Quando a festa acabar eu sei que você vai me procurar


naraMorro do que há no mundo:
do que vi, do que ouvi.
Morro do que vivi.
Morro comigo, apenas:
com lembranças amadas,
porém desesperadas.
Morro cheia de assombro
por não sentir em mim
nem princípio nem fim.
Morro: e a circunferência
fica, em redor, fechada.
Dentro sou tudo e nada.

 

Cecília Meireles

Estou lendo o método Gabriel, ouvindo o áudio (em espanhol) e fazendo o qi. Aparentemente eu emagreci um quilo e meio em dois dias. É claro que eu tendo a não acreditar nisso e a ver a balança como doida. E também podem ser alterações hormonais, de águas do corpo e tal.

Tenho tomado o ótimo floral pra compulsão também, tá ajudando. Tudo é bem vindo pra me ajudar a sair desse descontrole por doces, que é o que me engorda.

Mas mesmo assim eu agradeço. Na balança velha, minha amigona que eu tanto gostava marca 96, uma bela diferença pra os 100 quilos que me assombravam há pouco. A balança velha é mais generosa. Mas eu sempre acho que ela está errada. De todo modo acho que vou ficar pesando só com ela mesmo, ela é melhor até pra fotografar e acho que vai me dar mais ânimo. É tudo bobagem, mas vou ficar com ela mesmo.

O método Gabriel é igualzinho ao Qi mental, nossa, o principio é o mesmo, fiquei impressionada. Acho que eu preciso mesmo de visualizações, eu preciso primeiro convencer meu corpo de que ele precisa emagrecer, que é seguro emagrecer, que eu não vou correr perigo se eu emagrecer. Vou indo, venho aqui, vou anotando coisas, vou fazendo visualizações e vou emagrecendo. Espero agora engrenar (caras, eu devia ter vergonha de escrever isso mais uma vez, ô papo de bêbado) , meu problema sempre é esse, ultrapassar um certo ponto de empacamento que eu não sei direito ainda qual é, qual é o gatilho que dispara a parada.

O site q eu hospedei um dia o blog http://leveza.motime.com acabou e apagou o blog. Só se acha em cache no google ou no archive.org. Por isso vou passar os posts dele pra outro blog. É chato isso. Eu fico mexendo nos blogs velhos,
como se desse pra alterar o passado. Tô com essa mania. Mas preciso tratar de alterar o presente e o futuro. O que já foi não importa mais, não existe simplesmente.

P. S. Este post foi escrito dia 6, mas eu não tenho tido tempo seguido que dê pra escrever com calma e publicar de um jeito decente, o jeito foi publicar hoje mesmo. O de hoje, pode ser que saia só zeus sabe quando…

um tudo tão magoado
A Ira Feminina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *