Nos dias de hoje é bom que se proteja

expensivephotog

.
Vem, serenidade!
Vem cobrir a longa
fadiga dos homens,
este antigo desejo de nunca ser feliz
a não ser pela dupla humidade das bocas.
Vem, serenidade!
faz com que os beijos cheguem à altura dos ombros
e com que os ombros subam à altura dos lábios,
faz com que os lábios cheguem à altura dos beijos.

Raul de Carvalho

=====

Não tem jeito, a única coisa que funcionou pra mim até hoje foi o qi, foi programação mental. Saber o que fazer eu sei, quem não sabe? Quem não sabe o que comer, como comer? Eu sei, e há muito tempo. Mas não consigo fazer, ou não conseguia. Não consigo fazer o que preciso.

Por isso começo pelo qi e sempre emagreço, é matemático, eu fico impressionada. Mas entro em pânico quando emagreço e não mantenho a(s) atitude(s) que emagrece(m). Consegui manter na gravidez certamente porque estava em estado de graça, como sempre fico quando estou grávida.

Mas aí acabou-se a gravidez, voltei ao trabalho (meu fator estressante número 1) e não consegui mais nada. Stress engorda, já está mais do que provado, é a pior coisa para a gordura abdominal, a mais perigosa.

Stress é um problema de adaptação. Mas como adaptar-me ao meu trabalho? Como conseguir isso? É claro que vou precisar de alguma ajuda especializada, vou fazer terapia, porque tenho que encarar o fato de que sozinha não tenho conseguido. Já tentei 11 anos sem sucesso né? Chega. Eu realmente acumulei mais stress do que posso dar conta sozinha. E até que eu minimizei ele muito, demais da conta, eu realmente poderia estar bem pior em todos os sentido, mas me saí até bastante bem. Não o suficiente, ainda.

E lendo o Método Gabriel, então, eu fico mais convicta, é de dentro que eu preciso emagrecer. Eu preciso me sentir segura emagrecendo. Porque não é possível o pânico que eu tenho de emagrecer (que se traduz nas minhas atitudes de nunca fazer o que dá certo). Eu preciso me permitir emagrecer. E é isso que já estou fazendo.

e quero que você venha comigo
vai valer a pena ter amanhecido

5 comments

  1. Ção disse:

    Que venha a serenidade!

  2. Rachel disse:

    Olá Nalu,

    td bem? Achei nossos posts bem parecidos. Ah, tb estou nessa de buscar novas alternativas. é burrice da gente vê por tanto tempo que uma coisa – ou várias – não funcionam e ficar deixando o tempo passar. O lance é a gente seguir em frente com garra!!! Um beijo e estamos juntas nessa

  3. Rachel disse:

    AH, e eu já estou lendo a continuação de comer, rezar e amar. Se chama COMPROMETIDA. Ela só fala de casamento em diversas culturas, casamento pra cá, casamento pra lá… quase uma pesquisa socio-cultural sobre. Meio que me arrependi de comprar… bj

  4. Verô disse:

    você não tem noção, Nalu, do quanto me identifico com isso. saber as coisas a fazer e não fazer nenhuma delas. nem ao qi eu me dedico. tenho tentado manter a serenidade, mas ao contrário de você, nunca fico em estado de graça na gestação.
    beijo e força sempre.

  5. Ana Paula disse:

    Eu também me identifico com tudo que você escreveu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *