vai valer a pena ter amanhecido

Vai valer a pena ter amanhecido

Screen shot 2011-05-24 at 12.02.59 AM

No coração, talvez, ou diga antes:
Uma ferida rasgada de navalha,
Por onde vai a vida, tão mal gasta.
Na total consciência nos retalha.
O desejar, o querer, o não bastar,
Enganada procura da razão
Que o acaso de sermos justifique,
Eis o que dói, talvez no coração.
José Saramago
Desde 2001 que eu tento emagrecer sem sucesso. Desde 2006 que eu tenho blog pra emagrecer sem um quilo de sucesso e muitos de fracasso. Por um motivo simples, eu não consigo fechar a boca. Ponto. Eu não faço o que tenho que fazer, eu como chocolate demais, doces demais. Eu não uso as inúmeras ferramentas que eu tenho que podem ajudar, aliviar, facilitar, enriquecer o caminho do emagrecimento. E estar gorda é uma enorme cilada, pq with our without you, I can’t live.
Não dá pra ser feliz sendo gorda. Não dá pra emagrecer. Eu sei que dizer não dá pra ser feliz sendo gorda é forte, mas obviamente, como esse aqui é o meu blog e não o Blog da Carmucilda da Silva, é pra mim que não dá. Eu não tenho mais cara de vir aqui, por isso esse post tá escondido, pq eu tenho muita vergonha de não conseguir, muita mesmo. Mas claro que obviamente eu não tô fazendo mesmo nada pra emagrecer efetivamente, eu não sigo um programa, eu não como frutas, eu não faço o qi eu não faço outras cem coisas que são boas pra ajudar, eu simpelsnemten não consigo seguir nada, eu me encho de tralhas.  Eu não me dou nem mesmo o direito de fazer e dizer, não funcionou, eu já desisto antes. O resultado são 15 quilos (cara, 15 quilos!!!!! Vergonha, vergonha vergonha…) a mais desde que eu comecei a escrever blog. Ao longo dos meus 10 anos de casada eu vi minha casa encher de tralhas, e vi meu corpo cada vez mais cheio de tralhas. E não sei como mudar isso. Não sei mesmo. Ou não tenho forças pra mudar, essa é a verdade.
Eu não desisto de dizer pra mim mesma que vou tentar. É uma cilada mesmo. E não desisto de dizer porque não posso, porque não tenho outra alternativa. Mas a vergonha e o desgosto comigo mesma só aumentam. Não sei mais o que fazer comigo. Ya no se que hacer conmigo.

Esse tb é um post q eu escrevi e não tive coragem de publicar.

Originalmente escrito em 12/07/2010

Nos dias de hoje é bom que se proteja
cenizas de rosas

2 comments

  1. Eva disse:

    Olha, Nalu. Talvez não te sirva de nada eu dizer isso, mas mesmo assim vou dizer:
    Eu acredito que você pode!
    E não é só emagrecer, não.
    Você pode tudo aquilo que está aí dentro de você e você acha que não.

    Beijos no coração.

  2. Dani disse:

    Tenho certeza que este post não foi escrito para que a gente sinta pena de você. Sei tbm que foi escrito em um momento de muita raiva que você sentia de você mesma. Eu fiz isso inumeras vezes, eu simplismente me sinto a mulher mais corajosa e determinada do mundo num dia e depois de 3 dias estou chorando escondida no banheiro de casa por me sentir uma infeliz (que sinceramente não sou) uma fracassada.

    Ontem mesmo foi um desses dias, não muito pelo emagrecimento, mas cada um tem seus dias. Choro por ter 23 anos, ser formada, estar casada e ter um filho e mesmo assim não ter casa, carro, emprego fixo, não poder comprar as coisas que quero e que meu filho quer. Fazer minhas próprias unhas e cabelos e dizer para todo mundo que eu mesma fiz e passar uma satisfação mesmo não sentindo. Enquanto isso tenho uma irmã que tem tudo que eu planejei para minha vida, que meus pais planejaram para nossas vidas. Ela tem 25, tem casa própria, é casada, não tem filhos ainda, concursada, formada, pós graduada, faz planos com meus pais de viajarem (esse ano mesmo eles vão viajar). Mas sabe o que me dá raiva, é sentir pela de mim (as vezes) por ver a expressão de pena deles (meu pai e minha mãe) quando perguntam pq eu não viajo com eles, e dizem: A sua irmã vai com a gente (todas as vezes que eles me vem eles me perguntam) quando eu preciso ficar até mais tarde no trabalho para segurar meu emprego e eles me ligam e dizem:” poxa, e a sua iormã ta trabalhando só meio periodo e ganhando o triplo que vc ganha, se vc tivesse passado em um concurso.., ou até mesmo toda vez que sai um resultado de um concurso que eu fiz (vários por sinal) e eu digo que não passei.
    Eu choro sim, mas eu sei que eu posso muito mais do que eu já fiz. E eu tenho na minha mente que, se eu realmente quero algo que não tive, preciso fazer algo que nunca fiz!

    Beijos e sucesso para vc.
    Ps: domingo tenho mais uma prova de concurso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *