Toda nudez será castigada

 

A esperança se adquire.
Chega-se à esperança
através da verdade,
pagando o preço
de repetidos esforços
e de uma longa paciência.

Para encontrar a esperança
é necessário ir além do desespero.
Quando chegamos ao fim da noite,
encontramos a aurora.

Georges Bernanos

=====

Hoje faz um mês que eu fiz 40 anos.

Acho que é um marco. Tem muita coisa nessa minha vida que eu preciso mudar, mudar logo, fazer melhor, me livrar de velhas amarras, mentais e materiais, de velhos hábitos nocivos e outros hábitos feios. Mas isso a gente sempre tem o tempo todo né?

Agora, numa conversa com minhas comadres, percebi que talvez eu tenha melhorado o humor tanto como melhorei nas ultimas semanas porque parei de fazer dieta. Que horror, mas pode ser bem verdade. Eu andava num humor péssimo e numa sensibilidade ainda mais extremada, mais exacerbada, não estava mais cabendo dentro da minha pele, queria destruir tudo. Estava com uma raiva imensa de qualquer coisa que nem sei nomear. Mas passou quando eu perdi o rumo da dieta. Talvez sem o amortecedor dos doces a vida tenha ficado com gosto muito ruim. Não é fácil ficar nu diante do rei.. E eu fiquei, sem comida, sem cigarro, sem remédios de depressão, sem remedios pra emagrecer, sem mais nada, só com minha nudez na avenida. E talvez não tenha aguentado, precisei de dar um tempo.

Enfim, tenho planos, coisas à vista, muitos passos pra dar. Mas hoje, realmente voltei à dieta mesmo, com contagem de pontos e tudo mais.

Preciso muito anotar meus gastos, preciso mesmo, estou perdendo o rumo nisso também.

Mas esse palavrório sem sentido aqui é só mesmo pra fazer o registro de que eu voltei a anotar e a prestar atenção hoje.  Normalmente eu levo algum tempo antes de conseguir fazer a restrição mesmo, antes de conseguir entrar mesmo na dieta, de modo contínuo. Mas tudo bem faz parte. Só espero entrar no eixo logo, pq agosto tá aí e eu tenho planos pra agosto e pra setembro. Se eu conseguisse perder 4 quilos nesse período já estaria bem feliz, mas bem feliz mesmo. Imagina, sair dessa danada dessa casa dos 90?

 

Os livros não são sinceros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *