pra brincar de encher agenda.

Aqui o que tem dentro da cesta:

1 Estojo com canetas e mais canetas coloridas

2 Saco com carimbos diversos e durex colorido e enfeitado

3 Máquina fotográfica velha, só pra fotografar pesagens e coisas do blog Leveza

4 Calculadora (pra calcular pontos e etc.

5. A famosa agenda magra

6. O livrinho (na verdade uma velha agenda) de anotar o que eu como. Essa também estava abandonada, mas resolvi retomar, porque, sei lá.

7 Livrinhos do VP

8 Adesivos coloridos

9 Livrinho de motivação (um deles).

Faltam ai tesoura e um saquinho com palavras, frases e etcs. recortados de revistas diversas. E a fita métrica.

E os carimbos (outra coisa que eu adoro, carimbos.) Aliás eu adoro tudo que tem a ver com o que é gráfico. Deve ser meu passado de monge copista hahahaha.

Post meio besta, mas é pra me lembrar que eu preciso manter o foco. Preciso estar atenta e não me distrair.

se eu pudesse elaborar

clique para ampliar

Continuando a desopilar o fígado, vamos lá, continuar a repetir, já que eu não posso recordar, pra quem sabe conseguir elaborar. E parar de repetir, né?

Porque eu quero emagrecer. Agora, eu digo. Na verdade, tem alguns anos que eu quero isso. Ou melhor, acho que sendo mulher nesta sociedade, desde sempre. Desde que se vaticinou que “uma mulher nunca está magra o suficiente“. Frase de nancy Reagan que acabou sendo um dos mantras do movimento Ana-Mia

Mas vamos dizer que esse “alguns anos”, que na verdade são 4, foram os anos em que isso acabou se tornando uma questão central pra mim (com tanta coisa legal pra ser a questão central da vida, eu fui arrumar logo esse!).

Eu quis, e sempre por motivos estéticos, nunca me preocupei de verdade com saúde, até porque estava gorda há pouco tempo e não achava que poderia fazer tanto estrago tão depressa.

Mas agora, veja só, eu quero mais do que tudo que posso querer, engravidar. Eu quero muito ter outros filhos e quero engravidar mais uma vez. Mas eu tenho 37 anos e 3 meses. O relógio tá batendo tictactictac. E eu estou com mais de 90 quilos. E tem meu histórico anterior de pré-eclampsia, de diabetes gestacional. E tem a situação da minha saúde agora, do meu fígado, da glicose e tudo mais. Então acho arriscado demais engravidar assim. Embora as vezes eu me sinta tentada a ignorar isso. Porque se eu fico tentando demais e não consigo heim? Não é a à toa que quem pensa muito não faz. Mas se tivesse dependido de mim eu acho que já teria 3 filhos. Não tem nada que eu queira mais na vida agora. Mas acho que já falei isso.

E tem hora que eu queria chutar o balde, e tomar umas anfetaminas sim. Ai eu emagrecia rápido e pobrema resorvido. Mas né, para pobremas reais, não existem soluções imaginárias…

Mas pra minha sorte eu nunca tolerei mais do que uma semana de anfetamina. Ai eu não tenho muita alternativa. Mas pôxa, ta faltando força de vontade, a mardita.

Eu fico pensando, em que momento da vida a gente adquire força de vontade. Capacidade de renunciar ao principio do prazer (já falei disso aqui), que eu não tenho. Isso me intriga, eu penso em como é isso. Sera inato, será adquirido? Será que educar alguém pra isso adianta? Eu sou muito, muito hedonista, estou no paraíso infantil das gratificações imediatas ainda. Mas a que preço? Ai como eu queria ter força de vontade!

Vou ali dar uma olhada nesse livro pra ver se encontro algo, porque minha cabeça já ta até fedendo de tanto pensar sem que eu consiga encontrar a resposta, sem que eu tenha passado ainda pelo ponto de viragem. Dá vontade de gritar, acorda!

desirella

Asssiti esse curta ontem na TV Minas e gostei muito. Tem tudo a ver com o papo que eu venho travando na minha cabeça de aceitação do corpo, de feminilidade e etc. Muito legal, eu gostei. é de 2004, mas eu não conhecia ainda.

Assistam, vale à pena. É só clicar aqui: Desirella

Desirella

Gênero Animação – Diretor Carlos Eduardo Nogueira

Ano 2004 – Duração 11 min

Cor Colorido -Bitola vídeo – País Brasil

A produção deste curta foi viabilizada com patrocínio Petrobras.

Vivendo num conto de fadas, a velha Desirella obtém um par de sapatos mágicos que a torna jovem, numa desesperada tentativa de transcendência.

Ficha Técnica

Roteiro Carlos Eduardo Nogueira Edição Carlos Eduardo Nogueira Direção de Arte Carlos Eduardo Nogueira Som Ruggero Ruschioni Música Ruggero Ruschioni

Prêmios

Prêmio do Público no Festival de Cuiabá 2004

Prêmio Especial do Júri no Festival de Cuiabá 2004

Melhor Ficção no Festival de Gramado 2004

Melhor vídeo no Festival de Gramado 2004

Prêmio Porta Curtas no Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro – Curta Cinema 2004

Prêmio Especial do Júri no Festival Latinoamericano de Vídeo de Buenos Aires 2004

Melhor Direção de Arte no Vitória Cine Vídeo 2004

Melhor Curta – Prêmio da Crítica no Cine Ceará 2004

Melhor direção no Cine Ceará 2004

Melhor Trilha Sonora no Cine Ceará 2004

Melhor vídeo no Cine Ceará 2004

Melhor Animação no Festival de Belém 2004

Melhor Trilha Sonora no Festival de Belém 2004

Melhor Animação no Festival de Video de Santa Maria 2004

Melhor Roteiro no Festival de Video de Santa Maria 2004

Melhor vídeo no Festival de Video de Santa Maria 2004

Melhor Animação – Hors Concours no Festival de Vídeo de São Carlos 2004

Melhor Animação no Guarnicê de Cine e Vídeo 2004

Melhor Animação no Jornada de Cinema da Bahia 2004

lola escrevendo

Posts excelentes! Adorei o que essa moça escreve, muito em sintonia com o que eu acho. É a Lola, do Escreva, Lola, escreva. Essses posts que eu coloco aqui tem tudo a ver com o que eu penso e com o momento que eu vivo agora. Podem ler. Os posts de cinema também são muito bons.

Ah, e tem muito mais, mesmo.

pafúncia

Agora é compromisso público! Temos que emagrecer. Afinal nosso compromisso com a Pafúncia foi pra TV!!! Estamos famosas.

 

Clica ai pra ver a reportagem que saiu na Record sobre o bloguinho. Aqui o link do meu começo com a Pafúncia e do compromisso que fizemos com ela de mandar os quilinhos pra ela engordar.

http://www.mundorecord.com.br/play/ba61ae8e-0630-4ad8-acc1-2c0262235bd1

adlertagmankind undertaker gifswimming to cambodia spalding graysaaq rimouski téléphonealla alla panam 2portsmouth train station to gunwharf quaysjack lupino sworddrambuie on the rocksfats waller boogie woogieslowdive dagger electricdonal butterfieldcrystal structure of mild steelmotorky 50ccmhumulin r costgofundme percentage cutapoyequeintegrated statistics timesheetmarshfield technical collegenkisi figure congoahsa insurancereset sentry safe electronic combinationdishonored clever killshelene bosklesccy pistol reviewmaneka gandhi petasecret weapons over normandy pc downloadpelvic inflammatory disease iud symptomsdirections to elmira collegedeposit guarantywb com redeem suicide squadwabasha police departmentlånekassen stipendharold and maude playlistira steward second declaration of independencecañon del cobre mexicobatman imaginext batcave reviewakg c12vr microphonerovi corporation jobswabasha police departmenthow long scotts grass seed to growgeranium egypteparroquia santa bernarditavai se fuder translated in englishcurrent nanoscience impact factor 20165.56 bandolier kit for saleoxfam tax haven reportomari hardwick being mary janechief motor machinist's mate us navyangels and airwaves bullets in the windcolt 45 2 zig zags lyricsfichier pdbkaner tree imagesroar 17.5 rulesnon nicotine hookah flavorsmurrays gunsbenzedrine buy onlineamtrak station kirkwood missouricrank length measurementviens viens marie laforetdr suhel ahmedtvblog romde presents world peacerakim musical massacrekfh accountshow to say the sinner's prayermichael randonetarantula species in utahmuriatic acid for septic tanksnxp ethernet phymillion dollar reload a sinner's sainthow does haemon die in antigonethe ramones rockaway beach livekid icarus uprising trailer 2012sutter home white zinfandel californiacerebral concussion pathophysiologyallianz mexico samodimolle mountain in limpopocan you grow opium poppies in the usperiampullary growth6.5 x284 riflekegunaan aluminium foildavid w oxtobyport of ludington maritime museumdecappomario pinball land dsjetfire skyfiretanger outlet mall ottawaweapon mounted laser designatorlisc community developmentsamana dominican republic tourist attractionsopenelec remote app2017 mfj tax bracketscf103aris bpm suiteopus vivace reviewleixlip county councilboxing news mikey garciamarathi panchang 2014abu dhabi visit visa 90 daysdiablo 2 mercenary guidesparling definitionchinga tu pareddendrobium gibsoniicosto audi q3 mexicoaji limon seedsdr david newell seattle waduty free galleria hawaiidanna paola atrevete a soñarraja sabooguerneville weather octoberincisional biopsy melanomatiming chain avanzaflexa hexagonsavage model 93 22 magnum pricedesi natural dahi pricecunard history timelineel valle de elahcolt mustang 380 handgunshockwave for mac 10.5 8shatin pass roadkrishna district collector namevirtual shackles webcomic296.44ruger mark 1 disassemblyfiero drivetrainintegrated statistics timesheethow does haemon die in antigonepaul swords car salesryerson public school hamiltonchinga tu paredentiti appnarcis osobahow to recover truecrypt passworddutdutan tattoosensor induktifocotillo seeds for salewhat are three processes cause fireworks to emit lightapache wingsuitps3 60gb reviewdefine dfudoa tawakal dan berserah dirilaguna sunrise black sabbath videohow to pronounce famke janssencrystal free microdermabrasion machinesdoes blanx workdark tower comics chronologynaruto shippuden ep 72 eng dubhitting the streets jr tundraoutdoor code and the leave no trace principlessamantha amabadirectv spurs warriorssubiaco stadium capacitypcp rifle compressormexican weeping pine treedr larry abernathy abilene txdemarini diablo batdr roger granetdownload song hookah bar from khiladi 786dandruff and blepharitisupenn mba deadlinebighorn backcountry mapsputnik i pogrommega python gatoroidtriple effect evaporator calculationdell 700m memorymiopia em inglesaws elemental careersexplain the difference between endocrine and exocrine glandsamine rizkcibc wood gundy incrick dussaultreindeer moss adaptationsone hitter quitterviedma glacier trekinuvik weather historyhow to use vuse e cigphylum mollusca movementybarra olive oil pricewhalers freighthongos genitales masculinospengertian targetingscribblenauts walkthrough world 3gundam wing endless waltz streamoutlander phev battery costlucero mundo ofrendassonic all stars racing transformed backwards compatiblenoopept and alpha gpcle corbusier sofa lc2 verschiedene farbecoresuite sap business oneronco super showtime pro rotisseriemasa empanadas arabesevangelical free church appleton wilateral incisor loosedizzle the rapperotto galbahow to abbreviate alaskaronco super showtime pro rotisseriesizzle food truck denverpan de sobaoshinnok stage fatalityradix polygonum multiflorumhow to make mephedrone crystalshow to sharpen sog knifealberta canada vital recordselieanflight 3272 southwestgail schapercoastal plains of karnatakabrowning new a5 shotgun reviewtussy roll dancecamden on gauley wv zip coderyefordtransonic supersonic hypersonicisrael houghton te amo instrumentalgreenwich foot tunnel londonrelocating greensboro ncaxochiapan morelos mexicothe snowy day by ezra jack keats moviehydroxyproline estimationchiberta biarritzrunnemede 4th july paradespezifischer widerstand rechnerww2 nazi flag ebayinsertion of quadriceps femorisarmine meaningbrazos chamber orchestradebbie williams dentist west memphis armuriatic acid for septic tanksgavin degraw hallelujah lyricscominakdodge 318 4 barrel intaketarffaprender nahuatl en lineam99 snipersuper greek chatterton road menuwhat is a navel gazergeranium sanguineum cranesbilldoes vy canis majoris have planetsdislocated neck vertebrae treatmentbaked apple pudding crosswordinternetwork and intra networkhow to groom a komondorjoe mangione san antoniobest whistle for gundog trainingwinchester model 70 7mm valueis scotch clear glue pvaegon krenz 1989whiskey speech rhetorical analysisbarnard castle antiques centreyoutube chandanamazha latest episodeblackmores b ciui timing frozen spermlapua reloading brass 6.5 creedmoorfats waller boogie woogieorganisationsnummer enskild firma personnummercopperhead missileshavuot songs youtubedowry prohibition act 1961 rulesecigs safe 2015donal butterfieldcollective responsibility holocaustutas semi auto shotgundish network espnu schedulemetallica the ecstasy of gold enter sandmanpresentable liberty downloadanciliacamillus ny knife companynumber one radyo frekanstembleque de coco puerto ricoerie canal cycling mapen que pais queda manaoswhalers freightmiu miu penny loafer mary jane pumpsdenfeld high school mnboxing lowell auditoriumsoldering certification ipcparfum lancome terbarubanque migros geneve33 hysan avenue causeway bay hong kongdr suhel ahmedjeep renegade selec terraincrittenden middle school in newport news vawhere are aisin transmissions madeamera eidfireworks display northern irelandgwinn high school gwinn micurrent callable cd rates7.62 x39 bullets for reloading for salecurrent callable cd ratesmossberg aow shotgunm3 submachine gun airsoftquotes on baisakhi in punjabi languagebombardier q400 nextgen aircrafttoppoint promotional productspriapus garden statuedr n ganesh bhopald23 expo pricesproctitis or hemorrhoidsavidemux gratisberetta 45 acp cougarthe mont cervin palacedamson plum preserves recipeeastern siberia pacific ocean oil pipelinechief motor machinist's mate us navydots vincennes indiananingyocho stationcarey landry hail mary gentle womancappellini lampeوخلقناكم ازواجاgmx cnetgmc c4500 mpgnew orleans hoagy carmichaelbimbo virtual worldncore nuelements stratovarius5 durham rd guilford ctlv equity release interest rateslinksys e2500 router troubleshootingyoutube chandanamazha latest episodesniper rifles mw3ferrari f430 scuderia spider m16lutheran thrivent foundationcloudgate android pcifunding lawsuitmetavante companywhen maggie applies the brakes to her cargrenfell tower charity single youtubesausage party pegiparroquia santa bernarditazoom 9150 manualgrenfell tower charity single youtubekey and peele teacher skito bryan gigolohi point 45 aftermarket partspregabalin mechanism of action neuropathic paincontigo rosana lyricspurvis group apprenticeshipshow to make mephedrone crystalsamerican express android app fingerprinthowa heavy barrel varminter for salepaul anka times of your life kodak commercialglomus tumor definitionhow many megalodons were there in the worldnumber of lines of symmetry in a trapeziumremington 1100 20 gauge skeetduct splitter damperivanpah roadbiomark technologies incibibio culture and traditionheadline colliesgmc c4500 mpgiowa legalize recreational weedacai brazilian blowout reviewsnaruto shonen jump theme songكليات في القدس معترف بهاegon schiele aquarelle und zeichnungenhow to set up a simple distillation apparatusrabies immunoglobulin indiahachiko the true story of a loyal dog bookesse menthol super slimgenki rockets star linesword scabbard chapedebian wheezy download raspberry pigrease monkey ac recharge costpyro dudes fireworksdog bounty hunter bear macehitler's henchmen goebbels296.44mephedrone street pricedell poweredge r210 ii specificationssap business one di apianalgin drugkadir cermikbugsy siegel quotessig p226 scorpion for saleziggy stardust giraffeminqinco2 pellet pistol 500 fpsthe yuppie pricksdownload aol desktop 9.8 0rmvx gamesvox sing meinen song 2017the kill room jeffery deaverkata kata dalam film radit dan janidave mirra bmx pspabs cbn boxing replayseymour isd administrationpalak ka shorbarosemary sprigs for anzac daywineries moravia czech republicps3 60gb reviewdepression or groove in the surface of the cerebral cortexhumulin r costclearplay incdry raspy throat coughjugo noni contraindicacionesoverdiagnosis and overtreatment of prostate cancerjohnny horton please mr custerdr hejnaamanda blake gunsmoke biocpx 2 9mm accessoriesyankee stadium birthday messagest5 gearbox strengthanglicized synonymshong kong phooey live action moviemossberg 590 special purpose tactical shotgunfarrakhan louis speechesskyview high smithfield utahold clough lane worsleyatf national firearms act handbook95.5 star fm cebula china antrax wikipediaeuro yuan rechnergandhiji first satyagraha in indiapaul burks sentencingjagtershof kuils riverairsoft pellets walmartrelic hunter netflixjoy behar christmas cardmark muller god guns and automobilesmaster gunnery sergeant usmcdhruva associatesjasraj meaningpréambule de la constitution de 1946 pdfbuy akuamma seedsmartika i feel the earth move official videofelix steinmeyergirlsgogames games simulationamaudruzhorse lords ck2what is mxc drugpjc scholarshipskeanu reeves samurai film 47 ronin trailerwdr big band websitesurgeon simulator tf2how much cyanide is in an apricot seedcolorless carotenoidsthe rocketeer vhshydroshock 9mm5.56 bandolier kit for saleهللوياmarijuana breeding mendeldream theater wiltern ticketslake baikal max depthsandal drama episode 11dell xps m1210 drivers for windows 7depression or groove in the surface of the cerebral cortex243 wssm ammo for salemusafir travels aurangabadblackadder goes forth castfinal destination alternate deathscatan hex sizelouise a chessmannodal stations neckibai ameztoynamaskar yoga colombiagluing veneer to mdfno se olvida franco de vita y soledadblood doping meaningfast and furious tokyo drift lanceremil sigfridssonheth hebrewjohn filson toronto starsplat gun splatoonhow to make chole bhature in marathifats waller boogie woogiekfh accountsddd type moonkalverstraat winkelsnew york state non resident pistol permitlånekassen stipendmmrc scalepengenalan peta topografivaccination schedule for feline viral rhinotracheitisdave gahan heroinpersian beef koobideh recipeconvert m4v to ps3lindsey vonn affairegary knight cabin rentals of georgiacrystal jade la mian xiao long bao singaporenasima aktercrystal structure of mild steeldianekochilas comparotid gland lobesblack djarum clove cigarettesptu hong kong moviewww worldbank org prospects migrationandremittancespnpc 2017driving around song colt ford downloadbishop airport flint michigan airlinesnaseebo lal live concertwinchester model 70 7mm valuemarcus luttrell and mohammad gulabclinch county school calendardragon ball z kyôshū saiyanare piranhas saltwater fishwhat does bifenthrin killallison durham speer childrensally louisa tompkins hospitalvalparai resorts pollachi tamil nadudaoud abdel sayedsafeway inventory apiplanes el chupacabra toybenjamin rush bloodlettingkaren armstrong muhammad a prophet for our timemost quiet pcp air rifleare vapes safer than cigarettesgunpowder hourglassbrocken inagloryopenwrt forkthiruvalluvar history in tamil languagefort peck bisonvärmegolv vattenburendemoss pumpkin farmcoda sibeliusmount diablo community collegefn 5.7 pistol picturesgalt renovationsi don t know how to love him yvonne ellimangoddess pursued by heralance henriksen hannibalcomedy nights with kapil passesiphone data transfer software synciosmyrtle beach 5k july 2017u pull it anthony txlapua reloading brass 6.5 creedmoorkana nishino sukistoke knoll rest homeindian fables panchatantracf103marco reus freundinim lost without you bebe and cece winans lyricsthanatos mythologietime blindness barkleyscyther toolkilbarchan mapsally louisa tompkins hospitalsushil kumar shinde and sharad pawar relationquetzalcoatl significancegary knight cabin rentals of georgiamagicolor 5430dl driversupernova seasoningschlunzlile quarrypipeline leak yellowstone riverfiesta bowl parade televisedclevis meaningunicellular and multicellular glandsmarin outdoor antique marketmanu chao bongo bong albumgary francione veganremington 1100 20 gauge skeetsampras agassi 2001 us opencapuchin convent romepoche bridge boudinbest choke tube size for duck huntingrobert dickinson lighting designercondor viking ironside swordcome my way protojethe seduction of joe tynan trailerwhat are chichosdarkspore free download full version pc111 bagby st houston txvulkan api doomdecreased gfr with normal bun and creatininestarlight sniper scopechopin valse posthumousmountain dew price 2 literabilene isd school hoursdaggerfall screenshotskh3 dream drop distanceeinstein bombe atomiquehow to reset a twc cable boxjay beneshcamillus ny knife companydata capturers wantedgrace bedell letter to lincolnhussein chalayan laser dressrobert richardson attorney conway scnankai candiesdotan home remixuspsa carry optics gunsleek emblem of walespercentage of blood volume occupied by erythrocytescreech dorsetsatyam school sonipatoracle virtual machine extension pack downloadmountain dew price 2 literlawrence kohlberg moral development pdfdo waqt ki roti shayarisealmaster indianapolis inmgk the gunneris it bad to relight a cigarettehazrat muhammad marriagesred wine and breast cancer recurrenceputo cake with salted eggtae tris acetate edtadr mark vosslerstromae ou est ton papavegeta kills jeiceandy siri for android apknutri quiz reviewer 2016g rossini wilhelm tellwhy menthol cigarettes are more dangerousdr leong wai yewmuhammad bin tughluqsaaq rimouski téléphonegerber bmf knife pricekir cassis quel vin blanckawai x110dik izbori 2017is heather nauert marriednicki minaj's naked asskir khardr woolley hand surgeonmorrill scholarship program ohio stateewing's sarcoma research foundationverbo to be en presente simple afirmativo negativo e interrogativoskittle bombs with smirnoffvelorail de francebcf polyester carpet fiberwhy did they kill pousseyshotgun slug ballisticscaroline kennedy schlossberg engagement ringtarantula species in utahinfalibilidad de la bibliakelly clarkson and steel panthermidnite mine spokane2013 ap chemistry frqi m just being honest mozzydevy meaninglatar highway mapclare frisby look northmount swansea copper minemonte rio fireworks 2017freehill mining ltdpull apart cinnamon bread bobby flaysig p226 scorpion for salebanque migros genevemonster hunter freedom unite save data editormayoral debate family guyxendesktop delivery controllershavuot songs youtubegundam seed invoke englishmapua davao courseseurosport f1 tv coverageabcde coaching modelambareesh agemosin nagant markingsleann lauryclare frisby look northangus and julia stone draw your swords albumolig definitionnavigate to nearest cracker barrelpiri piri chicken originseagate seatools for windows 10bombardier weaknesseshp pavilion dv7 4060us specshouse foods java curryomaha steaks free shipping coupon code 2015tennessee handgun carry permit reciprocityathenaeum pall mallruger 77 22 bolt removal2015 audi rs5 msrpgatorade lighter fluidbacunayaguasubiaco stadium capacitypentax 110dm1895 nagant pistolnathan tuckeyguess the car superminisdj envy and fetty wapармяно русский словарьelectoral roll northern ireland searchruger 77 22 bolt removalfright night jerry bites edfrank ocean ft outkast pink matter lyricsibai ameztoybeowulf upper receiver for ar 15gamma hydroxybutyrate powderplatoon localeedna gundersengiant omnium 2011warpath jurassic park gamesonghai social classesyaki mandu near mebrowning new a5 shotgun reviewекатерина великая сериал 2015 смотреть онлайнhulk hogan main event xbox 360 gameplaywhat is marilyn manson's religionwhat happened to dnewstommy sotomayor black lives matterletra de redemption songacademy early learning jefferson gaperlman chamber music workshopsignet jewelers lawsuitweather wawona hotelsig sauer triballoan restructure vs loan modificationwhere to buy unfiltered cigarettesministry of health and family welfare cghsamerican express android app fingerprintmost knockdowns in a boxing matchkawasaki csr 1000 specsmcfarlane beatles yellow submarineplatoon localetaptic engine gameshow to moly coat bulletsdistance from bangor to acadia national parkdr david newell seattle waspironolactone vs cyproterone acetatethe slickee boyswest hempstead weather hourlytommy sotomayor black lives mattermorgan stanley eafe index portfoliowhat is a discretionary gift trustprophet gregory vosshow to reset a twc cable boxdsl kabel belegunglime tree lane jamaicatriple effect evaporator calculationsandvíkcolt 45 m1911a1 pricesynchronised block in javadiamond mine cart minecraft videosleann lauryluke chiarellisetswana story bookscendawan kartundelroy williams i stand blackverbo to be en presente simple afirmativo negativo e interrogativorogers ftthordinal position in psychologynyc teaching fellows jobsdr larry abernathy abilene txlavatories aftkrikorian careersshoeme canada websitemobile vet grants pass oregonprochiral centeraguilas del america new jerseygaleries lafayette lyon bronliterary devices in ode to a nightingalesorteo de powerball puerto ricodmx 512 controller tutorialhubbell l6 20royal jelly bee pollen propolis side effectssouth park timmy's parentspatellofemoral effusioneastbay wausau wi usr atrial enlargement ecgtotal bastard airlines david spadecumberland regional juvenile detention centerdr ross morrison independence modrixoral buy onlinegillett pa zip codecorbin arena fireworks 2017unforgivable lifetime movie 2016bs en iso 20345 2011how do you reshingle a roofarsenoussheamus turns heellakdi ki kathi kathi ka ghoda mp3 song pkhow tqm can help in achieving targets of environmental managementmarie jean antoine nicolas caritatdik izbori 2017tarr steps parkingdevguru cotanger outlet mall ottawagold digger lyrics bohemiaca bong lau kho to xuan hongbomba termonuclear corea del norteassioma significatovss vintorez airsoftmiami drug kingpinsblank firing grenades ukairsoft thompson 1928 chicago typewriterexulanteniowa legalize recreational weedawm sniper for salekrishna district collector nameav plug embalmingaaj tak seedhi baat rahulkangavarsnuff terry pratchettst johns phd literacyadp total source administrator loginsamurai shodown vi ps2detroit red wings colorado avalanche brawltuatsun owen was her mcdonaldremington model 770 270 reviewskir cassis quel vin blanccraniosynostosis operationport of ludington maritime museumporsche 924 reliabilityaquatica online bookingnspe code of ethics pdfcarey landry hail mary gentle womanthunderstone audiocommon pleco water temperaturelime tree lane jamaicamercedes benz modelo a200 urbanfrank sinatra nicknames chairman of the boardfim asia motocross championship 2017acetaminophen 325 butalbital caffeinefire emblem blazing sword supportslouisiana tech football bowl projectionsısı ve sıcaklık arasındaki farklarmexican weeping pine treeluciano shake it up tonightgastroenterologo especialista en colonfriptura de vita cu cartofi la cuptordelaware county spca no killtraktor scratch pro 2 scratchinghikoreantui grass seedkavárna slaviakadir cermikcourses offered at uj soweto campussig sauer sp2022 pro 9mmira steward second declaration of independenceridley college flickrmagic slim and the teardrops tour dates1982 lancia zagato convertiblewas bedeutet sure im koranfree stella artois chalice 2017taoist master tree of saviorhow to cook peter luger baconrichest sportsperson of all timemossberg 930 26 inch barrelotto galbaflorida firearm reciprocityanthurium varieties in sri lankasb dissanayake homerady children's volunteerdiamond mine cart minecraft videosgreek falcataruger hammerless 38 revolverpoum flaglouisiana's coastal wetlandshenri matisse apollon 1953suryavanshi history in hindispätburgunder eisweinsufi retreat turkeyuil one act play results 2017extremosawhere is lee corso today on college gamedaygsxr1100mgregory nava biographyfhl hockey standingslewis lake campground yellowstone national park wyopenssl pfx filedepression or groove in the surface of the cerebral cortexstraight blood dopinglile quarrydell optiplex 170l hard drivefunction of basal ganglia pptfalconry lessons nypokemon crystal playthroughotis redding these arms of mine dirty dancinghajdúböszörmény térképsig sauer p250 357 for saledhaka to australia flight durationolivia pierson wagsamphetamine dextroamphetamine extended releaserobbie dupree time and tideg rossini wilhelm telluil one act play results 2017awm sniper for saledearly devoted dexter audiobook freelakdi ki kathi kathi ka ghoda mp3 song pkchef ramzi appbackflip bri flip on scootervliw architecture in dspspelt semolina pastacitadel m1 9mm carbine riflewest hempstead weather hourlytop narco corridos 2010celery increases pheromoneskamelot somewhere in timekya kool hain hum 3 full movie onlinepat passarellidesert rats vs afrika korps steamremington rolling block 50 70mossberg 464 lever actionarmalite 3 gun for salebison skull maskmarlboro kretekchartis insurance addresssmith and wesson 327 trr8 357 magnumcmft vacanciesairsoft pellets walmartdebemus latincrystal resonator vs crystal oscillatordrexel university rush buildingmetadon youtubedebbie talmanchief wahoo is not racisthomonyms and homographs examplesridley college flickrhilmi shehuamazon echo intercom systempoor clare monastery santa barbarajosh reichmanapplebees barbecue saucemanarcadu6.5 x284 riflerua mediterraneo 451shonda rhimes adoptionhazrat talha bin zubairvca igg levelhoek van holland to harwich ferryjay j armes net worthis the copperhead snake endangereddrug induced aplastic anemiaicon hotel prague booking comapoyequeilluminati infected mushroomall bark and no bite idiom meaningform to expunge criminal record in californiasecond hand pillar drills for salehov lanes in southern californiaairsoft gi combat machine m4vibram shoe size conversionare airsoft guns safe for 10 year oldsyana kudryavtseva dietkillall firefox binlateral incisor looseronco super showtime pro rotisseriemgk the gunnerhussein chalayan laser dresspull apart cinnamon bread bobby flayassassin's creed altair knifedebian wheezy download raspberry piakg c12vr microphonehighest utqg rated tirecartoon network firebreather movie part 1where's waldo science fair projectlil uzi vert bisexualscleral contact lenses brandswww elan pharma comsurvivors of the holocaust steven spielberg documentarycycad seed germinationkathryn erbe stalkerextended magazine for beretta px4 stormthings to do in boca grande cartagenamcville indiananaruto shippuden capitulo 450illuminati intro secret worldplease wear a poppy poemkiss 108 boston castpokedex 564remington 243 ballistics tablelamborghini countach name meaningseaworld orlando antarctica ridechi ha paura di virginia woolfeduardo diaz silvetipyramids of energy numbers and biomassetizolam prescribing informationair conditioning in cars benzenesnorting kratom extracttyson jost fathercycad seed germinationexplorers walk kitchenersalem witch trials lsdsugo di pomodoro all arrabbiatastockholm kulturnatt 2017evasion 7 jailbreak 7.1canvas бизнес модельtobuscus adventures 1 3nylon waster swordfda approved antisense oligonucleotideselectoral roll northern ireland searchportalitovata dosha diet in hindivictorious and icarly crossovermosin pu scope installationxiao fei yang jakartainternational sms bombercytec miningwhere's waldo science fair projectpleural tap definitionclifftop wv mapcliff and romas savant lakeeksperimen kimia tingkatan 4 bab 8caroline kennedy schlossberg engagement ringtraxxas stampede slipper clutch upgradehaydee klumtrent uni falconscodevilla italybugsy malone mcice bite claw drillerfunction of basal ganglia pptvaccinium angustifolium fruit extractstasia bala20 beechwood gardens covington laprophet gregory vossbuika wikipediapoor clare monastery santa barbaraguna theory in ethicssedet latinepassport portalmuzzleloader primer holderevasion 7 jailbreak 7.1papa criolla substitutechris marketopakistani bully kutta imagesmaharashtrian kala masala recipedecaduro bodybuildingdevguru corewalk robotics iponastia liukin retiredabcde coaching modeldiego massiddavitamin d 10000 iu in microgramsdavid kroll sausage partyotown onlinerodeio de cosmoramamanu chao bongo bong albumoasi contributionsdsu football pac 12apollonia kotero 2015eytherdyson dc51 multi floor reviewamsterdam mediamaticrudram chanting pdfyema balls panlasang pinoyle dormeur du val datecollonil canadagreg barskyvss vintorez airsoftchef ramzi appel tigre rapido racerkeratin cyst cytologyfrank ocean ft outkast pink matter lyricskosi flood 2008cartoon network co uk dm3sdma in wireless communicationarti nama nadyagunpowder hourglassscleral contact lenses brandsedy's logobillie holiday songs for distingué lovers songswacom scribehajdúböszörmény térképnhra fuel cell rulescisco ccsp certification pathbest whistle for gundog trainingcosmos motors ugandanumber of lines of symmetry in a trapeziumal gore montecito homecolt 100th anniversary 1911 for saledilip kumar's real namewhat does ego dystonic meanworking rorschach masktussy roll dancehaines watts bromleygiorgio armani myerpistol football playbook pdficeland webcam reykjavikneil gorsuch qualificationsangiografijajohnny horton please mr custerpetit saint vincent island resortdatc utfox sports 1 cox okcwigmore evidence in trials at common law9mm vs 5.56 stopping powerremington 1187 bolt assembly